Para as mulheres o sexo e a felicidade andam lado a lado

Publicado em 7.10.2009

mulher feliz

Se você já se pegou pensando que a qualidade de vida de uma mulher depende do bom sexo, cuidado: cientificamente, não basta pensar em algo para que isto se torne realidade. Um estudo recente, publicado na edição de outubro do Journal of Sexual Medicine, tirou esse assunto da ironia e da indiferença e chegou perto de esclarecer esse ponto. A conclusão sugere que os dois aspectos estão intimamente ligados sim, mas não determina qual deles vem primeiro.

» 10 Surpreendentes estatísticas do sexo

O dilema Tostines: “O problema em interpretar essa pesquisa está em que é impossível determinar se mulheres insatisfeitas têm pouco bem-estar porque são sexualmente insatisfeitas, ou se ocorre o contrário”, explica a pesquisadora-chefe Sonia Davison, do Programa de Saúde das Mulheres da Universidade de Monash, na Austrália.

Cerca de 300 mulheres entre 20 e 65 anos foram ouvidas, e mais de 140 delas, quase que igualmente divididas entre as que estão na fase pré-menopausa e as que estão na pós-menopausa, relataram que estavam insatisfeitas com suas vidas sexuais.

Durante mais de 28 dias, as participantes registraram suas atividades sexuais diárias, respondendo também a um questionário enfocado no bem-estar e na satisfação sexual. A escala de bem-estar tinha critérios como a ansiedade, a depressão, a alegria, o autocontrole, saúde geral e vitalidade.

» 12 Segredos para melhores orgasmos femininos

Os cientistas observaram que as reclamações femininas mais comuns envolvem problemas com o desejo e o interesse sexual, bem como com o prazer e a satisfação. Uma das causas mais frequentemente identificadas seriam as agendas lotadas das mulheres, o que faria com que o sexo se tornasse apenas mais uma tarefa a cumprir. Outras razões apontadas com frequência são o descontentamento em relação ao próprio corpo e a não-disposição a pedir o que é que afinal desejam na cama. Assim, ao final do dia, elas só têm condições para um sexo mediano e sem graça.

Quanto à forma como o desejo sexual e o prazer podem impactar o bem-estar de uma mulher, Susan Davis, também pesquisadora do Programa, sugere uma série de razões, incluindo o efeito da relação de um casal e a autoestima da mulher. “Elas não se sentem tão bem com elas mesmas”, julga Davis, sobre a falta de libido no universo feminino.

» 6 Maneiras de melhorar a vida sexual da mulher

Independentemente do que é a causa e do que é o efeito, uma coisa é certa: as mulheres podem e devem procurar ajuda ao se sentirem insatisfeitas com sua vida sexual. E essa é uma grande oportunidade, aberta por esse estudo, de colocar sob os holofotes um assunto que, até hoje, permanecia na indiferença. [Live Science]

Autor: Andre Marques

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

10 Comentários

  1. É complicado ser mulher, ainda mais se vc for jovem como eu. Porque mesmo sem ter passado pela menopausa ainda, vc tem muitas desvantagens porque dificilmente uma mulher jovem, tipo assim 16-20 anos, vai saber orientar o parceiro no sexo. Pior ainda se o cara for jovem também. Os homens são muito inseguros, eles sentem necessidade de sentir que conseguem dar muito prazer à sua parceira e se ela insinua que alguma coisa vai errado, muitos caem em desespero, depressão, se sentem fracassados. Eu tenho 18 e eu sei como é, tem que fazer de conta que o cara é muito bom de cama, tem que elogiar. Porque um dia eu dei a entender ligeiramente que não estava me sentindo plenamente satisfeita, então ele começou a falar que talvez nunca mude, que ele não acha que tá fazendo as coisas do jeito errado, que pode ser que o problema esteja em mim. Não acho que o problema esteja em mim, às vezes ele acerta e não é tão ruim, e mesmo que eu fale o que ele acertou, não é garantido que vai acertar das outras vezes. Os homens falam que nós mulheres temos que nos abrir, falar a verdade, mas a maioria dos homens não está psicológica e emocionalmente preparados para a verdade, então nós mentimos e fingimos, porque não queremos acabar com a relação, não queremos fazê-los sofrer.

    Thumb up 1
    • Não é querer fazer sofrer, é bem melhor falar com jeito. Eu e minha ficante conversamos sobre tudo, e sim, muitas vezes que ela não “chega lá” a culpa é dela e não minha (e vice-versa). Já fiz ela alcançar orgasmo 9 vezes numa noite, e em outras ela chega 1 e em outras nenhuma.

      Sendo assim, tudo é muito relativo, e o importante é que os dois tenham atitude e iniciativa, pois mulher que acha que o homem é quem deve fazer todo o trabalho tem que ser no mínimo modelo e intelectual (ao mesmo tempo, hehe)! :P

      Thumb up 0
  2. O maior responsável por isso é a educação repressora da sexualidade, principalmente dirigida à mulher. O patrulhamento da sexualidade alheia e o juízo moral que se faz da sexualidade, que vem da religião.

    Não enxergo, infelizmente, mudanças reais nas gerações que ainda são atingidas por essa influência. Só com o passar das gerações.

