Lua de Júpiter tem condições favoráveis para abrigar vida

Publicado em 20.11.2011

Europa, a lua gelada de Júpiter, não tem um, mas dois dos requisitos básicos essenciais para a existência da vida. Há décadas cientistas têm um vasto conhecimento sobre o oceano escondido sob a superfície da lua – um possível lar para organismos vivos – e agora, um estudo mostra que o oceano recebe regularmente influxos de energia necessários para a vida, através de processos caóticos perto da superfície da lua.

Britney Schmidt, geofísico da Universidade do Texas e líder do estudo, explicou que sua equipe estudou plataformas de gelo e vulcões subterrâneos na Terra para compreender a formação de características ímpares chamadas de “terrenos caóticos” que aparecem em toda a lua Europa.

Lagos dinâmicos, que derretem e voltam a congelar ao longo de centenas de milhares ou milhões de anos, se encontram em posição inferior a 50% da superfície de Europa.

O oceano de água líquida satisfaz um dos requisitos essenciais para a vida. O segundo requisito crucial, que é a exigência de energia, também está presente na lua.

Cientistas acreditam que a vida na Terra se originou depois que algum tipo de energia entrou em contato com o oceano – talvez um relâmpago. E durante os 3,8 bilhões de anos desde então, a existência da vida tem dependido continuamente da energia do sol.

Sem sol, o mar subterrâneo de Europa iria precisar de alguma outra fonte de energia para sustentar a vida. Recentes observações de sonda mostram que há uma enorme quantidade de energia rica em minerais armazenada na crosta de Europa, mas ela é separada do oceano líquido das profundezas em pelo menos 10 quilômetros de gelo. Como os dois terminais de uma bateria, a energia pode fluir do material da superfície para o oceano somente se os dois estiverem ligados de alguma forma.

No entanto, a vida na Europa não é algo certo por enquanto. Afinal, água e energia não são os únicos ingredientes necessários para a verificação da existência vida, e os cientistas ainda não têm certeza se a Europa tem outros fatores que possibilitem a vida, como produtos químicos orgânicos. [Life'sLittleMysteries]

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

29 Comentários

  1. #Comentário Infame
    Primeiro a Europa colonizou a terra, agora a terra irá colonizar Europa.

    Thumb up 6
    • Lol.. Ao falar que possa haver vida nela, não quer dizer que são seres inteligentes como nós! Há possibilidade de existir baterias ou algo assim…

      Thumb up 2
    • Duvido, até agora não foi visto nenhuma extrutura inteligente na superfície da lua, então não tem nenhuma criatura pensante no meio.

      Thumb up 0
  2. antes de colonizar Europa, temos que usar bastante a Terra, acabar com todos os seus recursos, poluír bastante o meio ambiente e por fim destruí-la definitivamente, só então poderemos migrar para outras luas e planetas.

    Thumb up 6
  3. Será que os ETs que circulam por nosso espaço aéreo tem interesse em morar em Copacabana?
    Disputar o mercado de trabalho, matricular seus filhos na escola, frequentar a praia, baladas e casar com uma brasileira?

    Alguém em sã consciência moraria num planeta só pq ele pode ter condições de vida aos terráqueos?
    E a solidão?

    Euzinha aqui prefiro a nossa Europa e só prá fazer turismo. Morar lá, na-na-ni-na-não.

    Lá não se como feijão, brothers. (rss)

    Fui.

    Thumb up 5
  4. A ressonância de Laplace entre os satélites galileanos de Júpiter e o próprio Júpiter é a origem da atividade vulcânica radical que acontece em IO, o satélite mais interior dos quatro planetários, e o mundo mais vulcânico do sistema solar. Já era sabido que, numa escala felizmente menos drástica, os puxões gravitacionais também aconteceriam em Europa, aquecendo seu interior. Agora se está encontrando compravação para o que já era previsto, e isso impolga cientistas e astrobiólogos. Um mundo de gelo a 800 milhões de km do Sol seria inóspito, mas aquecido em seu interior, ganha oceanos subsuperficiais e atividade energética. Uma enorme crosta de gelo, que se pensaria ser um impedimento para a evolução da vida, na verdade é uma importante proteção, já que Europa fica a 600.000 km de Júpiter, dentro da magnetosfera violenta e da radiação proveniente do gigante gasoso. Essa vida, se existir, deve ser explorada com cuidado no futuro, e está muito bem protegida, não só por uma crosta de gelo com entre 1 e 30 km de espessura, mas pela turbulência radioativa proveniente de Júpiter, um Planeta gigante, que emite o dobro da energia que recebe do Sol.

