Amamentação: qual o tempo ideal para parar?

Publicado em 26.01.2011

Um novo debate sobre quanto tempo as mamães devem amamentar seus bebês antes de dá-los alimentos sólidos esquentou nas últimas semanas.

O conselho atual da Organização Mundial de Saúde (OMS) é amamentar exclusivamente por seis meses. Mas um novo relatório indica que, se as mães seguirem essas linhas, seus bebês podem acabar anêmicos, com maior risco de alergias e doença celíaca, para não falar nas propensões a odiar verduras e obesidade.

Pesquisadores citam novas evidências que os bebês correm o risco de desnutrição e anemia se as mães insistirem em amamentá-los por todos os seis meses, devendo parar antes. Os bebês também estão em maior risco de alergias, embora ninguém possa dizer com certeza qual a melhor época para dar alimentos potencialmente alergênicos, como amendoim.

Outros especialistas defenderam as atuais orientações da OMS. Segundo eles, o leite materno confere muitos benefícios de saúde para o bebê que duram uma vida. Eles acreditam que seria um retrocesso mudar tais orientações, notando que uma nova política poderia beneficiar apenas a indústria de alimentos infantis que – obviamente – não quis apoiar as orientações de amamentação exclusiva durante 6 meses.

A ironia final é que praticamente ninguém tem conhecimento dos conselhos da OMS e cerca de 65% das nações do mundo não adotam essa linha. No entanto, pelo menos algumas coisas são sagradas. Segundo os cientistas, o valor da amamentação, superior a mamadeira, é incontestável, e não está em debate. O que muda é que o aleitamento materno exclusivo até seis meses é justificado nos países mais pobres, mas nos países mais ricos pode ser a hora de reavaliar o melhor momento para o desmame. [NewScientist]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

15 Comentários

  1. Além de falsas vacinas espalhas pelo mundo para acelerar o aparecimento de doenças e, enfraquecer por completo o sistema imunológico das crianças. Agora, querem tirar o leite materno deles!!!
    Parece que aprenderam lendo algo parecido nos livros do novo testamento. Quando quiseram matar a criança chamado menino jesus!
    Sabe, algo mais profundo se esconde nas entrelinhas.
    Abramos os olhos, enquanto também, nos os temos!!!!!

    Thumb up 5
  2. O ato de sugar estimula o desenvolvimento da mandíbula. Ter dentes não necessariamente significa que já pode suspender aleitamento. Muita burrice pensar dessa forma. Se fosse assim, criança tem pernas e braços também, ela que se levante e vá na geladeira pegar a própria comida.

    O leite materno, apesar de sua baixa concentração de ferro, tem alta biodisponibilidade, ou seja, é pouco, mas absorve TUDO, e com o número frequente de mamadas a quantidade de ferro pode até ser alcançada. Tudo o que a mãe come de bom, passa para o bebê através do leite materno, mas isso não quer dizer que uma mãe desnutrida não irá prover todos os nutrientes para a criança. Leite fraco é lenda, balela, mentira, desculpa-de-sogra-pra-pertubar-a-nora!

    A natureza é muito sábia,realmente, ela faz o leite de acordo com a idade: se o bebê é prematuro, o leite será específico para ele, se for a termo, também.
    Da mesma forma que o leite não perde suas propriedades só porque a criança tem mais de 2 anos. Deletem isso da mente de vcs!

    Tem muito pediatra que não conhece tudo sobre aleitamento, imagina médico não pediatra? Façam-me o favor…

    Há muitos fatores além do aleitamento. tem crianças que mamam menos de 1 mês e mesmo assim é mais saudável que muita criança que amamentou durante 2 anos… genética, ambiente, condições da família… tudo influencia. Achar que só o tempo de amamentação irá definir adultos doentes de sadios chega a ser risível…

    Thumb up 7
  3. Amamentei durante 1 ano e 6 meses e so intriduzi outros alimentos com 6 meses. Só parei a amamentação, pois ele não comia direito só querendo peito. A amamentação é essencial nos 6 primeiros meses, dependendo tbm do que a mãe se alimenta. Pois deve ter cuidado para não dar cólica no bebe, dor de barriga… tudo depende da alimetação da mãe. Além disso amamentar é uma delicia, principalmente o contato fisico que vc tem com seu filho… a dependencia q ele tem com vc, o amor, o carinho…
    Para quem pode alimentar exclusivamente seu flho ate os 6 meses, sinta-se privilegiada. Não há contato melhor e mais prazeroso do que esse.

