Cérebro de psicopatas tem diferenças estruturais e funcionais

Adivinha quem tem conectividade reduzida entre uma área do córtex pré-frontal e a amígdala? Os psicopatas.

Como funciona o cérebro de psicopatas

Um estudo que fez imagens dos cérebros de presos mostra diferenças importantes entre aqueles que são diagnosticados como psicopatas e aqueles que não são. Na imagem acima, o córtex pré-frontal (PFC) está em vermelho, a amígdala em azul, e a via de substância branca que liga as duas estruturas (o fascículo uncinado) é mostrada em verde.

Os resultados podem ajudar a explicar o comportamento insensível, antissocial e impulsivo exibido por alguns psicopatas.

O estudo mostrou que os psicopatas têm conexões reduzidas entre o córtex pré-frontal ventromedial (vmPFC), a parte do cérebro responsável por sentimentos como empatia e culpa, e a amígdala, que media o medo e a ansiedade.

Dois tipos de imagens cerebrais foram coletadas. Imagens de difusão tensor (DTI) mostraram redução da integridade estrutural das fibras de substância branca que ligam as duas áreas, enquanto que um segundo tipo de imagem que mapeia a atividade cerebral, uma imagem de ressonância magnética funcional (fMRI), mostrou menos atividade coordenada entre os vmPFC e a amígdala.

“Essas duas estruturas no cérebro, que regulam o comportamento social e a emoção, parecem não estar se comunicando como deveriam”, diz o pesquisador do estudo, Michael Koenigs.

O estudo comparou o cérebro de 20 presos com diagnóstico de psicopatia com os cérebros de 20 outros presos que cometeram crimes semelhantes, mas não foram diagnosticados com psicopatia.

A combinação de anormalidades estruturais e funcionais fornece evidências convincentes de que a disfunção observada neste circuito sócio-emocional é uma característica estável dos criminosos psicopatas.

Os cientistas acreditam que a pesquisa mostra que há uma anormalidade específica do cérebro associada com a psicopatia criminal. Sendo assim, o estudo pode lançar mais luz sobre a origem dessa disfunção, e estratégias para tratar o problema.[ScienceDaily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

13 respostas para “Cérebro de psicopatas tem diferenças estruturais e funcionais”

  1. A maioria dos psicopatas nunca vai matar na vida.
    Psicopatas são frios e jogam com a vida alheia sem nehuma problema. Matar não precisa ter relação com isso. Mkuita gente confunde psicopata com serial killer.
    Leiam o livro Mentes Perigosas

  2. Pelo contrario,a maioria dos pisicopotas não são impulsivos,são calculistas e pensam em cada detalhe de como vão agir para conseguir o que querem nem que pra isso seja preciso tirar a vida de alguem,por que pisicopata não é só aquele que está atras das grades e sim os varios que estão nas ruas,em cargos de grande importancia,o pisicopata pode ser seu patrão,seu vizinho quem menos voce espera.do jeito quem a ciencia a medicina está avançada quem sabe em alguns anos teremos a cura dessa doença que é tão perigosa.

  3. Isso é sério, psicopatas estão na politica, nas escolas, nas empresas, e eles são muito inteligentes.
    O problema é que essas descobertas não sofrem alardes, mesmo tendo uma importância extrema, capaz de mudar muita coisa.

  4. Devem ter muitas pessoas com o cérebto assim por aí e nem por isso matam os outros. Ser psicopata não é necessariamente ser criminoso, homicida. Pode-se muito bem existir um psicopata que não mate simplismente por não dar a mínima para isso, ou por que sabe que vai se dar mal (ser psicopata não é ser imbecil).

  5. ” Estratégia para tratar do problema ” ,futuramente , certos governos , instituições e mega empresas , usarão essas tecnologias e conhecimentos para controle populacional , talvez antes do sujeito nascer com sintomas de ”psicopatias ” ele ou ela será eliminado(a) , coisas sérias vem chegando , controle da mente , futuramente vai ser possível ler o que você pensa , o que deseja , guarda e sonha , essa pesquisa ai em cima é coisa séria gente ,não é brincadeira não .

Deixe uma resposta