Experiência de quase morte é produto da mente

Psicólogos da Universidade de Edimburgo e do Conselho de Pesquisa Médica de Cambridge afirmam que as experiências de sair do corpo, ou encontros com parentes mortos, são apenas enganações da mente, e não uma “experiência” com o que há além da vida.

Um dos pesquisadores, a Dra. Caroline Watt, disse que “nossos cérebros são muito bons em nos enganar”. Eles afirmam que muitas experiências de quase morte podem ser causadas pela tentativa do cérebro de dar sentido a sensações e situações estranhas, que ocorrem durante um evento traumático.

Watt, que é da Universidade de Edimburgo, comenta que “alguns dos estudos examinados mostram que muitas pessoas que experimentaram uma experiência de ‘quase morte’ não estavam realmente morrendo, apesar de a maioria pensar que estava”.

As evidências científicas sugerem que todos os aspectos desse tipo de experiência são de ordem biológica. Um dos aspectos mais comentados nessas experiências é a certeza de estar morto – mas os pesquisadores dizem que essa sensação não está limitada à experiência de quase morte.

Existe uma condição chamada “Cotard” – ou síndrome do “cadáver ambulante” -, quando uma pessoa acredita estar morta, e que acontece após situações traumáticas.

Uma experiência de sair do corpo, quando a pessoa sente flutuar sobre si mesmo, também é comum. Mas os pesquisadores suíços descobriram que tais experiências podem ser induzidas artificialmente, ao estimular uma parte do cérebro responsável pela percepção e sensação. Até o “túnel de luz”, contado pelos que viveram uma experiência de quase morte, e a sensação de felicidade e euforia, podem ser induzidos.

Em um artigo, os pesquisadores afirmaram que “se analisada em conjunto, a literatura científica sugere que todos os aspectos de uma ‘experiência de quase morte’ têm uma base fisiológica e psicológica”.

O Dr. Sam Parnia, pesquisador da Universidade Estadual de Nova York e autor do livro “O que acontece quando morremos”, afirma que toda experiência, seja de quase morte ou mesmo a felicidade, são mediadas pelo cérebro. “De fato, muitas experiências dividem a mesma região do cérebro, então não é estranho poder reproduzi-las. Mas isso não implica que a experiência não é real. Nós não dizemos que amor, felicidade e depressão são falsos”.

“Além do mais, muitas pessoas dizem ter presenciado eventos quando o cérebro não estava funcionando (como em uma parada cardíaca). Além de real para quem as experimenta, uma experiência de quase morte dá, para todos nós, um vislumbre de como é morrer”.[BBC]

Por: Bernardo StautEm: 9.11.2011 | Em Mistérios, Principal  | Tags: , , ,  
Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

274 respostas para “Experiência de quase morte é produto da mente”

  1. O fato de não ser eventualmente invalida sua alegação, o que piora quando vc alega que o mesmo não funcione sempre.
    As milhares de dúvidas a que vc se refere parecem estar restritas a sua visão distorcida sobre o que é ciência, mas por favor, mostre quais são tais “dúvidas”. Acho que vc nem de longe deu valor a meu argumento e minha demonstração de suas falácias, e que meramente faz o mesmo joguete para conseguir alguma inimizada.
    Recomendo que vc já estudar epistemologia científica e principalmente verificar a gigantesca produção de conhecimento científico que é usada pela humanidade. Isto deve bastar para ficar com vergonha do que já escreveu.
    A propósito, tente ser mais objetivo sobre o tema deste artigo, mesmo pq, vc não demonstrou qq invalidação na ideia da pesquisadora e nem o como ou pq deveriamos dar a alegações sobrenaturais qq vantagem ou privilégio no tema das alegações de quase morte.

  2. Na verdade é falaciosa sua conclusão, pois ela supõe que para o método científico valeriam as alegações de observações pessoais únicas, que são as mesmas referidas pela pesquisadora. Mas o que o método científico usa é bem diferente : é a repetição de testes para se confirmar ideias.
    A sua “lógica” acaba se resumindo a distorcer as ideias.
    O que o método científico alega, aliás, é bem diferente do que vc tenta vender. E para infelicidade de seu argumento mal acabado, o método científico funciona; vc mesmo confirma isso usando produtos que são fruto deste método científico, como a sua eletricidade, o seu computador e a internet.
    Parece que vc tem muito a aprender sobre lógica e sobre o que é ciência. Recomendo que vc leia Allan Chalmers. Vc está precisando.

  3. O tema é profundo ,mas nada que experiencias do cotidiano,nos levem ao porque das coisas,sonhos como premonição ,eu tenho observado ao logo de minha vida,a fatos corriqueiros da vida,por exemplo?Sonhar com pessoas falecidas!Gosto de assistir a videos e documentários sobre exumação ,e não é morbidez ao tema e isto sempre no limiar da sonolência,sempre sonho com velórios ,e de forma inusitada,vi me em um velório com um caixão numa sala ,e uma criança subiu em cima do mesmo na parte mais delgada do mesmo, balançando o mesmo vindo a cair e esparramar flores ,derrubando candelabros ,e o dito falecido que não vi o semblante,o cérebro capta as ultimas imagens memorizadas ,e na situação do sono o cérebro monta uma imagem bizarra a seu bel prazer ,e é também observar cães em faze de amamentação os espasmos dos mesmos em sono profundo ,rosnando ,soltando pequenos grunhidos,tudo isto quando a mente esta em estado do repouso.Façam experiencias,anotem tudo das ultimas horas ante sono, vocês irão se surpreender..Tudo não passa de lucubrações e espasmos neurais…

  4. Se o “cérebro dá sentido a sensações e situações estranhas, que ocorrem durante um evento traumático”, eu realmente gostaria de saber onde é que o cérebro das pessoas que têm estas experiências vai buscar a informação. Durante os nossos sonhos, até os mais realistas, nós vamos buscar informação às experiências do dia-a-dia,aos media, aos nossos medos e desejos,etc. Agora, porque é que o cérebro das pessoas durante as EQMs vai inventar experiências que estão completamente fora das suas experiências e conhecimentos: tais como ver um túnel ou outro tipo de passagem;um Ser Supremo de luz (que normalmente associam a Deus) ou vários seres de luz ( que normalmente associam a guias espirituais ou anjos)e sentirem-se amadas por esses seres; ver pessoas falecidas,fazer uma revisão de vida em que compreendem e sentem o mal e o bem que causaram aos outros seres (pessoas,animais,plantas,planeta terra).Como sabemos a maioria das pessoas que passa por experiências traumáticas não tem qualquer memória quando recupera a consciência, mas existe um determinado número de pessoas que se lembra de ter vivido uma experiência. Por incrível que pareça estas pessoas têm experiências muito semelhantes.Porquê? Todos nós temos sonhos(alguns bem vividos),mas as experiencias pelas quais passamos nos nossos sonhos sao muito diversificadas.Se tudo é produto do nosso cérebro, não seria de esperar que as alucinações das EQMs fossem muito diferentes entre si e refectissem experiências, desejos e medos pessoais,tal como acontece com os nossos sonhos.
    Estes cientistas até agora só induziram alguns aspectos das EQMs, nomeadamente as experiencias fora do corpo, sentimentos de euforia, felicidade e segundo eles até mesmo a visualização do túnel.Então e o resto? Nas EQMs, as pessoas não só vêem um tunel como atravessam-no e encontram-se num espaço completamente diferente do da Terra.Elas não sentem simplesmente euforia e felicidade, isso até as drogas o fazem. Elas sentem um amor incondicional que emana de um Ser de Luz. Para além disso, encontram-se com pessoas falecidas e fazem uma revisão de vida.Quando recuperam a consciência as pessoas ficam completamente mudadas, tornando-se mais altruistas, compreensivas, amorosas para com os outros e o rumo das suas vidas muda completamente(principalmente se eram pessoas materialistas). Se isto tudo é uma ilusão do cérebro, então é uma pena que a maioria das pessoas não viva na ilusão, porque acho que o nosso mundo seria um lugar muito melhor se toda a gente passasse por uma ilusão deste género. Mas a verdade é que esta experiência completa e transformadora não acontece naqueles em que a experiência é induzida artificialmente.Considero preconceituoso, quando cientistas fazem constatações e declarações “dogmáticas”,ao afirmarem que só porque algo pode ser induzido no cérebro é uma ilusão.
    Como o Dr. Sam Parnia diz “muitas experiências dividem a mesma região do cérebro, então não é estranho poder reproduzi-las. Mas isso não implica que a experiência não é real. Nós não dizemos que amor, felicidade e depressão são falsos”.A ciência é feita por cientistas. Os cientistas são humanos e como todos os humanos, os ciêntistas também podem ter preconceitos.

    • Concordo com você. E não acredito em ilusões. Da mesma maneira que nosso corpo reage à emoções, essa atividade cerebral corresponde à reação do corpo à experiência, o material físico da EQM no corpo. O problema dos cientistas de hoje em dia é o hábito de querer rotular tudo como um fenômeno casual, se abstendo ao plano físico e mental. Dizem que esses sentimentos podem ser induzidos através de certas substâncias introduzidas no corpo. Porém será que já tentaram reproduzí-las? Será que o mesmo túnel de luz seria vislumbrado?

  5. O pior de tudo é ter que ler comentários mal educados que desrespeitam a opinião e experiência alheia.
    Se a pessoa acredita em Deus ou em Dawkins o problema é dele. Prefiro o argumento daquele que tem suas próprias experiências ou opnião que daqueles que seguem modinhas (virou moda ser ateu).
    Cientista de verdade não acredita em deus mas também não descarta a possibilidade, mas o pregador do ateísmo não nada melhor que o pregador de religião, pois ficam, ambos, tentando enfiar suas convicções (baseadas em opniões alheias) na cabeça dos outros.

    • Elizeu, pq vc supõe que a questão seria uma ideia de mera opinião ?
      Veja, não é uma opinião que foi produzida na pesquisa, mas a investigação de uma resposta sobre a natureza de EQM’s.
      Da mesma forma que vc ter a opinião de qual é o sexo de um coelho, a resposta da verificação física de qual é o sexo não é uma opinião. E por mais que não entre na sua cabeça a resposta objetiva de tal questão, sua opinião não mudará o fato verificável que é o sexo do referido animal, por mais que vc diga que é modinha, que não devem enfiar uma ideia em sua cabeça …

    • resposta ao HFC, o tema é amplo e isso é só uma pesquisa, mais vocês com uma pesquisa dessas concluem que logo é fruto da mente sem levar em consideração as vastas pesquisas provando o contrário, só mostra o quão falacioso é essa modinha atéia, que você LAMENTÁVELMENTE FAZ PARTE o cérebro o bom senso e sua irma a humildade mandam lembranças

    • Mostre as amplas pesquisas que demonstram o contrário (???), Danilo Severo. Mostre a utilização das mesmas em medicina e especificamente em áreas científicas. As pesquisas devem ser peer-reviewed e publicadas em revistas científicas com fator de impacto de bom para alto.
      Senão, deverei concluir que sua “conclusão” é apenas um ataque de sua intolerância religiosa pessoal referente a ateus. Neste caso, sugiro que use as amplas provas da inquisição, como torturar bruxas e queimar quem não seguisse a “santa palavra”.
      Boa sorte na sua pesquisa infrutífera por pesquisas inexistentes e artigos pseudocientíficos.

  6. Se a EQM fosse compensação ou um engano cerebral, gordinhos teriam EQM´s com paraisos de guloseimas ou pervertidos sexuais com paraisos de virgens “gostosas”, drogados com drogas, bebados inveterados com bebidas, etc, etc. Como isto NÂO acontence…

  7. E você acha que só porque alguém afirma que as experiências são produtos do cérebro você deve dizer “amém” ? Outros pesquisadores muito sérios afirmam exatamente o contrário..que isso se trata de uma percepção extra-cerebral…Eu quero que me expliquem como uma pessoa com morte clínica consegue sair do corpo….flutuar em cima do hospital e ver que lá em cima, no telhado, tem um sapato ? e a informação ser confirmada ? ou ainda…como uma pessoa cega há mais de 5 anos…sai do corpo, ver toda a ação dos médicos, relatando inclusive detalhes como a queda de uma caneta(dando detalhes de como é a caneta) do bolso do médico…de um ângulo no qual ela não poderia perceber isso ? ou ainda o paciente sair do corpo e ir a outra ala do hospital e ver uma ocorrência e essa ocorrência ser confirmada ? Algumas pessoas ficam tão cegas por suas ideologias(sejam materialistas ou religiosas) de vida que não conseguem ver a coisa mais lógica e mais patente…isso se chama MISONEÍSMO…essas coisas nada tem a ver com religião é um fenômeno que merece maior atenção daqueles que procuram SABER A VERDADE e não alimentar a verdade que melhor alimente seu EGO….olha lá que esse fenômeno de EQM é apenas 1 que autentica a vida após a morte….se for ver os outros inúmeros fenômenos ..aí a negação se torna insanidade….Enquanto alguns cientistas profundamente arraigados a idéias materialistas não resolverem fazer ciência de verdade…que é a busca pela verdade…fica difícil de ter autoridade para tratar do assunto. Um cientista honesto olha esse fenômeno de forma imparcial e com todo respeito. SAIAM DE VISÕES PRE-CONCEBIDAS para analisar a natureza…afinal a natureza não é materialista nem religiosa…é apenas a natureza.

    • Faltam fontes para suas afirmações amigo :/
      Também creio que sejam coisas extra-cerebrais, mas sem provas, fica a cargo da fé de cada um

    • Quais pessoas Laura ? Há alguns meios para se verificar se as pessoas estão mentindo. Recomento a leitura de um texto interessante chamado “A arte refinada de detectar mentiras” de Carl Sagan, que é um belo guia para verificar a veracidade das alegações que lemos. E bom guia para não fazer alegações igualmente falsas ou temerárias.

  8. Por que dividir o assunto em crenças pré fabricadas?
    Acostumem-se com a idéia: vocês estão vivos logo pensem!
    Quem é livre de tabus sabe: qualquer pessoa que tenha uma experiência sobrenatural está no momento da experiência drogada(o) ou “bêbada(o)” de sono.

    • Sim, bovidino, das duas formas, drogada com os remédios do hospital quando estava muito doente e muitas quando estou com muito sono, posso ver, ouvir e sentir, também sempre estou num nível de estress auto quando isso acontece comigo. Já me acostumei.

    • Flutuar no corpo é a mais básica, (sair de mim e me olhar de frente, acordada e dormindo), isso tenho desde que me conheço por gente, túnel, ser arrastada por um ser “invisível”, uma cruz enorme em minha janela, um ser de luz falando comigo, detalhe nesses dois últimos eu estava acordada, dentre milhares de outras que eu nem entendo por que me assutei na hora. Enfim, bovidino, alguma coisa assim já aconteceu com você?

    • Sim Lígia. Mas nunca consumi drogas. Essas experiências ocorrem geralmente quando se está dormindo e não necessariamente bêbado de sono. Mesmo acordado pode-se provocar o estado alterado de consciência na meditação ou ele pode ocorrer inesperadamente.

    • Tem algumas afirmativas que citamos inconscientemente e que revela uma verdade que muitas vezes contestamos diante da ignorância que vivemos.
      Uma delas é:
      – “Pôxa meu corpo está todo dolorido”.
      Quando alguém diz isto já demonstrou-se dual. Ele é uma coisa que tem um corpo.
      Sem amis comentários! (rs)

    • Ezio,
      Tem outra mais contundente:
      “O corpo de fulano será velado….”
      Claro que só o corpo será velado, pois fulano já está em outra dimensão.

    • Olá Bovidino!
      Eu compreendo o que quer dizer, estava apenas concordando com o que disse anteriormente “…Não podem assim alcançar as instâncias e dimensões do Criador que não são percebidas pela mente ou pelo intelecto humano.” usando de prova minhas experiências. Para ser sincera, mesmo que eu usasse drogas, e não estou dizendo que uso, não teria o efeito tão vívido como quando acontece, como você disse, inesperadamente, e não sei por quê, coincidentemente com muito sono, mas teria alucinações obviamente.

    • falando dessa forma…você só demonstra que isso não aconteceu com você….ou se passou por algo parecido, a sua experiência sim foi fruto da sua mente….engraçado..apareceu uma cruz foi ? tá bom então….

  9. Algumas poucas “experiências de quase morte” são suficientes para invalidar esta afirmação de ‘produto da mente’. Vejam este caso: uma vítima de grave acidente cerebral com perda de massa, chega a um grande hospital já totalmente incosnciente, passa por cirurgia reparatória, sedada. Ao final é encaminhada para o CTI. Dias depois, ao conseguir recobrar a consciencia, descreve FIELMENTE a cena da saída do centro cirúrgico até o CTI passando por um corredor onde todos observavam em silêncio, apreensivos. Descreveu cada uma das muitas pessoas e detalhes desta cena. Isto foi uma descrição real e detalhada de uma trágica situação ocorrida e não alguém ‘imaginando’ anjinhos tocando harpas!

    • Caso clássico citado na maioria dos livros afins, vários escritos por cientistas pesquisadores.
      “Uma senhora que teve EQM ao subir mais alto – fora do corpo – viu um pé de tênis no telhado. Fato confirmado posteriormente por meio de helicóptero, pois tratava de local de difícil acesso”.
      “SURDOS AO VEREM PESSOAS DANÇANDO ACHARAM QUE ESTAVAM ALUCINADAS”.
      Os cientistas céticos são surdos, parapsiquicamente!

