Como criar seu próprio Santo Sudário

Publicado em 6.10.2009

santo sudario de turim
Comparação do Sudário de Turim original (esquerda) com a réplica moderna

O cientista italiano Luigi Garlaschelli afirma ter reproduzido o Sudário de Turim, pedaço de tecido de linho que muitos cristãos acreditam ser o tecido usado no enterro de Jesus. De acordo com o cientista, sua experiência prova que o tecido não passa de uma peça falsa produzida na época medieval.

A peça de tecido mostra a parte da frente e de trás de um homem com cabelos longos e braços cruzados, e quase todo o tecido é marcado com o que acredita-se ser marcas de sangue de ferimentos nos pulsos, pés e na lateral do corpo.O Sudário mede mais de quatro metros de altura.

» Por que a religião ainda existe?

O tecido foi datado com testes de carbono-14 em 1988, que mostraram que ele foi produzido entre 1260 a 1390. Entretanto, até o momento, cientistas não conseguiam provar como a imagem tinha sido deixada no linho.

Garlaschelli e sua equipe fizeram uma reprodução em tamanho real do Sudário utilizando materiais e técnicas disponíveis na época medieval. A experiência foi feita colocando o linho sobre o rosto de uma pessoa – que usava uma máscara, e depois esfregando o tecido com um pigmento com traços de ácido.

santo sudario de turim
É real ou falso? O sudário que se afirma mostrar o rosto de Jesus (esqueda) e a réplica mostrando o rosto de um estudante.

Depois disso, o pigmento foi envelhecido artificialmente ao aquecer o tecido e ao lavá-lo, o que deixou a superfície ainda pigmentada, mas com uma imagem imprecisa, similar à do Sudário. Garlaschelli acredita que o pigmento do tecido original ficou mais suave com o passar do tempo.

Depois disso, a reprodução do Sudário recebeu a aplicação de marcas de sangue e de queimaduras, além de marcas de água, para ficar com o efeito final.

Muitos cristãos que acreditam na autenticidade do Sudário contestaram os resultados dos testes feitos em 1988, afirmando que o tecido havia sido contaminado pelas restaurações realizadas nele por muitos séculos. “Se eles não acreditam no teste de carbono feito por alguns dos melhores laboratórios em todo o mundo, não irão acreditar em mim”, afirma Garlaschelli.

» O poder de cura da oração

O cientista recebeu financiamento de uma associação de ateus e agnósticos, mas afirma que isso não teve efeito sobre os resultados da experiência: “Isto foi feito cientificamente. Se a igreja quiser financiar um trabalho semelhante no futuro, estou à disposição”, diz o pesquisador.

A Igreja Católica não afirma que o Sudário é autêntico, mas diz que ele serve como um lembrete da vida e morte de Cristo. A peça fica guardada em uma catedral em Turim, na Itália, e é raramente exibida. Sua última mostra ao público foi em 2000, e ela deve ser mostrada novamente em 2010. [Reuters]

Autor: Sergio de Souza

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

29 Comentários

  1. Bem.. Esta notícia deixa muitas lacunas no método utilizado para produzir o pano.Por exemplo
    E figura aqui mostrada (a verdadeira) é o negativo da figura original. O pano do sudário na imagem original não mostra nada que seja bem distinto. A figura do homem com todos os detalhes só foi descoberta após uma fotografia tirada por Secondo Pia em 28 de maio de 1898. Até aquela data ninguém sabia da imagem completa do homem no sudário. Ele viu a imagem após olhar o negativo da foto que tinha batido.
    Outra curiosidade é que, após vários testes constatou-se que a a imagem só é nítida a a mais de 6 metros de distância com detalhes das veias capilares, ou seja, é impossível que tenha sido pintado na era medieval uma imagem que só possa ser vista em negativo e pintada com precisão capilar a mais de 6 metros de distancia. Além do mais, nos olhos do homem do sudário foram encontradas moedas (como era o costume da época)com entalhação dilepton lituus do período de Pilatus. não bastando isso foram encontrados pólem de Por exemplo: “Suaera” que só existe em Israel ou “Apagani Rerbala”, muito comum no deserto entre Jericó e o Mar Morto e a história mostra que o sudário jamais voltou a estes lugares.
    Não bastando isso, os vestígios de sangue encontrados na mortalha(porque se provou que na imagem havia sangue e é possível verificar os ferimentos do homem) era de origem semita.
    Quanto a distorções da imagem, a imagem foi feita em um pano de forma tridimensional, por isso não é possível uma imagem proporcional perfeita em 2d como muitos querem. A imagem só poderá ser compreendida realmente em 3d.

