Como o conceito de beleza feminino mudou nos últimos 100 anos

Conceitos de beleza são flexíveis e se alteram com o tempo. O que em um ano é considerado bonito, seja na moda, na decoração da casa ou nos modelos de carro, no outro pode ser visto como cafona ou simplesmente feio. Infelizmente, o mesmo parece acontecer com a visão de beleza do corpo feminino.

Em alguns casos, o contraste entre as décadas é chocante, indo de um extremo cheio de curvas para o outro com linhas retas e um certo ar infantil. Ou seja: a mulher considerada maravilhosa em uma década já perdia esse status poucos anos depois. Por isso, a conclusão é: ame o seu corpo e seja saudável, sem se preocupar com a moda do momento.

Confira as transformações através das décadas do século XX:

1910:


A Gibson Girl foi o primeiro ideal de beleza feminino nos EUA. A figura foi criada pelo artista Charles Gibson, e apareceu em revistas. Era alta e magra, mas com formas, e usava espartilho. Tinha olhos grandes, mas nariz e boca delicados.

1920:


Com o aumento das sufragistas, a moda mudou e os espartilhos ficaram para trás, dando lugar aos vestidos curtos soltinhos. Era a moda das melindrosas, a geração entre guerras. O cabelo utilizado era o Chanel.

1930:


As curvas voltaram nesta década e Jean Harlow era o ícone da época. Ela era chamada de “bomba loira platinada”, e foi uma das primeiras grandes loiras de Hollywood.

1940:


As silhuetas eram muito valorizadas nesta década, e a figura de ampulheta era vista nos vestidos e maiôs. Com sua independência e personalidade forte, Katherine Hepburn ficou conhecida como Screen Queen da década de 1940.

1950:


Quanto maior, melhor. Esta era a visão de beleza da década de 1950, época em que tabletes para ganhar peso chegaram às farmácias e mercados dos EUA. Marilyn Monroe e Elizabeth Taylor eram símbolos da década.

1960:


Se 1950 foi o ano em que todas as mulheres queriam ganhar peso, 1960 foi, obviamente, o ano em que as mulheres eram pressionadas a serem magrinhas e pequenininhas. Esse tipo de corpo foi chamado de petite. A supermodelo Twiggy ajudou a popularizar o look.

1970:


Ombros largos e quadris pequenos foram valorizados nesta década de rainhas das discotecas como Farrah Fawcett.

1980:


Esta foi a década das supermodels altas, atléticas, com pernas longuíssimas. Elle MacPherson e Linda Evangelist foram algumas modelos que fizeram sucesso na época.

1990:


1990 foi a década que valorizou um look mais andrógeno. Kate Moss e Jodie Kidd foram conhecidas por um visual de “heroína chique”.

2000:


Esta década valorizou músculos abdominais à vista e bronzeados falsos. Christina Aguilera e Britney Spears representam a década. [Bored Panda]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (14 votos, média: 3,93 de 5)
Curta no Facebook:

Uma resposta para “Como o conceito de beleza feminino mudou nos últimos 100 anos”

Deixe uma resposta