    Thumb up 5
  3. Já estava demorando tratar de algo de suma importância para a saúde da mulher e dos homens também.
    Vejamos o que os Cientistas observaram:

    “Os cientistas observaram que as reclamações femininas mais comuns envolvem problemas com o desejo e o interesse sexual, bem como com o prazer e a satisfação. Uma das causas mais frequentemente identificadas seriam as agendas lotadas das mulheres, o que faria com que o sexo se tornasse apenas mais uma tarefa a cumprir. Outras razões apontadas com frequência são o descontentamento em relação ao próprio corpo e a não-disposição a pedir o que é que afinal desejam na cama. Assim, ao final do dia, elas só têm condições para um sexo mediano e sem graça.”

    Qunato mais agenda lotada, mais o ser humano precisa de praticar o sexo em sua plenitude, é verdade que deixamos os afazeres do dia a dia absorver o nosso tempo, o cançasso impede a boa prática sexual, tornando o “sexo mediano e sem graça” e por ser sem graça torna mais um fardo o que deveria ser um prazer e onde poderemos descarregar todos os fardos do dia a dia.
    Já estamos evoluindo e quebrando alguns tabús em relação a sexo, mais estamos apenas engatinhando. Espero que não muito distante esse tabú seja quebrado de vez e só ai poderemos ensinar as pessoas a disfrutar do bom sexo, do prazer, da entrega e não apenas de se sentir usada ou de cumprir um papel inerente ao casamento.
    Recebo muitas ligações, de ambos os sexos, marcam consulta e não comparecem por pura vergonha e a não coragem em admitir que precisam de ajuda, quando o casamento está acabando resolvem buscar ajuda o que torna mais difícil, haja vista, a relação já estar minada. Depois que o cristal quebra, pode-se até emendar, porém, ele não aguenta mais calorias.
    Queridas leitoras, voces tem mais coragem do que seu companheiro, incentive-os a procurar um SEXÓLOGO. O maior responsável pelo sexo mediano é o homem, eles não conhecem a mulher não sabem como leva-las ao prazer, como dizem (ver estrelas, ir ás núvens).
    Os casais que chegam a esse ponto são felizes, não se estresam e praticam o bom sexo diariamente porque o desejo aumenta a cada dia.
    Precisamos aprender a realizar o outro.

    Thumb up 4
  4. Assunto mais do que nescessário entrar em discussão, mas uma pergunta…procurar ajuda..onde..com quem…?? Essas pesquisas precisam abordar mulheres iguais a mim!!!
    Se vai no médico, depois de vários exames pode até ter algum problema hormonal..tá…aí ele passa uns remedinhos…que noossaa te levantam..rrss
    Mas depois…param os “milagreiros” e volta tudo na mesma…e sabe o que vai ouvir, que é excesso de trabalho..tá, e se não for, ah..então pode ser a tão temida e tão conheçida rotina, então…vai saber o que fazer com essa coisa que se chama de rotina?
    Não tem outra….vai te que arrumar alguém pra suprir essa carência, e se for casada (que é o meu caso) faz o que dá uns “pulinhos” fora, porque na real na real, só falta o médico me mandar fazer isso mais claramente..
    Então….o jeito mesmo é ter que se conformar, e esperar por algo mais conclusivo, pois ainda não encontraram uma solução, que bom que “ainda” fazem pesquisas….rrss

    Thumb up 1
    • gostei mesmo..;)

      Thumb up 0
    • Ainda não entendem porque as mulheres são diferente dos homens, você quis dizer…

      – hey mulher, você não é igual aos homens, nem mesmo um pouco, mas tome este remédio e vai ficar melhor!

      e a mulher diz:

      – Doutor, porque eu NÃO POSSO ter o que eu quero do jeito que eu quero? não quero tomar remédio pra gostar do que você gosta. O que eu sou não é um erro, mas o sexo que eu tenho visto é tão medíocre.

      Thumb up 1
  5. O universo feminino tem diferenças relevantes, e a psicologia das mulheres faz-las (em geral) mais reprimidas quanto a questões de sexo e expressão. Os homens também terão essas dificuldades, mas as mulheres precisam de uma maior auto-estima. Acreditar nas suas capacidades, acreditar e dizer “sou capaz”, gostar de si como é mas ao mesmo tempo procurar melhorar a sua vida!!! O primeiro erro é achar que as coisas não podem mudar para melhor! :)

    Thumb up 0
    • Não, na verdade não é APENAS uma repressão, mas é a NEGAÇÃO daquilo que não gostamos…. somos mais complicadas que os homens porque preferimos o MELHOR POSSÍVEL, não nos sentimos como meros coelhos que precisam acasalar…. NESSE PONTO acredito que somos mais evoluídas, enquanto os homens provavelmente deverão passar por uma transição, onde você vê a quem você deseja sexualmente como uma pessoa encantadoramente atraente, o que pode ser bem mais profundo que um orgasmo que se possa ter com um pornô típico…. Somos melhores, nossos gostos são mais sofisticados, queremos os melhores homens, as melhores experiências e não estamos aqui pra seguir regras sexuais de cavalos ou macacos….

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
novo anel saturno-g
Anel colossal é encontrado ao redor de Saturno

O telescópio Spitzer...

Fechar