Cientistas filmam dinoflagelado caçando presa com “arpão”

Uma equipe internacional de pesquisadores filmou pela primeira vez um organismo unicelular, um dinoflagelado, usando uma organela como um arpão para capturar sua presa. No artigo publicado na revista “Science Advances”, a equipe de pesquisadores do Canadá, Japão e Alemanha descreve como eles conseguiram capturar as pequenas criaturas em ação e o que aprenderam vendo-as interagir com a presa.

Estranha vida encontrada presa dentro de cristais gigantes

Os cientistas descobriram que dinoflagelados – criaturas unicelulares marítimas que servem de alimento para organismos maiores – são mais complexos do que se pensava, explica o portal Phys.org. Pesquisas prévias mostraram que um tipo deles, o Polykrikos kofoidii, tem uma organela que funciona como um dardo com uma linha de reboque que atira nas presas para capturá-las – como um arpão ou uma vara de pescar.

No novo estudo, os pesquisadores encontraram uma maneira de registrar a pequena criatura enquanto usava sua arma. Eles também desmontaram o minúsculo arpão para poder analisá-lo sob um microscópio e encontraram uma estrutura de três anéis que parecia servir como um bocal para ejetar o arpão. Os pesquisadores queriam saber mais sobre como o mecanismo funciona e se ele sugere que essas criaturas podem ser parentes distantes do filo cnidaria, que inclue criaturas como medusas e corais.

Esta bactéria de 2,5 bilhões de anos existiu antes da formação do oxigênio

Ao analisar a organela, os pesquisadores descobriram que ela é composta por três partes: um dardo, que é a parte disparada contra a presa; um nematocisto, que é um dardo maior e tem um tubo ligado a ele que funciona como uma agulha hipodérmica, injetando uma substância desconhecida na presa. A outra parte é uma linha de reboque que o Polykrikos kofoidii usa para puxar a presa para si após acertá-la.

A equipe também fez estudos de DNA sobre as criaturas para aprender mais sobre sua relação com outros organismos marinhos. Eles encontraram pouca relação entre eles e os cnidários – o que sugere que a similaridade na configuração dos arpões é pura coincidência.

Cientistas criam microscópio com resolução de 50 nanômetros

Os pesquisadores também descobriram que outro dinoflagelado, o neatodinium, tem uma arma que eles descreveram como um tipo de metralhadora, disparando vários nematocistos.

A equipe observa que, apesar dos diferentes tipos de “armamento”, as estruturas semelhantes a um bocal eram parecidas nos dois tipos de dinoflagelados, unindo sistemas tão diferentes em criaturas que supostamente são da mesma linhagem. [Phys.org]

Você pode ver uma matéria da “Science” sobre o estudo no vídeo abaixo (em inglês). A ação do dinoflagelado aparece a partir de 1:05:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,00 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta