Filmes de psicopata: veja o mais realista da história do cinema

O cinema é cheio de filmes de psicopata, de Alex DeLarge (de “Laranja Mecânica”) a Alex Forrest (de “Atração Fatal”), mas nem todos são iguais. Na verdade, alguns se distanciam bastante da realidade.

Psicopatas têm ganhado cada vez mais espaço na telona desde o cinema mudo, e conforme a nossa compreensão da psicologia evolui, o mesmo acontece com o retrato em vídeo desses monstros da manipulação.

Então, quais desses bandidos são realmente próximos da vida real e quais não passam de besteiras de Hollywood? Essa é uma pergunta que o psiquiatra forense Samuel Leistedt queria responder. Originalmente, Leistedt planejava usar filmes para ensinar seus alunos sobre as características dos psicopatas, contudo, ao longo do tempo, sua missão se transformou em um estudo completo. O médico se juntou com outros 10 psiquiatras e o grupo assistiu a 400 filmes em três anos, analisando os antagonistas à procura de vilões sem emoção que mostrassem pouco remorso, controlassem os outros e não mostrassem nenhuma simpatia por suas vítimas.

Filmes de psicopata: o mais realista da história

Infelizmente para os fãs de ficção científica e fantasia, Leistedt excluiu fantasmas, deuses e magos do mal de sua avaliação. (Afinal de contas, ele quer descobrir quais são os mais realistas.) Eventualmente, a equipe reduziu sua amostra de análise para 126 bandidos: 105 homens e 21 mulheres. Os cientistas os classificaram de acordo com vários subtipos (como definido por Hugues Herve e Benjamin Karpman) e organizaram os personagens como descrições precisas ou imprecisas.

Por exemplo, Michael Corleone, dos filmes “O Poderoso Chefão”, é um psicopata secundário, machão, o que significa que ele foi moldado por seu ambiente e intimida os outros ao dar suas ordens. Gordon Gekko, de “Wall Street – Poder e Cobiça”, é um psicopata bem-sucedido (ou corporativo) e manipula o pobre Charlie Sheen para fazer seus milhões. E depois há Annie Wilkes (de “Louca Obsessão”), que na verdade é uma pseudopsicopata. Isso significa que ela é realmente uma sociopata que exibe comportamento antissocial ao amarrar escritores e fazer coisas muito, muito ruins para eles.

O estudo concluiu que o psicopata mais realista de todos os tempos não é outro senão o assassino de cabelo com corte “tigelinha” Anton Chigurh, de “Onde Os Fracos Não Têm Vez”. De acordo com Leistedt, Chigurh é um assassino impiedoso que sente absolutamente nenhum remorso ao jogar suas vítimas longe usando uma espingarda. Ele é muito determinado, não tem empatia por suas vítimas e é incapaz de ter emoções como amor ou vergonha. Leistedt escreveu que Chigurh o faz lembrar de assassinos de aluguel reais que ele entrevistou, e até mesmo comparou o personagem de Javier Bardem com o assassino Richard Kuklinski, o famoso “Homem de Gelo” – que congelava suas vítimas para confundir os legistas quanto ao horário da morte. Outros psicopatas extremamente realistas são Hans Beckert de “M, O Vampiro de Dusseldorf”, interpretado por Peter Lorre, e Henry, interpretado por Michael Rooker, em “Retrato de um Assassino”.

O estudo também revelou algumas surpresas. Por exemplo, Norman Bates, de “Psicose”, não é realmente um psicopata. Baseado no conhecido serial killer Ed Gein, Bates é, na verdade, um psicótico – alguém fora de contato com a realidade. Ainda mais chocante que isso, Leistedt declarou que Hannibal Lecter é bastante irrealista. A maioria dos psicopatas não são nem de longe tão inteligentes quanto o psiquiatra canibal. Ainda que o desempenho premiado de Anthony Hopkins seja fantástico (ele levou o Oscar de Melhor Ator pelo papel), o personagem apenas não é um retrato fiel, especialmente quando você leva em conta o bom gosto e o comportamento calmo de Hannibal. Mas, apesar da decepção causada por Lecter, a pesquisa de Leistedt é bastante interessante para perfiladores e também para cinéfilos. [Knowledge Nuts, Science News]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

5 respostas para “Filmes de psicopata: veja o mais realista da história do cinema”

  1. Acho que o ator Michael Madsen, o Mr. Blonde do filme Cães de Aluguel (Tarantino), na cena da garagem quando corta a orelha do policial amarrado na cadeira faz o psicopata mais insano que já vi nas telas.
    O cara tira o casaco, camisa branca, de gravata, bota um rock no rádio, levanta o volume, dança e corta a orelha do policial e fala para a orelha: ei você está me ouvindo ?? Helow? helow!! … e continua dançando…

  2. Pode não ser o mais real, mas pra mim o melhor psicopata do cinema eh o Coringa do Heath Ledger.
    Profundo, sarcástico e extremamente inserido num mundo de psicose ímpar! Ele realmente transmite um realismo cru, de uma mente atormentada e profundamente conturbada por uma vivência de crimes, manipulação, abusos e insanidade!
    Frases do tipo: eu sou só um cachorro q corre atrás dos carros… ou eu sou um cara simples gosto de gasolina, dinamite e explosões… mostram mais sobre o ser humano do q podemos imaginar. Além disso existe a linguagem corporal, onde ele é simplesmente perfeito!

Deixe uma resposta