  10. acho q depois e passa de 70 votos positivos eles apagam os comentarios foi isso q aconteceu com o meu ____ou foi por causa q minhas ideias defendiam a suprema existencia de Deus? democracia? atá ! boa edson to contigo

  11. NA VERDADE, QUESTIONARMOS A EXISTÊNCIA DE DEUS BASEADOS APENAS NAS INFORMAÇÕES CIENTÍFICAS ATUAIS SERÁ SEMPRE INTERESSAANTE MAS TEREMOS, AINDA, NAO SABEMOS POR QUANTO TEMPO, SEMPRE MAIS PERGUNTAS COMO RESPOSTA E, SE BASEADOS NA TEOLOGIA E DOGMAS RELIGIOSOS,A COISA FICA, AINDA, INFINITAMENTE MAIS COMPLICADO. SUGIRO QUE A CLASSE CIENTIFICA ATUAL AGUARDE E COLABORE, OSTENSIVAMENTE, COM OS COLEGAS DEDICADOS À “FÍSICA QUANTICA”, DE ONDE VIRÁ A CONFIRMAÇAO DO QUE AFIRMAM OS SÁBIOS DO “MUNDO MAIOR”…

    • A ‘ciência ocidental tradicional’, não questiona a existência de Deus pois parte do princípio de que Deus não existe e que acreditar em Deus é ignorância.
      Ainda que quizesse questionar, não seria possível com as ferramentas e os métodos que chamam de ‘científicos’, pois estes são limitados à própria esfera da criação e da impermanência. Não podem assim alcançar as instâncias e dimensões do Criador que não são percebidas pela mente ou pelo intelecto humano.
      A física quântica pode abrir novas possibilidades liberando a ciência tradicional do seu já desgastado mecanicismo. Todavia, como tudo e todos que se propõe a inovar, sofrem uma enorme resistência do antigo paradigma.

  12. Excelente o nível e a qualidade do debate. Assim vale a pena ler. Gostaria de acrescentar minha contribuição, como segue:

    Gostaria de lembrar que:
    1) “A energia não pode ser criada nem destruída, mas transforma-se continuamente de um tipo em outro” (conhecimento basilar):
    2) Nos processos de fusão e fissão nuclear (estrelas, reatores e bombas nucleares p. ex.) matéria transforma-se em energia. Inversamente, de alguma forma energia transforma-se em matéria, pois se assim não toda a matéria do universo já teria se transformado em energia;
    3) Matéria e energia são formas diferentes de uma mesma coisa. A lógica mais imediata é imaginar a matéria como energia concentrada. Estou começando a achar o contrário.
    4) Só para encurtar o raciocínio, se “matéria/energia” não pode ser criada nem destruída, então ela é eterna e a quantidade que existe agora é a mesma que sempre existiu e a mesma que sempre existirá;
    5) O Universo é o espaço infinito (em todas as direções) com tudo o que ele contém. Se o Universo fosse finito, então ele teria que estar contido em algo, que também seria parte dele. O conglomerado galático em que estamos NÃO é o Universo, é apenas uma parte dele;
    6) Já que o Universo é eterno, então ele não foi criado, entretanto, pode sim haver um criador da humanidade, embora não haja nenhuma evidência disso
    7) Dizer que o Universo está em expansão é julgar o todo pelo particular e ignorar que a velocidade da luz é decrescente (provado).
    Uma sementinha para pensar: imagine que a luz é na verdade um tipo de matéria e que tem massa. Muitas coisas estarão resolvidas (matemáticamente).

    Só para deixar bem claro: eu sou ateu, mas não porque seja contra (pois nesse caso não seria), mas apenas porque um deus criador do próprio universo é uma impossibilidade. Porém, este ateu gostaria de deixar mais uma reflexão:

    Um computador é composto, basicamente, de duas coisas:
    1) O hardware, que é físico;
    2) O software, que é abstrato. Note que o software é um conjunto de instruções lógicas, mas não é o meio em que elas estão registradas.

    Sem o software, o hardware pode até ligar, mas não faz nada.
    Sem o hardware o software não se manifesta.
    Se o computador pifa, eu posso instalar o software em outra máquina (hardware).
    Eu tenho computadores desde o tempo em que quase ninguém ouvia falar deles. Num dos que eu tenho agora, está instalado o mesmo software, copiado exatamente como estava no winchester original, com todos os programas e trabalhos que fiz e funcionando tal e qual estava a quatro computadores atrás. É lógico que, à medida que foi copiado para computadores mais potentes e velozes, o conjunto de programas ficou mais veloz. Mas, fora isso, comporta-se como na primeira máquina.

    • Darley,
      1) (Só para encurtar o raciocínio, se “matéria/energia” não pode ser criada nem destruída, então ela é eterna e a quantidade que existe agora é a mesma que sempre existiu e a mesma que sempre existirá;)

      Essa lei, só é válida no nosso restrito universo conhecido e da nossa insignificante compreensão.

      2) (mas apenas porque um deus criador do próprio universo é uma impossibilidade.)

      Impossibilidade é uma coisa que não existe. A grande maioria das ‘impossibilidades’ do passado, hoje são possibilidades reais. Telefone, televisão, ir à lua, etc..etc.. eram consideradas impossibilidades.

      3) (Já que o Universo é eterno, então ele não foi criado, entretanto, pode sim haver um criador da humanidade, embora não haja nenhuma evidência disso)

      Você é a maior evidência disso. O que não há nenhuma evidência é que você tenha surgido por uma casualidade e tenha se transformado nessa máquina complexa incomparável, embora ainda esteja nos primórdios da evolução.

    • Deus criado – a nossa imagem e semelhança – pela religião tribal judaica, androcêntrico, antropomórfico, senhor dos exércitos, zeloso e etc. – não existe por suas próprias limitações.
      Essa concepção – mais que infantil – é demasiadamente primitiva para a época atual.
      Porém é impossível negar que existe(m) inteligência(s) por trás de toda criação providencial.
      “Ressonâncias Morfogenéticas” de Rupert Sheldrake, “Primopensene” da Conscienciologia e etc, aproximam desta nova concepção da(s) “divindade(s)”.
      Sendo assim o ateísmo não é um modismo, mas um questionamento lúcido que se destaca das crendices populares.
      As estagnadas “verdades absolutas” estão cedendo lugar para as “Verdades Relativa de Ponta” sempre evolutivas.

    • Geferson,
      É claro que o Deus antropomórfico não existe. Ele é criado por diversas civilizações e tradições para tentar aproximar e entender a Inteligência Superior que por sua natureza e pelas nossas limitações, não pode ser compreendida.
      Essa abordagem é evidentemente infantil e é própria de uma parcela da humanidade que ainda está nesse estágio. A humanidade que hoje habita o planeta não é homogênea. Não se pode tentar impor uma visão mais realista para quem não está preparado. Precisamos respeitar cada um em seu estágio evolutivo.

    • Bovidino, parabéns pela argumentação isenta do maniqueísmo tão presente nos comentários dos leitores do HS quando o assunto confronta fé e razão.

    • Bem didático e explicado. Parabéns! Comentários assim deveriam ser sempre motivos para discussão em expansiva.

  13. O problema de ser ateu, ou mesmo que apenas dizer-se ateu, seja por teste mesmo, é que religiosos vão te ver mal, falar mal, ter medo, e até se afastar, pelo simples fato de que ja foram e muito desrepeitados por alguns ateus-nosense ou neo-ateus por ai. Obviamente o que acontece é o religioso ve o reflexo do cara que o insultou, nos demais que diesserem ser ateus apos má experincia. Ateismo é so uma descrença em coisas sobrenaturais, não significa que o suejeito seja deus ou o demonio encarnado (sarcasmo), tem pessoas boas tanto do lado teista como ateista. Mas ateus ainda são muito mal vistos, principalmente no brasil, a prova disso é, se eu postar algo que independe do argumento e disser ser ateu, vou so por isso ja ganhar negativos, porem se eu me intitular teista obviamente vou ganhar positivos, é tipico em uma sociedade que ainda não entendeu o significado de ateismo. Eu ja estive dos dois lados, e como a maioria da população é religiosa, apesar de essa se sentir ofendida mesmo muitas vezes sem ofenças, a pressão é maior contra o ateu, minoria. O que não se pode fazer é equivocar-se no julgamento, seja teista ou ateista, precisamos antes conhece-lo(a) para então saber o que ele tem de conteudo, respeito, e dignidade.

    • Esse não é o verdadeiro problema.
      O problema é que ser ateu é apenas um modismo como tantos outros.
      Os jovens estão se auto proclamando ateus, levados pela moda e porque ateu, virou sinônimo de ‘cientista inteligente’, o que não condiz com a verdade.
      A grande maioria faz questão de dizer que é ateu e de chamar os teístas de ignorantes.
      Comprova-se isso pelos comentários deste site.

    • Além disso, ser ateu é absolutamente incoerente.
      Veja bem: Se Deus existe, não adianta ser ateu porque Deus vai continuar existindo.
      Se Deus Não existe, o ateu passa a não acreditar em algo que não existe mesmo, o que é uma bobagem.
      Portanto os ateus devem pensar melhor antes de chamar os teístas de ignorantes.

    • Bovidino, apreciei seu comentário equilibrado na resposta ao Geferson, mas me decepcionei com sua afirmação de que ser ateu é modismo de jovem. Há dezenas de anos passei da fase da juventude, e nunca acreditei na existência de um criador, mas sempre respeitei quem acredita, da mesma forma que gostaria de ser respeitado no meu ateísmo.
      Quanto a ser ateu é ser incoerente, o inverso também pode o ser, pois como não existe comprovação indiscutível da existência de Deus, vamos modificar uma de suas frases:
      Se Deus não existe, o não ateu acredita em algo que não existe, o que pode ser uma incoerência.

    • Renato,
      Eu também já passei da fase da juventude há dezenas de anos e também já fui ateu convicto na minha juventude.
      Sei perfeitamente que existem pessoas da nossa faixa etária que se auto denominam ateus. Sei até que muitos confirmam essa posição no próprio leito de morte.
      Todavia, há sim um movimento crescente de jovens que fazem questão de se auto denominarem ‘ateus’ levados pelo cientificismo da época, onde Darwin é um expoente de primeira grandeza e Carl Sagam é um show-man.
      Não deixei de ser ateu por ter me convertido a qualquer religião.
      Há um momento em que encontramos Deus dentro de nós, e isso independe de ‘religião’. (Entenda-se ‘religião’, esses formatos de empresas que faturam com a fé e a ignorância)
      Entre os ‘crentes’, há os que ‘acreditam’ em Deus por indução ou por conveniência e há os que ‘sabem’ que Deus existe.
      Entre os ateus só há os que não acreditam.

    • Pelas positivação de seus comments vê se de pronto que teístas querem se auto afirmar em seus conceitos ,não acho ateísmo moda e sim contra pontos de divindades ,o que deve haver não seria criador deus ,pois se energia e matéria sempre existiram porque da necessidade de por um criador no pedaço ,o que eu sinto e acho plausível que aja gerenciamento de mentes super evoluídas administrando o caos do inicio da vida biológica no universo,saim destas de deidades super poderosas pessoal e deixem que o pensamento e a evolução deem uma ajustadas neste caos que parece estar melhorando…E principalmente mudando a nós mesmos que é o primordial…Sem proselitismo..

    • La vem adeptos de Platão ,que filosofo mais medíocre para se citar ,ó a vela enfunada não toca o barco mas o vento que é o ar que não se vê.O ar é comprovado vai la no posto de combustível,la esta o medidor calibrado pra comprovar , oxigenioterapia em postos de saudê e hospitais la esta comprimidinho e medido pra comprovar,quantas asneiras não é seu Platão …Só falta dizer que o mal é a ausência de deus.Aff..

    • Walter ate entendo sua revolta, mais o que Platão quis dizer aí ele não se referiu a “Deus” ou uma “força maior”, ele se refere que as coisas nessa vida tem forma devido o VAZIO, graças ao vento (invisível) faz com o que o barco navegue. Igual um bambu se vc pegar um babu e assoprar vc só vai ouvir o vento passar dentro dele, a partir que vc começa distribuir furos no bambu e assoprar esse bamboo se torna uma flauta. O que fez um bambu virar flauta não foi “deus” e sim o vazio (buraco no bambu) formando o bambu como um instrumento funcional.

  14. Acho interessante o ponto de vista de Myers principalmente no final ao texto:
    “…Todos (ciência e religião) se contentaram em limitar as suas convicções relativas a essas questões capitais ( a existência da alma e a vida após a morte) , num compartimento isolado do próprio cérebro, compartimento destinado à religião e à superstição, não à observação e ao experimento.

    Na minha opinião, resumir uma EQM a uma reação fisiologica localizada em algum ponto do cerebro não resolve várias questões desde tema.
    Estamos vendo uma nova ciência nascendo, apesar da resistência dogmatica de grupos religiosos e cientificos, uma ciência que não colocará fim a discusão mas lançará luz sobre mais o controverso tema da humanidade.

  15. edson silva,
    Muito obrigado por todos os esclarecimentos.
    Realmente as únicas coisas que são incompatíveis e excludentes são as mentalidades e os egos inflamados dos cientistas radicais e dos religiosos extremistas.
    Aliás, não chegam a ser duas realidades. O mundo material é simplesmente uma projeção da Realidade.

    • caro Edson gostei muito do seu comentario, ja tive varios comentarios excluidos por votos negativos por pregar isso, infelismente tem muitta gente ainda q não consegue compreender

  16. Se a chance da existência de vida é de 1 chance contra 10 seguidos de 2 bilhões de zeros, fico pensando qual é a chance da existência de um ser capaz de criar o universo.
    A improbabilidade da existência de vida nunca foi, não é, e nunca vai ser prova para a existência de um criador. Porque quanto mais improvável é a chance da existência de uma forma de vida por mais simples que seja, mais improvável ainda é a chance da existência de um ser infinitamente complexo.
    É de se esperar que o universo devido ao seu tamanho, abrigue algum tipo de vida. Devemos considerar que o universo nem sempre foi complexo como é hoje, ele teve seu começo em algo simples, com uma junção de fatores.
    O mais provável é que tudo começou com a mais simples forma de partícula.
    Complexidade não surge do nada.
    A existência não requer uma causa, diferentemente da complexidade.
    E é por esse simples uso da lógica, que podemos concluir com convicção que a existência de tudo não teve um ser infinitamente complexo em sua origem.

    • Álvaro,
      Imagine esse seu raciocino aplicado a dois computadores que conversam entre si.
      Um deles, chamado ‘computalvaro’ também não vai admitir que alguém superior os criou.
      O motivo é simples, o Criador dos computadores está em outro nível de evolução, praticamente outra dimensão, incompreensível para os computadores.

    • Bovidino, que tipo de hipótese foi essa? Computadores conversando e dizendo que ninguém os criou? Essa hipótese é completamente sem sentido e errada, complexidade não surge do nada, e um computador um pouquinho inteligente sabe disso.

    • E o fato de uma pessoa ter criado os computadores significa que essa pessoa surgiu de algum lugar, porque complexidade não surge do nada. Sustentando meu argumento dos infinitos criadores.

    • Álvaro,
      Então você admite que complexidade não surge do nada, mas que se há um criador é porque ele foi criado por outro criador e assim sucessiva e infinitamente.
      Ora: “O Infinito absoluto é o conceito de Georg Cantor de um infinito que transcendesse os números transfinitos.
      Cantor equacionou o infinito absoluto como Deus. Ele acreditava que o Absoluto Infinito tinha várias propriedades matemáticas, incluindo que cada propriedade do infinito absoluto está também presente em alguns objetos menores.” ‘Wikipédia’
      Eu concordo com Georg Cantor.
      Você pode discordar certamente.
      Um grande abraço.
      fim.

    • Edson, você apenas está se repetindo, e eu vou repetir meu argumento, o fato de o ser humano saber muito pouco não aponta para a existência do sobrenatural.

  17. Quando alguém passa a perceber o mundo e a vida sob o prisma da transitoriedade material, perceberá também a futilidade de suas convicções sobre qualquer tema ou ponto de vista que tenha defendido em contraposição a outros aparentemente contrários, pois todas as verdades passam a ser meias verdades.

  18. Álvaro,
    Tudo bem. Eu sei a quais evidências você se refere.
    Então vamos abordar um outro lado da questão.
    As tradições orientais, como hinduísmo, budismo e outras, ensinam que este mundo material é pura ilusão. As escolas esotéricas de um modo geral, a Teosófica, a Gnose, a Rosa Cruz e outras, acompanham esse ponto de vista, ou seja, a realidade está em outra dimensão muito mais sutil, para onde vamos após a aparente morte ou decomposição do corpo físico.
    O primeiro princípio hermético diz textualmente que o mundo é mental. (Caibalion)
    A nossa ciência tradicional tem evoluído bastante no campo material, indo do átomo às galáxias.
    Todavia, tanto no microcosmo quanto no macrocosmo, a ciência encontra-se um tanto quanto perdida.
    Todos os dias são anunciadas novas descobertas que colocam em xeque várias teorias. Duvida-se que a menor partícula do átomo seja a última conhecida (quark). A energia escura é um mistério. A expansão do universo é um enigma. As controvérsias são cada vez mais complexas. Todos os esfoços no campo da medicina, não conseguiram explicar até hoje, com clareza, o funcionamento do cérebro.
    Finalmente, dá para perceber que a ciência tradicional atual, está fechada em conceitos cristalizados, negando-se a se abrir a novos horizontes.
    Todavia, a física quântica está começando a levantar a ponta do véu. Entretanto, como tudo que é novo, sofre uma resistência natural do tradicional, um grupo de cientistas da velha guarda não aceita os novos conceitos e propostas da física quântica e chegam até a chamá-los de ‘esotéricos’ para tentar desmoralizá-los. Ainda assim, a física quântica conta com um plêiade de cientistas de alto nível que continuam na luta e inexoravelmente uma nova fase da ciência está a caminho.
    Finalmente, as evidências que você reclama não existirem, talvez sejam mostradas em breve.

