Encontrado o “gene da enxaqueca”

Publicado em 31.08.2010

A medicina já conseguiu, nos últimos anos, descobrir com grande precisão quais são as causas, os sintomas e os melhores tratamentos para combater a enxaqueca, problema neurológico que afeta 20% das pessoas em algum momento de suas vidas. Mas pouco se sabe sob as origens genéticas da enxaqueca. Um instituto de saúde da Grã-Bretanha resolveu ir mais a fundo nessa questão, e acabaram detectando, afinal, o que liga nosso DNA à chance de contrair enxaqueca.

Os pesquisadores descobriram que certa variante de DNA aumenta o risco para pacientes desenvolverem enxaqueca. Esta variante codifica (ou seja, passa as informações para a produção) uma proteína que regula o glutamato (ou ácido glutâmico), um aminoácido que atua entre os neurônios. Até aí tudo bem. O problema, no entanto, a acumulação de glutamato entre as células nervosas pode ser um fator determinante na enxaqueca, já que pode desencadear o início de ataques esporádicos.

Os cientistas descobriram que esta variante de gene, identificada no estudo, também muda a atividade de outros genes, inclusive um previamente ligado a doenças como a epilepsia e esquizofrenia. Portanto, a informação relevante que os pesquisadores descobriram foi: a prevenção do acúmulo de glutamato pode ser a chave para prevenir enxaquecas.

Foram comparados os genes de mais de 50 mil pessoas (incluindo pessoas que sofrem de enxaqueca e as que não têm nenhum tipo de problema dessa natureza) da Finlândia, Alemanha e Holanda – ou seja, países onde não há muitas doenças mais graves que enxaqueca.

O início da enxaqueca geralmente acontece na puberdade. Apesar de ser mais comum entre pessoas com idades entre 35 e 45, ela pode afetar intensamente pessoas mais jovens também. Náuseas e sensibilidade à luz e som são sintomas corriqueiros. A importância desses estudos está principalmente na prevenção de tais sintomas, já que o gene de uma pessoa pode “prever” se ela tende a ter enxaqueca no futuro. [Live Science]

Autor: Rafael Alves

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

5 Comentários

  1. a natureza é perfeita muito mais do que podemos imaginar, pois essa enfermidade assim como todas as outras são ferramentas de aprendizado e cabrestos para segurar nossos instintos, dando oportunidade para que a inteligencia se aprimore.

    Thumb up 2
    • Comentário estúpido. Ter dores de cabeça 3x por semana não tem contribuído em nada para o desenvolvimento da minha inteligência.

      Thumb up 1
  2. Se o gene existe e é accionado, é porque algo está mal. E se está mal, é preciso tratar. Se estivermos mentalmente cansados e não dermos por isso, podemos ao fim de algum tempo cair inanimados sem darmos por isso. Por isso esse gene deve ser accionado para que o ser descanse.

    A natureza é perfeita!

    Thumb up 2
  3. Tomara que consigam a solução rapidamente….sei o que é sofrer de enxaqueca. Mas descobri que o fígado também é responsável por ela….enfim, aguardemos!

    Thumb up 3

Envie um comentário

Leia o post anterior:
psp
Mineiros presos no Chile vão receber PSPs para “escapar à realidade”

Levando em conta o t...

Fechar