Anarquistas anti-ciência atiram em cientista e prometem mais ataques

Publicado em 4.06.2012

Roberto Adinolfi, chefe de empresa nuclear que recebeu um tiro na perna

Um novo grupo de malucos está fazendo estripulias na Europa. Aparentemente inspirados pelo grupo Unabomber, eles responsabilizam a ciência e a tecnologia por escravizar o homem, alegando que elas nunca estiveram ao lado do ser humano.

Colocando em ação uma agenda terrorista, a Célula Olga da Informal Anarchist Federation International Revolutionary Front declarou “guerra” contra a Finmeccanica, o gigante da indústria aeroespacial e de defesa da Itália. Eles assumem o ataque contra Roberto Adinolfi, chefe de uma companhia de engenharia nuclear em Genoa, Itália, associada à Finmeccanica.

O grupo já havia tentado explodir um laboratório da IBM em Zurique, na Suíça, em 2010, tentativa que resultou na prisão de 3 conspiradores.

Em abril de 2011, eles enviaram uma bomba para a Swissnuclear, um gupo em Olten, Suíça, que faz lobby representando a indústria nuclear. A bomba explodiu, resultando em duas pessoas feridas.

O grupo parece ter conexões com ecoanarquistas no México, que também atacaram pesquisadores em agosto de 2011, no Instituto de Tecnologia Monterrey. Outras bombas foram enviadas a pesquisadores de nanotecnologia na Universidade Politécnica do Vale do México e na Universidade Politécnica de Pachuca em Hidalgo.

Em uma carta ao Corriere della Sera, o grupo ataca a ciência e tecnologia, acusando-as de servirem ao capitalismo às custas da humanidade, e de transformar todo mundo em consumidores estúpidos dos recursos mundiais. “Nos séculos passados, a ciência prometeu uma era dourada, mas hoje ela está sendo levada à autodestruição e a mais escravidão total”.

“O par ciência-tecnologia nunca esteve ao serviço da humanidade. Em sua essência mais profunda, ele mostra a necessidade imperativa de eliminar tudo que for irracional, para desumanizar, aniquilar e efetivamente destruir a humanidade”, continua o manifesto. “Os indivíduos hoje são livres para se realizarem somente pelo consumo e produção de bens”.

Voltando-se para a indústria nuclear, a carta avisou que “é só uma questão de tempo quantes que uma Fukushima Europeia espalhe a morte em nosso continente”, referindo-se, obviamente, à Europa.

Michael Hagmann, diretor de comunicações no Intituto Empa em Duebendorf, Suíça, que investiga os potenciais impactos ambientais adversos da nanotecnologia, diz que devemos nos preparar.

“Pelo menos com os ativisatas de direitos dos animais, você sabe o que eles querem, mas com estes anarquistas, não dá para ter certeza. O que eles querem? Eles querem que a gente pare todos os experimentos científicos, pare de dirigir carros e volte a morar em cavernas? Eu não sei”, diz ele.
[NewScientist]

Autor: Cesar Grossmann

Formado em Engenharia Elétrica, é funcionário público, gosta de xadrez e fotografia. Apesar de se definir como "geek", não tem um smartphone, e usa uma câmera fotográfica com filme (além da digital).

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

35 Comentários

  1. “E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará.”
    Daniel 12:4

    Thumb up 1
  2. “O Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e ás oposições da falsamente chamada ciência,”
    1 Timóteo 6:20

    Thumb up 2
  3. Bom! Eles não disseram nem uma mentira, porém agir de tal modo não influenciará em nada.
    O ser humano vem regredindo cada vez mais, fazendo uns aos outros de escravos, vivendo em um mundo de fantasias consumistas e deixando de lado o mais importante que é nossa evolução.
    Todos os serviços que são feitos manualmente pelo homem pode ser substituídos por máquinas de baixo custo. A ciência e a tecnologia já estão bem “grandinhas” pra dar tal passo.
    “E o que as pessoas fariam?” Estudar, pesquisar, inventar, criar formas de eliminar a mão de obra humana, pra que possamos realmente nos tornamos seres evoluídos.
    Vejam as formigas, as abelhas, os pássaros tecelões, etc, etc… eles são a maior prova de que o trabalho coletivo para o bem de todos é que mais funciona. Temos tanto a fazer, tantas coisas que realmente mereciam nossa atenção, mas estamos em um sistema podre, que sustenta vagabundos que tem sua felicidade em cima da mão de obra da população.
    A escravidão nunca terminou, apenas se expandiu para incluir a todos.

