Uma em cada 4 garotas têm alguma doença sexualmente transmissível

Publicado em 24.11.2009

urso de pelucia

Um estudo realizado pelo Centro de Controle de Doenças (CCD) dos Estados Unidos aponta que uma em cada quatro jovens tem doenças sexualmente transmissíveis (DST). De acordo com o estudo, realizado com informações coletadas com 838 garotas com idades entre 14 e 19 anos, as doenças mais comuns são o papiloma vírus, conhecido como HPV, a herpes genital e a clamídia.

O que é mais preocupante quanto a estes números, afirmam os pesquisadores, é que as infecções sexuais costumam aparecer logo que as adolescentes iniciam sua vida sexual. O estudo mostrou que apenas um ano após começar a vida sexual, 19,2% das garotas já tinham sido infectadas com alguma DST. “A prevalência de DSTs entre as jovens garotas é muito importante, principalmente porque as doenças começam a ser passadas logo após a iniciação sexual, com poucos parceiros”, afirma a pesquisadora Sata Forhan, que escreveu o estudo com colegas do CCD.

A presença de uma infecção transmitida sexualmente não significa que a pessoa terá sintomas da doença, mas algumas infecções podem levar a complicações sérias a longo prazo, como a infertilidade, câncer cervical e até mesmo aumento do risco de infecção com o vírus HIV.

As garotas analisadas pelo estudo foram entrevistadas, examinadas e testadas para gonorréia, clamídia, tricomoníase, herpes sexual tipo 2 e HPV. A pesquisa foi realizada entre 2003 e 2004. Os resultados finais mostraram que 24,1% das garotas tiveram resultados positivos para pelo menos uma destas doenças, e a prevalência das doenças foi maior nas garotas com maior experiência sexual – chegando a 37,7%.

A DST mais comum é o HPV, presente em 18,3% das adolescentes, seguido pela clamídia, com 3,9%. “Estas descobertas mostram a importância da prevenção das DSTs, com a educação sexual, vacinação contra o vírus HPV e testes de clamídia nas garotas sexualmente ativas”, diz o estudo. [WebMD]

Autor: Alessandra Nogueira

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

7 Comentários

  1. Concordo com todos no que quesito que as mulheres quando querem são realmente mais ativas… não sei as da idade da pesquisa, mas desde que me separei notei que o perfil das mulheres mudou muito… apesar que ainda existem aquelas que desejam um único ou bem poucos parceiros, mas outras nem querem saber… querem curtir… já ouvi papos do tipo… vocês homens fazem, porque não podemos?

    O problema dos jovens é a falta de informação… tanto nas escolas, como pelos pais… que tem receio em conversar… minha mãe sempre conversou comigo sobre o assunto desde meus 12 anos… com isso só comecei aos 19 anos… e sempre tive cuidado…

    Thumb up 6
  2. Realmente, acho que nosso amigo kolosso13 cometeu uma gafe…
    não há dúvida de que as mulheres são mais ativas sexualmente do que os homens a exemplo do que escreveu o anonimo… isso se prova também pela proporção há muito mais mulheres do que homen mas não é o que define a questão.

    Faça um teste, entre com nome de menina numa sala de chat e em seguida com nome de menino e surpreenda-se da quantidade de parceiros ela comseguirá.

    Não é lógica é realidade. Infelizmente é assim que a roda gira.

    Thumb up 1
  3. Os rapazes são sexualmente mais ativos que as mulheres? Isto é conversa para boi dormir. Hoje, as mulheres são mais promíscuas do que os homens.

    Para entender isso, basta notar que uma mulher pode ter um parceiro sexual quando desejar. Conte, por exemplo, quantos homens se aproximam de uma mulher em uma balada, mesmo que a mulher não seja bonita?

    Já com o homem, a situação se inverte. Se um rapaz não for bonito e destacado, somente conseguirá uma parceira sexual com muita dificuldade. Se for tímido, suas chances pioram mais ainda.

    Thumb up 4
  4. é p preço da vadiagem e fudelança, tudo tem um preço, a vida é um jogo,tadinho dos adolescentes

    Thumb up 1
    • Tadinho dos adolescentes desinformados. Não generalize.

      Thumb up 1
  5. É isso aí. Eles transmitem a doença e não sentem qualquer sintomas. Se reinfectam e vão passando adiante.
    O cuidado é muito importante.

    Thumb up 1
  6. e preocupante e tambem engracado. porque que os rapazes nao sao vulneraveis a essas enfermidades nessa fase? porque eu penso que os rapazes sao sexualmente os mais activos…

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
homem-moderno
10 Mistérios sobre a evolução humana

Os humanos são uma e...

Fechar