Dieta de dois dias pode ajudar emagrecer

Publicado em 6.08.2013

dieta-de-dois-dias-mini-jejum

Esta não é uma dieta de desintoxicação, nem uma versão extrema de restrição calórica. A estratégia da dieta de dois dias, também chamada “dieta 5×2″, é suportar um mini jejum dois dias por semana.

Isso não significa morrer de fome. Pelo contrário, implica reduzir o consumo calórico durante dois dias da semana até a faixa entre 500 e 1.000 calorias. E a ideia dieta de dois dias com mini jejum alternado parece ganhar força.

Uma versão da dieta de dois dias está se tornando popular graças ao um médico e jornalista britânico Michael Mosley, que escreveu um best-seller chamado “The Fast Diet” (“A Dieta do Jejum”) e também produziu um documentário sobre o assunto.

E há outras obras populares sobre o tema. Tomemos, por exemplo, “The 5 x 2 Diet Book” ( “O Livro da Dieta 5 x 2”), segundo o qual você pode aumentar seu poder cerebral e transformar sua saúde, comendo como um rei durante cinco dias cada semana e jejuando nos outros dois.

Com tanta badalação, pode ser que você esteja um pouco cético em relação a essa dieta de dois dias, então vamos decifrar a ciência por trás desses regimes. A primeira parada é Baltimore, principal cidade do estado de Maryland, EUA, mais especificamente no Instituto Nacional de Envelhecimento. É lá que o pesquisador Mark Mattson tem realizado uma série de estudos pioneiros com animais. Ele está interessado em saber como limitar calorias pode evitar o aparecimento de doenças relacionadas ao envelhecimento.

Mattson descobriu que o jejum alternado em roedores parece melhorar seus níveis de açúcar no sangue, o que aumenta o desempenho em tarefas cognitivas e ajuda a mantê-los magros. “O resumo da história é que o jejum alternado faz um bom trabalho ao permitir que os animais mantenham um baixo peso corporal”, conta Mattson.

O próprio cientista segue uma versão da dieta de dois dias durante vários anos. Sua intenção não é perder peso, uma vez que ele já é muito magro. Em vez disso, ele diz jejuar por cerca de 18 horas todo dia, várias vezes por semana, porque faz com que ele se sinta melhor. “Minha mente fica mais focada”, relata. “E me deixa mais produtivo”.

Então, qual é a evidência de que essa dieta de dois dias funciona em pessoas que estão tentando perder peso?

A prova mais convincente vem de um estudo feito em Manchester, Inglaterra, alguns anos atrás. Cerca de 100 mulheres, todas acima do peso, foram convidadas a seguir uma dieta em que, durante cinco dias por semana, comeram uma dieta padrão mediterrânea. Nos outros dois dias, eles consumiram uma dieta de baixa caloria de proteína magra e quase sem carboidratos.

No final do estudo, as mulheres nessa dieta de dois dias perderam significativamente mais peso em comparação com as mulheres que tinham tentado restringir as calorias durante toda a semana. E, além disso, seus níveis de insulina também melhoraram. “O momento mais difícil foi no primeiro dia de mini jejum [o de nível baixo de carboidrato], no meio da manhã”, diz Jane Whyatt, uma das participantes do estudo.

Ela relata que antes da dieta de dois dias começar, havia desenvolvido alguns maus hábitos alimentares e se acostumado a comer muito fora de casa, uma vez que possuía um trabalho que exigia constantes viagens. “Eu não acho que eu comia demais, mas eu de fato tinha engordado cerca de 13 quilos em um curto período de tempo”, lembra.

A dieta de dois dias ajudou a perder cerca de 6 quilos durante quatro meses. Anos mais tarde, ela manteve o peso e ainda está seguindo este padrão de alimentação. “Para ser honesta, você realmente quer continuar o regime, porque você se sente muito revigorada e saudável”, opina Whyatt. “E isso é algo que você pode fazer, realmente, durante a vida inteira”.

Michelle Harvie, nutricionista e pesquisadora do Centro da Mulher, em Manchester, Inglaterra, que dirigiu o estudo, diz que muitas pessoas parecem ser capazes de manter a estratégia de regime do 5 x 2, suportando intervalos de mini jejum. “Nós sabemos que as pessoas lutam com dietas diárias”, diz ela. “Por isso, o nosso interesse em dietas de dois dias”. Harvie ressalta que, uma vez que as pessoas que seguem o regime se acostumam com os dois dias com a dieta de baixa caloria e pouco carboidrato, elas parecem adotar o hábito de comer menos em geral.

Harvie espera realizar mais pesquisas para estudar os efeitos a longo prazo da dieta. Ela recentemente publicou os resultados de sua pesquisa em um novo livro, “The 2-Day Diet” (“A Dieta de 2 dias”). [NPR]

Autor: Bruno Calzavara

Bruno Calzavara é recém-formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e está de volta à equipe do Hype após dois anos. Adora todos os esportes, exceto futebol. Gosta de chocolate e de sorvete, mas não de sorvete de chocolate.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
tonedeaf
Por que a voz soa diferente quando a ouvimos em uma gravação?

Parece diferente, ma...

Fechar