    Antes que eu me esqueça, o título desta notícia é ofensivo aos milhares de anarquistas que não fazem mal a pessoa alguma, você esta ligando anarquismo com a criminalidade, não podes generalizar tantas pessoas, por causa de um pequeno grupo de primitivos. Já percebi que seus títulos fazem os assuntos parecem mais interessantes do que realmente são, sempre deixando as coisas no ar, manipulação.

    Thumb up 3
  4. A ciência não resolve o problema da destruição do planeta, muito pelo contrário, são invenções tecnológicas que ajudam a destruir, a ciência também não resolve o problema da fome e miséria de 3 bilhões de pessoas, a ciência também nunca trouxe a paz e como vimos no episódio de Hiroshima e Nagasaki a ciência serve sim o capitalismo e a destruição, então antes de achar que a ciência pode ser o Deus que a humanidade tanto procura é melhor refletir um pouco, portanto acredito que esses radicais podem ter lá suas razões.

    Thumb up 3
  5. Um bando de cretinos que vivem às expenças do mundo criado pela ciência e tecnologia de hoje. Esses estúpidos confudem ciência com religião e com capitalismo. A ciência hoje trabalha para a besta capitalista, mas isso poderá mudar.
    Nosso destino final é a eterna busca pelo conhecimento. Babacas como esses grupos e outros serão extintos naturalmente.

    Thumb up 1
    • P.: “…mundo criado pela ciência e tecnologia…”

      Comentário: vc quis dizer um mundo criado após a 2ª guerra mundial, impulsionado pela guerra fria entre o EUA e URSS, não é mesmo? O que seria da NASA, por exemplo, sem a iniciativa russa?

      P.: “…de hoje. Esses estúpidos confudem ciência com religião e com capitalismo…”

      Comentário: não concordo com as ações dos anti-cientistas, pois os alvos deles são equivocados. Mas a Ciência é, sim, um empreendimento eminentemente “capetalista” (volta prá 8ª série e re-aprenda sobre a Revolução Industrial e as doutrinas liberais na economia) e hoje em dia tornou-se o braço direito (ou será, da “direita”???) da glob-americanização neo-”capetalista” e neo-liberal do mundo!

      Não vejo grande diferença entre “neo-liberalismo” tecno-científico e a “adoração consumista” a cada badulaque lançado nos shopping-centers do planeta e os “negócios” de muita igreja por aí. Há até propostas de construção de templos ateus a serem oferecidos para seus “fiéis” na Inglaterra! Parece estarem trocando a cruz cristão pelo cifrão de Wall Street, onde a ganância é a nova “graça” a ser alcançada por adeptos inconscientes da “New World Order” estabelecida a partir do Consenso de Washington e 1989, pelo “papa” John Williamson!!!

      P.: “…A ciência hoje trabalha para a besta capitalista, mas isso poderá mudar…”

      Comentário: é muita ingenuidade acreditar numa coisa assim, ou seja, que a Ciência possa se livrar de sua “mãe” e “pais” capitalistas e EXISTIR como empreendimento autônomo! Vc precisa de mínimos conhecimentos da biografia de Thomas Alva Edison e Henry Ford, que estavam muito longe de serem considerados cientistas mas são os responsáveis diretos pelo fato de observarmos o grande desenvolvimento da tecno-ciencia de hoje. Edison e Ford originaram e mantiveram imensos impérios industriais, fazendo “negócios” com a tecnologia que inventaram e, curiosamente, fazendo com que cientistas corressem atrás de suas realizações!

      Pois é, camarada, as necessidades da indústria foram satisfeitas por inventores ignorantes em Ciência e foi essa aliança que fez nascer a tecno-ciência. Podemos observar, hoje em dia, cientistas como Craig Venter se tornando empresários, mas isso não impediu que não-cientistas como Steve Jobs, Bill Gates e Mark Zukemberg seguindo a “tradição” de Edison, Ford ou Rockefeller.

      P.: “…Nosso destino final é a eterna busca pelo conhecimento. Babacas como esses grupos e outros serão extintos naturalmente…”

      Comentário: o que vc não percebeu ainda é que a eterna busca pelo conhecimento se transformou numa eterna busca por lucro irrefreado. Os “babacas” a que vc se refere (e eu concordo que são mesmo babacas), ao invés de serem extintos naturalmente, vão se multiplicar “naturalmente” (ou eu diria “darwinianamente”) para se contrapor cada vez mais à expoliação neo-capetalista “cientificamente” encomendada pelas grandes multinacionais.

