Homens mais velhos querem fazer sexo com mais frequência

Publicado em 12.12.2010

Segundo uma nova pesquisa, os homens mais velhos ainda estão muito interessados em sexo, mas doenças e falta de oportunidade podem ser empecilhos para que ele tenha uma relação.

No estudo, pesquisadores australianos examinaram mais de 2.700 homens com idades entre 75 e 95 anos. Eles fizeram uma série de perguntas sobre saúde, relacionamentos e atividade sexual.

Os resultados mostram que quanto mais velho os homens são, menor a probabilidade de serem sexualmente ativos; porém, o sexo permanecia sendo pelo menos um pouco importante para um quinto dos homens com idade entre 90 e 95 anos, o que contraria completamente o estereótipo da pessoa mais velha assexuada.

Além disso, entre aqueles que tinham vida sexual ativa, mais de 40% estavam insatisfeitos com a frequência da atividade sexual, preferindo fazer sexo com mais frequência. Mais de 30% dos homens relataram algum tipo de atividade sexual no ano passado, mas mais de 48% disseram que o sexo era importante, o que sugere que muitos quiseram ter relações sexuais, mas não conseguiram.

Os pesquisadores perceberam que a idade foi um fator, mas não o único. Também causavam problemas os níveis de testosterona, a falta de um parceiro interessado e várias doenças como diabetes e câncer de próstata.

Para finalizar a pesquisa, mais de 40% dos homens que não tinham tido relações sexuais recentemente responderam que não estavam interessados.

Os pesquisadores descobriram que o hormônio testosterona está claramente associado com a frequência com que um homem com mais de 75 anos tem relações sexuais. E muitos homens dessa idade ainda querem fazer sexo ou o consideram importante, então os cientistas sugerem que os médicos precisam fazer mais estudos para verificar se a terapia de reposição hormonal pode beneficiar os mais velhos. [Reuters]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

10 Comentários

  1. Sou mais um a concordar com a Elizabeth.
    O limite vem do físico e não da mente …
    Abraços

    Thumb up 0
  2. Não, não é bem assim. Isso é para aqueles que só pensam “naquilo” sem conhecimento, apenas como instinto. Se você, homem ou mulher, tem mente aberta e quer conhecer as belezas da vida, certamente vai descobrir que há muita coisa boa e bonita depois dos oitenta, sem precisar pensar só “naquilo”!
    Digo isto por experiência própria.

    Thumb up 2
  3. eu cá acho que isso depende das pessoas, pois o organismo depende de pessoa para pessoa e nem sempre a uma determinada idade as pessoas tem as mesmas limitações acho que muitos deles também dizem preferiam aumentar a actividade sexual, precisamente porque se encontra nula. Penso também que muitas vezes a causa de não haver essa actividade deve-se á vontade da mulher. Agora pergunto, será que já pensaram em fazer questionário as mulheres da mesma faixa etária? Ou será que já existe?

    E depois também muitas vezes as mulheres têm problemas com isso porque não lhes é possível exercer essa actividade porque tem problemas…

    Thumb up 7
  4. O título da matéria faz pensar que quanto mais velhos mais interessados em sexo. Em outras palavras, parece chamar os velhinhos de tarados… rsrs
    O que acontece é que o desejo continua, mas o organismo não permite que façam sexo como antes.
    Então os velhinhos não querem mais sexo do que antes, mas querem mais sexo do que seu organismo lhes permite.

    Thumb up 30

Envie um comentário

Leia o post anterior:
bebebocejo
O bocejo não é “contagioso” para crianças menores de cinco anos

Bebês e crianças peq...

Fechar