Lotta de Macedo Soares: conheça a homenageada do Google Doodle de hoje

Se você já entrou na página do Google hoje, percebeu que o Doodle (aquelas animações e desenhos personalizados que de vez em quando substituem o logo do motor de buscas) faz uma homenagem a Lota de Macedo Soares.

Lota foi uma arquiteta-paisagista e urbanista autodidata brasileira, que estaria comemorando seu 107º aniversário de nascimento hoje.

Seu principal projeto foi a realização do Parque do Flamengo, no governo de Carlos Lacerda, localizado no Rio de Janeiro, o maior aterro urbano do mundo. O local foi incorporado para a realização de maratonas e corridas de ciclismo, incluindo vários eventos olímpicos de 2016.

Vida

Maria Carlota Costallat de Macedo Soares, conhecida como Lota ou Lotta, nasceu em Paris em 1910. Ela era filha de brasileiros, que permaneceram na Europa até 1912, quando voltaram para a terra natal com a família.

A homenagem do Google traz um desenho da arquiteta trabalhando, em alusão à confecção da planta do projeto do Parque do Flamengo, também chamado de Aterro do Flamengo.

Na década de 1940, Lotta foi morar em Nova York. Lá, foi reconhecida como arquiteta autodidata e paisagista. Faleceu na cidade americana em 1967.

Lota tinha um talento excepcional para criar estruturas e paisagens, como a casa que construiu em Petrópolis, apelidada de Samambaia. A casa era compartilhada com a poetiza Elizabeth Bishop, e parecia ter asas como as de uma borboleta. O estúdio ainda contava com uma vista deslumbrante para as montanhas.

Filme

A vida de Lota foi retratada no filme “Flores Raras”, de 2013, do diretor Bruno Barreto.

Apesar de contar sua história profissional, o foco principal da produção é sua vida pessoal, em especial o romance entre a arquiteta e a poetisa norte-americana Elizabeth Bishop, considerado um escândalo na época.

Lota foi interpretada pela atriz Glória Pires. Quase 100% dos diálogos foram desenvolvidos em inglês.

O filme possui uma cena que retrata Lota “buscando” (quase que “comprando”) uma criança, que se torna a filha adotiva de Mary, uma ex-namorada de Lota, e cresce no meio das três mulheres – Lota, Elizabeth e Mary. Na vida real, a criança, Mônica, afirma que a cena não é totalmente verídica. [BlastingNews, OGlobo, GoogleDiscovery]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 4,83 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta