Spray de vidro líquido vai revolucionar o mundo

E não é exagero quando falamos da revolução. O spray é transparente, atóxico e pode proteger qualquer superfície contra danos causados por água, terra, raios UV, calor e bactérias. A proteção também é flexível e tem “poros”, o que a torna utilizável em vários produtos.

O spray de vidro líquido é feito, basicamente, de dióxido de silicone (SiO2, a conhecida sílica, um composto do vidro). Dependendo da superfície que você pretende proteger é só misturar água e etanol e as moléculas da mistura grudam em uma nanoescala, por causa das forças quânticas envolvidas. Além disso o efeito é prolongado porque bactérias que destruiriam a proteção se reproduzem com dificuldade na superfície.

O spray produz uma camada com largura de 15 a 30 moléculas. Essa quantidade de vidro, em nanoescala, pode ser inspirado e dobrado. Ele não faz mal ao meio ambiente e, como dito anteriormente, ainda repele bactérias. O produto é tão resistente que agüenta até alguns ácidos. Os fabricantes dizem que, daqui a algum tempo, tudo o que compramos vai estar protegido por uma camada de vidro líquido.

Empresas do ramo alimentício que testaram o vidro líquido disseram que instrumentos que precisavam ser esterilizados e desinfetados, quando submetidos ao spray, precisavam apenas de um ‘banho de água quente’ para se livrar das bactérias e da sujeira. As superfícies protegidas ficavam esterilizadas por até três meses.

Como esse vidro tem “poros”, ele pode ser usado para cobrir sementes e plantas. Testes em vinhedos mostraram que as uvas desenvolvem menos fungos e ficam mais bonitas, enquanto sementes tratadas se desenvolvem com mais facilidade do que aquelas sem spray.

O spray também não pode ser visto a olho nu, o que significa que roupas resistentes à manchas e sujeira estão a caminho. [Physorg]

46 respostas para “Spray de vidro líquido vai revolucionar o mundo”

  1. Realmente é uma revolução. Porém vi um vídeo em que o apresentador demonstrava o efeito até mesmo em roupas. Elas continuavam respirando e melhor ainda, não manchavam. Porém fiquei com uma dúvida: qual o tempo de decomposição desse material? O vidro normalmente leva de 4 mil a 1 milhão de anos para se decompor, e os materiais com essa aplicação também poderiam aumentar seu tempo de decomposição? Como seria a reciclagem dos produtos com essa aplicação? É um produto ecologicamente correto? Em quais materiais ele realmente deve ser utilizado? Acho bacana o uso hospitalar, mas não comprometeria ainda mais o tempo de decomposição do lixo hospitalar?

  2. Estou aqui imaginando a reação dos cientistas quando inventaram isso:…..nossa, inventamos o vidro líquido…kkkkkkk…se eu tivesse perto falaria assim: uai, mas o vidro já não é líquido?…kkkk.

    Brincadeiras parte. One compro este produto.

    Essa tal de dmp tecnologia não responde a nenhum email, ligar pra perder tempo nem resolve

  3. Esse artigo tem algumas inconsistências. A maior delas na minha opinião, é quando afirmam que o tal vidro líquido é capaz de melhorar a capacidade de esterilização de ferramentas; mas ao final do artigo eles comentam que o mesmo é poroso. Ora, sabe-se justamente que um dos fatores necessários para a esterilização é o menor índice possível de porosidade do objeto em questão, já que essa propicia o acúmulo de bactérias.

    Além disso, como é que ele pode proteger uma superfície contra água e ao mesmo tempo poder ser “aspirado”? Se ele protege contra água ele é impermeável, então não é aconselhável que seja aspirado. É o mesmo que dizer que plástico pode ser ingerido. Rsss….

    Essa matéria aí tem cara de hoax, isso sim. Fala sério!!! Hahahahahaha!

    • Já pensou que os poros possam ser menores que as bactérias …. , e não entendi qual é a relação de impermeável e não poder ser aspirado

    • Por ele ser a base de vidro,ele é polarizado,ou seja, tem efeito bactericida.Ele é hidrorepelente,mas não poder ser aspirado. Imper Soluções

  4. kkkk…. é bem interesante né
    sou artesã e o vidro liquido xiste sim, na verdade é um kit com dois liquidos que ao misturar e mexer ele tem uma reação que o deixa um pouco quente muito usado nas decoraçoes e fica muito lindo um trabalho feito assim, porem esse produto vai ficando opaco e feio se ficar em local umido
    mas a novidade pra mim é que exista em sprai…..

    • Oi Patrícia, tudo bem? O “VIDRO LÍQUIDO” o qual a matéria se refere nada tem haver com o produto que vc está se referindo, embora tenham a mesma referência do nome são coisas diferentes. Vc pode obter a informação neste link: http://ecoglas.com.br/site/ ,é muito interessante.

      Saudações.

  5. Este tipo de vidro em spray já está sendo utilizado na indústria automobilistica na pintura de automóveis.
    Em Auto Centers já é possivel fazer uma aplicação de vidro na pintura no seu carro, custa em torno de R$ 500,00 e vc só precisa lavar o carro a cada seis meses, além de não riscar mais.
    Bom não?

  6. A primeira descriçâo de um crital liquido foi feita por o químico austrìaco, Freiderich Reinuitzer; em 1888.
    Segundo ele descrever que o vidro sò se torna liquido, aparte de 145 graus acima destà temperatura o vidro tem duas fazes;
    leitosa e cristal; a fase cristal sò com alta temperatura.

    ” Já superaro o mestre Freiderichrs rsrs” “

  7. Sou vidreiro científico da Unicamp (oficina de vidraria do Instituto de Química). O vidro líquido existe e tem a venda nas lojas de artesanato. Sobre a matéria citada acima será realmente uma evolução do que temos hoje no mercado.
    Enfim estamos no Brasil e a grande maioria da população é mal informada.

  8. Isso só pode ser mentira, já que SiO2 é dióxido de silício e não de silicone e dióxido de silício é o material mais abundante da terra e pelo que sei só é líquido a altas temperaturas.

  9. Que papo é esse de que o vidro é liquido Joarley? Que características ele apresenta de líquido à temperatura ambiente? Sei que o vidro é líquido à altas temperaturas, pois é dessa forma que ele é moldado.

Deixe uma resposta