Macacos têm todo o “hardware” para falar, mas não o “software”

É uma pergunta que muitos têm feito (bem, pelo menos no cinema): o que aconteceria se um macaco pudesse falar? Pesquisas anteriores sugeriram que a incapacidade desses animais de falar era devido a limitações em sua anatomia do trato vocal. Bem, novas pesquisas sugerem que poderia ter mais a ver com seus cérebros do que com suas bocas, uma vez que experimentos com macacos descobriram que eles têm a capacidade vocal, mas não o conhecimento cognitivo para falar.

10 comportamentos surpreendentemente humanos em macacos

A equipe internacional de cientistas analisou as capacidades vocais de macacos usando vídeos de raios-X para gravar os movimentos e mudanças em seus lábios, língua e laringe ao fazer ruídos. Esta é uma mudança marcante de experimentos anteriores nas habilidades vocais de primatas, que tendem a usar espécimes mortos para examinar sua anatomia vocal.

Os dados recolhidos a partir dos vídeos foram então alimentados em um modelo de computador que simulou a capacidade vocal dos macacos e seu alcance, com base em seus atributos físicos. Eles descobriram que os primatas possuíam a anatomia para produzir sons usados ​​na fala humana, tais como vogais, e até poderiam produzir sentenças completas. Os ruídos resultantes são “claramente inteligíveis”, mesmo que soem bastante assustadores para nossos ouvidos humanos.

Ouça como soaria se um macaco perguntasse “quer casar comigo?” (em inglês, “will you marry me?”) abaixo. Aviso: talvez você não consiga dormir depois.

Capacidade cognitiva x anatomia

Isso, dizem eles, significa que o que falta não é o aparelho vocal, mas sim a capacidade cognitiva.

Os pesquisadores realizaram seu trabalho baseados na anatomia vocal de um gênero de macacos conhecido como Macaca, mas eles acreditam que seus resultados poderiam ter implicações para muitas outras espécies de macacos. O gênero Macaca é classificado em um grupo conhecido como “macacos do velho mundo”, que inclui babuínos, mas que eventualmente deu origem aos símios, incluindo chimpanzés e, obviamente, nós, humanos. Isso sugere que a anatomia vocal pode ser compartilhada por nossos parentes vivos mais próximos.

Por que todos os macacos não evoluíram para humanos? Viemos dos macacos?

“Agora ninguém pode dizer que é algo sobre a anatomia vocal que evita que os macacos possam falar – tem que ser algo no cérebro”, disse o co-autor Asif Ghazanfar, da Universidade de Princeton. “Mesmo que esta descoberta se aplique apenas ao gênero Macaca, ainda desautorizaria a ideia de que é a anatomia que limita a fala em não-humanos. Agora, a pergunta interessante é, o que há no cérebro humano que o torna especial?”.

10 comparações entre humanos e nossos parentes vivos mais próximos

Suas descobertas significam que o foco pode agora mudar para examinar as redes neurais por trás da fala humana e o que é tão diferente entre nós e nossos primos evolucionários mais próximos que nos permite produzir uma gama tão grande de ruídos e sons, mesmo que eles tenham uma anatomia tão semelhante à nossa. “Isso vai nos forçar a pensar mais cuidadosamente sobre como a fala evoluiu, de que forma o nosso cérebro é único e como podemos usar esses conhecimentos no futuro para entender o que está errado quando somos incapazes de falar”, diz Ghazanfar. [I Fucking Love Science]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

Uma resposta para “Macacos têm todo o “hardware” para falar, mas não o “software””

Deixe uma resposta