5 Incríveis fotos de bicho engolindo bicho

“Mastigue a sua comida!” – provavelmente sua mãe deu um conselho similar a você algumas vezes durante sua infância. Mas os bichinhos das fotos a seguir, com certeza, não tiveram uma mamãe tão atenciosa.

É que, na natureza, eles precisam se alimentar da forma mais rápida possível, ou então não conseguem comida. Confira essa lista de animais que não tem boas maneiras à mesa:

1. Tubarão

tubarao

Eles não ligam se suas comidas ainda estão vivas ou se mexendo. O tubarão conta com a ajuda da pressão da água para empurrar o peixe goela abaixo de forma mais rápida. Anti-ácido é totalmente dispensável aqui.

2. Crocodilo

crocodilo

Este não é um crocodilo-alien. Aqui você vê um enorme crocodilo engolindo um pelicano. Para capturar pássaros, eles precisam ser rápidos e não dá tempo de tentar dar umas mordidinhas antes. Como tem gastrólitos no seu sistema digestivo (pequenas pedras que ajudam na digestão) eles conseguem engolir tudo de uma vez. Mas este bico tem que sair de uma maneira ou de outra… Nem quero pensar!

3. Pelicano

pelicano

Agora é a vez do pelicano. Ele está engolindo um bagre enorme. Eles capturam o peixe, jogam a comida para cima para “ajeitá-la” em um ângulo determinado e engolem tudo de uma vez só. Normalmente os pelicanos comem peixe, mas também são conhecidos por capturar pássaros menores, inclusive pombas, como você pode ver abaixo. Eles caçam em bando, perseguindo cardumes e dando a eles pouca chance de escapar.

4. Cobras

cobra
“Esse é o último sapo que engulo na minha vida”

Quem já não ouviu a história da jibóia que engoliu um boi inteiro? A verdade é que em termos de engolir, as cobras são as campeãs. Elas conseguem deslocar a mandíbula para agarrar sua presa e a força de sua mordida é tão grande que elas vão quebrando os ossos da refeição “pelo caminho”. Como seus dentes não são feitos para mastigação, elas engolem sua presa inteira e ficam dias sem se mexer até que a digestão esteja completa, dependendo do tamanho da refeição.

5. Leão marinho

leao marinho

Mamíferos não tem as mandíbulas de uma cobra, nem o bico adaptado dos pelicanos, então é mais complicado engolir o alimento de uma vez só. Eles precisam dar um jeito de mastigar a comida – mas parece que não é o caso desse leão marinho tentando engolir um cação inteiro. Como diz o ditado, algumas coisas na vida são difíceis de engolir. [Environmental Graffiti]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

27 respostas para “5 Incríveis fotos de bicho engolindo bicho”

  1. Galera, tanho quase certeza de que é um leão-marinho mesmo!
    A Ariranha tem um focinho mais curto e uma mancha branca bem evidente e característica no peito, além de normalmente dobrar o pescoço bem mais para comer e geralmente segurar o alimento com as patas dianteiras, mastigando ele!

    Não é uma foca com certeza pois as focas não apresentam essa estrutura auricular externa, apenas o leões-marinhos.

    O que deixa a dúvida é mais a vegetação ao redor que se assemelha a um local de água doce. Habitat característico das Ariranhas!

    Se eu estiver errado comentem!

  2. Duas correçõezinhas:

    1. as cobras não quebram os ossos das vítimas. Se elas os quebrassem, as pontas dos ossos iriam machucá-la por dentro.

    2. A última foto não é um leão marinho, mas sim uma ariranha.

  3. Ei pessoal, ao olhar a foto de relance, tive a impressão que o tubarão estava engolindo um tênis!!! Claro que é um peixe mas a semelhança é realmente incrível. Atenção, atenção – ÚLTIMAS NOTÍCIAS via KaoPress: Capturado tubarão que engoliu um skatista que pensava que era surfista. O mesmo foi reconhecido pelo tênis encontrado preso às mandibulas do feroz animal. Incrìvel!!! Que matéria; fui.

  4. E eu achando que os Pelicanos eram animais dóceis, que vinham pegar peixe na mão dos turistas. Depois desse vídeo fico imaginando se nenhum pelicano tentou comer a mão do coitado do turista.

    Coitado do pato. o_O

  5. Isto é a lei da natureza. Todo animal nasce, devora outros e é devorado por outros. Só o ser humano faz diferente. Deixa apodrecer embaixo da terra, mas não contribui para a alimentação de outros seres vivos (egoismo?).
    Depois de morto, não me importo com o que façam do meu corpo. Quero ser útil para o mundo (orgão para transplante, estudo nas faculdades, alimento para feras no jardim zoológico, etc).

Deixe uma resposta