Reino Unido encoraja a masturbação

Publicado em 15.07.2009

masturbação

O governo britânico bolou uma nova maneira de estagnar o alto índice nacional de gravidez na adolescência: o Serviço Nacional de Saúde publicou um panfleto encorajando adolescentes a tomarem sua sexualidade pelas mãos e masturbarem-se.

As reações à questão são muito curiosas. Alguns a receberam bem, outros acreditam que adolescentes vão levar o conselho a sério demais e se envolver em comportamentos sexuais de risco, e outros ainda estão mortificados e acham que educação sexual deveria ser deixada para os pais (porque afinal eles tem feito um ótimo trabalho até o momento).

Os 10 maiores mitos sexuais masculinos

Educação sexual baseada apenas na abstinência tem sido um fracasso, mas por alguma razão os pais sentem-se muito nervosos com o assunto. Quando a Cirurgiã Geral Joycelyn Elders sugeriu durante uma audiência no AIDS Day nas Nações Unidas em 1994 que crianças deveriam aprender sobre masturbação, ela foi convidada a demitir-se pelo presidente Clinton, que cedeu a intensa pressão dos conservadores. Elders havia simplesmente sugerido que informação apropriada à idade fosse incluída no currículo escolar.

Nos círculos educacionais, Elders não estava falando nada particularmente novo ou revolucionário: as diretrizes do Conselho de Informação e Educação da Sexualidade (a principal fonte de materiais sobre educação sexual adotados pelo Departamento de Educação) apóia a disseminação de informação correta sobre masturbação.

Enquanto a maioria dos educadores sexuais concorda que adolescentes necessitam melhores informações, a premissa do programa parece muito falha. Esforços do governo de encorajar adolescentes e crianças a fazer qualquer coisa – comer direito, evitar drogas, e não atearem-se fogo como Beavis e Butthead – normalmente são mal recebidos e amplamente ineficientes.

A arte do sexo sem penetração

A ideia que adolescentes precisam ser encorajados a descabelar o palhaço ou usar o cinco contra um é bizarra. Alguns pais estão preocupados que seu filho ou filha adolescente possa encontrar o panfleto, folheá-lo e pensar “É uma ótima ideia, nunca tinha pensado nisso! Se o Serviço Nacional de Saúde diz que eu deveria estar me tocando uma vez por dia, quem sou eu pra discutir?” [Live Science]

Autor: Alessandra Nogueira

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

6 Comentários

  1. Mulheres que não se masturbar tem problemas de incontinência urinárias aos 40/50. Por quê? Porque se masturbar é natural, faz parte de ser animal. Mesmo que sejamos racionais, ainda somos animais, somos primatas, ora. Até um cachorro se masturba, por que um ser humano não pode? Não há nada de errado com masturbação. Não vai crescer pelos nas suas mãos nem vai ficar com espinhas e se isso acontecer, era porque era pra acontecer, independente de se masturbar ou não. A masturbação alivia o estresse, relaxa a musculatura e faz você dormir melhor, isso já foi comprovado cientificamente. Homens que não se masturbam tem espermatozóides com menor qualidade, o “estoque” de espermatozóides tem que ser sempre novo, porque se ficar muito tempo parado, sem expelir, ele envelhece e começa a ficar defeituoso. Basta você estudar um pouco sobre masturbação, biologia, que você entende que masturbação não é uma opção, é uma NECESSIDADE. Doentes são essas pessoas sem desejos sexuais, que se casam, têm filhos e acham que sexo só serve pra isso. Sejam menos ignorantes. Sexo é uma necessidade. Acredito eu que pessoas que não se masturbam tem mais chance de serem estupradores ou agentes de violência sexual, porque a masturbação aliva a tensão sexual, mas claro que tem a ver também com o psicológico da pessoa, são pirados com certeza.

    Thumb up 36
  2. Não tem problema nenhum. Quando era crianca me masturbava umas 4 vezes por dia. Sempre fui bom filho, bom aluno, passei para faculdade publica, tenho bom emprego, um relacionamento serio com minha noiva ha 4 anos. E ainda me masturbo de vez enquando =D

    Thumb up 13
  3. Eu acredito que é uma boa ideia até mesmo pra quando for ter relaçoes a garota saber em qual parte do corpo gosta de ser tocada e saber como ter um orgasmo seguido do outro

    Thumb up 13
  4. Será que isso vai mesmo resolver a situação? Ou vai criar um vício nas crianças com consequências desastrosas no futuro como desinteresse pelo sexo oposto, passando a ser pura e simplesmente dispensado.

    Thumb up 2
    • Bravo, Masturbação não tira desejo pelo sexo oposto, pelo contrário!

Envie um comentário

Leia o post anterior:
garota-2-coracoes-g
Garota com dois corações perde de um e continua saudável

Uma garota britânica...

Fechar