Crianças fumantes passivas têm maior risco de infecção

Publicado em 4.06.2008

Revista HypeScience

Crianças que são fumantes passivas cedo possuem mais risco de serem hospitalizadas por infecções do que aquelas criadas em um ambiente livre de cigarros, disseram pesquisadores.

null Encaminhe este artigo para pais fumantes (você pode enviar de maneira anônima, se preferir)

O risco de ser hospitalizado foi maior entre bebês de seis meses ou menos, mas o risco aumentado persistiu até que as crianças completavam oito anos, segundo o Dr. M. K. Kwok da Universidade de Hong Kong e seus colegas. Crianças que haviam nascido prematuras ou com baixo peso eram particularmente vulneráveis.

Parar de fumar é contagioso

A descoberta sugere que o fumo passivo não é apenas danoso para o trato respiratório infantil, mas para seus sistemas imunológicos também.

Hong Kong proibiu fumar em locais públicos em 2007, mas bebês e crianças ainda estão expostos à fumaça em casa. Apesar dos riscos do fumo passivo para o sistema respiratório infantil em desenvolvimento, pouco era conhecido sobre seu impacto nos riscos de infecção.

Para investigar, os pesquisadores seguiram um grupo de crianças nascidas em 1997 até completarem oito anos de idade. Quase 42% das crianças eram expostas à fumaça de cigarro em casa.

Crianças que estavam a três metros de fumantes em qualquer ponto dos seus primeiros 18 meses de vida tinham 14% mais chances de serem hospitalizadas por causa de qualquer infecção até completarem oito anos, descobriram os pesquisadores.

Crianças ‘maneiras’ ajudam colegas a não fumar

A grande diferença foi encontrada entre os menores. Um a cada três bebês foram hospitalizados por causa de uma infecção antes de completarem um ano. A exposição durante os primeiros três meses de idade teve o efeito mais potente.

Prematuros e bebês nascidos com baixo peso pareciam ser mais vulneráveis aos efeitos do fumo passivo, por períodos mais longos de tempo; eles tinham o dobro das chances de serem hospitalizados por causa de uma infecção antes de completarem oito anos do que crianças não expostas ao tabaco.

Teste de rugas pode impedir venda de cigarros

“Este estudo adiciona evidências de uma janela de maior vulnerabilidade à exposição ao fumo passivo na primeira infância, que se estende a todas as doenças infecciosas e não apenas a doenças e infecções respiratórias”, os pesquisadores concluíram. [Fonte]

» 5 Passos para parar de fumar definitivamente

Autor: Alessandra Nogueira

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
5-caverna
As 7 mais estonteantes cavernas do mundo

Conheça as sete exce...

Fechar