Artrite reumatóide pode atrapalhar gravidez

Publicado em 5.04.2011

Um estudo de cientistas da Califórnia, com 68 mil grávidas apontou que a artrite reumatóide (A.R.) pode atrapalhar os planos das mulheres em se tornar mães. Do total, 25% das mulheres com artrite reumatóide tentaram engravidar durante pelo menos um ano, sem sucesso. No caso das mulheres que não sofriam da doença, apenas 16% teriam demorado a engravidar durante este tempo. Além disso, 10% das mulheres com A.R. passaram por tratamentos de fertilidade em comparação a 8% das mulheres sem a doença.

A artrite reumatóide aparece quando o sistema imunológico ataca o tecido das juntas por engano, levando a inflamação, dor e danos às articulações. A doença é mais comum em mulheres que homens e, apesar de surgir durante a “meia idade”, ela pode afetar adultos também. O pesquisador Damini Jawaheer do Oakland Research Institute se questiona se é a doença ou os remédios para seu tratamento que podem afetar a fertilidade da mulher. “Pouco se sabe sobre os efeitos do tratamento de A.R. neste contexto”.

O médico disse que as mulheres que estão tentando engravidar são aconselhadas a suspender o uso de drogas contra a artrite, porque algumas delas podem causar má formação no bebê. Ele especula que é possível que, quando a mulher para de tomar o medicamento, há um aumento da A.R. o que, de alguma maneira, retarda a possibilidade de gravidez. “Entretanto, mais estudos são necessários para investigar outras causas”, disse Jawaheer.

Os resultados foram baseados em 68 mil mulheres dinamarquesas que ficaram grávidas entre 1996 e 2002. Destas mulheres, 112 haviam sido diagnosticadas com A.R. antes da gravidez. Geralmente, as mulheres que sofriam da doença demoraram mais para conseguir conceber. [Reuters]

Autor: Letícia Resende

Jornalista curiosa, adora novidades, encantada pela ciência e tecnologia

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
luacrat
Água presa na Lua?

Cientistas do Japão ...

Fechar