10 criaturas que inspiraram a lenda dos dragões

Publicado em 13.03.2011

Os dragões são encontrados nos mitos e lendas das culturas por todo o mundo. Na Europa, eles são um pesadelo: grandes lagartos cuspindo fogo, com língua bifurcada igual a uma serpente e asas iguais a de um morcego. São temidos, já que gostam de raptar donzelas, destruir cidades e acumular montanhas de ouro. Nas antigas culturas do México e da América do Sul, a “divina serpente” tem vários nomes, e supostamente renova o mundo após cada ciclo de destruição. Na China, os dragões são criaturas anfíbias que habitam nos oceanos, lagos, rios e até mesmo na chuva, reverenciados como símbolos de fortuna e fertilidade. Eles possuem corpo de serpente, escamas de peixe, garras de águia, chifres de veado, e o rosto de um “gilin”, outra criatura mítica que lembra um veado, mas cujo corpo é envolto em chamas.

Apesar dessas diferenças, muitos dos dragões míticos começaram como ideias vagas de serpentes, uma cobra ou algum outro réptil temido. Com o tempo, adquiriu contornos mais definidos e exóticos, pois absorveram as superstições de cada povo. Essa lista de criaturas e fenômenos naturais revela o que pode ter inspirado o “look” dos dragões. Confira:

1) Jacaré chinês

O jacaré chinês, um dos animais mais ameaçados do mundo, pode ter sido uma das inspirações do dragão asiático. Na mitologia chinesa, os dragões estão intimamente associados à água: são os guardiões da vida, fazendo chover, mas em momentos de fúria também capazes de desencadear inundações. Os jacarés chineses podem crescer até um comprimento de cerca de 1,83 metros, e muitas vezes podem ser encontrados flutuando logo abaixo da superfície da água, onde esperam suas presas.

2) Lagarto-de-gola

O lagarto-de-gola é encontrado nas florestas do norte da Austrália. Como seu nome sugere, ele tem uma “gola” expansível em torno da cabeça e pescoço, que pode se abrir como um guarda-chuva quando ele se assusta. Se isto não for suficiente para assustar seu inimigo, o lagarto se apóia sobre as patas traseiras e foge; mas, ao invés de fugir com o rabo enfiado entre as pernas, ele pode simplesmente deixá-lo para trás para distrair o predador.

3) Dragão barbudo

O dragão barbudo também pertence às florestas nativas da Austrália, e também pode fugir “de pé”. Tem vários apêndices na pele em torno da cabeça, e pode inflar uma bolsa sob o seu queixo para parecer mais ameaçador. O dragão pode alterar tons de cor de seu corpo, do claro ao escuro, para refletir determinados estados emocionais, ou para ajudar a regular sua temperatura corporal.

4) Píton

As pítons estão entre as maiores cobras do mundo. A píton da Índia pode ter sido uma das inspirações para as lendas de dragão nos tempos antigos. São cobras constritoras, que podem espremer “seus alimentos” até a morte. Ao viajar através da Índia, o naturalista romano Plínio afirmou ter visto um dragão tão grande que poderia estrangular um elefante. Provavelmente Plínio descreveu a píton, que pode atingir um comprimento de mais de 9 metros.

5) Dragão-voador

O dragão voador do sudeste asiático é um pequeno lagarto que come principalmente formigas e outros pequenos insetos. Ele pode deslizar entre árvores usando três dobras de pele parecidas com asas. Suas “asas” são apoiadas por 5 a 7 nervuras que se estendem pelo corpo, permitindo-o planar por distâncias de até 9 metros. Essas asas são muitas vezes coloridas e estampadas com listras e pontos. Há a opção de mantê-las escondidas se quiser ser discreto.

6) Dragão-de-Komodo

Os dragões de Komodo da Indonésia são os maiores lagartos vivos do mundo. Eles podem crescer até 3 metros de comprimento e correr tão rápido quanto um cão em trechos curtos. Eles caçam presas vivas e são capazes de emboscar criaturas muito maiores do que eles. Os dragões têm uma cauda musculosa e uma mordida forte. Mesmo uma pequena mordida pode ser letal e causar infecção grave por causa das bactérias sépticas que vivem em sua saliva. Eles teriam sido um grande candidato para a inspiração por trás dos dragões europeus, porém eles só foram descobertos nesse continente em 1910.

7) Megalania

O Megalania prisca era um animal muito maior que o dragão-de-komodo. Cresceu em comprimentos de até 9 metros e pesava cerca de 450 quilos, ou seja, o maior lagarto que o mundo já viu. Ele vagou no deserto australiano durante a última Era Glacial, e poderia emboscar criaturas o dobro de seu tamanho e 10 vezes seu próprio peso, matando-as com dentes curvos e grandes garras. Em latim, seu nome significa “antigo açougueiro gigante”.

8 ) Pterossauro

De todas as criaturas que já viveram, os pterossauros são provavelmente os mais parecidos com os dragões da lenda européia. Répteis com penas, pterossauros voavam apoiados por um único “dedo” longo. O menor pterossauro era do tamanho de um pardal, enquanto o Quetzalcoatlus (nomeado em homenagem ao deus asteca) tinha uma envergadura de mais de 12 metros, tornando-se a maior criatura voadora.

9) Dragão marinho

O dragão do mar é um parente próximo do cavalo-marinho, que pode ser encontrado nos recifes rochosos do sul da Austrália. Embora tecnicamente um peixe, o dragão do mar não nada tanto quanto oscila, uma vez que imita o movimento das algas e do plâncton vegetal que são “sua casa”. Ele possui barbatanas com aparência de folhas, anexos que são quase transparentes, e uma boca de tubo, que suga peixes, larvas e pequenos crustáceos.

10) Cometas

Ok, cometas são seres inanimados, mas dragões eram frequentemente retratados como serpentes aladas com caudas longas, vistos como presságios de desgraça ou sorte. O nome do deus asteca Quetzalcoatl literalmente significa “serpente emplumada”. Para as pessoas que vivem nos tempos antigos, um cometa cruzando os céus com uma cauda de milhares de quilômetros de extensão se assemelhava muito a tal criatura. Se os cometas foram inspiração para alguns dragões, isso explica porque são onipresentes nos mitos e lendas de tantas culturas diferentes em todos os cantos do mundo. [LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

27 Comentários

  1. a minha teoria sobre os dragões se baseia num velho ditado: quem conta um conto aumenta um ponto.
    afinal pode ter acontecido dos caras q descobriram um lugar e viram um lagarto estranho disserem q viram um lagarto com partes do corpo q pareciam asas,a história foi se espalhando e depois ja achavam q a tal criatura era imensa,cuspia fogo e voava,afinal,todo mundo sabe q o povo de antigamente era meio doido.

    Thumb up 17
  2. A existencia de dragões atualmente não pode ser provada e creio que jamais será. Pelo simples fato de que até hoje não podemos dizer exatamente quantos e quais tipos de dinosauros exitiram, ou seja, de um canto a outro do mundo a história pode ter sido comumente “aumentada” gerando a lenda dos dragões.

    E nada impede de um dos antigos dinosauros ter tido asas e algum tipo de reação química que gerasse combustão.

    Enfim, a verdade absoluta jamais poderá ser provada, ficando a carater de sua imaginação e crença acreditar ou não em tal espécime.

    Thumb up 2
    • Ein? Reação química?! Plz, pra gerar uma combustão em forma de uma nuvem, ou bola de fogo, seria necessário que os órgãos internos dele fossem revestidos de um verniz anti-chamas, ou sabe lá que outra substância tóxica seria necessária.
      A vdd absoluta é que os dragões são tão reais quanto lobisomens, curupira, mortos-vivos… Eles simplesmente são mais elegantes, fo.das e poderosos que estes.

      Thumb up 1
  3. Como alguém já disse, o que inspirou essa lenda não foi apenas esses seres.Algo mais já existiu e os antigos homens viram.Algo grande,que voa e cospe substâncias queimantes.Ainda veremos tais coisas de novo.

    Thumb up 6
  4. são lendas misturadas com realidades quer criarão grandes fantasias nos povos antigos

    Thumb up 1
  5. O que realmente inspirou as lendas de Dragões foram as sogras e mulher feia etc…

    Thumb up 35
  6. As lendas sobre dragões tem origem em outras coisas e não nos bichos e cometas retratados na reportagem. Houve algo no Passado que impressionou o Homem. Algo grande, voador, diferente e palpável. Ainda veremos tais coisas de novo…

    Thumb up 31
  7. aquele lagarto-de-gola….é muito interessante…e bem parecido com estes de filmes…tipo : Como treinar seu dRAGÃO…SE VCS NÃO ASSISTIRAM ASSINTAM…É MUITO ÓTIMO .

    Thumb up 6
  8. Bob, pode haver uma explicação simples; Na época dos descobrimentos essas histórias/lendas foram trazidas pelos navegadores e foram sendo introduzidas na cultura ocidental.

    Depois a imaginação fez o resto adaptando esses “animais” àquilo que na época o ocidente conhecia.

    Thumb up 16
  9. O interessante de todos os dragões descritos desde o ocidente como no oriente é que são similares a lagartos e cospem fogo, como podem tantas culturas ao redor do globo terem o mesmo modelo de criatura embora com pequenas variações?

    Thumb up 41
  10. Esqueceram de citar uma espécie muito importante:a carpa(Cyprinus carpio),peixe asiático que apresenta um tipo de “bigode” ao redor da boca(usado para vasculhar o fundo em busca de alimento),que inspirou os longos bigodes com aparência de tentáculos dos dragões orientais.

    Thumb up 23
  11. Interessante… So falta saber a historia de cospir fogo,acho que não tem na materia,ou seria o cometa? rss

    Thumb up 11
  12. Costuma-se dizer que onde há fumo, há fogo.

