A Magia da Realidade – Como sabemos o que é verdade

Publicado em 11.04.2012

Na área infantil da sua livraria favorita é impossível de não esbarrar na generosa seção destinada aos livros religiosos para os pequenos. Agora você tem uma opção cética que mostra o mundo como um lugar mágico, porém inteiramente baseado na realidade.

Richard Dawkins lançou em português seu livro “A Magia da Realidade: Como Sabemos o que é Verdade“. Ele vem forrado de explicações simples, acessíveis e científicas sobre o mundo que nos rodeia e também repleto de belíssimas ilustrações como você pode espiar nos trecho que pode ler gratuitamente logo abaixo ou fazer o download aqui.

Eu conheço apenas a versão para iPad em inglês que é um aplicativo cheio de conteúdo multimídia onde Dawkins explica, de maneira acessível a todas as idades, como mistificamos desnecessariamente durante a história a causa das coisas que ocorrem ao nosso redor. O livro mostra o mundo como um lugar mágico no sentido de “magnífico e misterioso” com muitas coisas extraordinárias que já conhecemos e muitas outras por descobrir.

Fica fácil de sorver a noção de que tudo tem uma explicação muito mais plausível do que uma força sobrenatural que faz as coisas acontecerem com um estalar de dedos. Explica os mecanismos descobertos pela ciência de fenômenos que sempre foram atribuídos a divindades, boas ou más.

É um excelente presente para aquelas almas indômitas que nunca se cansam de questionar. Você com certeza conhece alguém assim, ou não estaria lendo este artigo.

Obrigado pela dica, amigo Diego.

Leia aqui gratuitamente (ou baixe) um trecho do livro

Autor: Marcelo Ribeiro

Amante do mergulho e da fotografia (com exceção das da própria cara), repudia exercício físico, mas faz mesmo assim; talvez para ganhar alguns anos a mais com a família, talvez por masoquismo. Escreve no HypeScience desde 2008.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

149 Comentários

    • Na minha “apinião”, pela ortografia, você deve ser um ledor contumaz.

      Thumb up 1
  1. Quando a criança crescer vai pensar por si mesma, andar por si mesma, é interessante ter diferentes pontos de vista.
    Eu estudei grande parte da vida em colégio católico e frequentei centros espíritas quando pequena, agora segui um rumo muito diferente e tenho certeza que muito melhor e mais esclarecedor.

    Thumb up 14
    • Excelente, Angel. Rejeitar a maturidade é suicídio que prejudica a todo mundo!

      Thumb up 3
  2. Eu particularmente acho muito irracional, como as pessoas sem terem conhecimento algum sobre um assunto querem discutir como sendo conhecedores plenos de um livro que nunca leram ou estudaram.Eu cogito que Richard Dawkins é muito limitado e crú no que diz respeito a Filosofia,Sociologia e exclusimamente a Bíblia,sua visão está inserida num contexto cheio de erros e dúvidas que como ele sendo um cientista na área biológica deveria levar em consideração.Da mesma forma que ele diz que Deus é um delírio,logo,o meu pensamento após ler e conhecer os dois lados da moeda, e mais que justo dizer, é que a idéia de Richard Dawkins sobre Deus é um delírio.

    Thumb up 2
  3. E então eu me pergunto:

    Qual a diferença entre os crentes e os ateus?

    Um acredita que Deus criou tudo, não consegue provar, mas geralmente não aceita opiniões contrárias.

    Outro acredita que algo “não-Deus” criou o mundo, também não consegue provar e também geralmente não aceita opiniões contrárias.

    Por isso escolhi o agnosticismo: assumo que (ainda) não temos capacidade de desvendar esse mistério, tomo pra mim o que cada crença tem de bom, acredito no poder da ciência e vivo feliz.

    Thumb up 4
  4. Olá amigos, a figura de linguagem “METÁFORA” nos primórdios da humanidade já era praticada, sem nome ou com outro nome, enfim era usada pelo homem, a bíblia é uma grande metáfora, isso não quer dizer que Deus não exista. Darwin era um excêntrico que usava a lógica e aobservação como nenhum outro, este sim não usava metáforas, a verdade era nua e crua para ele.

    Thumb up 1
  5. Vou deixar meus filhos escolherem o que acharem melhor para eles, o que os fizerem mais felizes.

    A religião tem muitos pontos positivos também. Nem todo religioso é ignorante e cego. Sinceramente conheço muito mais religiosos felizes que pessoas que se dizem “entendidas”. Tenho meu lado espiritual, que me faz bem, e só o largarei quando alguém me provar que isso tudo é besteira e me faz algum mal.

    Fico me perguntando até que ponto é útil descobrir a origem de tudo isso. Que benefício nos trará?

    Talvez o grande segredo e beleza dessa vida seja aproveitá-la e aceitar que nós, pequenos grãos de areia, provavelmente nunca iremos descobrir o que nos trouxe até aqui.

    Thumb up 4
  6. acho errado uma pena que muitos se acham superiores a Deus só por que tem um pouquinho de conhecimento, Eu me converti a pouco tempo, e reparei que meu irmão pequeno fala de Deus e o amor de Deus e ninguém nunca falou de Deus para ele mas na bíblia diz: “E disseram-lhe: Ouves o que estes dizem? E Jesus lhes disse: Sim; nunca lestes: Pela boca dos meninos e das criancinhas de peito tiraste o perfeito louvor? ”
    Mateus 21:16

    Thumb up 1
  7. O tenso é que o ateísmo também está virando religião, parece que as pessoas não entendem que o que estraga o mundo é o fanatismo e não o ateísmo ou a religião.

    Thumb up 35
    • Se ateismo for uma religiao, abstinencia e uma posicao sexual !¬

      Thumb up 50
    • Duas verdades.

      Thumb up 9
    • Vejo muitos militantes ateus que saem por “ai” pregando o ateísmo, tendo líderes, como Dawkins, etc, e seguidores que se comportam exatamente como um Evangélico neopentecostal…

      Ateísmo não é religião, mas que tem muita gente que o adota como se fosse uma verdadeira religião, ah e como tem!!! Alías, é o que eu mais vejo entre os ateus!

      Thumb up 10
    • O problema é ser soterrado por milhões que são enfiados de cabeça na religião desde antes do nascimento. Crescem, tornam-se acomodados e seguem em frente, sem avaliar, sem discutir esse e outros valores que a maioria recebe de encomenda quando vem ao mundo.

      Thumb up 9
    • Não, não, o que acontece é que quando os religiosos falam mal dos ateus, eles esperam que os ateus fiquem quietos. Como tem alguns que ainda tem esperança na humanidade e respondem aos insultos e mentiras dos religiosos, pronto, os ateus são mais uma religião…

      Thumb up 17
    • Cesar, felizmente, existem muitos desses que você diz, e podem até ser maioria (Como você parece ser, e aqueles que você conhece) mas infelizmente são os que menos aparecem.

      Como eu disse, conheço pessoas, várias delas, inclusive no meu facebook, que são assim como eu disse. Não é necessário qualquer tipo de provocação. E está cheio destes na internet. São crentes as avessas. Não é culpa do ateísmo, e sim das pessoas…

      Thumb up 2
    • Cesar, seu comentário foi muito preconceituoso, generalizou todos os religiosos. Eu por exemplo nunca reclamei de ateus até eles começarem essa espécia de “religião ateísta”; e claro, só reclamo dos ateus fanáticos.
      A ATEA pede doações como se fosse dízimo; reclamam do preconceito mas ao mesmo tempo estão sendo preconceituosos; reclamam dos religiosos que ficam pregando sua religião mas vejo mais ateus pregando ateísmo do que religioso pregando religião. E o pior são aqueles que viram ateus e acham que por isso viraram intelectuais instantaneamente e começam a postar comentários irônicos e arrogantes contra o primeiro religioso que vê. Para confirmar isso basta acessar o youtube, achar um ateu xingando um religioso e olhar todos os comentários dele. Verá que ele passa o dia inteiro fazendo isso, pregando o ateísmo e xingando religioso; são trolls.

      Óbvio que não estou dizendo que todos os ateus fazem isso, eu defendo o equilíbrio; o respeito para ser respeitado.

      Thumb up 5
    • Rapaz pra cada religioso fanático vejo 4 ateus fanáticos e ambos estão errados.
      O correto é não sair xingando o ateísmo ou a religião, parece as pessoas não sabem viver em um meio com pluralidade de opiniões. O certo é a tolerância.
      Eu prefiro acreditar que existe a vida após a morte; e não é por ganância, como muintos ateus fanáticos dizem, e sim por amor aos meus familiares que já morreram.
      afinal, se existir vida após a morte eu reencontraria meus familiares e ficaria feliz; mas e se não existir? eu já estarei morto mesmo, não sentirei falta. =D
      O que eu quero mesmo é viver, não quero morrer, torço muito para que exista vida após a morte. viver é uma alegria e pra mim 80 anos é muito pouco! E é óbvio que se descobrirem um meio de viver para sempre, eu vou usar; afinal, é melhor não arriscar. =D
      O que não pode é deixar a religião impedir o avanço da ciência, sabemos que ela foi importante para a criação da ciência, afinal, foi assim que o homem começou a explicar o mundo, mas também sabemos que a igreja muda menos que embalagem de maizena, o que não é bom, pois acabamos implantando coisas que eram boas no passado no mundo moderno, onde a abstinência sexual, por exemplo, não é mais necessária pois já inventaram métodos eficases para o controle das DSTs. Agora acabar com a religião é um exagero, assim você estará magoando muitas pessoas que as vezes só querem acreditar ter a chance de re-encontrar entes queridos após à morte.

      Já vi muitos ateus preconceitusos e por isso já não acredito mais nesse papo de que religião é uma fonte de preconceito; a única fonte de preconceito é o fanatismo. Eles estavam dizendo para um deficiente chamado Oziel: onde está seu deus agora?

      O problema é que as pessoas acham que ou elas devem ser básicas, ou devem ser ácidas; mas eu prefiro ser um sal se é que me entendem.
      A religião tem muitas coisas a nos ensinar, não fatos científicos e sim valores éticos e sociais; Um bom exemplo é saber que uma religião indígena acreditava que os homens se diferenciavam dos animais pela sua generosidade; o que nos faz pensar, pois hoje o que vemos é o contrário.

      E também não sei por que os ateus se ofendem quando alguns religiosos dizem que ateus vão para o inferno, afinal, como eles podem se ofender com algo que nem acreditam?
      Eu particularmente acredito que Deus não interfere no mundo, afinal se ele salvar uma pessoa ele terá de salvar todas para ser honesto; e se ele salvar todos, o mundo iria acabar por super-população. E se ele existir, provavelmente a vida após a morte existiria também, o que tornaria inútil salvar pessoas no planta terra.
      Também acredito que ateus e gays não vão para inferno, afinal, Deus como pai deveria amar todos os seus filhos e a homosexualidade é genética e o ateismo não faz mal a ninguém.

      Ah, e aqui está o deficiente que mencionei no meio desse texto: http://www.youtube.com/user/oziel1999 – canal do oziel no youtube, ele está tentando arrecadar dinheiro para uma operação facial.

      Thumb up 3
    • Eu venho anunciando isso (que o ateísmo virou religião) há muuuuuuito tempo!

      Thumb up 3
  8. Não prive nem uma criança de leitura alguma, ela vai escolher o que ser, no que crer quando crescer.Adultos são manipuladores.

    Thumb up 27
  9. Sinceramente,tenho 12 anos,porém acho esse livro uma versão fantasiosa da vida.
    Acredito em deus,apesar do que devem estar pensando pretendo trabalhar no ramo cientifico,sou bastante aplicada.
    Acho que esse livro não deve ser mostrado para crianças pequenas,afinal,antes dos 8 ninguém tinha uma clara ideia de religião e do mundo.Apenas ideias vagas.

    Thumb up 16
    • Claro que não devemos mostrar para crianças!! Toda criança deve ler apenas sobre chesus!!11 Pois chesus é a verdade! Todo o resto é mentira e fantasia!1111!1

      Somente quando crescerem que elas poderão ler as historinhas fantasiosas sobre os dinossauros e as mentiras da ciência!

      Viva chesuss!!1

      Thumb up 36
    • Com certeza, Andy!!11 A única verdade inquestionável são os humanóides cabeçudos e esqueléticos, oriundos de outras galáxias e que, muito em breve (questão de bom senso), se manifestarão a toda a humanidade!111!1

      Thumb up 2
    • Agora sério… Nunca se esqueça que Darwin te ama! Embora você ache que ele é uma fantasia, ele fica triste mas te ama mesmo assim!

      Thumb up 20
    • Mostrar a biblia para crianças pode né? Mas deixar ela escolher outros livros pra ler nao pode…Isto pra mim tem nome: alienaçao.

      Thumb up 5
    • Interessante isso, mas então quem colocou na sua cabeça a crença em Deus?

      Thumb up 3
    • Sinceramente… criticar alguém com 12 anos. Ela tem uma vida toda ainda pra amadurecer seus pensamentos.

      Thumb up 7
    • Vitória,

      Parabéns pelo seu pronunciamento! Continue assim, afinal de contas os que se declaram ateus ou agnósticos precisam de fé na inexistência de Deus. Além de que alguém preocupar-se de anular a pessoa de Deus da história e influenciando uma nova geração para a descrença é muito mais anti-religiosa do que atéa ou agnóstica.

      Thumb up 9
  10. Vou aproveitar que minha filha adora ler e está numa fase de muitos questionamentos e dar este livro de presente para ela. Claro que vou ler também… rsrs ^_^

    Thumb up 17
  11. Este livro não agrega nada de novo. A maioria dos temas abordados fazem parte da fomação escolar do indivíduo seja ele ateu ou crente.
    Historias infantis baseadas textos biblicos sempre foram e continuarão sendo historias para dormir. Se o autor realmente quer fazer algo útil para as próximas gerações, deveria este nos trazer luz a um tema bastante esquecido hoje em dia, a formação ética e moral do indivíduo e não lançar raizes em convicções pessoais.
    Assim estaria ele constribuindo para forjar uma geração de cidadãos e por fim, uma sociedade menos egoistas, alienada e mais responsável.

    Thumb up 18
    • Mas ele é um biólogo e cientista meu filho, não acha que quem deveria se encarregar de escrever sobre ética e moral sejam os filósofos ou sociólogos?

      Ele é um biólogo e escreve sobre biologia, que por sinal é sobre o que o livro em geral trata, uma maneira de ensinar didaticamente esse assunto para crianças.

      Vai criticar agora todos os autores do mundo que não escrevem sobre ética? Cada um escreve o que quer e sabe ora bolas.

      Thumb up 33
    • Isso é lusitano. A ética deve estar em todas as áreas do conhecimento humano e não somente na Filosofia e Sociologia. Falar e escrever o que se quer a seu bel prazer e sem fundamentos, mesmo dentro da sua área de conhecimento, é ser, no mínimo, irresponsável.

      Thumb up 4
    • Ensinar didaticamente esse assunto para crianças ?? Mas pra que se elas já aprendem esse treco de Ciências nas escolas.
      Eu acho que a intensão dele era outra …

      Thumb up 2
    • “Este livro não agrega nada de novo.” Posso garantir que é inovador em vários aspectos. Sugiro ler antes de emitir uma opinião como esta.

    • Deixando de lado as convicções pessoais do autor, fique a vontade em nos esclarecer sobre as tais inovações que você citou…ou disponibilize a versão completa do livro.

      Thumb up 2
    • Acredito que moral e ética são a solução para praticamente todos os problemas da sociedade moderna…
      Mas hoje de manhã acordei pensando em algo… Até que ponto moral e ética também não podem ser uma espécie de fôrma (como a religião é), que molda e que tira a individualidade da pessoa?!?!
      acho essa questão individual-coletivo bem filosófica!!

      Ótimo comentário!!

      Thumb up 4
  12. Li uns trechinhos, essa obra pra mim parece digna de fazer parte da grade estudantil das séries iniciais, e até nas pre-escolares.

    Thumb up 14
  13. Como se uma criança ligasse pra religião.. Ou discutisse sobre a evolução com seus coleguinhas enquanto toma suco de laranja

    Thumb up 6
    • Algumas ligam. Eu fui criado em família católica, ouvindo sobre Jesus e Arca de Noé, sendo obrigado a ir à igrejas (eu detestava). Com apenas 9 anos eu já havia percebido o que adultos até hoje não perceberam, as histórias bíblicas são fantasiosas demais. Nessa mesma idade eu troquei a paixão pelos dinossauros pela paixão da astronomia, hoje ambas estão comigo.

      Thumb up 32
    • Exato!! E os que ligam fazem a diferença!!

