Botox para as partes íntimas

Publicado em 4.03.2011

A Toxina Botulínica, mais conhecida como Botox, começou sendo usada nas clínicas médicas para acabar com as rugas e marcas de expressão que atormentam homens e mulheres. Alguns médicos depois perceberam que o Botox poderia ser usado no combate à enxaqueca crônica ou à tosse crônica. Mas, agora, as mulheres poderão usar a substância para melhorar sua vida sexual.

O cirurgião plástico, Peter T. Pacik, de New Hampshire, está conduzindo um teste clínico, aprovado pela agência americana de controle dos alimentos e medicamentos (Food and Drug Administration), para o uso do Botox em casos severos de Vaginismo.

As mulheres com este problema não conseguem ter relações sexuais, pois os músculos próximos à vagina se contraem involuntariamente, causando uma sensação de queimação e muita dor. “Para elas é como atingir uma parede. A maioria dos pacientes que eu trato não consegue consumar o ato sexual e construir uma família”, disse Pacik.

Segundo ele, o Vaginismo atinge quase 6% das mulheres do mundo, como uma reação de reflexo durante a penetração que faz os músculos contraírem. O problema está ligado, muitas vezes, a medo causado por abuso sexual ou uma educação rígida em relação ao sexo.

Para tratar o problema, Pacik injeta Botox nos músculos da entrada da vagina. A toxina interrompe a passagem dos impulsos nervosos causando o relaxamento dos músculos da região. “Para conseguir injetar, tenho que colocar as pacientes ‘para dormir’, senão eu nem conseguiria me aproximar delas com uma agulha”, conta o médico. De acordo com Pacik, ele já tratou 78 mulheres e, com exceção de uma delas, as outras conseguiram relaxar e permitir a penetração, após uma única sessão.

A enfermeira, Patti Dyer, de 59 anos, sofreu com as dores do vaginismo por mais de 30 anos. Ela é casada e já teve três filhos, por meio de cesariana, mas o sexo sempre foi doloroso para ela, a ponto de fazê-la chorar. Patti conta que, ela e o marido lidavam com a dificuldade por causa do amor que sentem um pelo outro, mas, assim que ela ouviu sobre o tratamento, foi atrás de Pacik. Após duas semanas do tratamento ela e o marido conseguiram fazer sexo sem dor pela primeira vez. “Parecemos um casal em lua de mel. É ótimo, é assim que as coisas deveriam ter acontecido há 30 anos”, disse ela. [BodyOdd]

Autor: Letícia Resende

Jornalista curiosa, adora novidades, encantada pela ciência e tecnologia

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

11 Comentários

  1. éisso ai vamos melhorar para as mulheres ter mais prazer e da prazer a seu parceiro

    Thumb up 2
  2. Acho que o botox deve ser usado apenas nessas situações e não por vaidade.

    Thumb up 11
  3. Bom mesmo que esta solução tenha obtido resultados positivos, pois vai aliviar por certo muitas situações constrangedoras das senhoras afectadas por esse problema.
    Afinal a vida já está repleta de tantos problemas, e este acrescentado ao todos os outros, acho que passa até a ser drama. Ao menos que se possa poder contrapor a todos os outros problemas esta solução para que possam ter alguma melhoria em sua qualidade de vida.

    Thumb up 14
  4. Realmente, ja namorei uma garota que tinha esse poblema, para transar-mos ela fazia uma compressa de água quente,fazia a lubrificação, ai a transa se concluia numa bôa.

    Thumb up 0
  5. Nossa q coisa horrivel pra as mulheres q sofrem com este problema hein? não sabia q existia esse problema c mulheres, mas ainda bem q já tm solução!!!!!

    Thumb up 11
  6. Tem alguém preocupado com o anél ou com a varginha de amendoim. Questionamento suspeito desse internauta primor!
    Eu, heim?

    Thumb up 5
  7. Alexandre, talvez não é no “jr” que o Nelio Huster esta interessado em aplicar o botox, logo pq o “jr” não tem musculos. Eu acho que ele tem outros planos kkkkkk
    tou brincando

    Thumb up 1
  8. @nelio huster
    Espero que sim camarada… Eu não ia querer nada no Jr. relaxando na hora… hauhauhauah

    Brincadeirinha (não muito hehehe)

    Thumb up 8

Envie um comentário

Leia o post anterior:
narigao
Anosmia: a completa falta do senso de olfato

Muita gente não conh...

Fechar