Como ele chama mesmo? Dicas de memória para nunca mais esquecer um nome

Publicado em 6.05.2012

Pesquisas recentes, do professor e pesquisador Jason M. Gold, da Universidade de Indiana, EUA, indicam que aspectos da face, e não a face inteira, são a chave para reconhecer uma pessoa.

“Antigamente se acreditava que o rosto das pessoas era examinado como um todo, holisticamente, para reconhecer uma face”, diz o dr. Jason, “mas, para nossa surpresa, descobrimos que o todo não é maior que a soma das partes”.

E como fazer para aproveitar este novo conhecimento? Scott Hagwood, quatro vezes campeão do Prêmio Nacional de Memorização dos EUA e autor do livro Memory Power, dá as dicas.

Jogo de Palavras

Uma dica é fazer uma associação entre o nome e alguma característica da pessoa, rimando o nome com a característica, ou simplesmente com uma palavra que sirva de aliteração, como associar Marcelo com o martelo que ele usa como ferramenta de trabalho, ou Lavínia com o perfume de lavanda.

Gatilho de memória

Outra dica é para quando você já conhece outra pessoa com o mesmo nome, como um Paulo, e você associa com o novo Paulo por que ambos tem cabelo curto.

Hagwood alerta que esta associação não é muito boa, por que as pessoas costumam mudar o estilo do penteado. Melhor é se prender a alguma característica que você não gostava no antigo Paulo, e comparar com o novo. Como exemplo, talvez o Paulo antigo tinha uma pele ruim, e este novo Paulo parece ter acabado de sair de uma clínica de tratamento dermatológico.

A dica mais simples de todas para lembrar o nome de alguém é conversar com a pessoa em questão e repetir o nome dela em voz alta durante a conversa, assim você associa mais rapidamente o nome à pessoa. Só não exagere para que não pareça algo forçado e artificial.[MSN]

Autor: Cesar Grossmann

Formado em Engenharia Elétrica, é funcionário público, gosta de xadrez e fotografia. Apesar de se definir como "geek", não tem um smartphone, e usa uma câmera fotográfica com filme (além da digital).

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

3 Comentários

  1. Poxa, tenho sérios problemas com isso. As vezes minutos após a pessoa ter se apresentado eu já não lembro o nome. Aí fica chato perguntar novamente. Talvez eu não seja um bom ouvinte, ou pode ser que meu cérebro esteja concentrado em outros detalhes da conversa e desconsidere esta informação.
    Mas foram boas as dicas, vou tentar usá-las.

    Thumb up 5
  2. Isso é ótimo!!! É mnemônica, uma técnica para “ancorar” novos conhecimentos em outros mais sólidos e antigos que você já tinha.
    Mas precisa tomar cuidado com as suas associações mnemônicas, ou você pode acabar como o Woody Allen, no filme “O Grande Furo”, tentando lembrar da mnemônica da mnemônica pra lembrar da coisa que você precisa!
    O nome é feio, mas acho que quase todo mundo conhece isso, nem que seja dos macetes da escola ou do vestibular!

    Thumb up 6

Envie um comentário

Leia o post anterior:
solar
Poderoso tornado de gás superquente é filmado no sol

Cientistas filmam to...

Fechar