    Thumb up 9
  2. O que realmente faz o Sudário parecer tão fascinante, maravilhoso e misterioso é o enorme desejo dos Cristãos em transforma-lo em uma verdadeira prova da existência de Jesus. O desespero é tão grande que qualquer manchinha nova encontrado no pano é transformada em um grande milagre de um deus imaginário.

    Thumb up 7
    • Angelo, só pode ser uma piada sua… dizer que “qualquer manchinha nova encontrada no pano é transformada em um grande milagre de um Deus imaginário”.
      Isso só mostra o quanto você desconhece as pesquisas sobre o Sudário. Tenho que rir, desculpe, mas tenho que rir e rir muito: Ah, ah, ah, ah, ah !!!
      O ateísmo moderno demonstra maldade e pouca inteligência, pouca honestidade, pouca sabedoria …é um verdadeiro desastre. É por essas e por outras que eu JAMAIS seria ateu; durante o tempo que venho pesquisando sobre coisas ou fatos relacionados à religião, principalmente a católica, tenho comprovado a quase total desonestidade que impera no meio ateu; enquanto pude perceber justamente o contrário nos meios católicos. Evangélicos nem pensar ! São tão ou mais falsos nos seus argumentos do que os ateus (pouca diferença há), principalmente quando o assunto é Igreja Católica; aí eles até se unem … um verdadeiro espanto !
      Agora, patética e desonestamente, estão tentando “provar” que o Sudário foi feito por Leonardo Da Vinci, na Idade Média, a base de opinião pessoal, pura opinião pessoal misturada com hipóteses e mais hipóteses, indo contra todas as PROVAS já reconhecidas como tal pela ciência em mais de cem anos de estudo. É patético e ridículo… como é que seres humanos se prestam a um papel desses ? Como é que seres humanos podem ser tão maldosos e desonestos assim ? E o pior é que não apresentam uma prova sequer contra todas as provas que dizem que ele é autêntico.
      O ateísmo moderno carece de estudos, de aprofundamento, de honestidade e de integridade, enfim, de mais sabedoria e discernimento …

      Thumb up 4
    • Azar teu não acreditar em Deus!

      Thumb up 3
  3. esse comentário acima é sem comentário cara. O cara no minimo deveria estar com THC na mente… kkkkk

    Thumb up 1
  4. Como católico gostaria, óbvio que fosse autêntico. Como biologista, sei que a aplicação do método científico é a única maneira de se provar algo de forma incontestável. Como curioso sei que o limite da física das subpartículas anda tangenciando a metafísica. Assistindo o documentário “A verdedeira face de Jesus” do History Channel, sobre o processo em que se montou a imagem em 3D do Sudário, pude ver que muitas constatações batem com o estágio da atual física das subpartículas (no sudário a gente pode ver, não o que é, mas, o que não é …). Quem sabe o bóson de Higgs ajude em alguma conclusão … Quem diria que um pedaço de trapo de 2000 anos (pode ser de 800 se preferir) acabaria pondo a ciência de cabeça pra baixo … Viva!!

    Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
memoria
Spray nasal ajuda a melhorar memória

Uma molécula do sist...

Fechar