Comportamento saudável pode depender das influências que uma pessoa tem

Publicado em 29.06.2011

Uma nova pesquisa sugere que a saúde de uma pessoa pode depender dos hábitos alimentares e de exercício das pessoas que ela vê ao seu redor todos os dias.

Os resultados mostram que comportamentos saudáveis são fortemente influenciados por normas sociais dentro de uma comunidade ou grupo social. As normas sociais, ou o que as pessoas percebem como um comportamento aceitável, podem influenciar as pessoas a comer bem e manter a forma, independentemente de receberem incentivo para fazê-lo dos amigos e familiares.

Estudos anteriores já haviam sugerido que os amigos podiam moldar a saúde das pessoas. Por exemplo, a obesidade se “espalha” entre os semelhantes. No entanto, muito desse trabalho anterior não levou em conta o apoio social, que é a consultoria, assistência e aclamação geral da família e dos amigos.

Os pesquisadores examinaram estudos sobre comportamentos de saúde de 3.610 mulheres entre as idades de 18 e 46 anos, na Austrália. Para avaliar a influência das normas sociais, eles observaram as respostas das mulheres a declarações como “Eu vejo com frequência pessoas caminhando no meu bairro” e “Eu sei que muitas mulheres comem alimentos saudáveis quando jantam fora”.

Para avaliar o apoio social, foi questionado às mulheres quão frequentemente os membros de sua família praticaram exercícios junto com elas, ou as encorajaram a serem ativas e a comerem alimentos com pouca gordura.

Mulheres que afirmaram ver muitas vezes pessoas se exercitando e caminhando em seus bairros foram mais propensas a se exercitar e a caminhar também. Já as mulheres que disseram que conheciam muitas pessoas que tomavam refrigerantes e comiam fast food tinham mais probabilidade de beber e comer esses alimentos não saudáveis também. Os resultados se mantiveram independentemente de as mulheres receberem incentivo saudável da família ou dos amigos.

Segundo os pesquisadores, o desejo de ser aceito pode ser o que leva as pessoas a imitarem os comportamentos. Para “se encaixar” em um grupo, as pessoas fazem o que as outras pessoas em sua comunidade estão fazendo.

Mulheres que disseram ver frequentemente outros se exercitando e tendo hábitos alimentares saudáveis podem ver esses exemplos como socialmente desejáveis. Porém, alertam os pesquisadores, também é possível que mulheres com hábitos e práticas saudáveis simplesmente sejam mais propensas a entrar em contato com outras pessoas que se comportam da mesma maneira.

Ainda assim, os cientistas acreditam que os hábitos saudáveis podem ser “contagiosos”. Se as pessoas em torno de você comerem bem e se exercitarem, você pode ser mais propenso a praticar esses comportamentos também.

A descoberta sugere que as campanhas de saúde, para serem eficazes, devem visar a alteração de normas sociais, como anúncios que defendem o exercício, promovendo comportamentos saudáveis. Quanto mais informações forem expostas, mais as pessoas são propensas a mudar sua percepção do quão importante esse comportamento saudável é.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

1 comentário

Envie um comentário

Leia o post anterior:
elefant
Elefantes podem ter, em breve, mesmo fim que mamutes: extinção

Construção de novas ...

Fechar