Dores lombares: causas, alívio e tratamento

Publicado em 11.02.2014

dores lombares causas e alívio

Sabe aquela dorzinha chata que às vezes aparece na parte inferior das costas, na região lombar? Todo mundo já sentiu alguma vez na vida. E, se não sentiu, você não perde por esperar. Isso porque as tais “dores lombares” está cada vez mais famosa nos consultórios médicos – a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que 85% da população sofrem ou vão sofrer deste incômodo.

Nossa bola de cristal está um pouco preguiçosa hoje, então não temos como prever se você vai entrar nessa estatística. Mas, se você souber quais são as principais causas, pode encontrar caminhos para passar bem longe desse mal.

Principais causas de dores lombares

As dores lombares ocorrem quando alguma coisa não vai bem com a coluna vertebral. Geralmente, isso acontece quando um músculo ou nervo foi torcido ou estirado. Além disso, os discos intervertebrais, que ficam entre os ossos da coluna e são responsáveis pela nossa mobilidade, tendem a se desintegrar conforme a idade vai chegando, o que diminui a capacidade de absorção de impacto que a sua lombar tinha quando você era criança.

Às vezes, uma pressão sobre os nervos da coluna também pode dar uma sensação de queimação, o que causa dor.

Ou seja: basicamente tudo relacionado a hérnia de disco, artrite, estiramento na coluna (também conhecido como estenose espinhal) e escoliose (problema na curvatura da coluna) pode acabar levando a culpa por uma dor lombar.

Mas como é possível judiar tanto assim da coluna?

Sim, a nossa coluna sofre. E muito mais do que você imagina. Os músculos da coluna podem ficar doloridos por conta de uma série de movimentos errados e/ou contínuos que fazemos no dia a dia e, pior: sem perceber. Por exemplo:

  • Levantar peso de forma errada;
  • Ficar muito tempo sentado e na postura errada;
  • Dormir de mal jeito;
  • Sedentarismo, excesso de peso, gravidez e estresse também estão relacionados entre as principais causas.

Alívio e Tratamento para dores lombares

A boa notícia é que existe solução para a chata dor nas costas.

Se você sentir algumas pontadas ou dores após uma lesão, o indicado é fazer um bom repouso de um ou dois dias e tomar analgésicos. Depois, é só voltar para suas atividades normais.

Exercícios e alongamentos lombares também são muito eficientes para aliviar as dores.

Agora, se as suas dores lombares forem daquelas persistentes, procurar um médico especialista é sempre a melhor alternativa. Ele irá indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Por fim, é interessante saber que estudos recentes mostram que exercícios específicos voltados para a coluna podem reduzir significativamente a dor em pacientes cuja a causa não é especificada. Outros também comprovaram que a massagem é uma excelente aliada no combate à dor lombar. E, em 2013, uma pesquisa publicada no Clinical Journal of Pain descobriu que a terapia cognitivo-comportamental, que ajuda a treinar pacientes a lidar com a dor, também leva a melhorias significativas.

Prevenção

Já ouviu aquela história de que a melhor defesa é o ataque? Esse com certeza é um desses casos.

Se você não pretende passar momentos incômodos na companhia da chatíssima dor lombar, o mais recomendado é que você mantenha boa postura – tanto para andar, sentar e até para dormir. E faça alongamentos antes de começar atividades físicas ou levantar grandes cargas de peso. Os efeitos podem até não ser comprovados, mas uma coisa a gente garante: você não perde nada em tentar. [LiveScience]

Autor: Gabriela Mateos

é publicitária e não passou sequer um dia de seus 25 anos sem procurar alguma coisa nova para fazer.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

4 Comentários

    • Um médico especialista em coluna. Não achei nenhum nome para esta especialização…

      Thumb up 0
    • E certamente a evolução não nos preparou para o “sentadismo” que, ao menos no meu caso, parece ser a maior causa de dor lombar.

      Thumb up 12

Envie um comentário