    • De fato, o ser humano sabe muito pouco, isso é óbvio, mas isso não é evidência da existência do “sobrenatural”. De um modo, se você parar para pensar, a própria existência não faz sentido. Desse modo, podemos especular a existência de muitas coisas, especular a existência do sobrenatural, mas é só até aí onde chega, especulações. Se há varias controvérsias em teorias científicas, é porque o ser humano está a recém começando a aprender os mistérios do universo. A energia escura não existe, a expansão do universo pode ser apenas uma ilusão de ótica, minhas opiniões. Nada disso é favorável a existência do sobrenatural.
      “Finalmente, as evidências que você reclama não existirem, talvez sejam mostradas em breve.”
      Assim espero, daí teremos uma excelente conversa sobre tudo isso.

  19. Os evolucionistas não dizem para os seus filhos que se eles não acreditarem na evolução eles irão para o inferno, eles apresentam a evolução como teoria e pronto.
    Diferentemente dos pais religiosos que forçam todos os tipos de dogmas em seus filhos e os forçam a ser de sua religião.

    • É, Álvaro, a perseguição religiosa está presente em praticamente todos os seus comentários, ainda bem que Torquemada está morto; o problema é que aparentemente deixou seguidores.

  20. Eu ja vi algumas palestras do Dawkins, alguns documentários, li “Deus, um delírio” e estou começando o “Gene egoísta”, e o que o Dawkins propõe sobre esse assunto é bem simples: Crie seus filhos sem colocar na cabeça deles desde pequenos a sua superstição, sem essa lavagem cerebral feita por muitos pais, apresente os fatos, dê aos seus filhos conhecimento, e deixe que eles decidam no que acreditar. Nada de comlicado.
    Não é de se surpreender que pessoas que partilham do mesmo pensamento do Dawkins sobre esse assunto, se revoltem com essas tentativas de religiosos de impor essas idéias supersticiosas na cabeça das pessoas.

  21. O problema é quando o ‘quase-morto-flutuante’ descreve objetos no ambiente após o momento de transe, sem estar acordado no momento para memorizar o próprio ambiente.

    Mistérios da meia-noite…

  22. edson silva,
    Não vejo contradição entre uma coisa e outra. Dawkins não é burro.
    Ambas as declarações são até saudáveis.
    Desfrutar a vida saudavelmente, independe da existência ou não de Deus.
    Amedrontar uma criança com a punição do ‘inferno’ é na realidade um abuso e até um crime.
    Todavia, isso não afeta a minha convicção.
    Começar a entender o que é Deus, exige muito estudo e muita experiência de vida.
    Céu e inferno são simbologias e qualquer um pode viver no céu ou no inferno aqui e agora.

  23. Analisando pela psicologia, qual é a explicação que você encontrou por ter ficado sem argumentos para justificar seus erros de português, e sua recusa a aceitar minha crítica quanto a isso?

  24. Notei que você não encontrou argumentos para justificar seus erros de português naquele comentário que tanto você me incomodou para lhe mostrar.
    “álvaro, ATÉ HOJE VOCÊ NÃO RESPONDEU NADA, E ONDE ESTA O ERRO?PELO VISTO VOCÊ fOI REPROVADo EM PORTUGUÊS,UMA TICA,VOLTA A ESTUDAR .FICA COM DEUS”
    Vou postar de novo a resposta:
    “Já que você não vai descobrir sozinho, o erro nesse comentário: “Pois bem lhe mostrarei o significado de intoleranciae não tem nada a ver com essa sua frase (Quimioterapia”) mas sim pela religião das pessoas.a paz de DEUS pra você!”
    Está aqui: “intoleranciae” (não sei que palavra é essa);
    Aqui: “.a” (letra minúscula depois do ponto, sem falar que também não tem espaço depois do ponto);
    Aqui: “(Quimioterapia”)” 2 parênteses e 1 aspas? (WTF?);
    E principalmente a falta de vírgula: “Pois bem(,) lhe mostrarei o significado de intolerancia( e) não tem nada a ver com essa sua frase (Quimioterapia(sem aspas aqui))(,) mas sim pela religião das pessoas.( A) paz de DEUS pra você!
    Só esses erros estão bons pra você?”
    Também vou te dar uma “tica”, fale menos, estude mais.

  25. Então deus (com letra minúscula, hehehehe) existe porque há uma grande harmonia no cosmos? Ou seja, algo tão incrível e perfeito digamos, precisa ter um criador divino e supremo?
    Então se o seu argumento é que: o universo precisa ter um designer devido a sua imensa harmonia e complexidade, como esse argumento não serve para atribuirmos um designer ao designer?
    Sendo que o designer, por ter feito o universo, é portanto mais complexo que o próprio universo.
    Se seguissemos essa lógica, teríamos uma teoria com infinitos designers, um projetando o outro, e um mais complexo que o outro, nunca chegando a um fim.
    Porque o seu deus (com letra minúscula hehehehe) é imune ao seu próprio argumento?

  26. Eu só espero alguma explicação que justifique a existência desse ser supremo em um mundo onda há muitas injustiças.
    Se você tem uma explicação, poste aqui, para que eu entenda o motivo de você crêr nisso.

    • Álvaro,
      As misérias, catástrofes, genocídios, crimes, crimes ambientais, etc…, são perpetrados pelos homens e não por Deus. A natureza quando agredida sistemáticamente, tenta restabeler o equilíbrio e isso muitas vezes é destruidor.
      Muitas vezes, os homens até usam o nome de Deus para fazerem as suas diversas barbaridades.
      Quem estuda Teosofia, começa a entender Deus sob um prisma um pouco mais avançado do que quem se limita a ler a Bíblia, até porque a Bíblia deve ser interpretada tanto pelo seu conteúdo histórico como pelo simbólico, o que admite que cada um faça sua própria interpretação de acordo com suas limitações e com seus interesses.
      Além das leis da natureza que os cientistas chamam de leis da física, existem outras leis mais sutis, que regem o comportamento humano. Uma delas é a lei do karma. Nós só conseguimos comprovar essa lei, quando seus efeitos se manifestam imediatamente. Se fazemos mal para alguém e esse alguém percebe nossa intenção, poderá revidar imediatamente. Entretanto, nem sempre o agredido terá oportunidade ou tempo para se vingar e poderá até falecer nesse meio tempo. Todavia, essa energia que foi desencadeada, fica acumulada numa dimensão ainda não conhecida da ciência, e poderá ser captada por qualquer pessoa que esteja na mesma vibração de ódio ou vingança. Enfim, o agressor poderá receber o que plantou, em uma época muito distante do ato praticado e através de alguém que nem conhece. Claro que como não mais se lembra do mal que praticou, vai se julgar injustiçado, o que não é verdade.
      A lei do karma é muito complexa e tem muitas variáveis que não podemos abarcar aquí.
      Finalmente, só através do estudo profundo e de muitas vivências, poderemos ter uma compreensão dos processos que regem a vida e o comportamento humano, e principalmente termos uma compreensão de Deus e de justiça bem diferentes do que a Bíblia nos apresenta.

    • Concordei com grande parte, a lei do karma é muito interessante de fato, embora não existam evidências, portanto, ela não pode ser usada em um debate racional. Até porquê, no mundo onde vivemos, inúmeras injustas são cometidas por “pessoas” que terminam a vida sem pagar por essas atitudes.
      Falando sobre a natureza, não há explicação moral para a ocorrência de terremotos por exemplo, que matam diversas pessoas, não somente inocentes, mas pessoas decentes.
      Terremotos são um mau inevitável do planeta onde vivemos, seria de se esperar que um ser supremo em termos de moralidade criasse um planeta livre dessas tragédias prejudiciais.

  27. Sumiu alguns comentários seus aqui, aquele que você disse que eu fugi da escola e outros parecidos, foi só aqui ou eles sumiram aí também?
    Agora ficou algumas respostas minhas atiradas por aí como se fossem respostas a comentários inexistentes.

    • shaushaush,alvaro,eu me divirto muito com você é sério,apesar de nossas convicções,fica com DEUS
      Errado, vou corrigi-lo:
      “shaushaush, alvaro, eu me divirto muito com você, é sério, apesar de nossas convicções, fica com DEUS.

  28. Ao ler os debates, discussões e trocas de farpas pude ter uma experiência de quase morte. Foi legal essa viagem astral. Pude encontrar com Deus e o Diabo na feira do HypeScience. Conseguí notar nos diálogos que tive entre ambos que o Diabo está presente no consciente de todos aqueles se filiam à uma denominação religiosa qualquer dessas que existem por aí e que são dissidência do Cristianismo. O poder dessa força contrária à Deus e seus princípios é tão forte que servem de chacotas para os ateus; ATEUS e não supostos e empolgados que auto-intitulam ateus; e torna-se, també, preocupação para aqueles que seguem outros caminhos que levam à Deus e que não é o Cristianismo e tão pouco as facções dissidentes.
    Tem muitos sábios neste espaço e não dá nem para expor algumas razões.
    Particularmente, tenho o costume de negativar qualquer post de comentários que fogem da matéria publicada, menos as discussões que se travam.

    • pergunta errada vc tinha de perguntar: estavam com Deus os milhares de japoneses q morreram na tsunami? uam coisa eu te falo
      ppouquissimas pessoas lembram de Deus no dia-dia menos ainda é o nn° de possas q fazem algo ao seu agrado

    • Era exatamente isso que eu queria que me respondessem, muito obrigado Jops.
      Enão deus cometeu genocídio porque as pessoas não adoraram ele o bastante? Falando sobre um ser supremo…

    • meu caro Àlvaro creio eu q vc entendeu muito bem oq eu quis dizer pois acredito q somos todos pessoas bem esclarecidas. se Deus fosse um ser “vingativo” te garanto q a raça humana ja taria sido extinta pois somos todos ingratos, e com certeza vc não estaria lendo esse comentario, pelas de blasfemias cometido por tu. mas creio q vc vai estudar e pesquisar e vai compreender q existe sim hum ser superior nós e que põe todo esse universo para funcionar

    • Primeiro você diz que os japoneses morreram porque não “estavam” com deus, depois diz que deus não é vingativo.
      Eu nã sei você, mas se eu tivesse o poder de impedir a morte de milhares de inocentes eu o usaria.
      Ou seu deus é um lixo moralmente, ou ele não existe.

    • A grande quantidade de negativações em praticamente todos seus comentários, é uma demonstração da intolerância religiosa que se infiltra em um artigo de pesquisa médica.

  29. Legal Edson, 4 comentários seguidos de insulto e sarcasmo, é essa a ideia que você tem de uma discução civilizada? É essa a ideia que você tem de educação? É essa a ideia que você tem de ser evoluido? Onde ficou todo aquele discurso?: “Acima de tudo, deve existir o respeito.” “não sou contra o ateu, e sim contra a intolerancia e falta de respeito a opinião alheira.” “qual a razão que o leva a comentar agressivamente?”
    Honestamente, em toda minha vida, nunca encontrei uma pessoa que usufruísse tanto de hipocrisia em seus argumentos, na verdade, nunca discuti com ninguém de tamanha ignorância e falta de caráter, a ponto de se orgulhar de seus comentários hipócritas. Não há mais nada que eu queira dizer a você, pessoas que nem você não mudam, a hipocrisia é a pior arma contra a sabedoria, você é um caso perdido, e você ja mostrou a todos isso.

  30. Não sou ateu,tão pouco religioso, mas os religiosos só sofrem discriminação e intolerância porque são inconvenientes e intolerantes também. Em sua maioria, os religiosos não sabem ocupar os espaços abertos e tão pouco respeitam as diferenças. Expõe de graça suas convicções religiosas de forma imputativas e não aceitam contestações. Isto surge intolerâncias de ambas partes.
    Quando, por exemplo, faço um comentário sobre a matéria publicada, procuro me limitar dentro do assunto cientificao que ela expressa. Se o conteúdo for deísta, faço meus comentários sem dógmas. Quando refiro a religião e religiosos sempre é em contestação o contrapondo algum comentário. Do contrário fujo dessa onda malígna que sempre foram causas de muitas guerras e mortes na humanidade.

  31. “e sim contra a intolerancia e falta de respeito a opinião alheira. ” Concordo com isso, desrespeito a opinião alheia não é algo admirável, a não ser que a opinião alheia seja ridícula, vou mostrar um exemplo, : “ou das duas uma,ou você é um alienado não vê as provas que estâo na midia mostrando pessoas sendo ajudadas por igrejas, centros ubandiadas,centros espiritas, ou você não passa de retardado,uma pessoa na sua própia ignorãncia” e em seguida, a mesma pessoa escreveu isso: “não sou contra o ateu, e sim contra a intolerancia e falta de respeito a opinião alheira.” Então isso significa que você é contra você mesmo? Ou você estava sendo tolerante na primeira parte que eu citei? Me poupe de suas hipocrisias, Gandhi disse: “Você tem que ser o espelho da mudança que está propondo.
    Se eu quero mudar o mundo, tenho que começar por mim.” Esse é um ótimo conselho para você. Ah, e não é alheira, é alheia.

    • E aí Edson, não vai responder esse meu comentário? Esqueceu de responder? Essa amnésia seletiva é um dom dos religiosos mesmo, todos os religiosos que ja discuti quando se deparam com um argumento que não podem contestar simplesmente se esquecem dele.
      “Eu não repondi um argumento seu? Qual?” É bem assim.
      Não vai dizer que estava sendo tolerante quando disse isso?: “ou das duas uma,ou você é um alienado não vê as provas que estâo na midia mostrando pessoas sendo ajudadas por igrejas, centros ubandiadas,centros espiritas, ou você não passa de retardado,uma pessoa na sua própia ignorãncia”
      Você não vai dizer, porque você não estava sendo tolerante, e o mais legal é que você sabe disso.
      Ah, e ainda eu gostaria de destacar o fato de que já recebi 2 votos negativos em meu comentário aqui de cima. Me digam vocês aí que deram votos negativos, qual é a parte errada naquele comentário?
      Quero saber o motivo de seus votos negativos. Vocês acham que eu estou errado em mostrar a hipocrisia do defensor de sua religião? Vamos, contra-argumentem, mas vocês sabem que não dá, porque ele foi hipócrita, e não há nada que vocês possam fazer além de dar votos negativos, lamento ;D.
      Obs: Vocês são hipócritas também.

    • Já que você não vai descobrir sozinho, o erro nesse comentário: “Pois bem lhe mostrarei o significado de intoleranciae não tem nada a ver com essa sua frase (Quimioterapia”) mas sim pela religião das pessoas.a paz de DEUS pra você!”
      Está aqui: “intoleranciae” (não sei que palavra é essa);
      Aqui: “.a” (letra minúscula depois do ponto, sem falar que também não tem espaço depois do ponto);
      Aqui: “(Quimioterapia”)” 2 parênteses e 1 aspas? (WTF?);
      E principalmente a falta de vírgula: “Pois bem(,) lhe mostrarei o significado de intolerancia( e) não tem nada a ver com essa sua frase (Quimioterapia”)(,) mas sim pela religião das pessoas.( A) paz de DEUS pra você!
      Só esses erros estão bons pra você?

    • “Se analisarmos pela psicologia, fica fácil entender que qualquer ser humano normal que uma vez exposto a algo que o desagrade muito, nunca mais irá sequer querer ouvir falar naquilo, muito menos ler algo a respeito, ele simplesmente excluirá aquilo da memória e seguirá em frente, demonstrando desprezo.”
      Muito bom, significa que você entende o porque você acredita em deus, sendo que não há bases lógicas para tal crença, é o conforto de tal pensamento em um pai protetor, continuando..
      “Pela mesma psicologia percebemos que outro ato humano natural é o de mascarar o indesejado apreço com a rejeição obsessiva (como por exemplo, os homofóbicos). É como minha avó sempre afirmava: “Quem desdenha, quer comprar!””
      Isso foi só bobagem. E também não sei onde você quis chegar com esse assunto.
      “Acima de tudo, deve existir o respeito.”
      Errado, o respeito deve ser dado apenas ao que merece respeito, respeito só por respeito é errado e prejudicial. Ex: Não tenho respeito por pedófilos.
      (Vou postar 2 comentários ao invés de um gigante).

    • “Críticas negativas são essenciais e importantes, na maioria das vezes (quando bem estruturadas) auxiliam o objeto de crítica”
      Concordo.
      “porém a ofensa / rejeição gratuita possui conexão direta com o despeito e falta de educação. São espécies de “bullying” virtuais, onde um cidadão X se acha superior e possui o interesse em deixar claro isto, sempre em ambientes lotados.O covarde nunca se faz valer sozinho, sempre busca a aceitação de outros.”
      Concordo. (Significa que deus é covarde hehehehe).
      “Tal qual qualquer instinto, o de violência por vezes é involuntário, porém precisa ser negado!”
      Concordo, por isso pedi que parasse de me chamar de retardado. ;D
      “Se você já assistiu a um culto ou ubanda etc e odiou, porque se manter lendo notícias a respeito deles?”
      Não leio notícias sobre “ubanda” e etc.
      “Se tiver curiosidade (mesmo que mórbida) e acabar lendo, qual a razão que o leva a comentar agressivamente?”
      Não tenho curiosidade.

    • “Qual a satisfação que lhe traz a constatação repetida de seu desgosto?”
      Ahá! Chegamos onde eu queria, qual a satisfação que me traz eu constatar repetidamente meu desgosto por uma crença ilógica e imoral em um ser sobrenatural e maravilhoso, em um mundo onde há inúmeras injustiças ocorrendo todo o dia todos os dias? Uma crença que só serve para os fracos de mente que não conseguem encarar as adversidades da vida sem a ajuda de mitos confortáveis? Acreditar em um ser perfeito, mas que é vaidoso demais a ponto de mandar para o inferno quem não o adorar? O mais patético disso é que as pessoas que acreditam nisso sentem orgulho de sua fraqueza, não apenas sentem orgulho de sua fraqueza mental, como ainda a usam como argumento para a veracidade de tal crença, um perfeito exemplo do que estou falando: “tenha um cancer no cérebro ai vc vai ver qm pode te ajudar nessa hora. será o homem?”
      20 votos positivos para essa patética demonstração de fraqueza mental.

    • E depois de todo esse discurso irrelevante você ainda não justificou o uso de hipocrisia em seus comentários.

    • quimioterapia = cair cabelo
      diferente de cura de cancer cerebral
      Então o cabelo é o cérebro???

  32. Alvaro,
    Você tem justa razão em se exasperar com as coisas ruins que acontecem no mundo.
    No mundo nós temos aproximadamente, 1% da população manipulando 99% dos recursos e de todo o dinheiro e 99% da população com a fatia de 1% para gerenciar a sua miséria.
    Há países chamados de primeiro mundo que sugam os recursos dos países mais pobres e em desenvolvimento para que sua população mantenha um padrão de vida que nem passa pela cabeça de um brasileiro de classe média.
    Os políticos fazem as maiores falcatruas, desviando os recursos destinados à saúde, à segurança e à educação para utilizar em proveito próprio.
    Alguns jogadores de futebol, bem como algumas modelos e artistas faturam quantias astronômicas.
    E você vem me dizer que a culpa da miséria do mundo é dos que acreditam em Deus?

    • Sinceramente Bovidino, “E você vem me dizer que a culpa da miséria do mundo é dos que acreditam em Deus?” depois de ter lido isso eu tive que ler todos os meus comentários de novo para ver onde eu tinha dito que as injustiças do mundo são culpa das pessoas que acreditam em deus, e não achei onde eu disse isso, se você leu eu dizer isso em algum dos meus comentários me aponte por favor para que eu me desculpe por ter dito tal bobagem. Com as demais coisas que você disse eu concordo. Passsar bem.

    • Onde eu disse que as injustiças do mundo são culpa das pessoas que acreditam em deus? Ainda to esperando a resposta, ja tenho 6 votos negativos no comentário onde eu perguntei isso, significa que 6 pessoas acharam a parte onde eu disse isso, porque nenhuma dessas pessoas fez o favor de me mostrar?

    • Creio que você tenha cometido um equívoco, e por isso vou esclarecer de novo o que eu estou querendo dizer, que é isso: A crença em deus é prejudicial moralmente e intelectualmente a uma pessoa, sendo que a pessoa segue adorando tal ser supremo em um mundo de injustiças, e se sente confortável com a situação e a crença em questão, crença essa que não instiga a vontade de mudar alguma coisa para melhor nesse mundo devido a confortabilidade que oferece. É esse o meu argumento desde o começo.

    • E da próxima vez que você sentir que não entendeu completamente o que alguém está dizendo, pessa a essa pessoa um melhor esclarcimento, antes de cometer um equívoco e um mau entendimento do que tal pessoa está argumentando. É isso.

    • Eu não estou me fazendo de desentendido, você postou esse argumento: “Álvaro,pelo visto você não sabe ler, pois o que você escreveu nesse momento serve para você mesmo! fica com DEUS” embaixo de 3 contra-argumentos meus direcionados ao Bovidino, e eu não entendi a relação entre seu argumento e os meus. Muito menos esse: “Álvaro,você esta se fazendo de desendentido,é so ver seus comentários.Pois bem lhe mostrarei o significado de intoleranciae não tem nada a ver com essa sua frase (Quimioterapia”) mas sim pela religião das pessoas.a paz de DEUS pra você!” Que além de ser confuso, ainda possui vários erros de português.

    • uahsuahsuahsuhauhs, boa, dei um voto positivo, mas como você deve ter percebido, eu apenas postei um comentário irrelevante para ver quantos votos negativos receberia apenas pelo fato de eu ser ateu.
      Por enquanto foram 2 ;D

    • Edson, qual a dificuldade em responder os comentários no lugar correto? Primeiro tu chega no meio da minha discução com o Bovidino e fala coisas sem sentidos, e me chama de desentendido, agora posta um comentário embaixo de outro assunto que não tem nada a ver com a coisa de novo. Poste seus comentários em seus devidos lugares, se não fica difícil de manter uma discução? Isso é uma tarefa difícil demais pra você?

    • “Álvaro,você esta se fazendo de desendentido,é so ver seus comentários.Pois bem lhe mostrarei o significado de intoleranciae não tem nada a ver com essa sua frase (Quimioterapia”) mas sim pela religião das pessoas.a paz de DEUS pra você!”
      Não tem erros de português nesse comentário? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk pelo menos dei boas risadas agora.

    • “e.se não tem prova de seus argumentos nem devia estar aqui.DEUS te abençoe” Então o que você faz aqui? Ou você tem provas da existência de deus? O.O
      E qual dos meus argumentos que não possui provas?
      Essa discução já era pra ti, tu mesmo se colocou em um beco sem saída. Vai mudar de assunto de novo?

  33. Confesso eu que não consigo entender tanta falta entendimento. Deus é acima de tudo então nós estamos abaixo dele como é do estímulo humano sempre qrer ser mais de que aqule q está em nossa frente qremos tirar ele da jogada ( falando no vulagar)somos meros humanos mortais, qual a grandeza q á em um ser q vive em uma estimativa de 75 anos?? já q não qrem engrandecer a DEus engrandeça as pedras q já estavam aqui bem antes de nós. qr saber qm é Deus? tenha um cancer no cérebro ai vc vai ver qm pode te ajudar nessa hora. será o homem?

    • Cancer no cerebro? só pra saber se deus existe??
      talvez o homem nao possa ajudar, mas anteriormente nao tinha ajuda em outros casos de doenças… tudo questão de evoluçao…
      evoluiu antes e evoluira denovo…. pena que nesse ritmo acaba destruindo o proprio planeta…
      Se deus realmente existe, porque o mundo é assim??
      pessoas matam e acontece oq?

  34. E lembrem-se de que eu não estou aqui como defensor de satã ou coisa do tipo, eu to aqui porque acredito com todas as minhas convicções em um mundo sem deus, e que por si só já pode ser bonito e agradável, se não fosse a ganância e o egoísmo da humanidade, e a crença em deus não altera em nada isso, não melhora nada, é apenas uma crença prejudicial que apenas oferece conforto em uma mente fraca, é uma crença irrelevante para qualquer assunto moral. Qualquer idéia que voces tenham de que tudo é feito pela vontade de deus é irrelevante e prejudicial porque causa o pensamento de confortabilidade com a situação, sem instigar a voces a vontade de melhorar o que ta estragado, e há várias coisas estragadas. Voces ficam apenas aí sentados com sua crença irracional do ponto de vista lógico e científico, e não se afetam com o que acontece de ruim por aí, como uma pessoa decente deveria se afetar. E o pior de tudo é recebo votos negativos por dizer que há coisas ruins que são injustificáveis, mas voces não estão nem aí pra o que eu to falando, eu falo sobre moralidade, solidariedade, e voces só enxergam “deus não existe, deus não existe, deus não existe”. Sigam assim, voces estão desperdiçando a vida de voces pensando na vida eterna, e pior, estão prejudicando outros com esse tipo de pensamento, quando voces poderiam estar fazendo o possível ao seu alcance para mudar alguma coisa, voces estão pouco se importando, só se importam com voces mesmos, bando de hipócritas egoístas.
    O interessante é que eu sou contra a bíblia, mas se todos fossem como jesus (que realmente fazia algo para melhor), eu não estaria tendo que dizer isso, e eu não estaria triste pelo fato de voces apenas passarem pela vida.

    • Primeiro de tudo você não colou o meu comentário inteiro, qual é a intelorância em dizer: Quimioterapia?
      Se você não se “lembra” da última vez que um grupo ateu ajudou pessoas necessitadas, eu sugiro que você pesquise sobre isso ok? Não venha com esse papo de “eu não me lembro quando um grupo ateu ajudou..”
      Quer saber? Eu também não me lembro quando um grupo religioso ajudou alguma instituição também, esse argumento é ridículo, pra começar, nem argumento é, porque você faz uso da sua ignorância em um assunto para tentar provar algo.
      Grupos religiosos ajudam sim, de vez em quando, assim como qualquer outro grupo não religioso, não há nada que as pessoas façam por meio de sua religião que não possa ser feito sem ela.

    • sobre o outro asunto em que você disse (Quer saber? Eu também não me lembro quando um grupo religioso ajudou alguma instituição também)ou das duas uma,ou você é um alienado não vê as provas que estâo na midia mostrando pessoas sendo ajudadas por igrejas, centros ubandiadas,centros espiritas, ou você não passa de retardado, Quando eu disse isso, foi sarcasmo, eu estava dizendo que é um argumento ridículo. Tanto que eu ainda escrevi no mesmo comentário: “Grupos religiosos ajudam sim, de vez em quando, assim como qualquer outro grupo não religioso”.

    • “(intolerancia ao credo e opinião de um ser humano)” Qual foi a intolerância minha ao credo e à opinião de um ser humano ao dizer: “quimioterapia”?

    • “Me prove,e mostre um grupo ateu que se uniram e fizeram alguma caridade,me mostre um site com essa noticia pois eu posso provar mas e você pode?” Sim, “The Atheist Community of Austin” faz várias caridades, e pelo que eu sei é só (hehehe), mas como o meu argumento não tem nada a ver com isso, e em momento algum eu disse que comunidades ateístas estão fazendo caridades por todo o mundo, isso é irrelevante. O meu argumento segue o mesmo: A crença em deus é prejudicial moralmente e intelectualmente a uma pessoa, sendo que a pessoa segue adorando tal ser supremo em um mundo de injustiças, e se sente confortável com a situação e a crença em questão, crença essa que não instiga a vontade de mudar alguma coisa para melhor nesse mundo devido a confortabilidade que oferece. E não há nada que as comunidades religiosas façam para ajudar alguém, que não possa ser feito sem a religião.

    • E eu agradeceria se você não baixasse o nível da discução me enchendo de insultos. Defende com todas as suas convicções a sua religião, mas quando se trata de seguir o que foi ensinado por jesus, você não passa de um hipócrita. Me insulta e no final ainda escreve: “DEUS de abençoe!” Você não é apenas imoral e hipócrita, você é uma vergonha para o cristianismo.

    • Problemas nos países subdesenvolvidos? De quem é a causa?
      Qume vai ao sanita e faz “aquela”, tem a obrigação de usar o papel higiênico para os devidos fins.

  35. hsuahsaushuahsuahs, podem dar votos negativos a vontade, mas não esqueçam de refutar meus argumentos primeiro. Apenas dar voto negativo e não contra-argumentar só pode significar uma coisa: voces não tem argumentos para contra-argumentar e apenas sentiram raiva de mim por eu ter exposto a ridicularidade de suas crenças. huahsuahsuahsuahsuahsuahs
    Refutem, se poderem. ;D
    Enquanto isso o mundo anda, em meio a varias coisas horríveis, e voces seguem com essa ideia ridícula porque ela dá uma sensação de conforto, malditos egoístas e ignorantes –‘
    Arranjem amigos imaginários, empresto o meu se quiserem, a cebola-alvi-rubro, ela realmente me conforta quando eu to com medo da morte.

    • Esse argumento seu é irrelevante, porque pode tanto estar certo quanto errado, alguns ateus ligam mais para o lado intelectual e político, outros ligam mais para o lado humanitário, você não pode usar a sua opinião para tentar provar alguma coisa.

  36. Guerras, doenças, mortes, destruição, fome, pobreza, sujeira, tortura, crime, corrupção, terremotos, tsunamis, furacões, estupros, pedofilia e funk, como diz meu amigo George Carlin: “resultados assim não preenchem o currículo de um ser supremo, isso é o tipo de resultado que se espera de um estagiário irresponsável com temperamento incerto.”
    Lamento que o essa idéia chamada deus, criada pelos fracos para encararem as adversidades da vida não exista. ;D
    That’s all folks.

    • E porque você está tão interessado em dizer isso?
      Tá com trauma? Quer aparecer como intelectual ateu?
      Porque te incomoda uma coisa que não existe?
      Tá com dúvida, né.

    • Vou responder seu comentário inimaginavelmente ignorante, mesmo sabendo que estou insultando minha própria inteligência ao me direcionar a você.
      Estou interessado em dizer isso pelo simples fato de que isso em que voces acreditam é uma ilusão, e principalmente um egoísmo tão patético e desprezível que me assusta voces não reconhecerem isso. Se as crenças falsas de outras pessoas não nos incomodassem, nós não diríamos as crianças que papai noel e coelhinho da páscoa não existem (e olha que essas duas nem são imorais).Enquanto coisas horriveis e injustificáveis acontecem a pessoas boas, voces estão aí com essa crença patética apenas buscando uma forma patética de conforto, voces simplesmente não se importam com nada e com ninguém que não seja ligado a voces, pessoas boas sofrem todos os dias, e voces que provavelmente são menos merecedores que essas pessoas agradecem as coisas banais e sem sentido que os fazem alegres.
      “Porque te incomoda uma coisa que não existe?” Qualquer coisa imoral me incomoda, sendo existente ou inexistente.

    • Meu amigo. Você parece que fez um curso intensivo de desgraças com o Datena.
      O mundo que você enxerga e vive é pior do que o inferno dos crentes.
      Saiba que existe um mundo maravilhoso se você mudar de canal.
      Não sei quem são as pessoas boas que sofrem tanto, mas se são seus amigos, está explicado.
      Ninguém pode ser feliz na sua companhia com todo o sofrimento que te rodeia.
      Finalmente, nada acontece por acaso. Todos colhemos o que plantamos.
      A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.

    • “Todos colhemos o que plantamos”
      kkkkkkk, diga isso para as crianças que são violentadas todo o dia. O mundo com certeza tem coisas maravilhosas, quem disse que não tem? “O mundo que você enxerga e vive é pior do que o inferno dos crentes.”
      Guerras, doenças, mortes, destruição, fome, pobreza, sujeira, tortura, crime, corrupção, terremotos, tsunamis, furacões, estupros, pedofilia. Essas coisas não existem no nosso mundo? Eu acho que quem precisa trocar de canal é você, e largar essa visão distorcida que você tem da vida humana no planeta, pelo que parece, você não sabe nada que não aconteça em um raio de 100km de você. Pensa nas crianças na áfrica morrendo de fome, sim, existe esse continente, conhece?

    • Se você acha que a vida no planeta é maravilhosa você é um completo ignorante e egoísta do qual eu falei. E pelo visto você não entendeu nada do que eu disse, eu falei todo tempo de pessoas boas sofrendo, e que as pessoas não se importam com isso, contanto que tenham essa crença que oferece conforto, em momento algum eu falei da minha pessoa. O que eu disse resumindo é que em um mundo onde há tantas injustiças, não há lugar para a crença nesse ser maravilhoso, é simplesmente ridículo e sem lógica nenhuma. Acorde para as pessoas necessitadas, se lembre delas antes de você mesmo. Elas ainda continuam sofrendo enquanto você agradece a esse ser maravilhoso por ter uma vida normal, seja menos egoísta, e pare de pensar em si mesmo, acreditar nessa crença imoral, egoísta e ilógica apenas porque ela te faz sentir bem. Você não é melhor do que uma criança morrendo de inanição, e também não é melhor do que várias vítimas de desastres naturais. Não dá pra deixar mais claro que isso, se você seguir a interpretar erroneamente o que eu quero dizer, eu vou me obrigar a te ignorar.

    • E pelo amor de Jesus cristo! Eu não estou falando que só existem coisas ruins no planeta, provavelmente há muito mais coisas boas do que ruins, eu apenas estou falando sobre as coisas ruins que acontecem, independente da quantidade delas. Estou apenas me referindo a incoerência da sua crença quando se trata de pensar no próximo. E imoral acreditar nesse ser supremo quando há inúmeras injustiças nesse mundo.

    • É bom mesmo escrever Deus com letras minúsculas. Mas por favor escreva “DISCUÇÃO” com letras maiúsculas

    • Você tem o que, 5 anos? Agora você diz que eu fugi da escola, eu digo que você fugiu do hospício, e o que acontece? Aprenda alguma coisa sobre maturidade antes de tentar discutir sobre alguma coisa. Até nunca mais, filho de deus.

  37. Eis um estudo científico que evidencia a principal função da memória:

    http://hypescience.com/porque-voce-sempre-esquece-o-que-ia-fazer/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29

    Porque você sempre esquece o que ia fazer?
    Você já entrou em uma sala e esqueceu o que ia fazer lá? Sim, você e todo mundo. Pelo menos agora a ciência explica o porquê: o problema é a entrada.
    “Quando você passa de um local para outro, SEU CÉREBRO IDENTIFICA CADA UM COMO UM NOVO EVENTO, E PREPARA A MEMÓRIA PARA CAPTURÁ-LO”, afirma o autor do estudo e professor de psicologia da Universidade de Notre Dame, Gabriel Radvansky.

    Claro que o cérebre tem outras funções importantíssimas, menos a de criar pensamentos e muito menos a de fazer tentativas de dar sentido a qualquer coisa.

    • dar sentido as coisas remete a consciencia, que e exatamente a parte do cerebro que ciencia nenhuma conseguiu identificar e explicar ate hj

  38. Geferson,
    Não vejo como a palavra ÉTICA, ao lado de ORDEM E PROGRESSO, possa trazer algum benefício ou modificar as atitudes antiéticas e imorais da nossa sociedade e em especial do nosso congresso nacional.
    Todas as atitudes e comportamentos antiéticos e imorais praticados pelos ‘políticos’, já adquiriram um caráter de ‘legalidade’, ou seja, as leis propostas e aprovadas por eles mesmos, dão respaldo para que tais atos continuem a ser praticados sem qualquer penalidade.
    Sendo assim, a palavra ÉTICA, só vai perder o seu sentido e conceito original, sufocada pela bandeira da ‘LEGALIDADE’.
    Se tivessemos que renovar essa frase, eu sugeriria: AMOR, FRATERNIDADE E SOLIDARIEDADE.
    Não sei se isso mudaria alguma coisa, mas pelo menos é o que realmente está faltando.

    • Bovidino
      Agradeço o “gancho”
      Sua proposta é melhor que a minha.
      Criei um Site com a intenção de provocar a discussão nas esferas governamentais constrangendo os corruptos com relação à falta de ÉTICA na gestão pública.
      “AMOR, FRATERNIDADE E SOLIDARIEDADE”. É muito bom!
      Algo tem que ser feito e estou disposto a mudar o Site desde que conte com ajuda, criando estímulos que mobilizem os indignados.
      Permaneço a disposição em tempo integral nessa luta.
      Um abraço.

  39. quando se começa um argumento com…

    vc não acredita eu respeito (vc não acredita, fanatico cego ignorante).

    ou…
    vc tem uma opnião eu respeito (não tenho suporte logico para refutar esse babaca, então digo que respeito…)

    ou…
    “não tenho que explicar” (nem eu compreendo o que eu disse).

    essa esquiva é bem comum dos pombos que cagam no tabuleiro e cantam vitoria.

    ou…
    “ciencia estuda materia” (tomara que ela não explique senão me lasquei)

    ou…
    “Ciencia é incapaz de explicar” (aproveitando que ela não forneceu resposta imediata, assim ja a descredibilizo logo, ja que é contra minhas crenças)

    detalhe da ironia é que ciencia significa conhecimento, se alguem aqui é realmente contra o conhecimento, então não deve ser muito racional. Tudo deve estar dentro do campo de estudo do conhecimento, mesmo que não se trate de descrever eventos, fatos, ou evidencias, mas tambem da parte logica tal como matematica; sera que é tão complicado entender que tudo é conhecimento? (ciencia)

    • Só uma coisa você acertou em cheio.
      Ciência significa conhecimento.
      Isso é realmente uma grande ironia.

  40. Então quer dizer que a experiência de descontrole cerebral está relacionada a ilusão de experiência pós morte, até o momento que sei é que o cerebro nesse exato momento estaria preocupado em manter a vida redirecionando a atenção para os locais de mais rigor, ou então está relacionada a uma confusão quimica e sináptica de desequilibrio protéico e eletrolitico.

  41. [b]Bovidino,[/b]

    [b]Você disse:[/b]”Contudo, não consegue fazer qualquer interferência química ou elétrica que provoque a mudança ou que direcione os pensamentos para uma determinada área de atividade humana, até porque não sabe onde eles se originam.”

    Não vou mais ficar enrolando, a partir de agora vou ser bem mais objetivo já que parece que todos aqui estão contra mim, rsrsrs. Vou argumentar sua alegação com alguns fatos:

    Existem drogas que estimulam a vontade e o pensamento sexual.Existem drogas que deixam as pessoas mais violentas, outras deixam depressivas e outras alegres. O próprio álcool deixa a pessoa mais desinibida, falando coisas que em estado normal se arrependeria. A quantidade de serotonina no cérebro indica o quanto uma pessoa está timida. Quando inserido mais serotonina no cérebro, imediatamente a pessoa passa a não ser mais tímida e a querer interagir com as pessoas.
    De acordo com experimentos, um choque em uma determinada área do cérebro amplia a aptidão dá pessoa para matemática. Choque em outra área pode causar depressão suicida profunda imediata enquanto durar o choque.
    Um derrame pode fazer uma pessoa que sentia atração por mulheres começar a sentir atração por homens.
    Se uma determinada região do cérebro for danificada, a pessoa deixa de sentir a sensação de frio ou calor. Em outra ela deixa de sentir medo. Em outra ela deixa de sentir emoções(Psicopatas). Em outra parte, se danificado, a pessoa perde a capacidade de fazer planos a longo prazo. Em outra parte ao ser danificado a pessoa deixa de sentir vergonha. Em outra parte, se danificado a pessoa não consegue mais mentir e passa a falar sempre a verdade. Em outra parte ela não consegue reconhecer rostos. Em outra, bem famosa, ela não consegue formular e dizer frases lógicas, ela acha que fala algo de sentido mas para os outros é uma frase completamente sem sentido, embora a pessoa seja perfeitamente normal em todos os outros aspectos. Uma determinada área do cérebro é ligada a gratificação. Outra área foi descoberto que é responsável pelo auto-controle, pois quando danificada a pessoa o perde completamente. Em outra, se danificado perde o senso de humor ou o contrário, passa a achar graça em tudo. Outra doença famosa e rara a pessoa fica incapaz de sentir dor, pois a região do cérebro especifica receptora de dor está danificada. E muitos, muitos outros.

    Já existe a tecnologia de controle por pensamento. Já há protótipos em que se consegue dirigir carro somente pelo pensamento, através de eletrodos na cabeça que lêem o padrão elétrico superficial da atividade cerebral.

    É possivel dizer se uma pessoa está mentindo ou dizendo a verdade pelo seu padrão de atividade cerebral.
    Já foi criado um microchip que faz o papel de neurônio e consegue interpretar a linguagem sináptica, transmitindo pensamento.

    Mesmo durante o sono o cérebro está funcionando em total vapor, então se você é daqueles que acha que tem uma alma que sai do corpo durante o sono, no minimo deve admitir que o cérebro não depende da alma para funcionar.

    Ao se praticar algo como um esporte muitas e muitas vezes, o cérebro tende a se adaptar para realizar esse trabalho melhor. No caso do basquete por exemplo, a área responsável pela habilidade espacial (arremesso) chega a triplicar seu tamanho.

    Ao contrário da crença popular, o nosso cérebro é lotado de defeitos. Podemos notar isso fazendo inúmeras ilusões de ótica.

    [i]Os nossos pensamentos e inteligência são diretamente ligados a nossas memórias e linguagem. Quando mais memória maior é a habilidade e capacidade do cérebro de pensar, visto que ele pensa por associações. Ex: Se eu falo “azul”, o cérebro começa a fazer associações baseado em nossa memória e utilizando uma linguagem que no nosso caso é o portugues, normalmente depois do “azul” ele pensa em “cor, mar, outras cores, céu, etc”. Ao pensar em mar, por exemplo, ele continua a associação e pensa em peixe, barco, água… e por aí vai.[/i]

    Também sugiro dar uma pesquisada nos milhares de distúrbios cerebrais. Tem muita coisa interessante e que depois de vista é muito difícil a pessoa ainda achar que o cérebro é um simples armazenador de memórias.

    P.s: Todos esses fatos não foram inventados, são de pesquisas cientificas ao longo das últimas décadas que vem sendo publicados ao redor do mundo. Sugiro pesquisar sobre elas para um maior aprofundamento.

    • ANDY,
      Meu caro,
      Tudo que você disse, está resumido em uma frase que eu disse no meu comentário:
      “Consegue até manipular áreas cerebrais que afetam comportamentos e atividades fisiológicas”
      Até aí nada de novo.
      Um grande abraço.

    • Na minha opinião, algumas coisas do que eu falei é bem mais do que “Consegue até manipular áreas cerebrais que afetam comportamentos e atividades fisiológicas”, mas tudo bem Bovidino, é apenas minha opinião.

      Esse tópico já esta meio desgastado e como ninguém aqui aguenta mais ler meus comentários, vou me retirando, rsrsrs.

      Abraço…

      but…

      I will be back! – (And with new and powerfuls arguments!)

    • • A Física das Energias, incluindo a bioenergia. Aliada à Física Quântica nos faz consciente de que existem inteligências providenciais, sincrônicas e transcendentais por trás de toda manifestação criativa e adaptativa do universo.
      • Essas “energias inteligentes” não são restritas aos aparelhos de rádio ou tevê muito menos aos “aparelhos mentais”. Elas existem independentes desses “aparelhos de manifestação”.
      • Atribuir tudo isto a “casualidade material” é dar um poder “ao Acaso” que não tem sustentação lógica.

    • voces continuam a insistir com essa discussao. apresentando fatos que ja foram apresentados antes e que nao levam a lugar algum mais.
      a nossa unica verdade nesse momento é a incerteza.
      o homem nao sabe definir nem o que é a energia em sua forma pura. como poderia saber definir a verdade sobre a existencia?

    • Energia na sua forma pura? >Chama-se “Imanente”
      Só um pouco de conhecimento de física, bem primária:
      Energia elétrica;
      Energia mecânica;
      Energia eletromagnética;
      Energia cinética;
      Energia eólica;
      Bioenergia e etc, etc
      Mais definições?

    • Saudosismo a parte:
      Fui gerente da última Fábrica de Válvulas da Philips. (as famosas “miniwatt”)
      Chorei o fim da tecnologia da “Termo ionização”, pois nunca mais fui gerente de coisa alguma.

    • Todas aquelas teorias eram vistas à luz da prática. Olhando uma válvula eletrônica e calculando na ponta do lápis as impendâncias das mesmas, números de grades auxiliares, ânodos, câtodos, filamentos para aplicar os devidos resistor e capacitores. Em muitos casos eram necessários cálculos precisos para usar alguns componentes como os capcitores ou resitores em série ouparalelos.
      Bons tempos. A gente podia entender tudo aquilo e comparar a nossa vida, nosso universo e as coisas que nos cercam invisivelmente.

  42. ANDY,
    Tudo bem. Considerando a sua atitude de manter-se cético sem contudo achar-se o dono da verdade, vou abordar a questão pelo menos mais uma vez, de um ponto de vista um pouco diferente.
    A ciência consegue hoje práticamente ver a atividade cerebral.
    Consegue até manipular áreas cerebrais que afetam comportamentos e atividades fisiológicas. Contudo, não consegue fazer qualquer interferência química ou elétrica que provoque a mudança ou que direcione os pensamentos para uma determinada área de atividade humana, até porque não sabe onde eles se originam. Honestamente, sabemos que dizer que a mente está no cérebro, não passa de uma hipótese, suposição ou teoria. Enquanto teoria não é válida já que faltam evidências suficientes para embasá-la.
    O que existe é uma forma enganosa, simplista e maldosa, que é propagada por pseudo-cientistas para provar que a mente está no cérebro: “Tire o cérebro da pessoa que ela deixa de pensar”.
    Ora, se eu tirar a televisão da sala, também não vou mais ver televisão. Contudo as ondas que transmitem as imagens e os sons continuam a ser enviadas.
    Sabemos perfeitamente que o pensamento é na nossa realidade material, nada além de uma subjetividade, ou seja, eu posso estar pensando ou imaginando, um jardim cheio de flores coloridas com um lago azul no centro, etc, etc…, mas que não está concretamente representado no meu cérebro, até porque não caberia no mesmo.
    Considerando que a ciência só consegue estudar, pesquisar e experimentar no campo da objetividade, ou seja, tudo que é materialmente percebido, medido e catalogado, devemos concluir que jamais poderá saber o que são ou como são gerados os pensamentos?
    Claro que não. A física quântica está desmascarando conceitos fechados dessa velha ciência mecanicista. Dentro de pouco tempo, saberemos ‘cientificamente’ que o que os esotéricos afirmam é real, ou seja, a mente está numa dimensão metafísica, transmitindo ondas que são captadas pelos cérebros em frequências de acordo com as vibrações e sintonias de cada um.
    Isso não é ‘misticismo’ ou ‘bobagem’, isso é ‘CIÊNCIA’.
    P.S. Para uma pessoa deixar de pensar, não é necessário arrancar-lhe o cérebro, basta tirar-lhe a pineal (antena sintonizadora e receptora).

    • Platão, em “o mito da caverna”, descreve o mundo com limitações em que vivemos em cavernas apenas vendo sombras e imaginando que delas vêm as vozes que ouvimos, quando na verdade as sombras também são frutos dos emissores das vozes, na descrição homens como nós mas que estão por fora da caverna e passam em frente a única fresta de luz que temos nessa caverna escura. Platão é antigo, mas é lembrado no filme Matrix, em que conectamos realidades alternativas em uma tecnologia avançada, e passamos avida inteira sem saber disso. Não precisa ser uma questão só tecnológica, como em Matrix, muitas crenças antigas descrevem a realidade como um “véu” que os deuses colocam a nossa frente pra não ver o que eles podem ver e o que fazem. Eu penso assim, a ciência laboratorial não pode desvendar nossa mente proque só tem acesso ao Hardware, nosso cérebro e suas funções químicas e elétricas, as ciências psicológicas também não podem, porque só podem “comunicar com a interface do software”, sem poder ver o código fonte. Ou seja, o que está mais perto de desvendar a mente e a forma de como percebemos e construímos a realidade a nossa volta é a Meditação.

    • Caro Jonatas,
      A idéia é essa, e acredito que você não se incomodará se eu ousar fazer mais alguns adendos.
      O mito da caverna descreve homens dentro de uma caverna que se iludem com as sombras formadas no fundo da caverna, achando que tais sombras são a ‘realidade’. Só quando um deles se aventura e sai da caverna, pode ver a luz que no primeiro momento quase o cega, mas em alguns instantes percebe que a realidade está fora da caverna. Ele volta para a caverna para dizer aos outros o quanto estão enganados. Todavia, eles não acreditam e o chamam de louco.
      Simbolicamente, a caverna é o nosso corpo físico onde estamos presos e achamos que o que vemos e sentimos é a realidade. Quando saímos e nos deparamos com a realidade, voltamos e tentamos transmitir a nossa experiência aos demais. Adivinha do que eles nos chamam. De místicos, de ignorantes e de loucos.
      Outrossim, já que falamos de Platão, a República de Platão deveria ser de leitura obrigatória.
      Alí ele explica detalhadamente todos os procedimentos e todos os cuidados que devemos ter para criarmos uma República ideal. Passo a passo ele faz a analogia entre o micro (homem) e o macro (a República). Finalmente compreendemos que o macro é simplesmente um reflexo do micro, ou seja, a nossa sociedade é em última análise, o reflexo do que somos.
      Células boas, constroem um organismo sadio, células ruins desenvolvem tumores e cânceres.

    • Certamente Bovidino, nos destes mais detalhes dessa idéia Platônica. Filosofia e Ética, dissiplinas desvalorizadas por alunos e professores em alguns muitos lugares. Isso não deveria ser assim.
      Citei a ética porque falta ética hoje em dia a muitos brasileiros, e nossos políticos são o nosso reflexo.

    • Jonatas
      Ajude-nos implantar a ÈTICA como valor máximo na nossa cultura
      Vamos colocar a palavra ÉTICA na bandeira nacional
      “ORDEM, PROGRESSO E ÉTICA”.
      A mobilização dos indignados constrangerá o poder corrupto a discutir este assunto.
      Visite o site “Bandeira da Ética”, dando seu nome/N° do Titulo de Eleitor /UF.
      Procure no site do google.com/site/bandeiradaetica.

    • • Ao se quebrar uma lâmpada não se destrói a energia que produz a luz.
      • Ao sintonizar uma emissora de rádio ou tevê – não se exclui todas outras – apenas seleciona-se uma delas e todas as outras “continuam presentes”.
      • Um defeito no rádio, ou tevê não implica no defeito das ondas eletromagnéticas que produzem o som e a imagem.
      • Existe uma luz saindo do nosso controle remoto que – embora não seja percebida pelo nosso cérebro – ninguém duvida que ela exista, não se tratando de simples crença.
      • Nem mesmo as mais gigantescas montanhas impedem a travessia das ondas curtas da radiodifusão.
      • Vivemos mergulhados num oceano de energias de todo o tipo, frequência, espectro e intensidade captadas ou não pelos aparelhos que a tecnologia foi capaz de criar, até o momento.
      • No universo só existem duas coisas: energia e consciência o resto é consequência.

    • Perfeitamente.
      Quanto às miniwatt, lembro bem delas, precursoras do transistor.
      Tempo bom da Philips que fabricava quase todos os rádio componentes.

  43. Para Flor de Lis

    Caríssima Flor do Lácio.

    Se você reler o meu texto com mais acuidade, vai perceber que a última frase está impregnada de humor sarcástico, endereçada à minzinha e não aos demais.

    A não ser que sejas adepta da IURD, não vejo nada de ruim no que escrevi.

    Se liga aí, Flor do Lácio, se é que sacas o significado disso.

    Fui

  44. Pois é. Isso não é novidade. Novidade seria se dissessem que seria produto do pé. Viva ao Metafísico e ao materialmete incompreensível!!!! Um dia chegaremos lá.

    • Á título de gozação, eu diria que é produto do pé, mas do pé do ouvido, que é mais próximo do cérebro.
      Todavia, o título da matéria está de certa forma correto.
      O problema é que na realidade eles querem dizer que é produto do ‘CÉREBRO’, até porque não sabem a diferença entre ‘cérebro’ e ‘mente’.
      Enquanto o ‘cérebro’ é uma máquina maravilhosa, responsável por todos os fenômenos relativos ao corpo físico e pelo arquivo de todas as memórias do indivíduo, não tem a capacidade de pensar e muito menos fazer uma tentativa de qualquer coisa, como sugerem, mas apenas de processar pensamentos captados da mente universal através da pineal que é a antena parabólica responsável por essa conexão.

    • Cerebro e mente são a mesma coisa, ou no máximo um da suporte ao outro, se n acreditar mande arrancar seu cérebro e veja oq acontece.

    • Igor, considerando que sua ignorância é muito singela, vou tentar responder por analogia:
      O cérebro é o seu aparelho de televisão.
      A mente, são as ondas enviadas da retransmissora de televisão.
      Você só consegue assistir televisão se a sua antena captar os sinais enviados.
      São coisas que trabalham em conjunto, mas são diferentes e estão em locais diferentes.
      Se você quebrar a televisão, é claro que não vai mais assistir.
      Arrancar o cérebro é a mesma coisa. Não haverá mais transmissão da mente para o cérebro.

    • Incrível, Bovidino! Bravo!
      Alguns assuntos tem-se que escolher algo prático para comparação. Uma realidade paralela à outra. Difícl mesmo, em alguns casos, encontrar quem entenda também o funcionamento das máquinas eobjetos que comparamos.
      Afirmo isto porque fui técnico em eletrônica ainda nos tempos dos válvulos-transitorizados, e, depois, com os transitores até o início dos CIs (circuito integrados).

    • Igor
      [ironic]que argumento bem pensado eim! coisa de genio mesmo![/ironic]

  45. “Eles afirmam que muitas experiências de quase morte podem ser causadas pela tentativa do cérebro de dar sentido a sensações e situações estranhas, que ocorrem durante um evento traumático.”
    – nao explica situaçoes em que a pessoa reconhece claramente objetos ou pessoas quando estao fora do corpo. ex: Caso do rapaz em coma que presenciou um acidente fora do hospital.

    “alguns dos estudos examinados mostram que muitas pessoas que experimentaram uma experiência de ‘quase morte’ não estavam realmente morrendo, apesar de a maioria pensar que estava”
    – Voce nao precisa estar morrendo pra ter uma PA. voce pode ter uma até dormindo.

    “Mas os pesquisadores suíços descobriram que tais experiências podem ser induzidas artificialmente, ao estimular uma parte do cérebro responsável pela percepção e sensação. Até o “túnel de luz”, contado pelos que viveram uma experiência de quase morte, e a sensação de felicidade e euforia, podem ser induzidos.”
    – se o cerebro esta ligado a mente/alma seria plausivel que estimulos causariam tais efeitos. voce pode estimular uma parte especifica do cerebro e a pessoa alucinar que está vendo uma bola, mas, nao quer dizer que todas vez que voce viu uma bola foi resultado de uma alucinaçao.

    “Em um artigo, os pesquisadores afirmaram que “se analisada em conjunto, a literatura científica sugere que todos os aspectos de uma ‘experiência de quase morte’ têm uma base fisiológica e psicológica.”
    – Exatamente o oposto, se analisada como um todo ainda tem muitas contradiçoes a respeito das EQMs. ex: o rapaz em coma citado acima no primeiro comentario.

    “O Dr. Sam Parnia, pesquisador da Universidade Estadual de Nova York e autor do livro “O que acontece quando morremos”, afirma que toda experiência, seja de quase morte ou mesmo a felicidade, são mediadas pelo cérebro.”
    – o nosso conhecimento sobre a mente e o cerebro é minimo, nisso todos cientistas concordam. mas isso nao impede pessoas como Sam Parnia de assumir a realidade com base cientifica incompleta. infelizmente poucas pessoas estao realmente em busca da verdade, inclusive cientistas. a maioria só quer reduzir tudo a nada e viver satisfeito com isso. (interessante notar que pessoas religiosas tem esse apelo, assim como pessoas ditas “de ciencia”. dois lados da mesma moeda, eu venho dizendo…)

    *por fim gostaria de recomendar Revista Galileu de Novembro de 2011 onde tem uma materia sobre o neurologista Raymmond Tallis onde ele critica o uso equivocado da analise de atividade cerebral pra explicar todos aspectos da mente e do que é ser humano.

    • Comentário excelente e perfeitamente embasado na lógica.
      Quanto ao primeiro parágrafo, gostaria de acrescentar que o ‘cérebro’ é completamente burro, constituindo-se simplesmente num depósito de memórias. O cérebro não tem nem noção de tempo cronológico. Se a pessoa acessar memórias antigas e traumáticas ou alegres, irá reviver os mesmos eventos como se estivessem ocorrendo neste exato momento, ou seja, o que chamamos de lembranças.
      Portanto, o cérebro não tem a menor capacidade de fazer tentativas de dar sentido a qualquer coisa.

    • É justamente a enorme capacidade e tendência do cérebro de dar sentido as coisas que você e outros acreditam em misticismo.

      😉

    • Quando ele afirma que o cérebro é apenas um recipiente de memória e que a mente pertence ao plano espiritual superior, me cheira a misticismo. Se você não concorda, problema seu.

      Não estou debatendo com você.

    • “É justamente a enorme capacidade e tendência do cérebro de dar sentido as coisas que você e outros acreditam em misticismo.” [Continuando…] “Misticismo” do qual você parece ter repulsa né, pois parece ser o único ENCOMODADO aqui com os sérios comentários daqueles que acreditam em algo que você não e QUER desesperadamente fazê-los desacreditarem nisso. (pra quê, sinceramente eu não sei… mas acho que você vai explicar)

    • “acho que você vai explicar”

      Acertou, vou sim! Eu não quero desesperadamente faze-los acreditar no que eu acredito. Eu estou aqui debatendo com eles pois os acho pessoas inteligentes e sábias que obviamente tem pensamentos divergentes aos meus, e não há prazer maior do que trocar pontos de vistas opostos em busca de um denominador lógico comum, tentando assim construir através do diálogo respeitoso o entendimento mútuo entre conhecimentos e experiências diferentes.

      Misticismo é o nome dado para expressar a crença em existências sobrenaturais que fogem ao conhecimento padrão cientifico. E isso é exatamente em que acreditam as pessoas com quem eu debato. E não, eu não tenho repulsa, pois eu mesmo já acreditei quando criança e é uma herança natural da evolução cultural da sociedade dos homens, que serviu para dar sentido a vida, o que é admirável e compreensível. – Agora a palavra religião sim eu tenho repulsa.

      Se você não está aqui para isso, sugiro que pare de perder seu tempo aqui e nos deixe em paz.

      P.S: Se for para evidenciar uma palavra em particular também sugiro que pelo menos pesquise a grafia correta desta palavra ou corre o risco de ter sua argumentação descredibilizada.

    • Não explicou. Andy, entenda a situação… A Magda por exemplo não veio aqui debater (como vários outros), só veio para comentar e você a tratou como se ela estivesse forçando alguém aqui a acreditar no que ela acredita, a atacando com questionamentos cujas respostas JAMAIS lhe agradariam.

      “Eu acredito no que tem lógica para mim.”

      Se para você nada disso tem lógica e você não parece querer entender a lógica (pois SÓ VEJO questionamentos)… então que p**** (sorry) de troca de pontos de vista é essa? Tá mais pra uma troca de balas…

      Mas tá certo, não precisa tentar explicar denovo porque percebi que você SEMPRE interpreta mal meus comentários… e parece que consegui te irritar com 1 comentário só (é um record pessoal).

      ————————
      “Cite uma, e vamos discutir sobre ela. Vamos ver se ela é racional.” [Porque eu quero mesmo é questionar! Har Har.]
      (Foi aí que ficou bem claro ;))

    • “A Magda por exemplo não veio aqui debater”

      O que eu fiz foi um convite para um debate que ela recusou grosseiramente.

      “pois SÓ VEJO questionamentos”

      A anos que venho debatendo, em muitos tópicos atrás eu já expliquei muitas vezes porque eu acredito que não tem lógica essas coisas, apenas evito ficar me repetindo e procuro questionar para as pessoas chegaram as suas próprias conclusões.

      “você SEMPRE interpreta mal meus comentários”

      Desculpe, sou meio burro.

      “e parece que consegui te irritar com 1 comentário só”

      Sim, conseguiu um pouco. Não gosto de pessoas que no lugar de participar do debate opinando sobre o assunto construtivamente aparece apenas para atacar o argumentador contrário a sua opinião, desviando-se totalmente do tema em questão e criando intrigas e mal estar.

      “Foi aí que ficou bem claro”

      O comentário a que se refere foi completamente neutro e educado. Fiz um convite aberto para iniciarmos uma conversa sobre a racionalidade das respostas do livro que ela cita. Você precisa entender que isso é uma comunicação por escrito, aqui não há entonação de fala, que dependendo dela uma mesma frase por ser séria, irônica, sátira, ofensiva, questionadora, etc. E pelo visto você sempre atribui uma entonação negativa para meus comentários.

      É, é, já sei, interpretei mal seu comentários denovo, devo ser muito burro mesmo. 😉

    • Andy, não vim para lhe atacar. Só para dar um toque… “pega leve”, você disse que fez um convite de debate para a Magda, mas realmente soou bem grosseiro. Da mesma forma que seu convite também para eu e outros nos retirarmos do “debate”.

      Também não negativei você, eu simplesmente chego aqui na página e já vejo os “negativos” aí. Pode por a culpa em outra pessoa então. o_O”

      E você não é burro, só que para você só o que tem lógica para você está certo. Aí você não tenta entender outras formas de pensar (ou pelo menos não se esforça), por exemplo… me interpretou mal denovo.

      Mas deixaaaa esse assunto para lá, estou aprendendo muito aqui com os comentários do Bovidino e do Geferson e NÃO VOU MAIS lhe encomodar. :]

      Desculpa aí. Fui!

    • “Também não negativei você, eu simplesmente chego aqui na página e já vejo os “negativos” aí. Pode por a culpa em outra pessoa então. o_O””

      Ahháaaa! Dessa vez você que me interpretou mal! Eu quis dizer que você interpreta os meus comentários como sendo ofensivos e não que você estava negativando literalmente meus posts, rsrsrsrs.

      ” me interpretou mal denovo”

      É eu já suspeitava para variar…

      “NÃO VOU MAIS lhe encomodar. :]
      Desculpa aí. Fui!”

      Okay, t+!

    • Nesse caso, porque uns acreditam em misticismo e outros não?
      Os cérebros são diferentes?
      Alguns cérebros são místicos e outros puramente lógicos ou científicos?

    • Sim meu caro Bovidino os cérebros das pessoas são muito diferentes. E por dois motivos, genes e experiência de vida. E tudo o que nós somos e acreditamos é uma combinação desses dois fatores.

      O fato de existir pessoas que acreditam em misticismo é também uma combinação dos dois, mas muito mais da experiência de vida, em particular a educação.

      A esmagadora maioria de nós desde pequeno é induzido a acreditar em alguma religião, eu incluso. Felizmente ou não, eu tive a raríssima oportunidade de ter uma educação de elite, não por estudar em um colégio caro, mas por ser sempre estimulado pelos meus pais a ler e estudar, o que desde cedo me fez crescer com uma mente aberta e ao mesmo tempo crítica. E quanto mais meu cérebro e mente se desenvolviam, mais eu passava a questionar tudo – um processo normal de amadurecimento da mente, e a pensar de maneira racional. Por motivos particulares, ao mesmo tempo que aprendia a história dos homens e as ciências na escola, eu passava a não mais enxergar os motivos que me levavam a pertencer a uma religião. Foi então que aos 13 anos eu virei o que chamam de agnóstico.

      O meu caso é particular e raro, pois no mundo em que vivemos apenas 4/5 das pessoas não tem acesso a educação de qualidade. Grande parte não tem acesso sequer a condições básicas de sobrevivência.

      Então eu pude dizer um pouco do que me levou a duvidar do sobrenatural. Não posso falar pelos outros, mas é fácil deduzir que a pobreza e uma educação deficitária não desenvolvam corretamente o senso crítico das pessoas e muitas nunca nem chegam a se questionar sobre as questões fundamentais da existências, como de onde viemos, o que somos, e porque somos. São meras marionetes sofredoras que se agarram na primeira resposta que lhes dão – seja da bíblia, ou de qualquer outro livro que oferece respostas – e que sonham com uma vida melhor pós-morte.

      Já outros, mesmo tendo uma excelente educação, nunca deixam de acreditar no sobrenatural, alguns por terem experienciado acontecimentos especiais, como milagres – coisas que julgam não ser possível acontecer sem intervenção divina. De certo cada um tem seu motivo particular, que talvez tenha sido fruto de uma mera fantasia, ilusão, ou talvez não.

      Então a resposta para suas perguntas é somente uma: o motivo de tanta divergência é porque somos todos diferentes, e é isso o que faz do mundo um local interessante.

    • Andy

      Voce continua sendo o unico a insistir em misticismo. Bovidino apenas apresentou fatos que colocam em duvida a questao mente/materia.

  46. Isso que você viu, esotericamente é chamado de registros akashicos. É o registro individual de cada alma. Isso realmente passa quadro a quadro como se fosse um filme mesmo.

    • Os registros acásicos é um assunto muito profundo e intrigante. Vale a pena estudar sobre o assunto desde que não prevaleça outros dogmas.

  47. Em resumo,
    Nenhum cientista vai comprovar se e imaginação do cerebro.
    Teve casos inexplicáveis que nao dava para acreditar sobre simples imaginação do cerebro.
    Conto de novo uma reportagem do globo reporter que um paciente estava gravemente em coma e entre esse estado ele saiu da sala de cirurgia, foi para o corredor, saiu do hospital e foi dar uma caminhada numa praca perto e naquele exato momento aconteceu um acidente tragico de carro.
    O paciente em coma informou que conversou com o camarada que morreu naquele acidente e de repente esse sumiu como um flash de luz e depois disso o que estava em coma foi puxado para a sala de cirurgia.
    Nao teve nenhum cientista que pudesse explicar isso e depois pesquisadores dizeram que eram apenas enganações da mente, e não uma “experiência” com o que há além da vida????
    Cara pálida! dona Dra. Caroline Watt, “nossos cérebros são muito bons em nos enganar” ????
    Claro, impossível de explicar o inexplicável

  48. o que sei e que presenciei é que registramos muitos , e muitos fatos mesmo, que são arquivados sem que tenhamos consciência disso e que, provavelmente influenciam nosso comportamento. É possível “abrir” esse “arquivo” por metódos que não são legais e ,sobretudo, por motivos que , ainda, são , na maioria das vezes sem justificação.

  49. Aif…que assunto mais tedioso.

    Nós saímos do corpo todas as noites durante o sono, brothers.

    Mas é muito bom que os cientistas pesquisem bastante, pois vão chegar nas obras de Kardec, Chico Xavier, Divaldo Franco etc.
    Basta pesquisar prá sacar.

    Já citei aqui o caso de Santo Antonio, comprovado historimente.
    (só a estória do defunto falante que é lenda).

    Helena Blavatsky se acomodava na sua pltrona, saía do carpo e ia ler livros na biblioteca de Moscou. Depois voltava do passeio, numa boa.

    Só que por enquanto, isso não é prá qualquer um mísero mortal.

    Um dia toda essa névoa vai passar e enchergaremos com mais claridade tudo aquilo que sempre tava diante dos nossos olhos embaçados e ninguém sacava.

    O átomo está aí, desde que o mundo é mundo. Mas nem Abraão, Cleópatra nem a minha bisavózinha lindinha não conheceram.
    E nem por isso significa que o átomoo não existisse.

    Ah… cansei.

    Agora vou sair do corpo e bisbilhotar o que a minha vizinha tá cozinhando pro almoço, hehehe!

    Fui

    • “Nós saímos do corpo todas as noites durante o sono, brothers.”

      Só se for você amigo, e os misticos dos comentários abaixo. Eu permaneço no meu corpo, pois eu sou o meu corpo.

    • E você viaja muito.

      Eu acredito no que tem lógica para mim. E sobre a questão da mente, assim como tudo eu acredito em causa e efeito. Se eu penso em algo, é porque houve uma causa (estímulo externo) e um efeito (comunicação elétrica entre neurônios).

      Esse negócio de plano superior, que a mente não pertence ao corpo e tudo mais, não parece lógico e real para mim, sinto muito.

      Se a mente e o pensamento é algo além do cérebro, porque pessoas que tem alzheimer por exemplo, perdem a memoria? Porque a redução de neurônios compromete a função cognitiva? Por que após sofrer um derrame o cara virou gay de acordo com uma reportagem que saiu essa semana? Por que existem centenas senão milhares de distúrbios biológicos do cérebro que afeta a mente?

      Em minha opinião as evidências sugerem que nossa mente é fruto da atividade cerebral assim como o que você vê na tela de um computador é resultado de processamentos da CPU.