      Mas eu acredito mais em eventos como os mostrados no filme ‘O Informante’, que ajudou na denúncia e no posterior combate contra as grandes multinacionais do tabaco.

      De resto, Ciência pela Ciência sempre foi o “ócio” de desocupados na Antiguidade grega e romana e na Era Contemporânea, era o “hobby” de “pobres” idealistas que estão “esquecidos” em livros de história que interessam a muito pouca gente.

      Thumb up 1
    • “Que a Ciência possa se livrar de sua “mãe” e “pais” capitalistas e EXISTIR como empreendimento autônomo”
      Ironicamente e Oh! Quão irônico isto é! esta é justamente a proposta libertária.
      “Há até propostas de construção de templos ateus a serem oferecidos para seus “fiéis” na Inglaterra!”
      Poderia passar algum link sobre este assunto, Águia?

      Thumb up 0
    • P.: “…Ironicamente e Oh! Quão irônico isto é! esta é justamente a proposta libertária…”

      Comentário: essa proposta não é possível ser implementada, pois não é “libertária”, mas, sim, liberal. Num mundo onde existe um “templo da Ciência” como M.I.T.(-o), onde cientístas são em sua maioria empresários, imaginar que haverão cientistas dedicados à Ciência Pura (ou, como se dizia na Antiguidade: autotélica, ciência pela ciência) é pensar que se está no mundo da fantasia de Star Trek, ou seja, depois da 3ª guerra mundial, quando tudo terá que ser reconstruido!!!

      P.: “…Poderia passar algum link sobre este assunto, Águia?…”

      Tem um link que eu achei interessante. E a “Tribo de Jacob”, intitulado “Alain de Botton elogia as religiões embora não acredite em Deus”: http://tribodejacob.blogspot.com/2012/06/alais-de-botton-elogia-as-religioes.html

      TRECHO: “…Veio no “Público” de ontem. Ateus espirituais. Ou como de Botton pode ajudar os crentes a valorizarem a fé deles.

      Como escreve dirigidamente a ateus e agnósticos (“Religião para ateus” é o título da obra, que já está em português) realçando valores das religiões, imagino que faz falta um outro livro: “Ateísmo para crentes”, que só pode ser escrito por um crente (tenho algumas ideias sobre o assunto, sim). Seria sobre como os ateus podem ajudar a viver fé cristã. Não havia um franciscano que dizia “São Nietzsche, rogai por nós?”…”.

      Mas vc pode digitar no Google o seguinte: “templo ateu na Inglaterra” e escolher uma página da sua preferência.

      Thumb up 0
    • Possível de ser implementada também creio que não o é, mas de fato, é uma proposta, com o mesmo tom utópico que o sr. Callado nos diz “mas isso poderá mudar”. Muda-se as roupagens do discurso, muda-se o partido que se toma, mas no fim, o desejo é o mesmo apesar das ofensas, aí está a ironia.
      Obrigado pelo link. Quanto ao Google, devo dizer que nem tinha pensado nele, obrigado também, embora ele tenha me dito para escolher entre “gospelprime”, “setimodia”, “antinovaordemmundial”, “cjgospel” entre outros. Entre outros, escolhi o “bardoateu”, que por sua vez me deu um link para “setimodia”…

      Thumb up 0
    • P.: “…Possível de ser implementada também creio que não o é…”

      Comentário: só após a 3ª Guerra Mundial, se sobreviver alguém, é claro. E os sobreviventes precisam passar adiante o porque nossa civilização é tão gananciosa, prá não repetirem o mesmo erro. (Ops…estou me lembrando de “O Planeta dos Macacos”…).

      P.: “…Quanto ao Google, (…) ele tenha me dito para escolher entre “gospelprime”, “setimodia”, “antinovaordemmundial”, “cjgospel” entre outros. Entre outros, escolhi o “bardoateu”, que por sua vez me deu um link para “setimodia”…

      Comentário: rsrsrsrsrsrsrsrs…Por essa, eu não esperava!!!

      Thumb up 0
    • aguiarubra,
      Analisando o comentário sobre o templo ateu me deparei com o seguinte trecho: “Mas um lugar de CULTO não é o único elemento da religião organizada que ateus podem se beneficiar, ” – Entretanto, não me parece que pelo menos os cristãos, observem em seus templos o CULTO a Deus como era de se esperar. Pela minha experiência, os fiéis (cristãos) se dirigem aos templos pelos seguintes motivos: 1)- Implorar perdão pelos seus pecados. 2)-Fazer os mais variados tipos de pedidos, que vão de cura de doenças (quem observar a mídia televisiva pelo menos, verá que hoje, padres e pastores estão fazendo ‘CURAS MILAGROSAS’ que dão inveja aos médicos mais renomados) a casamentos. 3)- Desfilar a indumentária e/ou o carro novo. 4)- Fazer fofoca e criticar outras religiões. 5)- Cumprir rituais de casamentos, batizados e outros. 6)- Pedir sucesso em seus empreendimentos comerciais. Vou esperar para ver o procedimento dos fiéis ao CULTO da ciência, mas algo me diz que eles vão fazer a mesma coisa.

      Thumb up 2
    • Costa

      Não posso deixar de concordar com vc. Apesar dos ateus expressarem desejos de uma vida “inumana” (como Ray Kurzwell que quer se transformar em um robô), ainda assim, vão encontrar maneiras “religiosas” (ou seja, bem humana) de se e estar no mundo. Lembre-se de Auguste Comte, o fundador da Igreja da Humanidade: mudam-se os pelos, mas não se mudam “as pintas”…rsrsrsrsrs

      Thumb up 1
  6. Estou pasmo com a confusão de alguns comentários aqui, que aparentam realmente acreditar que a tecnologia (produto da ciência, que é a busca pelo conhecimento através do método científico) é a culpada pelos problemas do mundo e não o desleixo e a constante busca do ser humano para fazer o mínimo de esforço possível pra modificar a natureza.

    É óbvio que a tecnologia tem seus problemas, já que pode ser usada para o mal, mas assim como foi a partir dos conhecimentos científicos que adquirimos armas melhores (e entendam que se não houvessem armas de fogo, haveriam lanças e espadas, e se não houvessem estas ainda haveriam punhos e gente manipulável), também adquirimos vacinas, diagnósticos de doenças tanto físicas quanto mentais, medicamentos e tratamentos para quase todo problema que tivermos.

    Tudo começou quando o ser humano se viu capaz de pensar e usar ferramentas, hoje temos ferramentas cada vez melhores, muitas fazem as coisas por nós, daí o problema.

    A tecnologia não se criou sozinha e nem se usa sozinha, os culpados somos NÓS, e é disso que fogem esses desiludidos que culpam objetos inanimados e estudos racionais pelos problemas, provavelmente como DESCULPA pra combater a ciência, seja por parte dos líderes ou de alguns fiéis desonestos, numa dichotomia maniqueísta escondida em suas mentes onde a ciência (o mal) é opositora da religião (o bem).

    Outro dia liguei a TV e vi certos indivíduos (que nem preciso mencionar já que todos aqui provavelmente conhecem) vendendo “manto sagrado”, o que me surpreendeu mesmo depois de ter visto os indivíduos vendendo “água sagrada” de uma praia de Botafogo (sabe se lá diabos o porquê).

    O grande conflito é que já estamos saindo da mitologia, das crenças antigas, das tradições, e substituindo por valores que independem do medo de um purgatório para que tenhamos uma evolução em direção do progresso, e não do regresso intelectual, isso é visto como grande perigo por aqueles que lucram encima dos tolos, dos desesperados, e dos enfermos, assim como sempre fizeram, sim, alguns de nós parasitam e lucram com a miséria alheia, dói ver, mas basta observar, e eu prefiro uma verdade dolorosa à uma mentira reconfortante.

    Não tenho dúvidas de que aqueles que se sentem ameaçados pela emancipação da razão e indiretamente, do pensamento crítico e do ceticismo (me refiro ao ceticismo real, não o “ceticismo” dos negadores de plantão) farão o que for necessário pra combatê-la.

    Thumb up 7
    • Em qual comentário você leu isso!?!?!?
      Não sabendo com qual, tentando cruzar sua visão com a da matéria, não com a dos comentários, o que vemos é que o problema não foi querer jogar a culpa na tecnologia. Se fosse, teriam destruído tecnologias, não vidas humanas. É muito óbvio que o problema não está na tecnologia em si, mas o que o ser humano faz com ela, isso é tão óbvio que não precisa ser dito, e os caras sabem disso, tanto que foram pra cima de alguém que julgaram culpado.
      Novamente, cruzando seu ponto de vista com a matéria, nada tem a ver “emancipação da razão e do pensamento crítico” com isso. Achar que os pensadores de hoje são mais críticos que os de antigamente é pura idiotice. Hoje, o pensamento de um é mais contaminante, é isso o que acontece, um lança o pensamento e rapidamente existe muitos concordando, concordam sem pensar, concordam por sentirem necessidade de tomar partido. Se há pensamento crítico nessa história, este foi dos anarquistas, não concordando com os atos, mas não se pode negar que houve pensamento crítico.

      Thumb up 2
    • “Os indivíduos hoje são livres para se realizarem somente pelo consumo e produção de bens”

      Mas isto é culpa do capitalismo, não da ciência!!

      Thumb up 1
    • A dita “Ciência” só existe pq. existe o Capitalismo. E a Ciência contemporânea só adquiriu importancia após as guerras do século XX.

      A Europa, os EUA e a URSS notaram a força da Ciência por causa das místicas doutrinas nazistas que, por pouco, não chegaram a inventar a bomba A, carregadas pelos seus mísseis V2.

      Por um mísero erro de aritmética feito por Werner Heinsenberg (Nobel de Física em 1932, pela “criação” da Mecânica Quântica), hoje em dia o planeta não se tornou nazista.

      No entanto, o Projeto Manhattan fez nascer a tecno-ciência, que é confundido pela massa ignara com “Ciência Pura”, mas é está levando a Humanidade a uma crise ambiental sem precedentes por causa da ganância de uns poucos empresários de multinacionais do petróleo.

      Thumb up 0
    • Vc ainda liga a TV? Uso minha TV pra assistir vídeos que baixo e jogar video game, assistir transmissão de canais é a mesma coisa de se acorrentar e usar drogas.

      Thumb up 1
  7. Parabéns campeoes, vamos salvar o meio-ambiente explodindo bombas!!!! A unica explicacao que eu encontro pra essa merda da ideia desses “anarquistas” é que eles vieram do passado, +/- da idade das trevas e acham que tudo o que for feito por humanos está errado, e que deve ser destruido para voltarmos a iluminar nossas casas com tochas, velas e querosene, arar a terra com arado de boi, e coisas do tipo.

    Europa sempre foi uma merda, mas tanto assin o.O

    Thumb up 0
  8. Acho que esses exageros servem ou deveriam servir para se fazer pensar. Não quero fazer apologia a terrorismo nenhum mas, pôxa vida, a primeira expressão do texto é “um novo grupo de malucos”.
    Olha, ontem, no terceiro ônibus do dia, eu, como sempre, observando o comportamento humano, não pude deixar de reparar num carinha que, estando o ônibus em movimento e ele de pé, segurava um celular em cada mão. Eu, que ainda questiono a necessidade de se ter um, tenta me explicar o que uma pessoa faz com dois? E pior, não dá pra se segurar não, e mexer em casa não? (claro que não dá pra se segurar, tá com as duas mãos ocupadas). Se eu disser que nesta mesma linha, o busão quase tombou sexta-feira vai parecer mentira, mas pra quem quiser eu mando a foto que tirei. Se o cara tivesse o infortúnio de fazer isso naquele dia, ele tava f… errado.
    Quero dizer, quem é o maluco da estória? Pra mim, qualquer um que segura um celular em cada mão, de pé, num ônibus em movimento é maluco! Qualquer um que dá um celular na mão de uma criança é outro! Todos que me perguntam de que mundo sou por não ter Facebook, Twitter e o que for, outro! Quem me perguntava de que mundo sou por não ter Orkut e MSN quando nem computador eu tinha, outro pior! Não sabem que vivemos num país onde grande parcela da população NÃO TEM ACESSO A ÁGUA TRATADA!
    Por isso, meu ponto de vista é que, não a ciência em geral, mas muito da tecnologia, principalmente a de entretenimento escaviza sim, e muito. Pessoas amigas, as vejo lado a lado, cada uma dando atençao a seus celulares. Vejo vizinhos conversando através de computadores. Vejo crianças trocando a convivência saudável de antigamente, que nem é tão antigamente assim, por videogames e computadores.
    Bom, falei mais uma vez, é o que penso. Deixo o Story Of Stuff, pra quem não conhece:
    http://www.youtube.com/watch?v=3c88_Z0FF4k
    Ah, me parece que hoje em dia, devemos escrever anticiência.
    Falou!

