Jovens do mundo todo estão fazendo mais sexo desprotegido

Publicado em 30.09.2011

Segundo um novo estudo, por todo mundo, os jovens estão fazendo mais sexo desprotegido e sabendo menos sobre as opções de contracepção eficazes.

Um estudo preparado para o Dia Mundial da Contracepção (DMC) informou que o número de jovens tendo relações sexuais sem proteção com um novo parceiro aumentou 111% na França, 39% nos EUA e 19% na Grã-Bretanha nos últimos três anos.

“Não importa onde você esteja no mundo, existem barreiras que impedem os adolescentes de receber informações confiáveis sobre sexo e contracepção, que é provavelmente o motivo de mitos e equívocos permanecerem tão difundidos ainda hoje”, disse um membro da força-tarefa do DMC, Denise Keller.

“Quando os jovens têm acesso a informações e serviços de contracepção, eles podem fazer escolhas que afetam cada aspecto de suas vidas, e é por isso que é tão importante que as informações precisas e imparciais estejam facilmente disponíveis para os jovens”, completou.

A pesquisa, encomendada pela empresa farmacêutica Bayer e endossada por 11 organizações não governamentais, questionou mais de 6.000 jovens em 26 países, incluindo Chile, Polônia e China, sobre as suas atitudes em relação ao sexo e contracepção.

Na Europa, apenas metade dos entrevistados disse receber educação sexual na escola, em comparação com três quartos de toda a América Latina, Ásia Pacífica e EUA. Muitos entrevistados também disseram que sentiam vergonha de perguntar a um profissional de saúde sobre contracepção.

“O que os jovens estão nos dizendo é que eles não estão recebendo educação sexual suficiente, ou o tipo errado de informações sobre sexo e sexualidade”, afirmou Jennifer Woodside, da Federação Internacional de Paternidade Planejada.

Mais de um terço dos entrevistados no Egito acreditam que tomar banho depois das relações sexuais evita a gravidez, e mais de um quarto das pessoas na Tailândia e na Índia acreditam que ter relações sexuais durante a menstruação é uma forma eficaz de contracepção.

No entanto, Woodside diz que o fato de que muitos jovens se envolvem em relações sexuais desprotegidas e a prevalência de mitos prejudiciais não deve vir como uma surpresa.

“Os resultados mostram que muitos jovens ou não têm bom conhecimento sobre saúde sexual, ou não se sentem com poder suficiente para pedir a contracepção, ou não aprenderam as habilidades para negociar o uso de contraceptivos com seus parceiros para se proteger de gravidezes indesejadas ou doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)”, disse ela.

“Mas como os jovens podem tomar decisões que são direitos deles e para protegê-los de gravidezes indesejadas e das DSTs, se nós não os capacitarmos a adquirir as habilidades que eles precisam para fazer essas escolhas?”, argumentou.[MSN]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

27 Comentários

  1. Se isso não tivesse acontecido, esse problema de sexo desprotegido em jovens não estaria ocorrendo, pois as pessoas respeitariam os principios nobres de se relacionar somente com a pessoa que se ama, no casamento, também com o intúito de gerar uma família.

    Thumb up 2
  2. Tão reclamando do que?

    Ninguém mandou os “adultos” serem irresponsáveis e cegos quanto aos problemas sexuais da sociedade.

    Quando as meninas eram pequenas, as mães adoravam que elas dançassem ‘é o chan’, e todo mundo sabe muito bem do que falavam as letras daquela banda. Promiscuosidade PURA, que era ouvida por crianças de todas as idades.

    Pais e FILHOS gostavam e idolatravam os mamonas assassinas, as crianças cantavam aos berros aquela música: “me convidaram pro natal de suruba, não pude ir, maria foi no meu lugar”.

    NENHUM dos pais/mães reclamava de nada, ou tentava impedir os próprios filhos de ouvir aquelas porcarias e achar bonito/normal.

    Agora aguentem um mundo com a sexualidade, que era pra ser divina e feita com e por amor, totalmente corrompida.

    Ah, mais uma coisa: A tendência é só piorar.

    Thumb up 2
  3. POR ISSO SOU CONTRA A CURA DA SIDA POIS ELA (AIDS) ESTABELECE UM EQUILÍBRIO(SE É QUE EXISTE EQUILÍBRIO AINDA)

    Thumb up 1
  4. Além de ser um risco a contrair doenças sexuais transmissíveis denota falta de planejamento familiar gerando mais subdesenvolvimento e caos na saúde pública pelo inchaço de nascimento e crescimento populacional descontrolado.

    Thumb up 4
  5. É isso aí Magda,a menina sofre com 9 incômodo meses de gestação e depois o resto da vida pra se lamentar enquanto o garoto fica curtindo a vida a doidado,porque filho é dependente total da mãe,ela é meio de transporte pois tudo é no colo da mãe,fonte de alimento,pois o leite materno é indispensável,dar banho,trocar fraldas,ficar noites sem dormir pois o nenem sofre dor de barriga constante por um certo período…etc…etc.-Então é bom pensar antes de ter cinco minutos de prazer e o resto da vida pra se arrepender,-OBS. ORIENTAÇÃO E PLANEJAMENTO SÃO FUNDAMENTAIS.