    Thumb up 7
    • A ressonância de Laplace faria sentido se essa lua tivesse 4.5bi de anos, mas não é o caso. Prá ela ser vulcânicamente ativa, o mais lógico é que ela é uma nova aquisição do nosso Sistema Solar, talvez não muito mais antiga do que alguns milhares ou poucos milhões de anos.

      Thumb up 2
    • Não viaja…

      Thumb up 0
    • Ela pode ter essa idade de 4,5 blhoões ou mais, mas é impossivel saber porque sua atividade geologica renova a crosta, disfarçando sua verdadeira idade. Está também perto demais de Jupiter pra ser uma aquisição recente.

      Thumb up 0
    • Hehe, eu acho q confundi as luas…

      Thumb up 0
  5. Sempre que eu vejo reportagens como esta, em algum lugar do texto se diz “existencia de vida”, porem ja sabemos que a vida pode tomar outros rumos para poder existir, entao sera que nao seria mais certo dizermos “existencia de vida como a conhecemos”? aos jornalistas fica a sugestao…

    Thumb up 9
    • Bem colocado, mas o único modelo de vida que a astrobiologia procura é o nosso, mas nem os próprios se arriscariam a afirmar categoricamente que não pode existir vida baseada em outros elementos.

      Thumb up 2
  6. “(…)Cientistas acreditam que a vida na Terra se originou depois que algum tipo de energia entrou em contato com o oceano – talvez um relâmpago.(…)”.

    Um RAIO, velho?? Um RAIO deu origem à vida?? É assim que eles explicam?? Pow, pq isso não se repete mais hoje em dia?? Bando de malucos esses cientistas. Sistemas complexos e organizados se desenvolvendo de sistemas simples e caóticos?? Parece que eles não lêem os livros que eles mesmos escrevem!

    De qualquer jeito, eu não moraria nesse lugar aí…

    Thumb up 7
    • Mas ver Júpiter se pôr no horizonte seria um espetáculo…

      Thumb up 5
    • Bom, a temperatura na superfície mais alta é -95º C, a radiação vinda de Júpiter é a segunda maior do Sistema Solar (apenas a do Sol é maior) e a magnetosfera do gigante gasoso enlouqueceria teus equipamentos e tua bússula seria inutilizável. Teria que perfurar pelo menos 10 km de gelo duro que nem rocha e imediatamente o teu caminho aberto iria se fechando atráz de ti. Boa viagem. :)

      Thumb up 10
    • Acho q o cara quiz dizer que ia se mudar para Europa continente, não a lua, kkkkkk

      Thumb up 4
    • Isto se ele não sentir o mal de pandorum durante a viagem… rsrsrs :D

      Thumb up 0
  7. eles não tem certeza se existe agua em marte

    mais descrobriram que existe agua debaixo da crosta da europa

    o mais dificio eles conseguem então ?
    ¬¬

    Thumb up 1
    • Em 2008 as sondas de superfície já comprovaram a existência de água em Marte na forma de gelo. Desde as vikings já se sabia haver na forma gasosa na atmosfera. Hidrogênio é o elemento primario do Universo, Oxigênio já aparece na evolução das estrelas gigantes vermelhas e nas nebulosas planetáras de uma massa solar ou menos, entre as mais comuns do universo. Tão logo, água é uma das substâncias mais comuns que existem, a chave é encontrá-la em estado líquido, sendo um tanto rara a temperatura e pressão atm ambiente da terra em outros lugares do sistema solar.

      Thumb up 5
  8. opa! bora!!! ja vo arrumar as malas, não esqueçam de passar aqui em casa me dar uma carona todos para o novo mundo! :)

    Thumb up 2
  9. Bem, eu acho injusto o “homem” querer colonizar Europa, pense bem.

    1º Quanto tempo demoraria para chegar em Europa com as nossas condições?

    2º E se la houver oxigênio, mas toxico?

    3º Se eles estão perdendo a terra, provavelmente irá perder Europa também =/

    Thumb up 2
  10. Isso não é novidade. Faz muito tempo que se suspeita que Europa possa abrigar vida, mas eis a pergunta que ninguém responde: como constatar tal fato?

    Não sei se seria mais adequado enviar sondas ou alguma missão tripulada. Mas se realmente for necessário enviar astronautas, além de ser uma missão cara e perigosa, como eles poderiam descubrir se há vida em um suposto oceano que está abaixo de uma placa de gelo com 10 km de espessura?

    Thumb up 2
  11. devemos ter certeza antes de verdadeiramente quererem colonizar na lua de jupiter

    Thumb up 1
    • lol. Espero que no dia que chegarem a fazer isso, não façam que nem fizeram no antigo Novo Mundo, as Américas.

      Thumb up 7

Envie um comentário

Leia o post anterior:
comentarios-negativos
Comentários negativos podem ser bons para os negócios

Na era da internet, ...

Fechar