    Thumb up 5
    • Infelizmente a diferença não é algo agradável, sofro o mesmo ‘preconceito’. O video enviado é bacana, bem simples, creio que deva ser assim, com o intuito de atingir de maneira clara a ‘massa’. Eu já tentei fazer isso em casa, colocando uns documentários para assistir e quais foram os comentários?
      -Nossa que filme chato.
      -Nossa olha só.
      E depois, zzzZZZZZzZZz

      Realmente sou cético a alguma mudança positiva no mundo em que vivemos.

      Sou de uma família tradicionalmente religiosa, ou seja convivo nesse meio, e o que mais me incomoda é a hipocrisia entre o amor com os outros. Dão seu dizimo na igreja, a qual é destinado a projetos sociais etc, mas vão lá e compram 10 iMac.
      Não vou continuar com isso, de nada adianta melhor eu viver no mundo de conjecturas da minha mente, do que tentar expôs-las em uma tentativa vã de mudança.

      “A pior das loucuras é, sem dúvida, pretender ser sensato num mundo de doidos.”-Roterdã, E.

      Thumb up 2
    • Recomendo-lhe a obra de Olavo de Carvalho: “O IMBECIL COLETIVO”.

      Há também, na internet:

      - ZEITGEIST (I, II e III)
      - DA SERVIDÃO MODERNA
      - VOZES CONTRA A GLOBALIZAÇÃO
      - Texto: O PROCESSO DA GLOBALIZAÇÃO (de Boaventura de Souza Santos)

      Thumb up 1
    • Não considero inútil qualquer tentativa de tentar trasmitir o que você pensa ser certo. Se falando a muitos, um único mudar apenas um pouquinho, penso que valeu a pena. Este pensamento do final, é irmão do “se não se pode vencê-los, junte-se a eles”. Também sou cético quanto a mudanças positivas no mundo. Mas quanto menos contribuirmos à desgraça, muito melhor. Eu moro perto de umas aldeias indígenas, sempre que posso apareço, tenho lá muitos amigos. A desgraçada da tecnologia tem, logicamente, se enraizado cada dia mais entre eles. No entanto, as crianças tem muito menos acesso a videogames, computadores e celulares. E não parecem sentir a menor falta disso, pelo contrário, passam o dia brincando na terra, brincando de pegar caranguejo, pulando na água e, vivendo deste jeito, não tiram o sorriso do rosto um segundo. Aqui fora, se um pai nega ao filho uma visita ao mequedonaldis, ela é capaz de matar o pai. Por elas, por elas eu prefiro continuar batendo de frente com os “progressistas” (e pra avacalhar de vez ainda tem os estereotipistas).

      Thumb up 1
  9. Essa questão é trivial, todos terão o mesmo fim, porém o que importa é como querem viver e outros se importam também em como os outros* viverão.
    Atitudes como esta em nada resolvem, mas são atitudes, melhor do que discursos.
    Alguns exemplos para os anarquista: Thoreau, Tólstoi, Gandhi e Jesus.

    Trabalho na área de tecnologia a 6 anos, e as personalidades citadas acima são praticamente minha inspiração para a vida.
    Conforme as necessidades são resolvidas, elas crescem exponencialmente. Não sei como alguém crê no sistema econômico atual como igualitário, pelo menos esta é propagada aos quatro ventos, ‘Casa para todos’ ‘Carro para todos’ etc…
    O planeta está com atualmente 7 bilhões de pessoas, quase 50% vivem com menos de 2u$$/dia, 700 por mês. Imagina ai todo mundo com acesso a saúde, alimentação, carro, etc? O uso de quinquilharias deveria ser inversamente proporcional ao crescimento da população, pois os recursos são limitados.

    Me desculpem, mas para mim toda essa tecnologia doméstica, principalmente as digitais, não passam de lixo, deveriam ser restrita apenas a pesquisa.

    Minha visão do futuro é de continuar na mesma, não há como conscientizar toda a população, ou o mover é global ou de nada adianta. Polpot, Hitler, Mao, etc… seriam muito mais efetivos nessas ações. Quanto antes chegar um colapso na biosfera melhor para todos, pelo menos sobra mais tempo para Terra desenvolver formas de vidas melhores, antes que o fim da mesma chegue também.

    Obs.:Não acredito na Teoria de Gaia, mas acho que poderíamos usar nosso intelecto na tentativa de uma.

    * qualquer forma de vida

    Thumb up 3
  10. P.: “…Em uma carta ao Corriere della Sera, o grupo ataca a ciência e tecnologia, acusando-as de servirem ao capitalismo às custas da humanidade…”

    Comentário: é uma frase toda invertida! Na verdade, é a Humanidade que se serve do “capetalismo” às custas da Ciência. Aqui mesmo, no Brasil, temos o exemplo da bancada ruralista (eleita pelo povo!!!), que distorce os dados de cientistas categorizados para defender a derrubada da Amazônia, em nome do “agrobusiness”…Ora, isso é “culpa” da Ciência?

    P.: “…e de transformar todo mundo em consumidores estúpidos dos recursos mundiais…”

    Comentário: essa é outra frase difícil de entender, vinda desses terroristas. O “consumismo” não é implantado de cima prá baixo, mas é a “otimização” da ganância do povo para lucro de alguns poucos “aproveitadores” dessa ganância geral, que muito inteligentemente transformam os recursos naturais (com ajuda de engenheiros e técnicos!) em produtos de prateleiras.

    Que os consumidores são estúpidos, não há dúvidas! Mas esses terroristas são mais estúpidos ainda, dando tiros em gente “inocente”, que torna possível o desejo insano de seu público ganancioso!

    P.: “…Nos séculos passados, a ciência prometeu uma era dourada, mas hoje ela está sendo levada à autodestruição e a mais escravidão total…”

    Comentário: nos séculos passados, a Ciência andou “tomada” pela sanha de atacar a Religião, alçando-se ao lugar de “Deus” na mente dos ocidentais. MAS ele se curou dessa pretensão, graças a Einstein, aos físicos quânticos e a “desconstrução” epistemológica empreendida por Gaston Bachelard, Thomas Kuhn, Karl Popper, Kurt Gödel e outros. Hoje em dia, ela está mais humilde, apesar de cientistas “neo-ateus” (Richard Dawkins & C.I.A.) terem se esquecido do século em que vivem!

    P.: “…“O par ciência-tecnologia nunca esteve ao serviço da humanidade…”

    Comentário: a tecnologia sempre esteve a serviço dos poderosos, mas os cientistas, nem sempre! Não se pode ignorar tão facilmente os trabalhos de ciencia que fizeram Charles Darwin, Gregor Mendel, Louis Pasteur, Alexander Fleming, o casal Curie, Einstein, etc. etc. etc.: eles sempre estiveram a serviço da Humanidade e “…Em sua essência mais profunda, ele mostra a necessidade imperativa de eliminar tudo que for irracional…”, e isso pelo bem dos seres humanos!!!

    P.: “…para desumanizar, aniquilar e efetivamente destruir a humanidade”, continua o manifesto. “Os indivíduos hoje são livres para se realizarem somente pelo consumo e produção de bens…”.

    Comentário: não se pode negar que a doutrina neo-liberal e os processos da glob-americanização do mundo só servem para alguns açambarcadores da Ciência e da Tecnologia! No entanto, A HUMANIDADE ASSIM O QUER!

    Não será assassinando e jogando bombas que se fará a Humanidade reagir contra a propría auto-manipulação consentida (como mostrado no documentário “DA SERVIDÃO MODERNA”.

    Religiosos, filósofos e artistas conseguiram alguma coisa para mudar os seres humanos nesses últimos 8.000 anos de civilização. Se há cientistas colaborando com o establisment multinacional, há também cientistas que se importam com a ética e com o bem estar geral da Humanidade denunciando crimes praticados de modo incógnito dentro de empresas.

    No filme “O Informante” há o exemplo real de um cientista que denuncia as práticas “assassinas” de uma multinacional do tabaco.

    Isso desqualifica totalmente o uso do terror para conscientizar as pessoas. É uma prática tristemente inútil: matar gente é o que os humanos sempre fizeram, com cada vez maior eficiência. Os terroristas somam crimes, ao invés de combatê-los.

    Que lástima!

    Thumb up 1
  11. Alguém leu “Admirável Mundo Novo”? Esta matéria me lembrou em parte o enredo do livro, a humanidade dividida em um grupo tecnológico e outro grupo primitivo, e separados por uma cerca elétrica de alta voltagem…

    • “ZARDOZ” também traz o mesmo tema, colocando toda a responsabilidade nos cientistas. E, recentemente, há “O PREÇO DO AMANHÔ, que é uma paródia da nossa realidade, na qual eu acredito mais.

      Thumb up 0
  12. Por um lado eles estão certos. Pena que estão usando terrorismo, isso só faz o outro lado se fortalecer. Até suspeito das reais intenções deles. Mas eles não estão contra a ciência e a tecnologia: estão contra o uso dela contra as pessoas. São coisas completamente diferentes…

    Thumb up 7
  13. “Em uma carta ao Corriere della Sera, o grupo ataca a ciência e tecnologia, acusando-as de servirem ao capitalismo às custas da humanidade, e de transformar todo mundo em consumidores estúpidos dos recursos mundiais.”

