Circuncisão: boa para a saúde ou ato bárbaro?

Publicado em 2.05.2011

Circuncisão é a remoção cirúrgica do prepúcio (dobra de pele) do pênis de um bebê. Essa prática, muito antiga, é o centro de um debate na sociedade. Seus defensores clamam seus benefícios para a saúde, citando sua história como ritual religioso e alegando que previne a propagação da AIDS. Já seus opositores argumentam contra a natureza bárbara do procedimento e querem banir a prática de vez do mercado.

A circuncisão começou como um ato ritual entre os egípcios, em 2.500 a.C., e mais tarde foi incorporada pelo povo judeu. A operação marca a passagem de um menino para a masculinidade. Outras razões incluem: uma marca para distinguir aqueles de maior status social; uma “menstruação” do sexo masculino, ou sinal do início da puberdade; e uma forma de desencorajar a masturbação.

Desde então pessoas de muitas fés começaram a seguir esse exemplo. A circuncisão é agora o procedimento cirúrgico mais realizado em homens nos Estados Unidos. Em uma pesquisa de 1999 a 2004, 79% dos homens relataram ser circuncidados.

A circuncisão é acreditada para prevenir doenças como o HIV. Há algumas evidências de que ela reduz o risco de transmissão de AIDS em relações de homem com mulher.

O mecanismo proposto é que a circuncisão remove as chamadas células de Langerhans do prepúcio, que são mais suscetíveis à infecção por HIV. As células de Langerhans são equipadas com receptores especiais que podem permitir o acesso do HIV no corpo.

Três estudos publicados em 2009 revelaram que homens circuncidados tinham 54% menos probabilidade de contrair HIV. Os testes incluíram mais de 11.000 homens na África do Sul, Uganda e Quênia.

A prática também pode proteger as mulheres. Uma pesquisa com mais de 300 casais na Uganda, em que o homem era HIV positivo e a mulher não, mostrou que a circuncisão reduz a probabilidade de que a mulher seja infectada em 30%.

Embora a prevenção do HIV se torne um bom argumento para a circuncisão em países em desenvolvimento, não é tão forte nos Estados Unidos. A eficácia da circuncisão se aplica apenas para o sexo peniano-vaginal, o modo predominante de transmissão do HIV na África, enquanto que o modo predominante de transmissão sexual do HIV nos Estados Unidos é sexo anal-peniano (entre homens).

Quanto a complicações médicas, uma revisão de 52 estudos de 21 países afirmou que a circuncisão de crianças por profissionais treinados experientes raramente mostra resultados adversos para a saúde.

Por exemplo, os pesquisadores descobriram que entre aqueles com idade inferior a um ano, havia apenas 1,5% de risco médio de efeitos adversos, como sangramento excessivo, inchaço e infecção. Complicações graves são muito raras.

Ainda assim, os contra estão agindo com veemência: nos EUA, existe uma proposta de proibir a circuncisão em São Francisco com mais de 12.000 assinaturas. Se a petição tiver assinaturas válidas suficientes, a proibição vai aparecer nas urnas nas eleições de novembro. Isso tornaria a circuncisão de qualquer homem com idade inferior a 18 uma infração, sujeito a multa e prisão.

De acordo com o líder da proposta, a circuncisão é uma cirurgia extremamente dolorosa e que danifica permanentemente, sendo forçada sobre os homens quando eles estão mais frágeis e vulneráveis.

Instituições americanas de saúde não concordam que o procedimento seja doloroso. Segundo eles, dados mostram que com anestesia a maioria das crianças não tem nenhuma reação de dor objetiva. Além disso, a proibição da circuncisão pode ser uma medida extrema demais, especialmente porque o procedimento não é obrigatório.

De qualquer forma, os dois lados ainda têm muitas perguntas a responder e argumentos a convencer. [LifesLittleMysteries]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

75 Comentários

  1. Eu fui circuncidado quando era pequeno. JAMAIS deixei sequer de tocarem no assunto sobre meu filho.
    Não tenho problemas. Mas é uma covardia sim.
    É um dos motivos de ter me tornado ateu. Religiões só existem devido as práticas que fazem em CRIANÇAS. Porque não esperam terem discernimento? Pura ignorância e covardia dos pais.

    Thumb up 19
  2. Só de ver essa foto, chega a doer a alma e o coração da gente…

    Chega de toda e qualquer violencia, principalmente com seres indefesos.

    Revoltante!!!!!!!!!!!!!!

    Thumb up 19
  3. Isso é um absurdo.
    Doi sim, durante a recuperação tbm doi e qualquer coisa que cause dor, trauma, estresse a qualquer criança, bebê, adolescente é recriminável.
    Exceto as vacinas,que sãopra salvar etc e tal…
    O amigo falou que não lembrava…
    Claro, o tempo passou e esqueceu…
    Mas na hora, só sabe quem sente.
    É covardia levar um bebê, uma criança ou um adolescente a força pra realizar tal coisa…
    Deixem crescer, a quamdo os mesmos tiveram 17 anos ou mais, decidem o que fazer…
    Chega de mutilar meninas em outros paises e meninos em nosso…
    CHEGA!!!!

    Thumb up 16
  4. Ha eu quero so falar mais uma coisinha ta: pelo que eu tou vendo nessa foto a cima é uma trocidade. fazendo essa circuncisao sem anestesico isso é coisa de doido. isso nao é normal.

    Thumb up 8
  5. Polêmicas sobre a circuncisão
    A circuncisão é rotina em algumas religiões, como muçulmanos e judeus. No judaísmo antigo, a criança era circuncidada no oitavo dia a partir do nascimento. Hoje, questionam-se os argumentos de que ela previne câncer peniano, doenças sexualmente transmissíveis, infecção urinária e bálano-postite.
    Os pediatras atuais reconhecem que a operação traz tanto vantagens quanto desvantagens. Entre os 1,5% a 5% de problemas detectados entre pessoas circuncidadas estão: sangramento, infecção, estreitamento do orifício uretral, remoção demasiada ou insuficiente do prepúcio e assimetria prepucial. Também já foram constatadas lesões graves com o eletrocautério.
    Há quem considere a palavra “circuncisão” uma forma de amenizar a prática. Preferem chamá-la de “mutilação genital masculina”. Comparam-na à mutilação feminina, proibida em várias partes do mundo e praticada por algumas culturas. Entre vários pontos em comum, destacam que a cirurgia diminui consideravelmente o prazer sexual do homem, já que o prepúcio é comprovadamente zona erógena. Gente vao estudar e pesquisar sobre o asunto e deixem de basflemar contra deus.

    Thumb up 5
  6. Todos os comentarios que eu li aqui, a maioria sao se referindo circuncisão Remoção do prepúcio do pênis. Os israelits eramm circuncidados no oitavo dia do nascimento. Deus pediu isto como uma parte de sua aliança com Israel. Era o sinal da fidelidade do povo de Deus.
    Vejam bem: nao tem nada aver com postectomia circuncisao de fimose, todo mundo sabe que os bebes quando nassce tem esse problema e com o tempo de desenvolvimento esse problema vai diminuindo deide que nao seja grave e a pele do perpucio vai se retraindo quando é puxado pra traz para fazer a hihienização. mais vale salentar que puxar a pele do perpurcio com cuidado pra nao extrangular e fazer a limpesa. isso nao tem nada a ver com religiao so por que a biblia fala seja coisa do outro mundo.e se ta na blibia tudo bem pois a biblia éa palavra de deus. Devemos respeitar e nao fazer eresia bando de ateus.

    Thumb up 4
    • oi! meu mnome é ione e a minha pergunta é essa:
      Deus sábia que o prepúcio era importante para o homem, porque Ele pediu para Abraão circuncidar seus servos?

      Thumb up 0
  7. ESSE NEGÓCIO DE A CRIANÇA QUE TEM QUE DECIDIR É BALELA, SÓ IDIOTAS FALAM ISSO. E AQUI TEM UM MONTE. CIRCUNCISÃO NÃO É OBRIGATÓRIO, MAS É O MAIS CORRETO A FAZER, E NEM DÓI TANTO ASSIM QUANDO SE É CRIANÇA POIS NÃO ME LEMBRO DE SENTIR NADA E OUTRA COISA, É A MELHOR COISA PARA A SAÚDE SEXUAL DO HOMEM E SE FOR FEITO AO OITAVO DIA COMO DEUS MANDA, A CRIANÇA SARA RAPIDAMENTE E NÃO É ATO BÁRBARO COMO ALGUNS IDIOTAS FALAM. AQUI GALERA, SE VOCÊS ACREDITAM EM DEUS OU NÃO, EMA EMA EMA, CADA UM COM SEU PROBLEMA, SINCERAMENTE EU NÃO SEI PQ TANTA CELEUMA POR UMA COISA SIMPLES, QUANTO MAIS CEDO FAZER A OPERAÇÃO MENOS DOLORIDO, VAI FAZER CIRURGIA DA FIMOSE DEPOIS DE MAIS VELHO, ALÉM DE RUIM VC TEM QUE FICAR DE MOLHO NO MÍNIMO 7 DIAS. COMO DIZ SILVIO SANTOS : SAI PRA LÁ SAI PRA LÁ SAI PRA LÁ

