É por isso que você tem (ou teve) que usar aparelho

Nossa dieta moderna, baseada principalmente em alimentos moles, pode fazer com que nossos queixos cresçam pouco em relação ao tamanho dos dentes; ou seja, nossas bocas ficam muito “lotadas”, o que resulta em dentes “tortos”.

Um novo estudo comparou o crânio de 11 diferentes populações humanas espalhadas por todo o mundo.

Os cientistas descobriram que pessoas com estilos de vida “caçador-coletor” tinham mandíbulas mais longas e estreitas. Já aqueles com um estilo de vida mais moderno, que não tem que mastigar muito, colocam menos pressão sobre a mandíbula, explicando o porquê suas mandíbulas são mais curtas e largas.

Embora quase todas as comunidades do mundo agora sejam agrícolas, em vez de caçadoras-coletoras, as mudanças puderam ser observadas em crânios de populações Inuit da Groenlândia e do Alasca, nos últimos 200 anos. Em outros locais menos isolados, como na Grã-Bretanha, é provável que essa mudança tenha ocorrido muito antes, com o desenvolvimento da agricultura cerca de 5.000 anos atrás.

Segundo os pesquisadores, a natureza global do estudo mostra que, enquanto características como o tamanho do crânio são genéticas, a variação no tamanho da mandíbula é devido a hábitos alimentares.

Eles dizem que a mandíbula é muito plástica, sendo que, dependendo do seu comportamento individual, muda de forma durante o crescimento e desenvolvimento infantil. Existem até sugestões de que o comportamento de mascar das crianças pode ter um efeito dramático sobre a forma de seu maxilar inferior.

Estudos anteriores com animais indicam que uma mudança de alimentos duros para macios reduz o tamanho do maxilar inferior em cerca de 10%.[Telegraph]

Por: Natasha RomanzotiEm: 23.11.2011 | Em Outras, Principal  | Tags: , , ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

4 respostas para “É por isso que você tem (ou teve) que usar aparelho”

  1. Além disso, há os alimentos muito duros, como balas, cocadas, pé de moleque, barras de chocolate, biscoitos… (ditos crocantes). Que também forçam muito o dente, fazendo assim com que entortem.

    Além de comer alimentos muito industrializados, com maior quantia de açucares, entre outros, q agridem o esmalte do dente, e também, mais dificeis de serem naturalmente limpados pela saliva encrustando nos dentes e raizes; o que tem formado dentes mais frágeis, quebrados, com cáries, infecções…

  2. “enquanto características como o tamanho do crânio são genéticas, a variação no tamanho da mandíbula é devido a hábitos alimentares.”

    Ah, assim faz sentido. ;]
    Porque a princípio, parecia que a notícia passava uma ideia de lamarckismo.

Deixe uma resposta