    Isso é piada, quase tudo gira em torno do capitalismo hoje em dia, até alguns “sentimentos” humanos.
    Consumismo é uma merda, mas não culpe a ciência e tecnologia por ele, de certo ela é usada para fins egoístas e capitalistas, mas ai não é culpa da ciência e sim de quem se deixa levar pelo consumismo e de quem quer lucrar com tudo.

    Thumb up 7
  14. Não dá pra entender, eles se utilizaram de armas de fogo, então se utilizaram da ciência, não é?
    Duvido que esse grupo viva em cavernas, comendo carne crua e vestindo couro para se esquentar (afinal, na minha opinição, a descoberta do fogo também é ciência).

    Thumb up 13
  15. Não sejamos hipócritas, vcs não estão vendo o quanto a religião consegue suprimir o raciocínio lógico e racional do ser humano?
    É impressionante ver como são pessoas fáceis de manipular.
    Como se já houve na nossa história humana, guerras por causa da tecnologia e conseguinte milhões de mortes…
    Lamentável… humanos são tão idiotas…

    Thumb up 6
    • E como se alguma guerra não tivesse envolvido tecnologia. Quanto mais tecnologia, mais morte, como cê não é humano, é um grey, eu entendo que cê não saiba disso. E desculpa cara, mas o raciocínio lógico não conduz este assunto à religião não, truta. Anarquistas X cientistas, dois grupos predominantemente ateus, como sempre têm que forçar a barra. Sugiro que comecem a copiar e colar estes comentários em todas as matérias: tecnologia, astronomia, biologia, sociologia, é engraçado como têm que botar a p@#$% da religião no meio.
      http://imgsrvr.livra.com/imgsrv/r/polegar-pra-baixo-vermelho_-2213227766687975996/w/150/h/150

      Thumb up 1
  16. Em algum momento do próximo século, a humanidade se dividirá em duas:
    Tecnologistas e Naturalistas.
    Os tecnologistas: serão formados por todos os seres humanos adeptos da tecnologia em elevado grau, não na forma de ferramenta, mas como integração física. Algo como pessoas com membros cibernéticos, nascimento com planejamento genético e cérebro conectado na grande rede. Não há dúvidas de que serão dominantes, mas isso não impedirá de existirem os não adeptos.
    Os Naturalistas: Usarão de tecnologia de primária a básica, sem conexão física com ela, afim de preservar a essência humana. Eles serão basicamente formados por religiosos e ambientalistas, e algumas frentes anti-tecnológicas radicais. A tecnologia será apenas ferramenta para eles.
    Futurismo do Jonatas, não levem tão a sério :)

    Realmente lamentável atitudes como essa, são criminosos terroristas e é óbvio que devem ser punidos, já passou da hora desse primitivismo acabar.
    Uma coisa é você ser uma pessoa que escolhe viver livre de dependências modernas mais conectado com a natureza como nossos ancestrais, algo até bonito e admirável. Outra coisa é agir dessa forma violenta como esses grupos radicais, isso é inventar motivo pra extravasar sua estupides.

    Thumb up 12
    • Nada a acrescentar, é isso mesmo. Como disse o excelentíssimo Glauco em sua postagem. Quanto ao futurismo, eu tenho esse lado teórico e as vezes viajo, li muito Perry Rhodan e outras futurâmicas espaciais, assisti muitos filmes como Gattaka e Planeta dos Macacos, é algo que me inspira a pensar em voz alta em coisas fantásticas e até assustadoras que venham a acontecer em nosso futuro. Nos dois grupos humanos que citei, creio que os Tecnologistas se separariam dos naturalistas, talvez vivendo em suas naves, colônias isoladas e estações espaciais. Se me perguntar qual lado eu me interessaria, eu diria nenhum, preferiria um meio termo, eu gosto de tecnologia, eu trabalho com ela e sei o quanto ela pode ser um upgrade em nossa vida se usada mais inteligentemente, ecologicamente e humanamente. Mas não poderíamos nunca mais usar a tecnologia humanamente perdendo o elo com a natureza, pois é só ela que nos faz humanos.

      Thumb up 3

Envie um comentário

Leia o post anterior:
vandenbrand1HR
Cientistas fazem ratos paralisados andarem

Baseados em um racio...

Fechar