Homens com barba são mais desejados pelas mulheres? Estudos

Apesar de todas as previsões dizendo que homens de barba estavam novamente saindo de moda, as barbas ainda estão entre nós – seja no Oscar, desfilando pelas passarelas ou em caras comuns, o que levanta a questão: será que barbas são mais do que uma parte da moda?

A ciência sugere que os pelos faciais estão imbuídos de mensagens sociais e podem desempenhar um papel significativo na vida amorosa de um homem. No ano passado, pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália, decidiram explorar os pelos faciais masculinos para determinar o papel, se houver, das barbas em atratividade sexual, masculinidade e relacionamentos de curto e longo prazo.

O fim da barba está próximo

A equipe reuniu dados de 8.520 mulheres, que foram divididas em três grupos. Cada grupo de mulheres recebeu imagens de homens com graus variados de barba. As imagens, que tinham sido manipuladas pela equipe de pesquisa para mostrar os mesmos homens mais ou menos barbados, mostravam os homens com rostos limpos, com barbas leves (cinco dias de crescimento), uma barba maior (10 dias de crescimento) e uma barba espessa representando cerca de um mês de crescimento.

Em seguida, cada grupo de mulheres foi convidado a responder uma pergunta diferente sobre a atratividade sexual dos homens.

Traços sociais

O primeiro grupo classificou os rostos masculinos sem barba até os com barba de acordo com a atratividade sexual geral de cada.

O segundo grupo também classificou as fotos, mas desta vez elas foram convidadas a marcar as fotos com base na atratividade de curto prazo: qual dos homens parecia mais desejável para um caso rápido ou algo de uma noite?

O terceiro grupo avaliou os homens nas fotos com perspectivas a longo prazo: qual dos homens tinha um rosto que sugeria que ele poderia ser um bom candidato para casamento e compromisso sério?

As respostas, que foram publicadas no Journal of Evolutionary Biology, variaram dependendo do que a mulher estava procurando. No geral, as mulheres disseram que os homens mais sexys eram aqueles que ostentavam barbas grandes, seguidas de barbas curtas. Homens com barbas cheias, de muito tempo, e homens barbeados foram classificados como os mais baixos na escala de sensualidade geral.

Quanto ao tipo de homem mais atraente para uma mulher à procura de um caso de curto prazo ou de uma noite, homens com uma barba por fazer foram os vencedores, seguidos de perto por homens com as barbas mais longas, sugerindo que um visual mais desalinhado tem apelo com as mulheres que procuram diversão, mas não compromisso.

Mas quando se trata de escolher um parceiro de longo prazo, um cara com quem uma mulher pode ter bebês ou ter um compromisso, quanto mais mais barba melhor. Homens com barba grande e barba muito cheia foram os vencedores claros nesta pergunta, sugerindo que os homens que estão prontos para um compromisso podem se sair melhor se rasparem menos frequentemente os pelos faciais.

Os autores do estudo teorizam que, para as mulheres que estão à procura de um parceiro de longo prazo, a barba pode ser mais atraente, uma vez que “indica a capacidade de um macho de competir por recursos”.

Barnaby Dixson, um ecologista do comportamento humano na Universidade de Queensland, na Austrália, e co-autor do estudo de comprimento da barba, vem pesquisando as preferências de parceiros por uma década. Ele explica que ambos os sexos julgam os homens com barba como mais velhos e mais masculinos, e descrevem-nos como generosos, sinceros, trabalhadores e auto-confiantes.

Por que barba faz bem aos homens

Mas o Dr. Dixson, que usa uma barba cheia, diz que a pesquisa também descobriu que o pelo facial está associado a alguns traços anti-sociais, como agressão e dominância social. Embora esses traços possam não ser agradáveis ​​se você estiver procurando por um divertido caso, eles podem ser atraentes se você quiser um macho alfa para apoiar a sua família e afastar predadores.

Preferência em ambos os sexos

Não são apenas as mulheres que preferem machos alfa barbados – homens também preferem outros homens com pelos faciais.

Dr. Dixson e colegas perguntaram a 1.577 homens e mulheres do Brasil e da República Checa sobre pelos faciais. Comparado às mulheres heterossexuais, os homens gays tinham preferências mais fortes para os homens com mais pelos faciais.

“Homens homossexuais preferiram estímulos com mais pelos do que mulheres heterossexuais, apoiando descobertas passadas que homens homossexuais têm preferências fortes por traços masculinos”, relataram os autores.

Os brasileiros preferiam barbas maiores que os checos. Homens homossexuais preferiam homens com barbas semelhantes às suas. As mulheres checas preferiam homens com barbas semelhantes às barbas que seus pais tinham durante a infância.

Nem todo homem pode cultivar uma barba naturalmente. Como resultado disso, cada vez mais homens com rostos sem pelos começaram a procurar transplantes, de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração de Cabelo. Em 2014, o último ano para o qual os dados estão disponíveis, 13.956 homens em todo o mundo tiveram transplantes capilares para melhorar a sua barba, contra 4.707 em 2012. Os transplantes de barba são mais populares nos países asiáticos, onde quase 4.200 homens fizeram tratamentos em 2014.

A escolha dos homens de deixar ou não crescer barbas também pode depender do contexto em que vivem. Um estudo de 2016 descobriu que as barbas são mais comuns em cidades lotadas onde a renda média é menor. Neste ambiente, onde o dinheiro é escasso e há mais concorrência, os homens podem sentir que precisam aumentar sua masculinidade. Por outro lado, “quando a competição no ambiente social é reduzida e a necessidade de sinal de dominância é menos importante, os homens podem marcar a sua masculinidade raspando ou arrumando suas barbas”, escreveu o Dr. Dixson.

Homens, não se desesperem: usem essas 6 dicas científicas para conquistar as mulheres

Outro fator que influencia se os homens decidem deixar crescer os pelos na cara é a frequência de barbas em torno deles. “Quando a barba se torna muito comum, ela é menos atraente do que quando é rara”, diz Dixson. “Isso pode explicar por que as modas e as tendências de barba flutuam ao longo do tempo”.

Christopher Oldstone-Moore, autor do livro de 2015 “Of Beards and Men: The Revealing History of Facial Hair” (Sobre Barbas e Homens: A Reveladora História dos Pelos Faciais, em tradução livre), afirma que a história, mais do que a biologia, estabelece significados para os pelos faciais. “Pergunto-me se os efeitos positivos das barbas são uma questão da preferência cultural atual para barbas, e talvez a ideia de que os homens barbudos são mais maduros, confiantes e confiáveis é porque é isso que estamos tendendo a associar com barbas nos dias de hoje”, diz. “Sempre que a masculinidade é redefinida o estilo dos pelos faciais muda para se adequar”, finaliza. [NY Times]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 2,20 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta