As extraordinárias mudanças do corpo humano na infância

Publicado em 29.09.2008
Foto do Heitorzinho.com: o blogueiro mais jovem do mundo

Foto do Heitorzinho.com: o blogueiro mais jovem do mundo

No Fantástico do último domingo o médico Drauzio Varella falou sobre o que ocorre no corpo infantil dos seres humanos. Vamos destacar aqui alguns detalhes que foram apontados pela reportagem e levantar outros pontos importantes que foram deixados de lado.

Uma das habilidades mais importantes do ser humano é a capacidade de nos comunicarmos pela fala que geralmente começa com um ano de idade. Aos dois anos nós aprendemos cerca de 10 novas palavras por dia. É a própria linguagem que nos distingue como espécie e permite que nos comuniquemos de maneira muito complexa.

Nós também somos os únicos seres que temos consciência da própria existência e temos a capacidade de pensarmos por nós mesmos.

Geralmente começamos a andar com um ano de idade, quando a maioria dos outros mamíferos o faz com apenas poucos minutos de vida. Essa é outra vulnerabilidade que exige nossa permanência dentro do meio familiar por mais tempo, criando assim laços fortes e aprendendo mais com nossos pais.

O início da vida sexual também ocorre mais tarde para os humanos e temos todo esse tempo para aprender aptidões que vão nos servir para toda a vida. Não é apenas na escola que o ser humano aprende. Na infância aprendemos muito a partir das experiências proporcionadas pelas brincadeiras e o desenvolvimento do cérebro é incrível durante esta fase da vida. Aos nove anos o cérebro cria milhões de conexões, ou sinapses, o tempo todo.

Aprender com novas experiências também significa se arriscar, e isso favorece que a criança tenha sempre machucados pelo corpo. Mas a resposta imunológica dos seus pequenos organismos é veloz e muitas cicatrizes desaparecem completamente.

As brincadeiras também são importantes para fortalecer o valor da sociabilização infantil. Crianças juntas tendem a adoecer ao mesmo tempo, com muitas doenças sendo transmitidas entre um grupo. Mas o arsenal do sistema imunológico está sempre de prontidão para nos defender.

A febre é uma resposta do sistema imunológico contra as infecções e contra-ataca logo que detecta a reprodução de parasitas em nosso organismo. Apesar de a febre ser sinal de que o corpo está reagindo ela deve ser controlada, pois pode causar convulsões e até levar à morte, principalmente em crianças.

Mas algumas infecções são muito importantes de serem contraídas durante a infância, pois serão produzidos anticorpos pelo nosso sistema imunológico que nos protegerão durante toda a vida. Algumas destas doenças que são inofensivas na infância podem ser fatais se forem contraídas em idade adulta.

Aos 11 anos de idade a infância está acabando e chegamos à margem de drásticas mudanças que passam a ocorrer no corpo e na vida.

Autor: Sergio de Souza

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

7 Comentários

Envie um comentário