      Thumb up 8
    • Interessante, prá mim foi justamente o contrário. Quando criança minha paixão era astronomia e dinossauros, li muito, estudei muito, inclusive a bíblia e tudo mais que se relacionava. Até hoje continuo interessado em tudo isto, porém com um olhar mais voltado a fé, pois estou cada vez mais convencido nessa convergencia entre a ciencia e a fé. Tu também vai chegar lá Jonata, pode acreditar (risos).

      Thumb up 1
    • Ahhhh agora entendo sua repulsa pela igreja católica(eu também tenho) pois foi estes ensinamentos errados que torceram a verdade Bíblica!, e geraram em algumas pessoas, ódio e descrença na Bíblia.

      Thumb up 3
    • Só descrença, não tenho ódio. Eu não acredito nos acontecimentos mágicos, cobras que falam e mares que se abrem, mas conheço os valores de filosofia, caridade e ética, em especial na passagem do cristianismo.

      Thumb up 8
    • Interessante, prá mim foi justamente o contrário. Quando criança minha paixão era astronomia e dinossauros, li muito, estudei muito, inclusive a bíblia e tudo mais que se relacionava. Até hoje continuo interessado em tudo isto, porém com um olhar mais voltado a fé, pois estou cada vez mais convencido nessa convergencia entre a ciencia e a fé. Tu também vai chegar lá Jonata, pode acreditar (risos).

      Thumb up 2
    • Olha aí, um vidente…

      Thumb up 6
    • Jonatas, eu sou um colega de profissão teu (analista de sistemas) e fui questionador também por muitas vezes sobre as coisas que existem. Estudei e ainda estudo muito sobre inúmeros assuntos científicos, mas sou cristão, não por legado familiar e nem por cegueira, mas por grandes convicçoes pessoais, sempre questionando, mas sempre tendo as respostas iluminadas como a luz do meio dia. Sabe, eu desenvolvi um sistema de visão artificial e fui pioneiro ficando entre os primeiros do mundo com tais recursos. Fiquei entre os grandes engenheiros e, agora, tenho em mãos um sistema aprimorado que praticamente é o único do planeta com tais recursos sofisticados. Sou muito respeitado como profissional e sempre fui tido como muito aplicado e sempre top nas turmas incluindo faculdade. Digo isto para bloquear as falsas interpretações de que pessoas que crêem em Deus são menos inteligentes. Sabe, desde de criança eu amo a ciência e a astronomia e, quando meus amigos ainda brincavam de pique eu criava documentos com as descrições astronômicas estelares, etc, como um pequeno cientista. Sempre amarei a ciência, mas eu nunca permito que o mundo material me cegue os olhos espirituais. Muitas coisas ocorreram comigo de inegável caráter espiritual e sempre verei o Brilho e a Majestade de Deus presente nas maravilhas deste Universo e sua Obra Redentora sempre viva no meu coração… Grande abraço amigo!

      Thumb up 6
    • Digo isto para bloquear as falsas interpretações de que pessoas que crêem em Deus são menos inteligentes.

      Em resposta a mim esse trecho da tua postagem não faz o menor sentido, pois nunca fiz tal afirmação. Eu afirmei que as histórias da bíblia são fantasiosas, e são, como qualquer papiro de mitologias. Eu sou Budista, mas conheço e respeito o valor do cristianismo, assim como do judaísmo, islamismo… seguir outra filosofia não quer dizer que eu seja oposto a essa.
      Eu nunca refutei a existência de uma divindade, apenas considero uma questão da qual não existe certeza, nem de existência nem de inexistência. Para os budistas, é mais importante conhecer a si mesmo como chave do entendimento do universo do que seguir cegamente condições pré-estabelecidas baseadas na intolerância e imposição, como fazem as religiões.

      Um abraço.

      Thumb up 8
    • Desculpe-me Jonatas, mas não foi minha intenção atribuir esse trecho a que você se refere a você especificamente. Acho que a forma como descrevi deu essa interpretação, mas na verdade atribui a outras pessoas que pensam desta forma. Vejo que você é bem razoável em seus tratamentos e é por esse motivo que gosto muito de dialogar contigo. Grande abraço amigo!

      Thumb up 3
    • Eu também ia pra igreja, segundo meus pais, desde meus primeiros meses, também detestava. Uma criança não sabe o que é Deus, é tendencioso dar um livro desse pra elas.

      Thumb up 4
    • E se vão dar um livro sobre ateísmo, deem um livro sobre outras religiões também, senão estarão sendo hipócritas, mostrando só um pedaço desse universo, do mesmo jeito que meus pais fizeram.

      Thumb up 3
    • Ignorante aquele que acredita que as crianças os são! Saiba que minha filha questiona sobre religião e evolução muito, talvez muito mais que muitos adultos, tudo vai do incentivo que as crianças recebem em casa para tal discussão.

      Thumb up 15
    • Amanda, meu filho de 5 anos faz exatamente isto. A mente da criança é terra fértil, o que planta, nasce. Se plantar mato, só terá mato.

  14. Quando tiver um filho…mostrarei a ele os dois lados e deixarei ele por si só encontrar sua verdade!

    Ela estando no ateismo, deismo ou preconizando a verdadeira lógica(na minha opinião): O agnosticismo!

    Thumb up 13
    • Tecnicamente, ateísmo e agnosticismo não são mutualmente excludentes.

      Por exemplo, uma pessoa que não tem certeza se deus existe ou não, afinal ela não sabe tudo sobre universo, mas baseado em evidências e outros fatores ACHA que não existe um deus teísta, como o deus da bíblia, é classificado como ateu agnóstico.

      Thumb up 8
    • Mas o agnosticismo tem a mente aberta e não se afunda na arrogância do ateísmo!
      Pode existir um criador ou não. Sou um ser insignificante( no ponto de vista universal), não tenho como obter tal resposta.
      PS- Ateísmo já deixou de ser privado a pessoas que se questionaram e filosofaram sobre a religião e a vida. Hj o ateísmo é apenas uma crença usada para auto-afirmação de pseudointelectuais que gostam de subjulgar teístas.
      Já temos uma quantidade imensa de ateístas afundados em uma ignorância digna de crentes fervorosos!

      Thumb up 12
    • Ateísmo é apenas uma posição, uma opinião a favor da não existência de deuses. Ter uma opinião não é ser arrogante. No livro “Deus, um delírio”, o próprio autor Richard Dawkins reconhece não ter 100% de certeza da não existência de Deus, pois só os crentes fanáticos é que têm 100% de certeza de algo. Ele apenas deixa claro ter uma forte opinião, muito bem embasada pela ciência, de que Deus não existe. Já os agnósticos, estes não têm opinião nenhuma.

      Thumb up 9
    • Então devemos acreditar em coisas que “talvez” existam? O ateu acredita na realidade, não em amiguinhos invisíveis, pois pela “lógica” do amigo, se vamos acreditar em um deus, deveremos acreditar em todos…
      Indo mais longe: devemos acreditar em duendes pq a Xuxa acredita e outros afirmem que “talvez” existam?

      Thumb up 4
    • Ateu acredita na realidade?

      Então já está provado que Deus não existe? Conte-me mais.

      Se ele acredita na realidade, então deveria ter a mesma dúvida que o agnóstico tem.

      Agnóstico usa a lógica pra assumir que isso não está provado (e talvez nunca será).

      Thumb up 2
    • Amigo, você está generalizando.

      Sem dúvidas deve existir aqueles ateus “convictos” que afirmam saber 100% de certeza que deus não existe. São uns tolos, aliás, qualquer um que afirme saber algo com certeza absoluta me parece ser um tolo.

      Existem várias categorias de ateus, então por favor, não generalize.

      Thumb up 3
    • E pelo visto você nem leu minha explicação, falando que existem os ateus agnósticos, que apenas ACHAM que deus não existe. Ou talvez você tenha ignorado de propósito.

      Então para todos os fins, o arrogante e pseudointelectual aqui é você.

      Thumb up 2
    • Fico feliz de saber que há gente esclarecida aqui.

      Recado para aqueles que insistem em separar teísmo, ateísmo e agnosticismo com como se fossem mutuamente exclusivas, ou que ateísmo é religião:

      Vão ler um pouquinho, façam um favor a si mesmos, aprender a concepção real das coisas (ao invés da popular, que por vezes é misinformada ou desinformada) fará bem à vocês e as pessoas com as quais vocês interagirem.

