Google Seaview: A versão subaquática do Street View começa pela Grande Barreira de Corais

Acha o Google Street View legal, mas é mais fã da água do que da terra? Então essa é pra você: uma variante subaquática do serviço oferecerá aos usuários da web uma turnê fotográfica pela Grande Barreira de Corais da Austrália. Um outro recife em Bermuda pode fazer parte da vista online em breve.

Chamado de Catlin Seaview Survey, o projeto é uma parceria entre a Google, a Universidade de Queensland e seu patrocinador, uma empresa de seguros multinacional chamada Catlin Group.

O objetivo do projeto é aprender o máximo possível sobre o estado dos recifes a partir de uma pesquisa subaquática panorâmica fotográfica e de vídeo – e, ao mesmo tempo, deixar o resto de nós desfrutar online dessa beleza sem limites.

“Pela primeira vez na história, temos a tecnologia disponível para transmitir os resultados de uma expedição através do Google. Milhões de pessoas serão capazes de experimentar a vida, a ciência e a magia que existe sob a superfície de nossos oceanos”, diz o cientista-chefe da pesquisa, Ove Hoegh-Guldberg, da Universidade de Queensland, em Brisbane.

Até agora, pesquisas limitadas têm sido realizadas, que podem ser vistas em seaview.org. O projeto mesmo começa em setembro, quando três estudos em 20 pontos ao redor do recife de 2.300 quilômetros de comprimento estarão ativos. A filmagem de cada local será postada online.

O levantamento do recife na área rasa usará uma câmera de 360 graus em um mergulhador-motorizado, e o levantamento em profundidades chegará entre 30 e 100 metros utilizando submarinos robóticos. Além disso, a pesquisa da megafauna estudará o comportamento migratório de tubarões-tigre, tartarugas verdes e raias conforme a temperatura da água do mar aumenta.

Problemas com a claridade da água, condições de baixa luminosidade e distorção de luz subaquática foram todos resolvidos para adaptar o Google Street View para o mar. O desenvolvimento da câmera utilizada foi realizado de forma independente do Google, com especialistas em fotografia subaquática.

O pessoal do projeto também está pensando em uma versão panorâmica em vídeo de 360 graus, no entanto, devido ao volume extremamente alto de dados que isso envolve, são necessários novos desenvolvimentos em tecnologia.

Para aqueles que não querem navegar por uma página online panorâmica, há também planos para captura de vídeo em cada local de recife para triagem no YouTube, onde um canal sob medida está sendo desenvolvido pelo Google.

Todas essas informações, dados da pesquisa, serão úteis quando o recife estiver danificado – por navio, ciclones, efeitos de branqueamento e eventos de poluição. A autoridade marinha da Grande Barreira de Corais já está interessada em visualizar tais danos com o equipamento de levantamento.[NewScientist]

Por: Natasha RomanzotiEm: 23.02.2012 | Em Meio ambiente, Principal  | Tags: ,  
Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

3 respostas para “Google Seaview: A versão subaquática do Street View começa pela Grande Barreira de Corais”

Deixe uma resposta