Internet foi ‘inventada’ em 1934?

Publicado em 13.06.2012

A internet – o conceito de internet, claro, não a World Wide Web (WWW) como a conhecemos e utilizamos – parece ter sido inventada há quase um século, em 1934, pelo belga Paul Otlet. A ideia do sujeito era conectar o mundo com os fios e ondas de rádio para mais do que apenas novelas e falação de radialistas. Digamos que sites como Wikipédia e Google estavam na cabeça dele, já naquele tempo.

Na imaginação do inventor, a internet seria usada para conectar o mundo a uma grande livraria, e as informações e páginas seriam passadas através de ondas de rádio, pelos fios. Isso substituiria a necessidade do livro físico – que é o que nossos sites, tablets e iPods fundamentalmente fazem.

Obviamente o que usamos é um tanto diferente, tendo como origem mais direta um grupo de cientistas que trabalhava para o exército americano durante a década de 60.

A lembrança do visionário Otlet veio no último Festival Mundial da Ciência, em Nova York. Outra discussão interessante foi a comparação entre a inteligência do Google e um rato, feita pelos cientistas Yann LeCun e Josh Tenenbaum.

Apesar de todo o crédito dado ao site de pesquisas e à própria internet, nós não estamos nem perto de uma “inteligência artificial”. Isso porque nossa tecnologia ainda não é capaz de pensar (bem) por conta própria, nem compreender, e sim apenas fazer o que é programada, por comandos de teclas ou de voz.

De acordo com os pesquisadores, mesmo o nosso mais poderoso supercomputador tem a inteligência próxima a de um inseto. Estamos ainda bem longe dos ratos.

Mesmo robôs equipados com aparatos de reflexão ainda não são confiáveis. Eventualmente o seu sistema de inteligência artificial acaba se mostrando falho. Os pesquisadores comentaram o exemplo de um robô treinado para identificar objetos ao seu redor. Mas volta e meia ele classificava um ser humano como uma árvore.

Para finalizar, eles compararam a grandeza do cérebro humano com os nossos computadores mais modernos. Nossa “máquina” faria cerca de um quintilhão de operações a cada segundo. Para que você consiga visualizar esse número: 1,000,000,000,000,000,000.

Os palestrantes afirmaram que, da maneira como estamos evoluindo hoje, talvez tenhamos computadores com essa capacidade entre 30 e 100 anos. [TechNewsDaily]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

3 Comentários

  1. Uma INSTIGANTE matéria, que nos mostra, que o poder de sonho e previsão da mente humana, são enormes e existem desde sempre. Por favor, CORRIJAM esse número:Em um NÚMERO QUALQUER, SÓ PODE existir, QUANDO FOR NÚMERO FRACIONÁRIO, uma ÚNICA VÍRGULA.No caso ESPECÍFICO desse número, QUINTILHÃO, ele seria DIGITADO, sem NENHUMA vírgula, pois é número INTEIRO, apenas ESPAÇOS separando os grupos de 3 algarismos, para tornar mais fácil a leitura do mesmo.

    Thumb up 1
  2. Claro que a ideia de internet já devia existir, ou a interligação de informação digitalmente pelo planeta, não deveria era existir capacidade de processamento para tal, uma vez que foi criada na prática em 1969, já deveria existir a ideia a algum tempo.

    Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
GammaRayBurst
Radiação espacial está causando câncer em crianças?

Um novo estudo da Un...

Fechar