    Eu acredito que na antiguidade existiu algum tipo de animal com as características de um dragão.
    E foi certamente esse animal que deu origem às lendas dos dragões.
    As lendas não são mais do que factos reais acontecidos que ao serem passados de boca em boca vão sofrendo alterações que por má interpretação de quem conta, quer por alteração da história para lhe dar mais “cor” quer para lhe dar mais espectacularidade.

    Li à tempos que há dois tipos de gases que podem ser emanados por um especifico tipo de animal (não sei neste momento qual) que junto podem resultar numa combustão.

    Não é muito difícil imaginar algo do género.

    Thumb up 16
  13. Outra coisa, este Dragão de Komodo é bonito hein. Nesta foto, acho que ele parece muito com a descrição atual dos dinossauros. E pior: Nesta imagem, ao contrário da realidade, ele parece bonzinho, quase um animal de estimação.
    Mas eu não tentaria passar a mão na cabeça dele por amor ao meu braço e à minha vida hehehe

    Thumb up 12
  14. No número 4 diz-se:
    “Ao viajar através da Índia, o naturalista romano Plínio afirmou ter visto um dragão tão grande que poderia estrangular um elefante. Provavelmente Plínio descreveu a píton, que pode atingir um comprimento de mais de 9 metros.”

    Poxa vida, não reconhecer uma cobra é demais. Tá certo que como foi dito, “pode atingir um comprimento de mais de 9 metros” mas, o formato é o mesmo de qualquer cobra. Se qualquer pessoa viajando por um país desconhecido, encontrar uma cobra de digamos 80 metros e cabeça de lagarto a pessoa ia morrer de medo, mas se sobrevivesse ia dizer “Eu vi uma cobra monstruosa com cabeça de lagarto” não “Eu vi um dragão” ¬¬

    Agora, o Dragão Barbudo, o Dragão de Komodo e os cometas (principalmente os cometas pelo desconhecimento da época) acho que devem ter influenciado as lendas, e muito.

    Obrigado.

    Thumb up 14
  15. Quem quiser ver as fotos desse dragão escreva na caixa de procura do seu navegador acesso as novas secções do site , depois clica no mesmo titulo que aparecer a seguir, surge então o site dominiosfantásticos com 555 capitulos para consultar, aquele com a foto do dragão é o nº535 chama-se Silencios ensurdecedores, clica-se nesse titulo e é logo no principio as fotos do dragão encontrado recentemente ainda com aspecto de vivo como prova irrefutavel de que eles existem mesmo.

    Thumb up 3
  16. Podem fazer a caçoada que quiserem mas os dragões existem realmente não são apenas um mito nem uma lenda , se tiverem acesso ao site do escritor brasileiro Sergio O. Russo “dominios do fantástico” e “acesso as novas secções do site” ele mostra lá fotos de cadáveres de dragões encontrados recentemente iguaisinhos aos das lendas e ainda com carne portanto mortos recentemente, logo deve haver de certesa absoluta sobreviventes vivos.

    Thumb up 6
  17. Desde o século XIII, a imagem de São Jorge sobre um cavalo branco, libertando uma donzela e vencendo o dragão, é a mais difundida de todas as lendas populares.
    O falecimento de São Jorge em 23 de Abril tem a ver com o inicio da Primavera Oriental, e o dragão seria o caos, pois São Jorge era o protetor das Colheitas, e os antigos acreditavam que, um guerreiro garboso, imponente, invencível e de Grande estatura espiritual, viria montado no seu cavalo branco, venceria o dragão da maldade, construiria uma ponte entre o mundo físico e os deuses, e guiaria a humanidade na reconstrução de um novo mundo…

    A fábula de São Jorge, imortalizada por Jacques de Voragine em sua antológica “Lenda Dourada”, afirma que durante os 07 anos em que foi torturado, por ordem de um Tribunal formado por 07 Reis, pelo atrevimento de ter desobedecido 07 vezes as ordens que recebeu para massacrar os cristãos, São Jorge jamais abdicou da sua fé.

    São Jorge é um Avatar ou AKDORGE, onde se fantasiou que, Num país chamado Líbia, existiu um dragão que aterrorizava os habitantes que para acalmar o monstro lhe ofereciam periodicamente um cordeiro e uma virgem, que era escolhida por sorteio, mas como certo dia à sorteada foi Selene, a encantadora filha do Rei da Líbia. Para salvar a belíssima e importante donzela de ter uma morte horrível, São Jorge, teria lutado e vencido o dragão. E que então o povo, assim como, o agradecido Rei, teriam se convertido ao cristianismo, ao ficarem sabendo que o soldado Jorge, para derrotar o monstro que já havia matado vários cavaleiros, antes de atacar o dragão, teria feito o sinal da cruz e invocado a ajuda do único Deus verdadeiro.

    Como “São Jorge” atenderia os milhões de pedidos dos devotos, se não há consciência depois da morte; e os “Santos” seriam “mortos aguardando o julgamento”, e não alguém capaz de estar ao mesmo tempo em todos os lugares, em todas as épocas, e falar todos os idiomas?

    Thumb up 5

Envie um comentário

Leia o post anterior:
casu
12 insetos (e similares) que são comidos ao redor do mundo

Conheça algumas rece...

Fechar