Estômagos podem explodir depois de comer muito?

Publicado em 27.11.2011

“Eu comi tanto que parece que vou explodir!”. Você certamente já ouviu essa frase de alguma pessoa que se empolgou muito em uma farta refeição. Mas será que é realmente possível comer a ponto do estômago estourar? Sim, por incrível que pareça, mas é um evento raríssimo.

Vários relatórios ao longo dos anos já documentaram casos de pessoas que literalmente comeram até a morte, ou pelo menos chegaram bem perto disso. Médicos japoneses relataram em 2003 que um homem de 49 anos morreu após comer descontroladamente, o que causou uma ruptura de seu estômago.

Normalmente, o estômago pode armazenar cerca de um ou 1,5 litros de alimento – esse é o ponto que você pode chegar se exagerar, até se sentir nauseado. Relatórios patológicos indicam que o estômago pode suportar até três litros, e a maior parte dos casos de ruptura costumam ocorrer quando uma pessoa está com cerca de cinco litros de alimentos ou líquidos no estômago. Em um assustador caso, uma mulher morreu com 12 litros de material no estômago.

É necessário um grande equívoco na digestão para substituir o reflexo normal do vômito pela vontade de continuar a comer (e comer e comer), razão pela qual, não surpreendentemente, os relatórios de ruptura de estômago causada por excesso de alimentação são mais comuns em pessoas com algum tipo de transtorno alimentar ou mental.

As respostas do corpo de pessoas que tem hábitos alimentares incomuns não são normais. Em algumas pessoas, os reflexos naturais do corpo são ignorados ou maltratados por tanto tempo que o vômito não acontece mais no momento apropriado. E uma vez que o estômago chega a um ponto extremamente distendido, os músculos ficam muito esticados para serem fortes o suficiente para colocar o alimento para fora.

E falando em estômago forte, é melhor ter um para ler esse parágrafo. Se o vômito não acontece, todos os alimentos e líquidos ainda tem que ir para algum lugar. O crescente volume de coisas no intestino exerce pressão sobre as paredes do estômago, tanto que o tecido enfraquece causa uma ruptura, enviando o conteúdo do estômago para o corpo e causando infecções e dor. Nesse ponto, a intervenção cirúrgica é necessária para reparar uma ruptura no estômago e salvar a vida do paciente.

Outros casos de ruptura espontânea do estômago aconteceram em indivíduos com Síndrome de Prader-Willi, uma doença congênita que se caracteriza, entre outras coisas, pelo desejo intenso por alimentos, resultando em ganho de peso incontrolável e obesidade mórbida. Um estudo de 2007 que examinou as mortes de 152 indivíduos com a doença mostrou que 3% das mortes estavam relacionadas com a ruptura gástrica e necrose.

Ok, estômagos realmente podem explodir. Mas não se preocupe, pois isso provavelmente não vai acontecer com você. Mesmo que você comece a se sentir extremamente cheio depois de comer tantas coisas – principalmente agora, com as festas de final de ano se aproximando – você certamente ainda estará muito longe do cenário que faria com que seu estômago estourasse. [MSN]

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

15 Comentários

  1. certa vez passou um episódio no CSI miami, que um indíviduo, realmente morreu de tanto comer, ele não tinha um mecanismo que pessoas normais têm, que detecta o estômago cheio.

    Thumb up 1
  2. Eu li o texto e compreendi perfeitamente, acho que depende da atenção de quem lê para compreender.

    Thumb up 7
  3. o artigo pode ser bom …mas o texto está muito mal escrito ,isso dificulta a compreensão.

    Thumb up 0
    • O texto não está excelentemente bem escrito, mas certamente não está mal escrito, e os erros que porventura existam não comprometem a compreensão do texto.

      Thumb up 1
    • Não está mal escrito, é tradução. A maneira de escrever o q se traduz é bem diferente de um texto originalmente escrito na linguagem do autor.Existem palavras em nossa lingua q o tradutor talvez nem conheça.

      Thumb up 2
  4. Também descobri o site agr a pouco e adorei. O lado bom disso tudo-se é que tem algum lado bom – é que os indivíduos morreram felizes e satisfeitos.

    Thumb up 5
  5. Quando li o título do artigo,logo pensei que fosse mito ! Já vi casos de pessoas e animais que ”reviram” o estômago ,mas estourar não ! Santo Cristo ,que medo !

    Thumb up 4
  6. Pelo q eu entendi, pessoas q comem alem da conta tem rupturas no tecido do estomago , isso ñ é uma explosão.Então ele ñ explode e o cara morre, ele se estica como uma bola bixiga e afina a parede do estomago e ali imflama ou infecciona, quando é descoberto a tempo, faz-se uma cesáriana no comilão e tira todo o material q causou o mal, isso é coisa de pessoas c\ disturbios mentais.

    Thumb up 5
    • A morte acaba sendo causada por infecção e não pela “explosão”. Você está certa.

      Thumb up 2
  7. O que faz a pessoa comer até a morte? Só pode ser doença mesmo, pois o organismo dá todos os sinais que precisamos saber quando o estômago “está cheio”. De qualquer modo, nada exagerado presta mesmo. O corpo humano não necessariamente precisa de quantidade e sim, qualidade dos alimentos: O ideal é comer um pouco de 3 em 3 horas e claro, praticar exercícios físicos para se ter uma vida saudável!
    Ahn, descobrir agora o site, adorei! Muito informativo.

    Thumb up 3
    • nesse natal depois da ceia todos foram embora e passei o dia 25 em casa sozinha fiquei deprimida e comecei a comer o que havia sobrado da ceia , comia compulsivamente e não conseguia parar me sentia nesse estado como se meu estomago fosse estourar ate que me deu vontade de vomitar ,vomitei tanto que eu nem acreditei que aquilo tudo estava dentro de mim se eu fosse uma doente mental talvez agora estivesse morta!!!!!

      Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
STS28m3
Cientistas descobrem localização de humanos antigos a partir de dentes

Pesquisadores estão ...

Fechar