    Thumb up 6
    • KKKK Deus manda cortar pelo do pinto kkkkkkk Deus está mais preocupado com coisas mais importante do que sujeira na cabeça de pau de marmanjo kkkk é cada uma viu. Isso de fazer circunsisão é coisa de pai preguiçoso que não quer ensinar o filho a higienizar o pênis.

      Thumb up 11
    • Hehe, se depender disso aí a minha salvação, eu já estou condenado chapa.

      Thumb up 4
  8. Meu Deus! Ser contra ou a favor da circuncisão já é um absurdo porque a criança não tem direito de escolha e isso é covardia e mutilação, sim; moral e física. Agora comentar que Deus pediu isso para Abraão!!! e a evolução, aonde fica? Se nascemos assim é assim que devemos ficar, como Deus mandou. Concordo que com higiene nada disso é necessario. Se em outros tempos isso era “bom”, devemos pensar que estamos no século XXI. Se na maturidade o homem escolher assim é problema e opção dele, agora fazer isso com crianças???? e ainda dizer que é para o bem delas??? Será que estamos voltando para a era das cavernas em vez de andarmos para frente? O pior é que estamos. Mais de 2000 anos atrás Ele veio para nos salvar e nos fazer entender que era necessario mudar e até agora não conseguimos alcançar sequer o primeiro degrau na escada da evolução espiritual.

    Thumb up 13
    • A fimose excessiva tira mais de 50% do prazer. É dolorosa em todas as vezes que quem a tem for transar. O homem necessita de ereção para o coito, sem essa não haverá sexo para ele e nem para a parceira dele. A dor nos orgãos genitais masculino “broxa” e então o que seria melhor? Creio que a cirurgia é o caminho e melhor ainda enquanto criança porque esta não tem a libido ainda desenvolvida e nem consciência das coisas que a rodia.

      Thumb up 2
    • Cara, a fimose é uma doença, um caso extremo em que o prepúcio se comporta de forma inesperada. Não pq vc tem prepúcio que vc tem fimose. Nesse caso deve sim, ser tratado, como toda doença ou condição inabilitante do corpo humano.
      Agora pegar uma crianças pequena saudável, e mutilá-la, marcá-la para sempre, com a desculpa que ela corre 50% de chance a menos de ser condenada à morte por fazer sexo irresponsável é totalmente ilógico.
      É como falar o seguinte, cara tira o dedo mindinho do seu filho pq ele vai ter 50% de chances a mais de ser presidente do Brasil.

      Tem que ser proibido sim, para crianças, com a idade de 18 anos, a pessoa supostamente está pronta pra escolher o melhor pra vc, e eu ainda considero a circuncisão um Body Modification, tanto qnt tatoo, ou piercing. E vc é obrigado a ser maior de idade, pq então fazer isso com crianças?

      Seria melhor vc ensinar a criança desde pequena sobre a libido, a relação natural que se deve ter com ela, as condições de higiene e as percepções que deve ter sobre qualquer funcionamento anormal de seu corpo, só isso. Não circuncisá-la…

      Thumb up 11
    • Deixa a fimose; se sexo for sinônimo de dor, ninguém mais irá praticá-lo, e consequentemente o número de crianças abandonadas, etc, irá cair consideravelmente: FIMOSE GERAL AÍ GALERA! rs

      Thumb up 0
  9. RIC, acho que você não é homem nem mulher, ou seja você não tem sexo. Castrar todos os homens seria o mesmo que costurar as vulvas de todas as mulheres. Uma das forças motivadoras da humanidade é o sexo, basta que cada ser humano o utilize com consciência e responsabilidade. Quanto à circuncisão, sou a favor dela apenas em casos de problemas de saúde, como a fimose reincidente.

    Thumb up 9

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Open Hands
Nossos antepassados já eram predominantes destros

Estudo descobre que ...

Fechar