Gato amputado ganha próteses funcionais que o deixam fofo demais; veja

Um gato da Bulgária chamado Pooh acaba de ganhar um par de próteses de titânio depois de um acidente em um pequeno vilarejo, em que ele perdeu as duas pernas traseiras. Ele é o primeiro “gato biônico” do país com próteses. Até então, esse tipo de cirurgia era feita apenas na Inglaterra.

Ninguém sabe com certeza o que aconteceu com Pooh, mas é provável que ele tenha sido atingido por um trem. Uma mulher o encontrou e levou para uma clínica na capital do país, Sófia.

O cirurgião Vladislav Zlatinov examinou o gato e decidiu fazer uma cirurgia experimental no animal. “Parecia impossível para nós, mesmo assim, quis tentar”. relembra ele. Felizmente, tudo correu da melhor forma possível, e Pooh teve uma ótima recuperação. O gato teve que descansar por seis semanas antes que pudesse testar suas novas pernas.

“Pooh pode se mover livremente em superfícies planas – andando, correndo e até dando pequenos pulos. O que mais importa é que ele não parece estar sentindo dor. Estamos muito orgulhosos”, diz Zlatinov. As próteses foram feitas sob medida para ele, e podem ser trocadas como se fossem sapatos. O veterinário relata que Pooh aceitou as próteses tão bem que até as mantêm limpas como se fossem suas pernas de verdade.

A boa notícia é que agora a equipe virou referência deste tipo de cirurgia no leste europeu, e três outros gatos já passaram pelo mesmo procedimento. “Traz esperança para outros pacientes”. As próteses trazem uma mobilidade que não seria reproduzida com rodinhas, a solução normalmente adotada para animais sem mobilidade nas pernas traseiras.

Agora Pooh passa por fisioterapia e está sendo preparado para adoção. [Shareably, Fox News]

Veja vídeo em que ele estreia as próteses:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (10 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta