Engolir um porco-espinho inteiro foi a pior ideia que esta cobra poderia ter tido

Você já se perguntou o que aconteceria se uma píton comesse um porco-espinho? Bem, agora suas dúvidas acabaram. Uma dessas cobras gigantes – que matam as presas por sufocamento e, em seguida, as engolem inteiras – recentemente jantou um porco-espinho e não viveu para se gabar sobre isso para os amigos.

Um ciclista estava fazendo uma trilha pelo parque Lake Eland Game Reserve, em KwaZulu-Natal, na África do Sul, e viu uma cobra muito inchada, da qual tirou algumas fotos e postou nas redes sociais. Na época que as fotos foram tiradas, ninguém sabia o que a cobra de quase 4 metros de comprimento tinha comido, apenas que deveria ter sido algo bem grande. Na página da reserva natural no Facebook, funcionários do parque e os visitantes especularam sobre o que a cobra poderia ter ingerido, indo desde um javali pequeno até um filhote de antílope.

Seis dias depois, no entanto, os guardas do parque encontraram a serpente morta perto da trilha de mountain bike. Após abrir o animal, encontraram um lanchinho e tanto: um porco-espinho de 13,8 quilos.

Janta perigosa

A gerente-geral da reserva de caça, Jennifer Fuller, explica que não é incomum que pítons comam porcos-espinhos. Na verdade, muitas espécies de cobras comem não só eles como outros animais com chifres, de acordo com um estudo publicado em 2003 no “Journal of Herpetology Phyllomedusa”. E, por mais que uma refeição de 13 quilos possa parecer muito para digerir, não é um problema se você é uma píton.

Só na reserva Lake Eland, estes répteis já foram vistos consumindo presas ainda maiores, incluindo antílopes-oribi adultos, que podem pesar cerca de 22,7 kg. Pítons possuem uma capacidade incrível de alterar o seu metabolismo, bem como o tamanho dos seus órgãos, após uma refeição. Isso as permitem digerir uma presa que é muito maior do que elas.

Ainda não está claro se a refeição espinhosa foi realmente a responsável pela morte desta cobra. Ela foi encontrada debaixo de uma saliência rochosa, onde aparentemente tinha caído. Com o impacto, os espinhos dentro de sua barriga inchada podem ter perfurado o trato digestivo da píton, o que poderia ter matado o animal, aponta Jennifer.

Em um estudo de 2003, intitulado “Comida espinhosa: Cobras que predam porcos-espinhos”, pesquisadores descobriram que, quando uma cobra come um porco-espinho, os espinhos do animal não são digeridos e são facilmente detectáveis no intestino da cobra. Às vezes, eles chegam a perfurar todo o corpo da cobra. Apesar disso, não se sabe o que matou essa glutona, em específico. [LiveScience]

Por: Jéssica MaesEm: 29.06.2015 | Em Animais, Bizarro, Principal  | Tags: , , ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta