A máquina do beijo japonesa

Publicado em 3.05.2011

A internet já conseguiu romper muitas barreiras, mas algumas coisas ainda requerem contato real entre pessoas. O beijo pode não ser mais uma delas, pelo menos é o que pesquisadores do laboratório Kajimoto, da University of Electro-Communications, acreditam. Eles estão desenvolvendo uma “máquina do beijo” e esperam que, muito em breve, ela consiga transmitir a sensação do ato à longa distância.

Até agora, o aparelhinho simula movimentos da língua. “Se você peça uma máquina e coloca na sua boca e a movimenta com a sua língua, o outro irá se mover do mesmo jeito. Se você mexer para o outro lado, a do seu parceiro irá mexer também”, disse um dos responsáveis pelo projeto.

“Ele funciona por rotações de um motor e você controla os movimentos e depois o computador os envia. Chamamos de controle bilateral, a informação sobre o ângulo é enviada reciprocamente pelos dois aparelhos remotamente”. Parece uma grande perda de tempo, vide o comentário de um dos cientistas que participam da criação: “os elementos de um beijo envolvem gosto, a respiração e a umidade da língua”, mas, segundo ele, “se conseguirmos recriar isso tudo, acho que vai ser um recurso poderoso”. Até lá, melhor manter o jeito usual. [OddityCentral]

Autor: Letícia Resende

Jornalista curiosa, adora novidades, encantada pela ciência e tecnologia

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

30 Comentários

  1. No mundo onde ainda não descobriram a cura do cancêr,gastam dinheiro com isso!

    Thumb up 11

Envie um comentário

Leia o post anterior:
steve
Biografia oficial de Steve Jobs será lançada no início do ano que vem

A obra, intitulada “...

Fechar