5 maneiras de sobreviver durante os próximos 100 mil anos

Publicado em 8.03.2012

Paleontólogos estimam que os primeiros mamíferos surgiram há cerca de um milhão de anos, e sobrevivem na face da Terra desde então. Tomando este número como base, é aceitável que o ser humano ainda possa ter uns bom cem mil anos de vida, no mínimo, antes que algo aconteça para nos colocar em extinção.

A New Scientist preparou uma animação em vídeo (em inglês) que elenca cinco possíveis catástrofes que trariam o apocalipse. Em cada ponto, é feita uma previsão de como elas poderiam destruir a raça humana e como é possível evitar este destino. Confira a lista com cinco possíveis desfechos:

1 – Tecnologia destrutiva

Ao longo dos últimos milhares de anos, desde as lanças de madeira e pedras lascadas, o homem foi aprimorando as ferramentas para ferir, matar e acabar consigo mesmo. Apenas recentemente, no entanto, nasceram armas capazes de varrer uma civilização inteira do mapa de uma só vez. Além das já utilizadas bombas nucleares, armas químicas e biológicas, existe a ameaça futura de robôs assassinos ou máquinas de poder destrutivo ainda desconhecido.

Felizmente, conforme explicam os pesquisadores, nós não vivemos todos em uma só região, e sim em centenas de comunidades espalhadas pelo planeta. Logo, se certo país ou população perder o controle sobre determinada tecnologia destrutiva, obviamente haverá sofrimento, mas a crise poderá ser contornada antes que a humanidade inteira esteja condenada ao desaparecimento.

2 – Vírus

Apenas no último século, tivemos quatro grandes pandemias virais que assustaram médicos de todo o planeta. A última, conhecida de todos, foi a gripe suína de 2009 que provavelmente te levou no mínimo a tomar uma vacina não esperada. Proporcionalmente, a mais nociva de todas aconteceu em 1918, mas a porcentagem de população mundial que morreu na ocasião foi inferior a 6%.

Os cientistas explicam que não deve haver tanto motivo para pânico: pandemias como esta são relativamente raras em mamíferos. Quando acontecem, atingem apenas populações de áreas muito pequenas ou geograficamente restritas, como ilhas. Seria difícil a humanidade toda perecer por conta disso.

3 – Mudanças climáticas

Se queimarmos todos os combustíveis fósseis disponíveis no planeta atualmente, a temperatura global poderia subir em até 10 graus Celsius. Isso seria um problema real, já que o aumento do nível dos oceanos, por exemplo, poderia colocar bilhões de pessoas em túmulos debaixo da água.

Mas se essa ameaça parece mais perigosa, é por outro lado menos provável. Além do mais, as novas formas de energia alternativa estão desde já evitando que um dia cheguemos a um ponto tão crítico.

4 – Super vulcões

Não é só a emissão de poluentes produzidos pelo homem que pode causar alterações no clima. Bilhões de metros cúbicos de cinzas vulcânicas seriam capazes de provocar um efeito parecido. As escalas geológicas estimam que a erupção de um supervulcão ocorre a cada 50 mil anos, em média. Ou seja, não chegaremos aos próximos cem mil sem passar por nenhuma dessas.

Quando há uma erupção desta magnitude, a atmosfera do planeta é engolfada por uma nuvem permanente de cinzas, e a Terra fica na escuridão quase completa por mais de cinco anos. Sem luz do sol, não há alimento, e o fim da raça humana seria apenas uma questão de tempo.

Felizmente, a escuridão é quase completa, e não 100%. Como o ser humano ocupa quase todas as áreas possíveis para se viver no planeta, são ótimas as chances de que pelo menos alguns de nós consigamos ficar em uma área onde a luz do sol ainda penetre. Estudos com fósseis apontam que nossos ancestrais de 70 mil anos atrás fizeram isso para sobreviver.

5 – Asteroides

O espaço sideral também é ponto de partida para possíveis apocalipses. Explosões solares em larga escala, supernovas (estrelas recém-explodidas) ou emissão de raios gama poderiam exterminar a vida na Terra em pouco tempo. Mas isso seriam projeções para milhões de anos a partir de agora.