      Thumb up 2
  15. To até pressentindo a hora que os crentes e antidaukinianos de plantão acharem essa matéria.
    Show, achei que a divulgação ao público infantil estava esquecido nesse tipo de visão, agora eles têm uma escolha.

    Thumb up 18
    • ‘To até pressentindo a hora que os crentes e antidaukinianos de plantão acharem essa matéria’.

      “Pressentindo” a hora Jonatas? Isso é coisa de quem acredita no sobrenatural ou já tem poderes científicos como um volverine da vida. Seu ódio e e o desespero de dawkins é tão fanático quanto a pior das religiões. Todos deveriam ler o livro, até eu que sou católico, para no final dele, sair até a rua, olhar ao redor e dizer: “quem bom alguém ter escrito isso, assim como é bom alguém ter criado tudo isso”. Nada surge do nada e vocês ateus são tão burros e desesperados quanto um evangélico que abençoa celulares para receber boas notícias. rsrsrsrsrsrs….

      Thumb up 3
    • Desespero, burrice? Nós não apedrejamos ninguém por adultério, não queimamos um pensador distinto na fogueira nem dizemos que fulano vai pro inferno e beltrano pro purgatório. Não é desespero nem ódio, não vivemos de sonhos, o que temos é VISÃO, vê se acorda.

      Thumb up 7
    • Jonatas,

      Esse seu comentário pejorativo em relação aos crentes, mostra apenas sua visão preconceituosa e partidária, sem conhecimento de cristãos evangélicos que amam a ciência como muitos outros no presente e passado.

      Acho a matéria interessante na informação, mas, extremamente tendenciosa quanto a formação, pois, a medida que exibe a notícia de forma partidária ela também é excludente dos que tem opnião contrária como a citação: “explicação muito mais plausível do que uma força sobrenatural que faz as coisas acontecerem com um estalar de dedos”; além de tratar as questões de metafísica de forma pejorativa.

      Thumb up 5
    • Em que aspecto meu comentário foi pejorativo? eu disse que pressentia a hora que eles viriam publicar um monte de críticas infundadas e anticientíficas e se não fosse o controle da moderação veríamos que de fato isso ocorrera. O que eu disse é fato, não pejoração.

      Thumb up 6
    • Caro Jonatas,

      Primeiramente a minha afirmativa de sua forma sarcástica e pejorativa em relação aos crentes é ratificada pelo seu novo comentário de tomar a parte pelo todo.
      Sou cristão evangélico e exímio leitor do site, gosto da ciência e discordo que os “crentes” “viriam publicar um monte de críticas infundadas e anticientíficas” e ainda afirma que não vemos devido a moderação (isso é fé hein?).

      Em segundo lugar quanto ao livro, Dawkins é bastante infeliz ao idealizar minimalisticamente a realidade presa àquilo que podemos perceber através dos sentidos (pg. 8)ainda que amplificados pelos mecanismos tecnológicos. Há assim, um reducionismo da complexidade humana, do cosmo e do microcosmo até infantil e torna-se contraditória quando afirma no livro em questão:

      “E quanto a uma galáxia, tão distante que
      não pode ser vista a olho nu? E uma bactéria, tão
      pequena que só pode ser vista com um microscópio?
      Devemos dizer que essas coisas não existem
      porque não as enxergamos? Não.”

      Defendendo posteriormente que com o auxílio de instrumentos nos confirma, nesse caso através da visão, que a galáxia distante e a bactéria são reais. (página 9)

      Calma aí! Quer dizer que aquilo que é além de nossos 5 sentidos, não é real???

      Sabemos que nossa percepção é limitada pelos 5 sentidos, sabemos ainda que os instrumentos usados hoje nos potencializam de forma limitada e que amanhã potencialmente ampliarão nossos limites, mas isso não significa que o que será descoberto amanhã “não é real hoje”, isso é um absurdo!

      Em terceiro lugar e quanto àquilo que não podemos mensurar como o sentimento, simplesmente negamos a sua realidade enquanto movidos pelo ódio alguns matam e pelo amor outros salvam vidas, isso é ilógico.

      Thumb up 2
    • Cesar, chorei de tanto rir kkkkkkkkk

      Sábias e hilariantes palavras.

      Thumb up 3

Envie um comentário

Leia o post anterior:
3
Os três maiores mistérios da evolução humana

Por que nós andamos ...

Fechar