12 animais estranhos de Madagascar

Publicado em 21.03.2012

Tem gente que acha que Madagascar é uma ilha solitária ao largo da costa leste da África, mas não poderia ser mais o contrário: ela está borbulhando em vida. De acordo com a Sociedade para Conservação da Vida Selvagem, Madagascar é o habitat de mais de 90 espécies de lêmures, 283 espécies de aves, 12.000 espécies de plantas vasculares, mais de 300 espécies de anfíbios, 346 espécies de répteis e 30 espécies de morcegos. Essa lista não faz jus ao seu enorme ambiente, mas vale a pena conhecer alguns poucos de seus personagens carismáticos. Confira:

1 – Fossa

A fossa parece um felino, mas esse mamífero carnívoro é na verdade parente dos mangustos, e é endêmico de Madagascar. A fossa é o maior carnívoro mamífero da ilha e tem sido comparado a um puma pequeno. Os adultos têm um comprimento de 70 a 80 centímetros e pesam entre 5,5 a 8,6 quilos.

2 – Lagartixa esquisita

O Uroplatus fimbriatus é endêmico das florestas tropicais de Madagascar, e pode atingir um comprimento de 30 centímetros. A lagartixa usa sua cauda plana para armazenar água, e como não tem pálpebras, a criatura confia em sua língua para remover poeira do olho.

3 – Lêmure dançante

O sifaca-de-Verreaux (Propithecus verreauxi), como esse dançando na Reserva Natural de Berenty, ao sul de Madagascar, tem coloração distinta, com pele branca e uma pitada de amarelo que contrastam com sua face preta sem pelo.

4 – Rato-lemuriano

O rato-lemuriano (Microcebus murinus), que é endêmico de Madagascar, fotografado acima no Parque Nacional Ranomafana, em Madagascar, é um dos menores primatas do mundo, com um comprimento de corpo de apenas 12 a 14 centímetros e um comprimento de cauda de 13 a 14,5 centímetros. Seus dentes longos e finos servem como um pente usado para fazer carinho.

5 – Lêmure vermelho

Este lêmure avermelhado é encontrado somente nas florestas de Masoala, no nordeste da ilha. É um dos maiores primatas de Madagascar, com um comprimento de corpo de 53 centímetros, um comprimento de cauda de 60 centímetros e um peso de até 4 quilos.

6 – Gorgulho girafa

O gorgulho girafa (Giraffa Trachelophorus) é um gorgulho endêmico de Madagascar. Seu nome deriva (obviamente) de seu pescoço estendido, muito parecido com o da girafa comum. O pescoço é uma adaptação que auxilia o inseto na construção de ninhos e em disputas.

7 – Novo lêmure

Os cientistas relataram em 2010 a descoberta desse lêmure do tamanho de um esquilo em Madagascar. A nova criatura não tem um nome de espécie ainda, mas é do gênero Phaner. Esses lêmures têm linhas pretas em forma de Y que começam acima de cada olho e juntam-se no topo da cabeça. A espécie de língua longa tem um movimento de cabeça único.

8 – Camaleão especial

Esta espécie de camaleão, Calumma tsaratananensis, vive apenas no cume do maciço de Tsaratanana, uma região montanhosa de Madagascar.

9 – Lagartixa satânica

O Uroplatus phantasticus é o menor dsas 12 espécies de lagartixas com cauda de aparência bizarra de folha. A criatura noturna tem camuflagem extremamente enigmática para que possa se esconder nas florestas. Este grupo de lagartixas só é encontrado em florestas primárias, não perturbadas, e suas populações são muito sensíveis à destruição do habitat. Espécies grandes de Uroplatus têm mais dentes do que quaisquer outras espécies de vertebrados terrestres vivos.

10 – Menor camaleão do mundo

O menor camaleão do mundo, Brookesia micra, foi descoberto em uma pequena ilha ao largo de Madagascar em fevereiro de 2012. Os machos adultos da espécie crescem apenas 16 milímetros, tornando-os um dos menores vertebrados já encontrados na Terra.

11 – Tartarugas ameaçadas

Apesar da proibição, as tartarugas de Madagascar ainda são capturadas, como essa tartaruga verde que vive em uma ilha ao largo de Madagascar.

12 – Lagartixa dentuça

Esse lagarto de cauda de folha lambe os beiços! Os nativos de Madagascar têm mais dentes do que qualquer outro vertebrado terrestre.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

54 Comentários

  1. o rei julian é um lemuri de cauda anelada
    eo lemuri dançante é um sifaka que por sinal é o mesmo do zoobumafoo

    Thumb up 17
    • Pensei a mesma coisa! Adoro aquele filme, principalmente, o primeiro!

      Thumb up 3
  2. Muito legal a reportagem. Assim como muitos, eu considero Madagascar o laboratório secreto da evolução. Penso que como Madagascar, há poucos lugares no mundo assim. E pensar que suas exuberantes florestas eram maiores. Fico pensando em um dia poder viajar para lá, a fim de pesquisar sobre os insetos ocorrentes de lá assim como aprender um pouco sobre a fauna. Até mesmo no registro fóssil, Madagascar impressiona.

    Dica: Faltou o AI AI. Daubetonia madagascariensis.
    http://www.saudeanimal.com.br/aiai.htm

    Faltou um pouco de aves. Aconselho a colocar ao menos o Martin pescador Alcedo visintidioides, e outras aves local ocorre em Madagascar.

    Em fim. Adoro ilhas!

    Thumb up 3
  3. AI meu Deus que gracinhasss!!!!! O menor camaleão do mundo é um dos animais mas emocionantes que já vi. que vontade de abraçar! auhahuuhauhh sério gente. Que coisinha linda!

    NATUREZA, grande natureza, agradeço em nome dos que amam essa divindade.

    Thumb up 20
    • eu achei intereçante foi o rato-lemu ele parece o mork de madagaskar

      Thumb up 8
  4. fantastícas criaturas devemos cuidar do nosso planeta para conservar essas espécie de animais

    Thumb up 6
  5. Isso é incrivel! Quantos seres estão p serem descobertos antes de sua extinção… Há se nós fossemos mais espiritualizados… Seria td mais bem cuidado e respeitado por nós… Pois essas criaturas são seres em evolução! Obras do GD Arquito do multiverso em expanção.

    Thumb up 2
    • tudo parece um pokemom, meu deus pensem em outra coisa

      Thumb up 3
  6. Tenho uma dúvida:
    Porque tantas variadades de Lemures visto que coabitam o mesmo espaço e competem pelos mesmo recursos?

    Thumb up 6
    • Acho que sua pergunta é sua própria resposta. A concorrência gera as diferenças, são como tentativas genéticas de ser mais eficiente que as espécies adversárias, conquistando o espaço disputado.

      Thumb up 10
    • seria inútil eu tentar argumentar visto que meus conhecimentos evolucionistas são precarios. Mas mesmo assim é interessante, visto que em uma região digamos, restrita, pareceria mais lógico que uma variedade melhor adaptada, e esta competindo pelos mesmos recursos, acabaria levando outra a um processo de extinção…

      Thumb up 5
    • Sim, eu tbm estou em situação parecida. Eu falo baseado no que entendo e aprendi do evolucionismo, mas não domino o assunto.

      Thumb up 1
    • Varias especies podem sim partilhar do mesmo habitat pois seu alimento não é o mesmo
      não gerando competição .

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
soldier-medic-02
EUA quer implantar nanotecnologia no corpo de soldados

Em regiões onde há g...

Fechar