A cura para a obesidade estaria nas múmias

Publicado em 2.04.2012

A obesidade se tornou uma epidemia moderna, e por isso muitos cientistas estão em busca de soluções para ela. Indo tão longe quanto pra trás em mais de 3 mil anos, um novo estudo está analisando a flora intestinal de microorganismos que vivem em múmias.

A ideia dos pesquisadores, para justificar a obesidade moderna, é que o uso desenfreado de antibióticos está nos deixando gordos.

O estudo sugere que os medicamentos estão causando mudanças permanentes nas bactérias que vivem dentro do nosso trato intestinal, aumentando o risco de obesidade e danificando o sistema imunológico.

Achou interessante? Além dos intestinos das múmias da América do Sul e Norte, os pesquisadores também estão atrás de fezes ancestrais, com esperança de encontrar bactérias de tempos em que os antibióticos não eram nem imaginados.

Análises com o DNA desses organismos já levaram a descoberta de que a flora de fontes antigas é diferente da moderna. “Elas parecem ser diferentes”, afirma Cecil Lewis, da Unviersidade de Oklahoma. “Minha primeira hipótese é que a água clorada e os antibióticos mudaram fundamentalmente a flora intestinal humana”.

“A associação entre os antibióticos e a obesidade é um ponto importante de se explorar”, afirma. “É muito cedo ainda para afirmar que devemos repovoar nossas entranhas com bactérias. Mas é com certeza uma ideia importante que precisa ser investigada”. [MSN, Foto]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

18 Comentários

  1. Os comentaristas me assustam às vezes. Gente a obesidade é multifatorial. Não é só comer pouco, não é só fazer exercícios, não é só genética, etc. É tudo isso e mais um pouco. Quem sabe a flora intestinal de antigamente tivesse alguma influência, talvez 5 ou 10%. Claro que ninguém vai ficar magro colocando em seu trato intestinal aquelas bactérias, mas quem sabe já se tenha um ganho e seja um fator adicional a ajudar o emagrecimento.

    Thumb up 2
  2. Gente! Tô passada com o número de pessoas criticando essa matéria.

    Eu estudo os impactos da alimentação atual no organismo humano e achei essa postagem sensacional. É na verdade chave para uma das várias portas que precisam ser abertas.

    Será que ninguém percebe que as piores doenças auto-imunes são originadas num intestino que não cumpre seu papel à risca?

    Desintoxique seu intestino de todas as substancias que não deveriam estar lá e associe isto a colonização de bactérias probióticas e vc verá um novo ser humano surgir livre de 70% das atuais doenças!!!

    PARABÉNS NOVAMENTE HYPESCIENCE!

    Thumb up 18
    • Açúcar de cana e/ou beterraba (sacarose) também altera violentamente a flora intestinal, porque fortalece os fermantadores e endoida os eubióticos. A análise da flora intestinal desses cadáveres deve ser muito esclarecedora, mas minha paranoia teórico-conspirativa me dá a certeza que esses estudos serão todos desmentidos e devidamente arquivados.

      Thumb up 0
  3. Deve-se começar analisando a entrada (boca) e não a saída! Dinheiro e tempo gastos com estudos ridículos como esse! Fala sério!
    A chave para se acabar com a obesidade é uma boa alimentação! Tomei antibióticos boa parte da minha infância, nunca apresentei problemas de obesidade, muito pelo contrário; sou bastante magro.

    Thumb up 4
  4. A cura para a obesidade certamente começa pela boca e não pelo instestino. Péssimos habitos alimentares, fast food somados ao sedentarismo (ou preguiça mesmo)é notariamente a causa principal.
    Pegue fotos de uma passado não tão distante, de seus avós por exemplo, e tire suas próprias conclusões.

    Thumb up 2
    • Certamente a boca é um receptáculo bastante explorado pela sabedoria popular: “Em boca fechada não entra mosca” – “O peixe morre pela boca” – “O que contamina não é o que entra pela boca, mas o que sai dela”. Entretanto, os principais fatores são a educação, a conscientização e a determinação.

      Thumb up 6
  5. Um dos princípios da ciência é o de que precedência não necessariamente é causa.

    Há fatores concomitantes que deveriam ser considerados. Eles não tinham PC, TV, Carro, Controle Remoto, escritório ou qualquer outro elemento que os tornasse sedentários ao extremo. Assim, é realmente mais fácil pensar em mudanças na flora intestinal?

    Thumb up 3
    • Acho que mais que o carro,a TV é a grande responsável pela obsidade… (digo tirando o metabolismo natural de nosso organismo)pois há algumas décadas atrás, quando a tv não existia… era comum uma família ter mais de 5 filhos.

      Porém concordo veementemente que a alimentação da antiguidade (próxima ou distante), era bem melhor q a atual.

      Tbm é natural que antibióticos exterminem ou causem modificações irreversíveis na flora intestinal, pois eles são bactericidas e o que existe em abundância no nosso sistema digestivo? Bactérias responsáveis pela nossa digestão!

      Mas considero errado isolar apenas um fator como o verdadeiro responsável.

      Thumb up 0
  6. Não Rafael é bem mais simples: mumifique-se e vc. emagrece 40kg em uma semana rsrsrsr
    Eu trabalho direto com essa questão e tem tudo a ver, a disbiose intestinal ocorre direto em nosso meio e leva a alteração de permeabilidade intestinal e disfunção intestinal.
    A Flora bacteriana consome 9x mais calorias que todo nosso organismo…

    Thumb up 4
  7. Certamente os seres que se tornaram múmias, não estavam expostos a nossa alimentação industrializada, cheia de aditivos químicos e principalmente açucarada.

    Thumb up 9
    • Fora o fato de que com certeza não eram sedentários; nossa tecnologia atual favorece o comodismo exagerado.

      Thumb up 7
  8. A equipe que desenvolveu esse maravilhoso estudo deve ser uma equipe de peso pesado! Entenda como quiser…

    Thumb up 3
  9. Ótimo estudo, seria engraçado se houvesse no texto “cura para a obesidade estaria nas múmias: pare de comer por 3 mil anos e emagreça”.

    Thumb up 17

Envie um comentário

Leia o post anterior:
arthur c clarke prevendo internet e computadores pessoais
Assista Arthur C. Clarke prevendo a internet e PCs em 1974 [vídeo]

Além de ser um dos m...

Fechar