Descoberta da AIDS completa trinta anos, mas a doença existe há mais de cem

Publicado em 24.04.2011

O primeiro caso de AIDS identificado no mundo ocorreu em junho de 1981, com cinco jovens homossexuais em Los Angeles (EUA). O acontecimento fará aniversário de trinta anos daqui a menos de dois meses. Apesar disso, já se descobriu que o vírus HIV circula entre os seres humanos há mais de cem anos. Uma dúvida freqüente da ciência é justamente o motivo pelo qual a medicina demorou mais de sete décadas para identificar corretamente o vírus da AIDS.

O caso dos rapazes de Los Angeles foi inicialmente identificado como pneumonia. Três meses depois do primeiro diagnóstico, exames revelaram a presença de um retrovírus que ataca diretamente as células do sangue. Quando foi mais bem conhecido, o vírus foi nomeado “human imunodeficiency virus”, o HIV.

Pouca gente conhece o SIV (simian imunodeficiency virus), que é um “equivalente” entre os macacos do causador da AIDS. A teoria mais aceita para o surgimento da AIDS entre os humanos é que o vírus ingressou na nossa espécie a partir de aldeias no Oeste da África, que se alimentavam de macacos.

Duas amostras de sangue, coletadas há 50 anos (mas analisadas apenas em 2008), deram essa resposta. Na República Democrática do Congo (RDC, ex-Zaire), examinaram uma amostra de 1959 e outra de 1960, e ambas continham o vírus. Observando os genes contidos no sangue, remontaram o surgimento do vírus entre 1902 e 1921, ou seja, no mínimo há 90 anos já havia portadores do HIV.

A partir dessas amostras e de exames subseqüentes, foi possível traçar o provável caminho que o HIV percorreu pelo mundo. Deixando a África Subsaariana, migrou com algum viajante para o Haiti, e chegou aos Estados Unidos em 1969, onde seria descoberto doze anos depois. É a baixa ocorrência do vírus, segundo um cientista britânico, o que explica a demora da ciência em descobrir o vírus. Estima-se que apenas 4000 pessoas continham o vírus em toda a África no início dos anos 60, data das amostras, ou seja, foi como uma agulha no palheiro encontrar duas pessoas portadoras entre milhões de amostras.

Os cientistas admitem, de maneira geral, que não seria mesmo fácil detectar o vírus HIV. Quando os quatro jovens em Los Angeles foram identificados como portadores em 1981, já havia nada menos do que 100.000 casos não esclarecidos da doença só nos Estados Unidos. Na África, onde a medicina ainda é bem mais atrasada hoje, imagine há cinquenta anos, não é surpresa que o HIV tenha passado setenta anos sem ser identificado. [New Scientist]

Autor: Bruno Calzavara

Bruno Calzavara é recém-formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e está de volta à equipe do Hype após dois anos. Adora todos os esportes, exceto futebol. Gosta de chocolate e de sorvete, mas não de sorvete de chocolate.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

16 Comentários

  1. o meu avo descobriu um medicamento , tanino extraido da guazulma ulmifolia , que fazia a inibiçao da transcriptase reversa do virus da febre amarela , eu dr paulo estou pesquisando a utilizaçao para o virus do hiv , ja que todos as pacientes tratados para febre amrela tiveram cura de cem por cento

    Thumb up 6
    • Ja publicou algo? Qual sua universidade? Quem é seu orientador?

      Thumb up 0
  2. o hiv e um predador perfeito, afinal usa taticas de contaminaçao poderosissimas , o desejo dos seres humanos , as dicas para voçe fechar o seu corpo e , use camisinha , arrume uma parceira ficça ,se for a uma festa e estiver pensando em transar evite beber demais , as vezes depois de umas dez cervejas fazemos loucuras ,bom pode ser loucura mas eu tinha medo ate de sair por ai beijando quem encontrace pela frente , e si …. ? temos que escovar os dentes todos os dias e frequentemente erramos a escovaçao e causamos ferimentos nas gengivas que sangrao dai , na hora da sucçao do beijo pode ocorrer uma tranfuzao de salivas e de sanque tambem fique ligado nas coisas sinples , mas para quem tem eu tenho certesa que estamos perto de uma cura , se voce adquiriu aids hoje e se cuidar direitinho voçe tera uns vinte anos de vida , e hoje com os equipamentos modernos laboratoriais e conputadores vai agilizar a cura ,e voçe se livrara deste mal acredite .

    Thumb up 2
  3. Existe ainda uma disseminação da SIV por volta de 1920 por um médico russo que transplantava glândulas de macacos para seres humanos.
    Dr. Voronoff, russo, naturalizado francês que criou um suposto método de rejuvenescimento com glândulas de macacos como relata em seu livro “a conquista da vida”; o transplante das glândulas sexuais e da tireóide traria de volta o vigor e faria a pessoa rejuvenescer mas a idéia original era de usar glândulas humanas mas além de ser proibido na França e em outros países (além de criar um mercado negro…), ele resolveu por criar macacos para servir de doadores…

    Em 1928 esteve no Brasil para fazer uma série dessas operações, onde muitos morreram por rejeição ou por outros problemas. Muitos dos macacos usados eram da mesma região onde havia o SIV… Passando para os humanos que veio a ser o HIV…

    http://en.wikipedia.org/wiki/Serge_Voronoff

    Thumb up 1
  4. se vc pegar este lacinho e bota-lo de ponta cabeça ele vira um forca.
    a aids passou a existir depois que inventaram o sexo anal a prova é que o vírus transmissor encontra-se em maior concentração no reto e intestinos do sujeito(a).

    Thumb up 0
  5. Sempre tem a gale.rinha da política de conspiração. Impressionante…

    Que provas vocês têm disso, hein?
    Quer dizer que as análises acima, enganam cientistas, estudiosos e doutores no assunto no mundo inteirinho, mas claro que não enganam a rapa.ziada esper.ta que sabe tudo sobre as diabó.licas teorias de conspiração.

    Aí gale.rinha do terror, porque vocês não se voltam para escrever livros de ficção? Vão ficar ricos…

    Thumb up 1
    • Olá a todos !
      Eduardo, é apenas uma opinião, assim como a sua.
      Eu não tenho provas do que disse, e voce, tem ??
      Abraços

      Thumb up 2
  6. Olá a todos !
    Compartilho com a opinião de que o HIV foi criado em laboratório como parte de um programa de guerra biológica.
    Só que algum acidente aconteceu e o vírus se espalhou.
    Esta hipótese nega, portanto, a outra de que o vírus é centenário …
    Abraços a todos !

    Thumb up 2
  7. Se o homen conseguiu ir a lua, ja andou pertinho de varios planetas, nao acredito que nao saiba matar esse virus maldito, é que vai ficar muita gente pobre e desempregada com a cura, entao deixa eles ganharem dinheiro com a desgraça dos outros, um dia chega o dia deles.

    Thumb up 5
  8. Este vírus foi proposital, só não esperavam que o feitiço virace contra o feiticeiro.

    Thumb up 9
  9. Eu estou convicto que esse vírus maldito foi produzido em laboratório e agora, fica quase impossivel o antidoto para a cura, uma vez que os lucros com esse mal são faraônicos.

    Thumb up 11
  10. Não tinha sido descoberto antes porque os casos ocorriam num país subdesenvolvido. Quem liga pra África? Os EUA? haha

    Thumb up 14

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Tummy of a Pregnant Woman
Antidepressivo na gravidez: tomar ou não tomar?

A ciência ainda não ...

Fechar