Em um “futuro próximo”, a única possibilidade realmente concreta parte dos asteroides. É possível que sejamos atingidos, dentro dos próximos cem mil anos, por um asteroide grande o bastante para destruir um país do tamanho da França apenas na queda. A teoria mais aceita para a extinção dos dinossauros está ligada à queda de um asteroide.

Apesar disso, a humanidade já tem ideia de como poderia evitar este desfecho. Recentemente, cientistas conceberam o projeto de um foguete que poderia voar com toda força em direção ao asteroide antes que ele entrasse na atmosfera, se chocando com ele e mudando seu curso no espaço. Até que um asteroide realmente esteja vindo em nossa direção, temos que dar conta desta limitação. [NewScientist]

Assista o vídeo completo, se quiser:

Autor: Dalane Santos

Dalane Santos tem 21 anos, é recém-formada em jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e escreve para o Hypescience desde fevereiro de 2012.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

47 Comentários

  1. 3- mudanças climáticas. Há um certo otimismo com relação ao ser humano, por vontade própria passar a ultilizar em larga escala fontes de energia limpas, eólica, solar, hidrogênio etc… Porém a ganância do ser humano impede isso. Até mesmo alguns” fabricam ” documentários afirmando que não existe aquecimento global. Uma histórinha: cientistas fizeram a seguinte experiência, colocaram água numa bacia em cima de um fogão e puseram um sapo dentro. A água estava rasa, se quisesse o bicho pulava fora, daí ligaram o fogo bem baixo. Estava confortável para o bichinho, a água esquentando aos poucos, ele nem percebeu… Morreu cozido… O ser humano é parecido. Caso não houvesse uma intervenção do Criador, teríamos o mesmo fim…

    Thumb up 2
  2. Esqueceram de comentar sobre uma invasão alienígena que, se atentamente observada nos trechos da bíblia, é o que provavelmente trará o apocalipse. Ou vocês acham que bixos com cara de leão e corpo de jacaré não são coisas de outro mundo? sinistro.

    Thumb up 1
  3. Acho que faltou falar dos iluminatis que tem uma agenda e esta vem sendo cumprida a risca!
    Se a fortuna retirada de nós e acumulada para eles deveria já ter solucionado vários problemas do planeta eles tem agora tecnologia(armas) e dinheiro(poder) para dominar o mundo (destruir) e recomeçar de novo.
    Sendo assim, é só acreditar no que foi deixado de outros povos que habitaram nosso planeta antes de nós (teoria do astronalta do passado) Cusco,piramedes,exploração de minerais com tecnologia avançada que datão de mais de 150.000 anos na Africa.Engenharia genetica com nossos gens ( o homem se quer conseguiu decifrar todo ele )
    Podemos ficar despreocuoados iremos mas voltaremos de outra maneira. isto já foi feito e iram fazer de novo!
    Não estarei aqui pra ver!!!!!!!!!!

    Thumb up 1
  4. Alguém sabe quantos mortos devem existir para ser considerada una pandemia? Quando essa lei foi alterada?
    Quantos morreram efetivamente por gripe suína?
    A equação encaixa?

    Agora adicionemos:
    Quanto ganhou a indústria farmacêutica com a “solução” ao “problema”?

    Acho que agora a equação fará sentido!

    Thumb up 8
    • Se a gripe suína fosse considerada uma epidemia, a pneumonia deveria ser considerada uma super-hiper-mega-blaster-ultra-giga-tera-peta epidemia.

      Thumb up 6
  5. O certo é que estamos no fim de uma era temperada interglaciaria (12 000 anos) que pode trazer uma “era do gelo” e destruir 2/3 da humanidade…..na melhor das hipôteses.

    Thumb up 4
    • e o aquecimento global? acredito que esta época a qual vc menciona possa não ser necessariamente uma regra

      Thumb up 0
    • Mesmo que estejamos no inicio de uma era do gelo… não acredito que ela exterminaria a humanidade.

      Somos uma espécie EXTREMAMENTE adaptável.

      A Glaciação não começaria amanha, seria um processo lento que levaria milhares de anos para finalizar… a temperatura cairia apenas alguns décimos de graus centigrados a cada década.

      E nesta velocidade, nosso intelecto teria tempo de sobra para se preparar… é possível inclusive que tenhamos tempo de evoluir a tecnologia até um ponto onde seria possível identificar as causas exatas da glaciação e tomar medidas contra ela.

      Ou seja, é possível que antes que aconteça uma nova era do gelo, tenhamos poder de impedir que ela aconteça.

      Thumb up 4
  6. O LUCRO E O INVESTIMENTO NÃO DEVEM PAGAR IMPOSTOS………….O ESTADO NÃO TEM O DIREITO…de isentar de impostos os lucros do investimento estrangeiro…e taxar de forma escandalosamente grave os lucros das empresas nacionais…..
    TER LUCRO É BOM…TER LUCRO É CORRETO…TER LUCRO É LOUVÁVEL…
    Só as pessoas e empresas que têm lucro podem poupar e investir…taxar o lucro com impostos é errado , é mau para todos , e é uma injustiça grave…
    Quando as pessoas e as empresas investem o seu lucro…e arriscam perder ou ganhar…podiam não o fazer…ficar paradas…não desenvolver , não criar postos de trabalho , não inovar , não se procuparem…
    O LUCRO DEVE SER TOTALMENTE ISENTO DE IMPOSTOS…tal como o Trabalho, a Poupança , a Produção e o Investimento…
    PARA QUE SE FAÇA UM MINIMO DE JUSTIÇA FISCAL…
    O que deve pagar impostos é o Consumo , a Poluição , e os Vícios…isso sim porque é justo , correto e ético…
    SE ISSO É RECONHECIDO E ACEITE PARA O INVESTIMENTO ESTRANGEIRO …TAMBEM DEVE SER PARA OS NACIONAIS…….

    Thumb up 2
  7. Penso que, quando educados, os seres humanos são inteligentes e criativos o suficiente para acharem soluções eficazes. Não são necessários grandes heróis para salvar o mundo, pequenos atos heroicos acontecem muito mais frequentemente do que pensamos. Não é à toa que grandes pesquisadores e cientistas só foram reconhecidos muito após suas descobertas, muitos nem sabiam o grau de importância dessas. O Japão é o melhor exemplo atual de que é possível superar dificuldades impensáveis. Prédios anti terremotos, comida que cozinha com produtos químicos, entre outros. Claro, no Japão a educação é levada extremamente a sério, tanto pelo governo quanto pelos estudantes e professores, no fim ela sempre faz uma enorme diferença.

    Thumb up 4
    • Educação é tudo. Um país que investe em educação terá todos os outros pontos importantes como consequências da Educação: Segurança, Saúde, Ordem e Progresso.

      Thumb up 6
    • Salvo quando estudantes de medicina metralham espectadores no cinema e quando políticos viajados e com pós-doc roubam descaradamente.

      Educação não é tudo, caráter, sim.

      Thumb up 8
    • Caráter tem sua importância, mas ele é moldado durante toda a vida. Ter estudo não é o mesmo que ter conhecimento. O diferencial está entre estudar para “ter um bom futuro”, o que significa dinheiro e estabilidade, ou estudar por simples interesse. Porque no segundo caso se abre a mente, a torna curiosa, aí o caráter é fácil de mudar.

      Thumb up 4
    • Incluímos então Ética e Senso Social como uma das disciplinas mais importantes no processo da Educação. ;)

      Thumb up 1
  8. Daniel Filizzola …tudo isso sem um Criador? O nosso tempo como espécie, para provar que podemos viver sem Ele, está se esgotando. O otimismo é salutar, mas não é realista, não acha??

    Thumb up 1
  9. A maior mentira já contada na história da humanidade:

    Aqui homens do planeta Terra colocaram pela primeira vez o pé na Lua. Nós viemos em paz, em nome da humanidade.

    Você não deve mandar ao infinito uma mensagem de paz, enquanto em sua própria casa conflitos eclodem em todos os cantos.

    Thumb up 10
    • olha jonatas a ciencia é a coisa mais exata que eu ja vi,então o seu comentario para mim é considerado como uma informação, desinformada dos acontecimentos terrestres.

      Thumb up 3
    • Verdade, por que não mandam vídeos de bombas atômicas, de genocídios, né?

      Thumb up 4
  10. Bastante penitente para Todos nós, o momento Histórico que
    estamos vivendo, com esta onda de hecatômbe em que vivenciamos, olhe a visão apocálitica dos Maias (se acontecer estamos *Preparados?) *Vulcões,*Sulinanmes, tempestades,Bombas atômicas e todo pesado belicismos que constrimos( aqui é, divulgado civilizadamente como alta técnologia; porque o Pais que não possuem, segundo monteiro lobato, este pais não tem soberania.
    Vivemos no mundo da relatuvidade, na atual conjutura não podemos fazer nada, tudo é relatividade! não será? o que fazer? para saimos desta. Sem auternativa, precisariamos de uns 300 anos mais de evolução para combatermos estas anormalidades, sendo que só temos 50 anos, precizariamos mais 250 anos de progresso na velocidade muitiscimo rápida para chegarmos a um denominador comum falta muito *Né?.
    Que Deus nos Protejam, ainda temos este conceito de exclamação, os *Dinossauros nem isto podião;

    Thumb up 1
    • acho que antes de prevermos o hecatombe, deviamos nos organizar e entender o que esta acontecendo.

      Thumb up 1
  11. Não sonhem ! Todos nos sabemos que dia a dia as pessoas estão sendo mais egoístas e que a tendencia é a coisa piorar sempre ! Doenças, guerras e fome >>>> E a vaca vai pro brejo !

    Thumb up 2
  12. O Homo Erectus permaneceu por aqui por mais de 800 000 anos. Temos só pouco mais de 100 000 anos de existência. Acho que podemos permanecer mais tempo que nossos ancestrais.

    Thumb up 1
    • gilberto, o homo erectus se respeitavam nos nos destruimos em nome do poder , me admira ainda estarmos aqui.

      Thumb up 1
  13. Os mamíferos surgiram a 70 milhões de ano, e não a 1 milhão de anos.

    Talvez a confusão foi o gênero Homo, o qual surgiu entre 1,5 e 2,5 milhões de anos no passado.

    Thumb up 11
    • Falha grave, hein?

      Thumb up 7
  14. 1- Tecnologia destrutiva:. Nesse aspecto o ser humano é bem engenhoso. Até mesmos documentários teorizam que certas tecnologias como a nuclear, vieram de outro mundo, pois o salto tecnológico foi muito grande e rápido (não acredito nisso, é da cabeça do bicho homem mesmo armas nucleares). Riscos de confrontos nucleares de países existe, assim como ataques terroristas. Já a eliminação completa da raça humana, isso não vai acontecer. Porque? ” Terão de forjar das suas espadas (instrumentos) para o arado ( agricultura) e das suas lanças, podadeiras”. Isso está escrito na sede da ONU. É um trecho da Bíblia. Resumindo: O ser humano não se auto-destruíra, o Criador vai intervir primeiro.

    Thumb up 1
  15. Deveria ser alterado o título para “5 maneiras de morrer nos próximos 100mil anos” ou “5 possibilidades de extinção da humanidade nos próximos 5mil anos” rssssss
    Daqui 100mil anos Marte terá 15 bilhões de pessoas morando lá… já teremos tecnologia para viagens intergalácticas.
    Analise a partir do avanço tecnológico nos últimos 100 anos.

    Thumb up 2
  16. Sabe gente … pelas minhas exeperiências …vai se achar cura para tudo … o que vai matar realmente a Humanidade é o próprio ser humano … uns contra os outros … na forma de inveja, cobiça, liderança, maus pensamentos, maus atos e etc … e tal ….Ninguém pode ver alguém bem que já quer destruir! A própia pessoa por ser incompetente ou se achar … vai destruir aquele ou aquilo que ele não poder ser ou ter … Isso … acho que não vai ter jeito! Irmãos contra irmãos, pais contra pais … gente contra gente … Hoje já está assim! Olhem os Jornais! Fui … Os cientistas vão se sair bem … Nós é que estamos aquem das expectativas! Fala sério!

    Thumb up 1
  17. Se um asteroide fosse se chocar com a terra daqui a 15 anos os próprios astronomos sabem que não poderão fazer nada

    Thumb up 3
    • Asteroides meio de surpresa é tenso, mas pode haver uma chance de se dar um jeito, mas… explosões de Raio Gama é, na minha opinião a pior das hipóteses.
      Nem iriamos ver o fim. Morreríamos sem saber. É a forma mais rápida de se exterminar uma civilização inteira, pois em segundos, receberíamos energia que o sol levaria bilhões de anos para produzir . Não existe defesa, não existe plano de sobrevivência, e nem se pode prever o fenômeno.
      Resumindo: F pra nóis…

      Thumb up 11
  18. fico imaginando a histeria que seria se um supervulcão entrasse em erupção!! Toda a humanidade iria brigar pelas areas onde o sol conseguisse penetrar!! Seria um PANDEMÔNIO!!!