      Nós somos uma máquina criadas pela evolução como todos os outros seres vivos e simplesmente nunca vi motivos pertinentes e racionais para pensar diferente, na minha opinião.

      Aqueles que preferem fantasiar com o tal do plano superior, deuses, carma, alma, etc, de certo tem suas razões; talvez seja o medo, talvez a ignorância ou talvez possuam evidências dessas existências que eu nunca vi, não sei, mas por enquanto, com as informações que tenho, meu cérebro acha mais racional se manter cético em relação a essas fantasias.

    • Ééééé, viajo mesmo!

      Prá responder suas questões: se vc tiver algum tipo de acidente ou doença que afete seu cérebro, logo a conexão entre os Mundos Superiores – onde existe o Ser que é o vc real -, fica comprometida, e a comunicação de lá prá cá e de cá prá lá não funciona mais como deveria. Aí vc fica lesado ou algo do tipo. Entendeu?

    • Andy:

      Você escreveu bonito. Só degringolou um pouco no final, tachando de “fantasias”.

      Évidentemente você não ESTUDOU a obra de Kardec nem de Chico Xavier, que escreveu 218 livros, doou todos os direitos autorais e morreu pobre como sempre foi.

      Lá eu encontrei respostas para muitos questionamentos. Mas como você parece que só tem certezas…

      Ainda assim, prefiro o seu ceticismo do que o blá-blá-blá dos crentes fanáticos.

      Beijos da Magda.

      Fui

    • Cara eu sabia que você ia falar exatamente isso, pois é uma explicação óbvia que até uma criança poderia pensar. O problema das suas fantasias e para quem quiser acreditar nelas é a falta de evidências e provas, ponto final.

    • Andy,
      Você disse: ‘(E sobre a questão da mente, assim como tudo eu acredito tem causa e efeito. Se eu penso em algo, é porque houve uma causa (estímulo externo) e um efeito (comunicação elétrica entre neurônios).)’
      Todavia, o estímulo externo, não é a causa do pensamento. Estímulo externo é algo que você vê ou sente, e isso vai imediatamente para a ‘memória’. Logo após é que surge o pensamento que pode fazer uma analogia com o que você acabou de memorizar com todos os outros registros da memória. Claro que tudo isso se verifica em segundos e é muito fácil deduzirmos que o pensamento surgiu exclusivamente em função do estímulo externo.

      Considerando que você fez analogia com o computador, vamos olhar pelo seguinte prisma:
      Suponhamos que o computador seja uma pessoa. O cérebro dessa pessoa é o processador.
      O computador aparentemente trabalha sozinho processando dados.
      Todavia, para que ele desempenhe determinada função, é necessário que ele receba um programa, (software).
      O dono do computador pode inserir na sua memória esse programa.
      Depois do programa instalado, o computador passa a executar as tarefas programadas no software, desde que o dono do computador efetue os comandos necessários.
      Se o computador puder pensar, ele vai achar que realmente ele faz tudo sozinho e que foi ele quem criou o programa.
      O computador não sabe que ele está fazendo aquilo porque recebeu um software de uma fonte externa e não tem a menor idéia de quem foi o programador que fez o programa e também não sabe que está sendo operado (dirigido) por alguém.
      Embora ele pense assim, não significa que não exista um programador e um operador.
      Digamos ainda que depois de um determinado tempo, quer seja por superaquecimento ou por outra avaria qualquer, o processador apresente um defeito. (memória avariada).
      Por mais que o operador tente, não conseguirá fazer o computador trabalhar corretamente.
      Isso também não significa que o operador não esteja tentando.
      Constatada a impossibilidade, ou troca-se o processador ou o próprio computador.
      Se trocarmos o processador, teremos uma máquina recuperada.
      Se trocarmos o computador, teremos uma máquina mais evoluída.
      De qualquer forma, novo ou renovado, o computador voltará a funcionar.
      Se você fizer as correspondentes analogias, vai perceber que somos enquanto pessoas, apenas computadores e não temos idéia exata de como funcionamos enquanto não saímos do gabinete do computador e verificamos a realidade em outra dimensão. E isso não é fantasia.

    • Bovidino, com base em meus estudos e deduções, tudo aponta para que realmente tenhamos um programador, e o programador se chama seleção natural. Ele nos programou durante milhões de anos com um único objetivo: adaptação e sobrevivência.

      De fato entendemos muito pouco sobre nossa mente e cérebro. Estima-se que os computadores só terão a capacidade de um cérebro em 2050. Isso serve para ilustrar o quão fantástico e complexo é o nosso cérebro. E devido ao nosso pouco conhecimento temos a tendência de achar que o pensamento é algo inexplicável demais para ser mero fruto de um órgão menor que uma bola de futebol, por isso fantasiamos com planos superiores e dimensões espirituais. Mas a cada dia a ciência acumula mais e mais conhecimento, até que, espero, um dia possamos explicar completamente essas questões e acabar com a necessidade de fantasias para suprir nossa própria ignorância.

      Você não precisa concordar é claro, mas é minha opinião.

    • Andy disse:”(Se a mente e o pensamento é algo além do cérebro, porque pessoas que tem alzheimer por exemplo, perdem a memoria? Porque a redução de neurônios compromete a função cognitiva? Por que após sofrer um derrame o cara virou gay de acordo com uma reportagem que saiu essa semana? Por que existem centenas senão milhares de distúrbios biológicos do cérebro que afeta a mente?)”

      Essas indagações já foram respondidas várias vezes.
      Você apenas faz questão de não querer entender.
      O cérebro é simplesmente um arquivo de memórias e nada mais, portanto se for danificado perde-se a memória.
      Se for danificado não tem como acessar a mente e toda a máquina fica comprometida com consequência as mais variadas.
      É bem simples.

    • Para Bovidino:

      Ai ai, não tem mais muito sentido para mim continuar discutindo essa mesma história com você, porque acabamos caindo no mesmo canto.

      Você deu uma possível – dentre muitas – explicações para o problema. Então como sempre eu pergunto: como você sabe que é isso mesmo que você respondeu? Viu na bíblia, foi? Ou viu em algum outro livrinho? Ou será que pensou sozinho?

      Independente do que for, o fato é que é apenas uma resposta dentre muitas possíveis e que você – assim como o Glauco, não pode provar o que alega, pois se trata de uma simples alegação sem evidência que parte da premissa de outras alegações sem provas.

      Então volto a perguntar, como você sabe que é isso mesmo que você respondeu? Mágica? Nunca pensou que poderia estar enganado?

    • Andy,
      1) Não há muitas explicações para o que estamos discutindo.
      2) Tudo que dissemos, não se baseia em fantasia, mas na própria experiência.
      3) Não pedimos para ninguém acreditar no que dizemos.
      4) Da mesma forma que um cientista honesto faz, um esotérico honesto também faz a própria experiência.
      5) Não há outra forma de saber e não há como provar o que se sabe, da mesma forma que ninguém consegue ensinar outra pessoa a nadar teoricamente. Quem quizer aprender a nadar, terá que se jogar na água.
      6) É melhor você mesmo responder a sua pergunta: Nunca pensou que poderá estar enganado?

    • Você disse:”1) Não há muitas explicações para o que estamos discutindo.”

      É mesmo? Porque você parecia ter todas elas, rsrsrs. Mas a verdade é que explicações há, e muitas! O que não há é comprovação de nenhuma delas.

      Você disse:”2) Tudo que dissemos, não se baseia em fantasia, mas na própria experiência.”

      Okay, mas raciocine comigo, uma pessoa que está iludida nunca sabe que está iludida, correto? Pois se em algum instante ela percebe a ilusão, então ela não está mais iludida. Nunca ela estará iludida e perceberá a ilusão ao mesmo tempo em termos lógicos.

      Então sua alegação já parte da premissa que você não está fantasiando pois você experimentou aquilo, o que eu realmente não dúvido que tenha experimentado, mas o fato é que você não pode separar a sua experiência de realidade ou ilusão, pois você nunca saberá se está iludido, pois o iludido sempre acha que está experimentando a realidade – para deixar claro, o mesmo se aplica a mim. E esse é o meu ponto!

      Você disse:”6) É melhor você mesmo responder a sua pergunta: Nunca pensou que poderá estar enganado?”

      O tempo todo. Como expliquei acima, não há como saber se estamos iludidos, portanto eu nunca acredito em nada completamente. Por isso que sou um adepto da ciência, pois pelo seu método cientifico, evidências, provas e blablabla, me permite chegar a uma probabilidade de 99% de certeza, mas nunca, jamais 100%. Por isso sempre abro a possibilidade de estar enganado e nunca afirmo que eu possuo A VERDADE como o Glauco.

      P.S: Não estou dizendo que você está iludido com certeza, apenas que PODE estar e não sabe disso.

    • Andy:
      Você escreveu:
      “Eu permaneço no meu corpo, pois eu sou o meu corpo”
      Já os hindus, dizem:
      “Eu sou um espírito que tem um corpo”

      Cara, respeito a sua opinião.
      Só acho que você pode se informar um pouco mais e abrir seus horizontes.

      A literatura espírita (que não tem nada a ver com ocultismo)tá cheia de relatos sobre a situação das pessoas materialistas e muito apegadas ao corpo, que depois da morte, continuaram imantadas no cadáver, sentindo os odores da decomposição e até as dores por causa dos vermes comendo sua carne putrefata.
      Ahhhnn!

      Raul Seixas conta no livro (psicografado) “Um Roqueiro no Além” o que aconteceu com ele depois de morto.

      É um livro pequeno, mas horripilante.

      Você pode baixar em:
      http://www.4shared.com/document/37lkDl12/Nelson_Moraes__Zilio__-_Um_Roq.html

      E… acredite se quizer.

      Como sou muito precavida, vou já pagar o meu suado dízimo pro bispo Macedo, prá garantir meu passaporte para o céu num voo sem escalas.

      Fui.

    • “Como sou muito precavida, vou já pagar o meu suado dízimo pro bispo Macedo, prá garantir meu passaporte para o céu num voo sem escalas.”

      Ta me zuando neh?

    • Para Magda:

      “Évidentemente você não ESTUDOU a obra de Kardec nem de Chico Xavier”

      Você sabe o que é uma hipótese? Não importa se eu estudei ou deixei de estudar a obra de Alan Kardec, a bíblia, o alcorão, o torá, etc. Pois todas elas se tratam de hipóteses. E você acredita nelas porque até fazem sentido, eu entendo, mas fazer sentido não é sinônimo de que é a verdade. Por isso que se chama hipótese.

      Vou ilustrar um exemplo clássico: Antigamente não se sabia porque chovia. Todos queriam uma explicação. Então um belo dia alguém pensou em uma hipótese: Chove porque deus está triste pelos nossos pecados. Então ele contou sua idéia para os outros e todos pensaram: “Quando nós estamos tristes sai água dos nossos olhos em formato de gotas. Então como deus fica no céu e é maior que todos nós, quando ele fica triste e chora cai muitas gotas do céu. Tudo se encaixa perfeitamente! Tudo faz muito sentido. Então a partir deste dia ficou bastante óbvio para todos que chove porque deus está chorando.

      É um exemplo tosco, eu sei, mas serve para ilustrar a diferença de uma hipótese, que é criada justamente porque faz algum sentido – embora não tenha como base proposições verdadeiras ou provadas (Partem da premissa que existe um deus e ele fica no céu), e uma teoria comprovada, que é inferida através dos métodos científicos e que pode ser deduzida com base em argumentos lógicos.

      Você disse: “Mas como você parece que só tem certezas…”

      Já disse muitas vezes e vou repetir muitas ainda, dessa vez vou citar Sócrates: A única certeza que eu tenho, é que não tenho certeza de nada.

      Existem milhares de explicações para a vida, o homem, o universo e tudo mais. A maioria são apenas hipóteses, como o espiritismo, e todas fazem muito sentido. Eu não estou dizendo que elas estão erradas, pode ser que entre elas alguma esteja certa, nunca se sabe. Tudo que sei é que com base em minhas faculdades mentais e informações que tenho em minha disposição, nenhuma delas foram ou se quer podem ser comprovadas.

      Por isso prefiro ser cético em relação a todas elas.

    • Assim que postei o post acima me ocorreu um exemplo melhor do que o da chuva:

      Antigamente todos os dias as pessoas viam o sol aparecer de um lado da terra e desaparecer no outro. Então veio um Alan Kardec da vida e pensou o óbvio: “O sol está orbitando ao redor da terra!”. Rapidamente todos concordaram pois fazia muito sentido com o que eles observavam. Então o Alan foi além e observou que as estrelas, os planetas e todos os corpos celestes também se movimentavam ao redor da terra durante o ano. Novamente ele deduziu o que fazia sentido: “A terra é o centro do universo, até porque nós somos os filhos de deus e é muito óbvio que estamos no centro de tudo”. Novamente todos concordaram, pois tudo faz sentido.

      Até que um dia apareceu Galileu e a ciência…

    • Para Andy:

      Longe de mim tentar fazer a sua cabeça sobre Kardec e Chico Xavier.
      Não me foi dada a procuração para defendê-los.

      O dia em que você estudar essas “hipotéticas” obras, tornaremos a debater, pois elas ainda não podem ser comprovadas pela atual ciência materialista.

      Mas podem ser assimiladas sob o crivo da razão ou da fé raciocinada

      Euzinha aqui, encontrei muitas respostas nessas obras. Mas se trata de uma experiência pessoal. Só minha.

      Não acredito no deus da Bíblia e nem por isso sou atéia.

      Fui

    • “Euzinha aqui, encontrei muitas respostas nessas obras”

      Cite uma, e vamos discutir sobre ela. Vamos ver se ela é racional.

    • Desgruda, cara.

      O que você quer é chamar atenção.

      Não vou cansar minha beleza discutindo com você, que pelo que parece, nunca leu obras espíritas.
      Discutir o quê?

      Já disse que primeiro leia as obras para depois debater. Não foi?

      Não tenho “P” nenhuma para te provar, nem alimentar essa conversa inútil, que não vai levar a lugar nenhum.

      Procure outra pessoa menos avisada para alugar!

      Saio dessa discussão infértil e você escreva o que bem quiser sobre suas hipóteses ou que eu não tenho argumentos. Xô!

      Não sou proselitista. Sacou?

      Fui.

    • Nossa me desculpe. Eu falei discutir no sentido de trocar uma idéia, ter um debate saudável para chegar em uma conclusão comum. Se você não tá afim ou não gosta de debater, tudo bem! Sem estresse, rsrsrs.

    • O_O ? quer dizer que depois de morrer e continuar vivo (chega ser comico), apenas valido se contrariando o “fato” de que a mente depende de toda uma complexidade material do cerebro para existir. Se supostamente esse absurdo fosse verdade eu pergunto… seria relevante continuar por ai vagando como meio como humano do nosso mundo material vendo revistas (helena) e perturbando os vizinhos? então todas os ja bilhoes e bilhoes de almas mortas estariam por ai? seria muito bom um debate serio para dar uma lucidez nesse pessoal (coisa que garanto nem 10% da população fez), e afinal o que tem o atomo com isso? usar da falta de conhecimento para validar algo é absurdo, vc deve usar o que conhece para creditar algo, usar evidencias e logica para se chegar em algo… e não o contrario. Ninguem refutou o texto do artigo, so afirmaram suas verdades sem ao menos ter algo para sustentalas, o que não as torna reais.

    • Andy, vc é um loroteiro.

      Arremesse duas moléculas de carbono ao léu e veja o que acontece depois de milhões de anos. Nada. Arremesse duas moléculas de carbono e mais algumas de hidrogênio e veja o que acontece depois de milhões de anos. Nada. Misture proteínas, gorduras, carboidradotos num liquidificador nuclear e veja o que acontece. Nada. Algo inteligente precisa montar essas moléculas de forma útil.

      Você espera que toda a oganização que existe no Universo ocorreu por coincidência natural. Você espera que o caos de uma giga-explosão foi o responsável por todas as Leis previsíveis e reconhecidas por nossas teorias, observações, telescópios e microscópios. Você clama a voz da ciência como se fosse o próprio comitê do Nobel, mas claramente não entende que o caos não pode criar a ordem, isso é impossível e tão científico quanto a Segunda Lei da Termodinâmica. Todos os organismos que você vê ao seu redor, inclusive aqueles inanimados, são de estruturas atômicas terrivelmente organizadas e estruturadas, algo que a simples coincidencia cósmica nunca iria conseguir repetir bilhões e bilhões de vezes sem errar nunca. Isso não é hipótese, é lógica dedutiva. São máquinas e toda máquina precisa de um Criador para inventá-la, e esse Criador se esconde dentro de você, além do seu cérebro e além das palavras dos livros Sagrados que você chama de hipótese, mas que são na realidade são A VERDADE,

    • Existe um experimento mental famoso que vou pedir para você fazer. Imagine que existam infinitos macacos diferentes, cada um deles trancado em um quarto com uma tela, pincel e tinta – além dos requisitos básicos para sobrevivência. Você concorda que pelo menos um desses macacos vai pintar exatamente a Mona Lisa?

      Melhor, você concorda que infinitas mona lisas irão ser pintadas?
      Você considera o universo infinito?

      Seu problema é que você subestima terrivelmente o tamanho e complexidade do universo. E ao contrário do que você afirma, a tendência de todo caos é a ordem.