    Thumb up 6
  4. Eu amamentei o meu filho até 1 aninho de idade….Ele tem uma saude de ferro. É muito raro ficar doente graças a Deus e ao Leite do Peito…Só parei de amamentalo pq tive que trabalhar para sustentalo rsss mas se não fosse isso teria amanetado ele por mais tempo….Amamentar é maravilhoso…Foto muito linda!!!!

    Thumb up 5
  5. Apenas reforçando um comentário anterior, o estudo não fala em desmame antes dos 6 meses, apenas na introdução de outros alimentos antes dos 6 meses e manter a amamentação. Também acho precipitado mudar qualquer conduta nesta área baseado em um estudo apenas.

    Thumb up 2
  6. Esqueci de dizer que também tive por varios anos na infancia muitas crises de asma e alergias que não sabiam a cura. Hoje so tenho os problemas mentais

    Thumb up 6
  7. Fui amamentado por apenas 16 dias, pois minha mae ficou doente pouco depois q eu nasci, e hoje em dia eu tenho esquizofrenia, e talvez também tenha TOC. Talvez não tenha nada a ver mas quem sabe…

    Thumb up 8
  8. Nas regiôes onde não existe saneamento básico é importante a amamentação até a criança atingir maturidade fisiológica. Por outro lado irá atrazar a auto imunidade.

    Thumb up 4
  9. O novo estudo que saiu não fala sobre a altura de desmamar o bebé, mas sim sobre a altura de introduzir novos alimentos! Pois a amamentação deve ser mantida mesmo após os 6 meses, e as recomendações da OMS são para se amamentar até aos 2 anos ou mais!

    E um único estudo não é suficiente para refutar as recomendações dadas pela OMS, que se baseia em vários estudos!

    Em Portugal já foram várias as entidades que viream reforçar as recomendações da OMS, mantendo as directrizes de amamentação exclusiva até aos 6 meses e a continuação pelo menos até aos 2 anos.

    Lamento a forma como esta notícia foi apresentada, pois induz em erro…

    Cumprimentos,
    Patrícia Paiva
    (Conselheira em Aleitamento Materno)

    Thumb up 18
  10. Um absurdo!!! É obvio que há interesse da industria de alimentos e formulas. O seio é grátis, esterelizado, tal contato é benéfico para a mãe e o bebê e o leite possui tudo o que um bebê precisa. Não é justificável tal recomendação somente ser valida em países pobres. Realmente a OMS esta corrompida.

    Thumb up 7
  11. Oms aqueles que disseram que a gripe A era uma coisa muito perigosa e afinal não, o objectivo era enriquecer as industrias farmacêuticas.
    O leite materno é das coisas mais importantes para um bebé, o que eles querem eu sei…

    Thumb up 7
  12. Devo ser uma exceção á regra. Pelo que sei, fui amamentado muito mais que seis meses. Hoje continuo gostando de leite. de vegetais (mais do que de carne) de frutas e meu remedio preferido consiste em tomar meia-duzia de aspirinas POR ANO para dormir depois de um dia pesado.

    Thumb up 3
  13. Eu confiaria na sabedoria da natureza que priva o bebê de dentes até que ele esteja pronto para precisar deles.

    Assim, acredito que quando uma dentição suficiente para se alimentar está estabelecida é o momento de parar de amamentar.

    É um pouco estranho amamentar alguém que tem dentes.

    A evolução estabeleceu isso no decorrer de milhões de anos.

    Thumb up 14

Envie um comentário

Leia o post anterior:
wearable
Robôs ajudam pessoas com paralisia a ter resposta sensorial

Os robôs são adicion...

Fechar