    Thumb up 7
  19. vamos tomar muito cuidados para q tudo q nós produzimos nos deixa uma ameaça para nós mesmo

    Thumb up 1
  20. Bom, a gripe espanhola matou mais que as guerras mundiais, tão logo a própria natureza que nos mantém vivos pode também ser nossa carrasca, e falo da biosfera. Pode ser um super-vírus, podem ser esporos alucinógenos produzido por plantas se defendendo de nossos desmatamentos, bactérias, protozoários.
    O que a maior parte das pessoas esquecem é que quem manda nesse planeta não somos nós, e nem os leões, são os microorganismos, eles estão em toda a parte e dentro do nosso corpo, vivendo entre as nossas células, eles são mais numerosos em nossos corpos do que as nossas células. Geralmente vistos como vilões da natureza contra a nossa saúde, a maioria é neutra, vive sem nos prejudicar, enquanto outros são importantes e ajudam nosso corpo a funcionar. Os de fora estão ligados a alimentação animal até mesmo quanto a nossas indústrias.
    São as menores, mais primitivas, mais numerosas, mais simples e mais adaptadas criaturas desse mundo que realmente podem decidir o destino da vida nesse planeta, e nós, os poderosos e inteligentes humanos, para eles não passamos de um rebanho, comida, morada, locomoção.

    Thumb up 33
    • protozoários não, protozoários não, protozoários não D:

      Thumb up 0
  21. Não acredito muito nesta historia ai.no percurso de 100 mil anos o progresso da ciencia será tão grande que o homem poderá superar tudo isto, e continuará reinando(vivendo)na face da terra.

    Thumb up 1
  22. No futuro dominaremos outros corpos celestes para sobreviver, Marte e Lua serão os primeiros, apesar de terem muito problemas nos dias de hoje, mas estes problemas são questão de tempo

    Thumb up 12
    • Esses problemas e o visível atraso em nosso nível de astronáutica é culpa do modelo competitivo da Corrida Espacial entre USSR e USA. Se em lugar de competição tivesse havido cooperação, haveria pegadas na Lua antes de 1969 e Bases antes de 2020.

      Thumb up 18
    • Errado. Foi justamente a competição entre essas duas nações que fomentou a corrida espacial.

      Thumb up 22
    • Nisso eu tenho que concordar. São as disputas que trazem o avanço e o aperfeiçoamento e não a cooperação.
      BMW e Mercedes Bens não possuem os caros mais modernos e luxuosos devido a uma cooperação. É a disputa mesmo que faz isso.
      Agora com a acensão Chinesa ao espaço, o anuncio do governo russo falando do maior investimento no desenvolvimento de tecnologia bélico e espacial da sua historia e o governo americano sendo o que é hoje, acredito que sairá muita coisa interessante nessas próximas décadas.

      E mais uma coisa… os mamíferos não surgiram a 1 Milhão de anos atras, ele surgiram no período Mesozoico(cerca de 200 Milhões de anos atras), Na época sangrenta dos dinos… Pow HipeScience, vocês tem que tomar cuidado com o que escrevem nas matérias, pois ha muita gente que leva isso para a sala de aula.

      Thumb up 16
    • Explorar o espaço é muito mais complexo do que desenvolver carros, nenhum país conseguirá sozinho ter o monopólio nisso, pois essa é uma conquista só possível a todo o nível humano, não nacional. Basta ver que as missões apolos não tinham nos USA a tecnologia de propulsão, e em lugar de pedir a cooperação Alemã preferiram “roubar” a tecnologia propulsora germânica. A tecnologia computacional japonesa seria um acréscimo fundamental à experiência espacial russa, talvez sua missão a Fobos não teria falhado.

      Thumb up 5
    • Que isso, olha a defasagem em que estão hoje. A Nasa aposentou os ônibus-espaciais por inúmeros acidentes, a Rússia não consegue mais nem mandar uma nave pra Marte. As próprias agências espaciais, com a crise econômica que se abate na Europa e nos USA, só conseguem explorar o espaço por cooperação. Deveras, talvez a missão mais bem sucedida em objetivo e sobrevida seja a Cassini, fruto da cooperação entre NASA e ESA. Assim como os melhores robôs em Marte.

      Thumb up 5
    • Se não fosse pelos lançamentos do satélites Sputnik 1 e 2 nem a NASA talvez existiria. Ela foi criada em 1958 em respostas aos avanços soviéticos de 1957.
      Em 1960 o principal objetivo era colocar o homem no espaço. Os soviéticos o fizeram em 61 e os americanos em 62.
      O projeto espacial americano sofreu um processo de aceleração, pois eles perceberam que os soviéticos estava na frente. O projeto soviético para enviar o homem à Lua começou com a nave Soyuz 1, mas foram os americanos os primeiros a chegarem na superfície lunar em 20 de julho de 1969, quando o módulo lunar Eagle, da nave Apollo 11, pousou no solo e o primeiro homem a pisar na lua.
      Mais uma vez, a União Soviética saiu na frente, a partir da década de 70, com a estação espacial Salyut, lançada em 19 de abril de 1971, para a realização de vários estudos sobre a ausência da gravidade. Em resposta, os americanos lançaram, em maio de 1973, a Skylab. Em 86, a URSS lançou a Mir.
      Os ônibus espaciais também entraram em órbita na década de 80. Em resposta ao norte-americano Space Shuttle, da Nasa, a Rússia lançou o Buran.
      Depois de chegarem à Lua em 1969, os americanos prometian mandar um homem a Marte até 1985, mas seu programa espacial foi desacelerado, pois a urss jah não podia mais ameaça-los no campo espacial.
      Tudo é questão de investimento, se uma nação quer provar ao mundo que pode, eles conseguem. EUA gastaram bilhões em 2 guerras, mesmo tendo um panorama interno instável. Por isso que eu acredito, que com os Chineses querendo entrar no bolo espacial e o mega investimento russo para recuperar sua imagem no setor militar e espacial, talvez teremos a 2° edição da guerra fria. China + Russia vs EUA + Europa. hummmmmmmmmm
      Os avanços tecnológicos que isso ira fazer serão de valor inestimados.

      Thumb up 6
    • O filme 2001- uma odisseia no espaço retrata bem esse atraso. Temos hoje a tecnologia para recriar todo aquele cenário. Mas isso só não foi feito ainda porque não ha ninguém depois para se vangloriar. Hoje se diz que o envio a lua em 69 do 1° homem, era praticamente impossível devido ao nível tecnológico q eles possuíam. Mas mesmo assim, o fizeram porque os russos não podiam chegar antes deles.
      Não existe recordes sem disputas.
      É só começar uma corrida espacial que talvez até ouviremos falar em uma missão tripulada a Europa (satélite de Júpiter) usando como ponto de lançamento, uma base no planeta Marte. ^^

      Thumb up 4
    • Em consideração aos seus argumentos, acho que estamos os dois certos, a concorrência alavancou o progresso nos dois pólos, não podemos considerar só países, o ser humano é naturalmente uma raça competitiva.
      Mas ainda tenho plena convicção de que o trabalho conjunta nos daria, e ainda poderá, mais avanços na exploração do Espaço.
      Um abraço.

      Thumb up 2
    • a competição, em 40 no inicio da segunda guerra, os avioes de guerra tinha motores de 200 CV, em 1945 ja tavam com mais de 2500 cv. tudo isso em apenas 5 anos.

      Thumb up 4
    • As únicas coisas que divulgavam e ainda divulgam é os sucessos da corrida espacial, mas devo lembrar que na ânsia de ser melhor que a potência rival e chegar antes inúmeras vidas foram perdidas quando as coisas davam errado. A pressa é inimiga da perfeição, e a concorrência gera isso.
      O fato é que a conquista do espaço foi uma conquista política, nunca foi humana. A bandeira na Lua é dos USA, e não da humanidade.

      Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
5797038
Conheça nosso pequeno ancestral de 505 milhões de anos atrás

Pode parecer um come...

Fechar