Como lidar com colegas de trabalho estúpidos

Publicado em 19.12.2013

ku-xlarge (2)

Muitas pessoas precisam conviver com colegas de trabalho chatos ou lerdos, que perguntam como fazer a mesma coisa várias vezes por dia, fazem comentários absurdos regularmente ou estragam projetos para toda a equipe por conta de seus defeitos ou falta de conhecimento.

Você nem pode sempre escolher as pessoas com quem trabalha, mas se uma delas está tornando tudo mais difícil para você (e para outros), você certamente tem motivos para reclamar.

Claro, tomar medidas pode botar esse colega de trabalho na rua. Isso é uma coisa difícil de colocar em seus ombros, independentemente de quão incapaz ele pode ser. Por conta disso, você precisa ver o quadro completo antes de agir. Ou seja, entender toda a situação, e realmente ter certeza de que está lidando com uma pessoa com quem você não pode trabalhar.

E daí, você pode explorar algumas dessas opções:

Localize a raiz do problema

Se você já tentou instruir essa pessoa no passado, e ele ou ela não aprendeu, faça uma tentativa de descobrir o porquê. Não adianta perguntar berrando “por que você não me entendeeeeeee?!?!”, mas sim algo do tipo: “Eu já mostrei-lhe como fazer isso algumas vezes e você parece ainda ter dificuldade. Existe uma maneira melhor que eu poderia explicar isso? Não estou lhe dando detalhes suficientes?”.

Não assuma diretamente que o problema é dele. Ele pode ser ruim, é claro, mas também pode ser que ele simplesmente não tenha entendido o que você disse, e teme sua reação. Dê-lhe a oportunidade de oferecer uma explicação. Talvez você seja um péssimo professor e não perceba isso. Ou talvez ele só tenha dificuldade com determinadas tarefas. Neste caso, você pode perguntar como ensiná-lo e trabalhar um pouco mais perto dele.

Claro, não é de sua responsabilidade gastar muito do seu tempo educando um colega de trabalho. Eles devem vir em sua maioria bem informados sobre como fazer o seu trabalho. Você não deve passar horas treinando-o em tarefas básicas a menos que tenha sido designado para isso. É difícil dedicar tantas horas em treinamento quando não temos certeza que vamos realmente chegar a algum lugar. Mas, se você puder poupar alguns momentos a cada dia para ajudar alguém que se esforça, essa pessoa pode lembrar de te ajudá-lo no futuro também.

Não custa tentar por uma semana ou um pouco mais, e dedicar um pouco de energia para resolver o problema, mas se nesse meio tempo este colega de trabalho não aprender o que precisa, provavelmente não vai aprender mais tarde.

ku-xlarge (3)

Peça a outro colega de trabalho para tentar

No caso em que você lida sozinho com um colega de trabalho de inteligência deficiente, certifique-se de que outras pessoas saibam do problema também. Às vezes elas não perceberam seu desempenho ruim e só veem como isso afeta toda a equipe. Se os outros não conhecem a fonte dos problemas, precisam conhecer. Peça a alguém do seu nível ou acima de você para trabalhar com esse colega de trabalho problemático e avaliar a situação.

Seus colegas de trabalho mais inteligentes podem não encontrar um problema. Nesse caso, você precisa considerar que você tem algum tipo de problema pessoal com este colega de trabalho “burro” e resolvê-lo. Muitas vezes uma falha de comunicação pode fazer alguém parecer estúpido quando ele não é. Considere almoçar com o colega e conhecê-lo melhor. Isto pode parecer horrível dada a forma como você se sente sobre ele, mas pode dar-lhe uma chance de entender o seu comportamento um pouco melhor, e se comunicar com ele de forma mais eficaz.

Se outros colegas de trabalho concordam que você tem um parceiro ruim em suas mãos, então você tem testemunhas para o problema. Você vai precisar delas no caso de decidir dar um passo mais longe e relatar a situação.

Fale com um gerente, chefe ou com os Recursos Humanos

Recursos humanos opera, em certa medida, para ajudar a resolver problemas entre funcionários. Se alguém não cumpre sua função, os empregadores querem saber. Eles, provavelmente, não querem desperdiçar seu dinheiro em um funcionário de baixo desempenho. Se você decidir relatar o problema para a empresa, siga estes passos:

  • Agende uma entrevista com o RH;
  • Explique o problema da maneira mais imparcial que puder;
  • Sugira algumas opções que não incluem demissão.

Aqui está um exemplo de algo que você pode dizer para cobrir esses passos: “José, Maria e eu estamos tendo dificuldade com João. Ao trabalhar com ele, ele comete erros frequentes e não presta atenção quando tentamos ensiná-lo. Isso resulta em uma menor qualidade de trabalho e atrasos. Também nos frustra. Nós não queremos que ele seja demitido, mas queremos tornar nosso trabalho mais eficaz sem perder tempo instruindo-o repetidamente ou concertando seus erros. Gostaríamos de explorar como podemos resolver este problema de forma amigável. Talvez alguém possa ser designado para treiná-lo mais a fundo ou ele pode ser transferido para um departamento em que se adapte melhor. Claro, se você tiver sugestões alternativas, eu gostaria de ouvi-las. Não sabemos direito o que fazer”.

Ao abordar o assunto com o RH, seja honesto e tenha compaixão em suas mensagens. Raiva não vai te levar a lugar nenhum, e pode piorar o problema. Mesmo que você gostaria de ver seu colega de trabalho chutado para a rua, mostre alguma simpatia. Aja como quem quer ajudar, mesmo que você não queira. Será péssimo para você se as pessoas pensarem que você está agindo com maldade. Molde o seu pedido de uma forma que mostre que você se importa com a empresa e seus colegas de trabalho e quer encontrar uma solução que funcione para todos.

Encontre o humor na estupidez

Às vezes, os colegas de trabalho estúpidos estão lá para ficar, apesar de sua falta de inteligência. Às vezes, você é a única pessoa que pensa que ele é burro. Independentemente da situação, se você não conseguir resolvê-la, é melhor parar de lutar contra ela e relaxar. Tente encontrar o humor na estupidez. Substitua a frustração com uma risada.

ku-xlarge

Se você não tivesse que trabalhar com ele, provavelmente acharia muitas de suas ações engraçadas. Faça um esforço para rir das coisas estúpidas que ele faz, em vez de evocar mais raiva e ficar frustrado.

Claro, se a estupidez te impede de fazer o seu trabalho, você não pode realmente rir disso. Você pode, no entanto, antecipar os mesmos erros estúpidos e reservar tempo para corrigi-los. Quando não tiver que fazer isso, será uma agradável surpresa. Se tiver, é apenas uma outra tarefa em sua lista. Também, se você tiver controle, delegue a esse colega trabalhos que ele já conseguiu fazer sem grandes falhas antes. No final, se você não pode trabalhar facilmente com ele, você deve encontrar maneiras de contornar os problemas. E rir, porque você pode muito bem se aproveitar da estupidez se você precisa aguentá-la. [LifeHacker]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

3 Comentários

Envie um comentário

Leia o post anterior:
131218100227-large
Cientistas “imprimem” células do olho

Uma equipe de cienti...

Fechar