    Thumb up 10
  6. Sexo e bom ainda mais com a pessoa amada ]mas se for coisa do momento pricipalmente os ficantes de hoje em dia.Ai que esta o pobrema muitos jovens não tem costumes de se previnir eles se preoucupa somente com numeros que possa ter ficado não dão importancia para o preservativo muitos acha que é incoveniente
    falar para o parceiro que tem que se previnir.
    Não é somente previnir contra as doenças transmicivel mas tambem com aquela gravides indesejada ou gravides de risco aonde os numeros assusta que mais jovens de 12 a 17 anos estão fazendo sexo e um numero alarmante
    Temos que fazer mais forum de debate reunião palestra para orientar estes meninos e meninas

    Thumb up 2
  7. Olha….na minha visão dos jovens de hoje não tenho muita
    esperança]hoje pelo que vejo é os filhos quem ensina os pais como deve ser a transa deles,se vai começar com 10 11 ou 12anos
    e ditam o que eles querem…o conhecimento e a moral dos mais antigos não tem valor .Os governos em vez de deixarem os pais educarem seus filhos interferem diretamente nas famílias ,banindo a educação dada pelos pais e proibindo esses de cumprirem a sua parte de dar uma educação de boa moral para seus filhos,…..A educação dos filho vem de berço e governos algum tem condições de fazer isso,somente os pais .

    Thumb up 4
  8. O grande problema é que sempre fizeram uma propaganda massiva para que se FAÇA SEXO ‘SEGURO’ usando camisinha.
    A ênfase da propaganda, ou seja, o que ficou gravado subliminarmente nos jovens, foi a necessidade de fazer sexo indiscriminadamente. Em suma, fizeram a propaganda da promiscuidade.
    Fazer sexo é relativamente fácil. Usar a camisinha na hora do clima, já é um processo mais complicado, mesmo que o jovem esteja de posse da mesma.

    Thumb up 7
  9. Os jovens deviam estar mais informados pois as consequEncias de ter relações sexuais sem proteção podem ser muito graves para a súde.

    Thumb up 0
  10. Falta mais conscientização do que informação.

    Substituir a enfadonha propaganda política “gratuita” do horário nobre da TV (paga com o dinheiro do contribuinte) por campanhas sérias, seria muito mais produtivo.

    Só queria saber o que a dizer Sua Santidade o Papa sobre o assunto, nessa peregrinação ridícula dirigida aos jovens, sendo que a Igreja é contra o uso de preservativos.

    Tenho uma sobrinha no interior, que aos 18 anos começou a tranzar com o namorado. Ficou grávida e se casaram. Só que o relacionamento não deu certo e ele se foi.
    Mas o filho ficou… e ocupa tanto a mãe, que ela só tem tempo para o menino e para o trabalho.

    Sua fase de juventude está se esvaindo pelo ralo.
    Para preencher o vazio… como fuga, tornou-se uma internet-maníaca.
    Provavelmente, mais tarde, ela irá cobrar do filho, como se ele tivesse culpa por ter nascido.

    Já vi esse filme antes.

    Abs:
    Silvio

    Thumb up 12
  11. Massacrante programação televisiva, excesso de hormônios na alimentação, desorientação supervisionada.

    Thumb up 3
    • o pior nem é isso, é a cultura que se cria, querer pertencer aos grupos que fazem determinada pratica, e comutam e comunicam, experiencia que podem ser mais prazerosas, mas que no entanto, não são realizadas por um questão de segurança.

      Thumb up 0
    • E quanto a raciocinar:

      CADA UM SABE DE SI

      Nada tam a ver, carinha lindinho?

      Fui.

      Thumb up 1
  12. Os jovens estão começando as atividades sexuais cada vez mais cedo e muitas vezes por influência de amigos mais velhos são incentivados a não usar preservativo, pois sempre os mais velhos comentam que sem preservativo é muito melhor. Quem já não fez a pergunta, “qual é melhor, com ou sem?” E como diz o velho ditado, ” A curiosidade matou o gato.”

    Thumb up 3
  13. isso é verdade mesmo eu dificilmente uso… carne com carne mesmo é que cuia… mas cuidado!!! faça sempre e tenha paciência antes de se envolver com qualquer mulher ou melhor tenha sempre parceira única!!!!

    Thumb up 1
  14. Todos sabem do risco que correm. Agora, se querem corre o risco, o problema é deles. Depois não adianta chorar! Não é falta de informação. Todos tem pelo menos uma TV velha em casa.

    Thumb up 5
    • Concordando com Fernando,depois como consequência,na melhor das hipóteses vem um filho,resumindo:Aí a dificuldade aumenta.

      Thumb up 7
    • Na maioria dos casos que tenho sacado, é a garota quem “segura a barriga” e o garoto simplesmente dá no pé.

      Ele encontra mil desculpas esfarrapadas, como ter que estudar, cuidar da carreira, que não é dele ou que ela é galinha e saiu com vários caras.
      Muito cômodo.

      E a bomba cai na mão da avó, que acaba segurando a barra.

      Fui

      Thumb up 13
    • Aí quem foi mais irresponsável, o menino ou a menina, ela também fez sexo, ela também devia ter se cuidado, é muito engraçado, quando a garota engravida a culpa é do cara que não usou camisinha, mas também existem camisinhas femininas e pilulas anti-concepcionais…

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
8
Como as cores conquistaram seu significado simbólico

Vermelho para paixão...

Fechar