      “algo que a simples coincidencia cósmica nunca iria conseguir repetir bilhões e bilhões de vezes sem errar nunca”

      Aqui você mostra sua completa ignorância. Primeiro que não existe certo ou errado em valores isolados. Segundo que o processo de evolução dos seres vivos é o mecanismo do erro, ou como analogia na computação, a “Força Bruta”, que é o processo de errar para se chegar ao “certo”, que serve tanto para a evolução quanto para descobrir senhas.

      ” são na realidade são A VERDADE,”

      Aqui mostra o quanto é arrogante, ao alegar sua crença infundada como sendo A VERDADE. Existem milhões de crenças e centenas de livros sagrados, cada qual com sua própria VERDADE. A sua é apenas mais uma entre elas e você é apenas mais fanático multidão que crê cegamente na sua ideologia particular e não admite a possibilidade de estar enganado ou iludido.

    • Só para complementar, é incrível que você não admita a possibilidade de não termos um criador mesmo sendo tão falhos e imperfeitos, mas alega que existam sere(s) muito mais complexos ou perfeitos que não precisem de um criador.

      A idéia de dizer que tudo precisa de um criador é sempre auto-contraditória.

      O loroteiro aqui você!

    • O comentário acima é meu, apenas esqueci de preencher meu e-mail e nome. rsrs

    • muitos negativos por ai…

      aos que se julgam racionais e fazem uso desse recurso lhes digo: quando não se tem argumento se negativa, é mais facil, porem é uma opção incabivel ja que não é justificada, apenas condena sem mostrar quaisquer motivos contra o argumento de alguem.

      tipica tecnica de pombo enxadrista, que caga no tabuleiro e canta vitoria (acho que pelo menos deve ter uma sensação de dever cumprido, ou simplesmente venci). rsrs

  50. Olá amigos, essa é uma discussão muito interessanta. Há oitos perdi o meu pai, tínhamos uma relação fantástica. Um belo dia estava dormindo, e, em sonho o meu pais dizia que em uma semana não estaria mais entre nós. Acordei daquele sonho sem entender,comentei com os meus irmãos e minha mãe, e no dia certo em que ele me avisou em sonho faleceu. Como a ciência explica isso?

    • O problema da ciência é que ela conhece e estuda a matéria. A matéria é composta de átomos que a ciência prova, porém, prova a matéria que se conhece e que é palpável, percebível ou sensível. Os ións são cargas elétricas que carregam informações, características e podem fazer parte num agrupamento de átomos (acho que é isto mesmo!) e se estivermos sintonizados na mesma frequência somos capazes de de perceber coisas que ficam além das explicações lógicas que nosso conhecimento linitado nessa ciência pode nos oferecer.

    • Somente com caos deterministico e uma mente inconscientemente capaz de fazer tal calculo poderia prever um evento futuro, do tipo eventos que acontecem com frequencia alta, porem como a morte do pai é acertar um tiro no escuro, e isso de fato ja aconteceu comigo tambem, alias humanos podem sim fazer pequenas previsões com base nos calculos inconscintes do cerebro com base na percepção e do determinismo fisico. Porem grande parte dos sonhos, ou quase todos talvez jamais acontecerá.

  51. Mais um monte de ‘opiniões’ que apenas provam a incapacidade de cientistas explicarem os fenômenos ocorridos nos eventos de ‘quase morte’.

    Comentário de Mii-chan, reproduzido por ter sido negativado.

    ‘Sem querer desmerecer a pesquisa, mas em inumeros casos as pessoas descrevem com detalhes os procedimentos que foram realizados em seus corpos enquanto passavam por isso; conseguem enxergar objetos fora de seu alcance normal de visao (que ficam no teto do hospital, por exemplo) enfim… afirmar que as EQM’s sao apenas produto da imaginaçao nao é a atitude mais correta, uma vez que esses misterios ainda nao conseguiram ser esclarecidos.’

    Também são dignos de nota os comentários de André e Jonatas.

  52. “(…)Em um artigo, os pesquisadores afirmaram que “se analisada em conjunto, a literatura científica sugere que todos os aspectos de uma ‘experiência de quase morte’ têm uma base fisiológica e psicológica.(…)”

    O ocultismo sempre afirmou que o cérebro passa por várias transformações durante experiências de quase morte ou apenas viagens astrais. O problema é que os cientistas confundem reação com causa.

  53. “Uma experiência de sair do corpo, quando a pessoa sente flutuar sobre si mesmo, também é comum.” Também falaram sobre o “túnel de luz”, ok.

    Não falaram sobre o principal, que é quando uma pessoa que ficou em coma conseguiu ver e dizer com detalhes o que ocorreu em outro quarto ou até mesmo fora do hospital. Como eles conseguiriam explicar isso?

    Se os pesquisadores não acreditam, tudo bem, é um direito deles. Agora, se querem provar que experiencia de quase morte é produto da mente, façam as coisas direito, não pulem o principal sobre o assunto.

    • André, você não precisa estar em um hospital para dizer o que está acontecendo nele. Todo mundo já foi em um hospital e sabe mais ou menos o que acontece lá. Agora, dizer o que está acontecendo em cima de um armário na mesma sala em que eles estão, nenhum dos que afirmam ter “saído do corpo” conseguiu.

      A experiência é MUITO SIMPLES. Coloque letreiros sobre o armário, de forma que só alguém que estivesse perto do teto possa ver os mesmos. Os pacientes que relataram ter tido experiência de “sair do corpo” descreveram muitas coisas, todas elas podiam ser vistas por quem estava deitado na maca, mas NENHUM DELES JAMAIS DISSE TER VISTO OS LETREIROS.

      Em outra experiência, um projecionista foi convidado a descrever o que havia em um quarto que tinha sido preparado por cientistas. Ele não descreveu o que havia naquele quarto, mas o que havia em outro quarto, que ninguém estava monitorando. Por quê?

      Outra experiência feita por uma doutora, ela tem um amigo que alega ser projecionista, e topou fazer um teste: descrever o que havia na geladeira da casa da doutora. Até agora ele não acertou.

      Como explicar isto? Outra coisa notável é que os cientistas, ao contrário do que afirmam os esotéricos, estão mais que prontos a testar as afirmações deles, a tentar descobrir se há algo de real. Só que quando eles não encontram nada, os esotéricos os acusam de má-vontade. A Susan Blackmore, que durante 25 anos procurou evidências de fenômenos paranormais (e ela acreditava que deviam existir, ela mesma relata ter tido experiência de “sair do corpo”), e não encontrou nada além de auto-engano, erros metodológicos, e, às vezes fraude, relata que quando os esotéricos falam em “mente fechada”, eles querem dizer “quem não acredita no que eu digo”.

    • tipo o cara sai do corpo (se isso acontecer mesmo)um momento no minimo cinistro pra ele
      e é claro que ele vai querer olhar o que ta em cima do armario né ¬¬
      atravessar paredes é mais legal … rs
      grande teste lixo

    • César, você não acredita. Eu respeito.

      Em um caso a pessoa disse precisamente o que estava ocorrendo no outro quarto, quarto este que se encontra distante do dela. O médico do outro quarto confirmou tudo que ela disse.

      É como disse o “Castor”, sempre vão justificar de outra forma.

    • Praticamente disse tudo que eu ia responder para os comentários abaixo, então já que você já o fez, irei ficar na minha. rsrs

    • Você só citou tendenciosamente, experiências feitas por pessoas que querem provar suas opiniões.
      A história está repleta de casos ‘reais’, onde os pacientes relatam até ocorrências verificadas fora da sala de cirurgia.
      Se você quer se enganar, tudo bem, mas não tente enganar a outros.

    • Você está completamente enganado em relação a essas experiências. Elas não servem para testar se as viagens astrais funcionam ou não simplesmente pq vc não possui seu cérebro ou suas vistas para analizar o q vê do outro lado. Você tem apenas seu corpo astral que, apesar de possuir boca, olhos, ouvidos e todo o resto, não possui órgão sensorial verdadeiro. Todo o corpo é sensorial.

      Nem sempre o que está visível nesse mundo está visível do outro lado. Nem sempre uma sequência numérica desse lado vai ser a mesma do outro lado. Nem sempre uma imagem será vista da mesma forma por todos os participantes de tal experiência. Nem sempre as pessoas tem as mesmas capacidades de projeção ou de observação quando estão do outro lado. Nem sempre os corpos astrais das pessoas conseguem passar as experiências de forma correta para o corpo físico.

      Essas não são experiências de laboratório comuns onde você consegue colocar tudo em tubos de ensaio, aquecer, girar e ver o resultado! As Ciências Ocultas são passíveis de experimentação científica, mas não com as técnicas e equipamentos científicos euclidianos que possuíamos hoje em dia. A função deles é outra, e nunca conseguirão ajudar em pesquisas paranormais!

      Esse é outro grande problema dos cientistas: querem comprovar ou desprovar um fenômeno paranormal, mas não se preocupam em estudá-lo a fundo para entender como o experimento deve ser realizado!

      “Oh, se você diz que faz viagens astrais, então vou deixar um letreiro acima da sua cabeça e vc me diz o q está escrito nele, ok??”!! Se fosse fácil assim, imaginem quantas pessoas se aproveitando das outras existiram por aí! Com testes feitos assim, o resultado nunca vai ser verdadeiro, mesmo que seja à favor ou contra a existência do fenômeno!

    • “Com testes feitos assim, o resultado nunca vai ser verdadeiro, mesmo que seja à favor ou contra a existência do fenômeno!”

      É aí que tá, o experimento não provou que não tinha uma alma que saia do corpo e lia o letreiro. Foi uma experiência para provar se a alma saia e não se ela não saia. É diferente.

      Pelo experimento as cobaias falharam em identificar os letreiros e apenas disseram coisas: ou genéricas ou que qualquer um que apenas tivesse ouvindo o que acontecia na sala poderia dizer com precisão o que aconteceu. Portanto o resultado foi negativo, não foi provado que a alma sai do corpo.

      Note que não ser provado que a alma sai do corpo não é sinônimo de que foi provado que a alma não sai do corpo. Portando ambas as hipóteses ainda estão em aberto.

    • Tem assuntos que se atentarmos com dedicação dá muitas vertentes.
      Mas antes de tudo, devemos separar alma, corpo e espírito. Creio que a alma só deixa o corpo com o falecimento de todos os orgão. Já o espírito não.
      Reduzindo nosso corpo à menor partícula da matéria, o átomo, temos os neutrons que poderíamos comparar à matéria, os prótons à alma e os elétrons ao espírito. Os eletróns saltam de átomo para o outro e tem suas freqências vibratórias também. As frequências vibratórias distinguem as informações.

      Um gerador de transmissão de imagens e som manda suas informações numa certa frequência e só outro aparelho na mesma frequência receptora poderá recebê-las e descodificá-las.
      Nosso espírito tem sua frequência e é capaz tanto de transmitir como de receber ou perceber outras vibrações que estejam de acordo com seus sitemas. Isto pode ser desenvolvido com contemplações, reflexões e seguidamente com a meditação. Também há aqueles que possuem essa qualidade naturalmente sem necessidade de exercícios para o desenvolvimento.

    • Eu sempre pensei que deveriam fazer essa experiência de letreiros, mas achei que nunca tivessem feito. O duro é encontrar informação confiável na internet; uns falam que não encontraram nada sobrenatural, outros que sim (como a matéria do Globo Repórter citada aqui); então, fica difícil saber a verdade. Mas já ouvi muitos casos (inclusive na minha família) de pessoas que acabaram de morrer e apareceram em sonho para algum parente.

      Por isso sou fã do Santo Sudário de Turim, onde houve pesquisas científicas sérias (feitas por cientistas de verdade e não pseudo-cientistas) que comprovaram que a imagem do Sudário não é uma pintura ou decalque e sim uma RADIOGRAFIA (onde se vê claramente os ossos e até as raízes dos dentes da vítima) e contém informação de relevo 3D. Como bem mostrado no incrível documentário ‘O Mistério do Santo Sudário’ do Discovery Channel (disponível no YouTube).

      Se o Sudário for realmente autêntico (como tudo indica); então, isso mostra que Deus existe, que existe vida após a morte e que existe ressurreição da carne e não reencarnação (como dizem os espíritas); pois, o Sudário de Turim nada mais é do que a foto (tridimensional e radiológica) de um homem ressuscitando em carne e osso!

      Quem dera outros fenômenos misteriosos fossem tão bem estudados pela Ciência como o Sudário de Turim, para desmitificá-los ou comprová-los de uma vez por todas.

  54. Tudo que acontece conosco tem uma explicação física, pois afinal estamos em uma dimensão física, não seria diferente com relação ao estado de quase morte, contudo isso não prova o fato das experiências existirem e do fato das experiências serem “peculiares”, por assim dizer.
    Por que ver uma luz ao invés de uma árvore ou qualquer outra coisa? Por que a sensação de sair do corpo ao invés de sensação de imobilidade, já que o corpo está parado? Por que as pessoas perdem 23g ao morrerem? Muitos por quês ainda! Os pesquisadores tem muito o que estudar. E humildade acima de tudo, não é mesmo?

  55. A mente é astuta e sabe pregar-nos partidas, mediante imagens, sons,tactos, paladares…que ficam arquivadas em nossa memória, e na maioria das vezes não fazemos ideia de que esses ficheiros se encontram algures na nossa memória e podem vir ao de cima a qualquer momento.

  56. O senhor Watt diz sobre as pessoas que tem a experiência “… não estavam realmente morrendo, apesar de a maioria pensar que estava” e também “Um dos aspectos mais comentados nessas experiências é a certeza de estar morto – mas os pesquisadores dizem que essa sensação não está limitada à experiência de quase morte.”
    Só me diga onde o senhor Watt foi colher essas informações? No sanatório da esquina? Primeiramente o paciente não acha coisa nenhuma, temos muitos relatos de pacientes e médicos e atestados por estes de que o paciente estava clinicamente morto. Muitas vezes só após voltar desse estado o paciente fica sabendo o que houve com ele, mas que besteira falar que o paciente “achava” que estava morto! O parecer médico não vale mais nada mesmo!
    Acontece que os cientistas estão tentando entrar numa área que o método científico tradicional não é válido, então no
    desespero de adequação colocam a culpa da experiência no “pobre” cérebro. Nosso cérebro é um músculo, um transformador, é um efeito! A consciência é a verdadeira causa, é um ente à parte e que sobrevive após a morte do cérebro físico.
    Falar que as EQM’s é produto da imaginação é no mínimo ingênuo. Basta verificar os centenas de relatos das pessoas (e confirmados por seus médicos) que descreveram com detalhes realmente assustadores toda a sala de cirurgia ou emergência, a movimentação dos médicos e enfermeiras e em muitos relatos o paciente estava com morte cerebral.

  57. Sem querer desmerecer a pesquisa, mas em inumeros casos as pessoas descrevem com detalhes os procedimentos que foram realidados em seus corpos enquanto passavam por isso; conseguem enxergar objetos fora de seu alcance normal de visao (que ficam no teto do hospital, por exemplo) enfim… afirmar que as EQM’s sao apenas produto da imaginaçao nao é a atitude mais correta, uma vez que esses misterios ainda nao conseguiram ser esclarecidos.

    😉

  58. A ciência, por ser ciência, não precisa se esmerar no ridículo. Porque conceber o homem uma máquina se o mundo e as informações apontam pra uma outra direção que nos diz claramente que também somos espíritos! espero que esses pesquisadores procurem ser mais úteis à humanidade ao invés de ficarem chafurdando na mais escura e profunda mediocridade.

  59. As EQMs não seriam polémicas se não fossem as implicações anti-ateístas.
    Quando várias pessoas do todo o mundo nos relata que adquiriu verdadeira informação quando o seu corpo físico estava clinicamente morto, não há explicação mais razoável e consistente com os dados do que inferir que o ser humano tem uma componente imaterial juntamente com a material.
    Mas como isto contradiz o ateísmo, então já se torna “polémico”.

    Como é possível que pessoas se dirijam às suas casas e vejam o que se está lá a passar, e depois voltem para o seu corpo e reportem exatamente o que viram?

    Pesquisadores, expliquem como uma pessoa em coma consegue ver e relatar perfeitamente o que ocorreu em outro quarto!

    • Um episódio estranho aconteceu aqui na minha cidade, centro do RS. Um paciente em coma narrou um acidente que presenciou em outra parte da cidade quando ele estava em coma, e com detalhes incríveis. Policiais, médicos e a comunidade confirmam, sem nenhum questionamento. A nossa mente pode sim criar sonhos vívidos que parecem reais e nos pregar peças, mas as EQMs vão bem além disso, ou é um fenômeno fantástico de percepção extrasensorial que se manifesta na quase-morte e que permite a mente ir além do corpo e usar olhos de outras pessoas, ou é coisa espiritual realmente. E isso não podem quantizar em laboratórios. Sem falar que sempre se varre pra baixo do tapete o que é inexplicável no mundo real.

    • Quando isso aconteceu?isso apareceu em algum noticiário/jornal ou coisa do tipo?

    • Não sei se alguém documentou, porque faz tempo. No máximo tenha saído no jornal municipal mesmo, mas não sei, só sei o que me contaram quando baixei nesse mesmo hospital depois de levar um baita tombo de bicicleta onde me esfolei todo…

    • História interessante, Jonatas. Concordo com vc quando diz que sempre se varre pra debaixo do tapete o que é inexplicável no mundo real. Concordo também com a velha máxima que diz que há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe a nossa vã filosofia.

    • eles sempre vão justificar de outra forma, vão falar até que é coencidencia … rs
      menos adimitir que a alma do cara estava la no momento do acidente
      o cientista que afirmar isso perde o emprego

Deixe uma resposta