Luas de Plutão oferecem perigo à primeira missão ao planeta anão

Publicado em 30.11.2011

Perigo pode estar à espera da nave New Horizons, da NASA, prevista para chegar a Plutão em julho de 2015.

Segundo uma nova pesquisa, a descoberta de diversas luas em torno de Plutão – e o potencial para mais delas – aumenta os riscos durante o voo rasante da nave.

O principal problema são detritos. As luas de Plutão estão sob constante bombardeio das rochas espaciais próximas, os objetos do Cinturão de Kuiper.

Porém, a gravidade baixa das luas impede que os pedaços de rocha que voam no ar fiquem presos por lá. Em vez disso, os destroços ficam presos em órbita em torno de Plutão, onde poderiam representar uma grave ameaça para a New Horizons.

“O problema mais provável é que a nave seja atingida por algo grande o suficiente para destruí-la instantaneamente”, disse o principal investigador da New Horizons, Alan Stern.

As câmeras da New Horizons vão começar a observar o sistema de Plutão vários meses antes de sua maior aproximação, mas elas não serão capazes de detectar partículas menores e rápidas que podem significar morte instantânea se colidirem com o veículo.

A primeira lua de Plutão descoberta, Caronte, foi encontrada em 1978, quase 50 anos após o planeta anão ser visto. O Telescópio Espacial Hubble descobriu outras duas luas em Plutão em 2005, apenas dois meses e meio antes de a New Horizons ser lançada.

Em julho deste ano, uma quarta lua de Plutão foi localizada, e há indícios de que mais duas possam existir.
Devido a estas novas descobertas, um grupo de especialistas foi recentemente convocado para analisar os perigos que a New Horizons pode enfrentar. Depois de determinar que a ameaça era real, eles discutiram como evitá-la.

Os cientistas vão continuar a estudar o sistema de Plutão com o Telescópio Espacial Hubble, assim como vários outros telescópios terrestres, para tentar revelar outras luas escondidas e suas órbitas antes da New Horizons chegar lá.

Mas procurar não significa encontrar. “Se existem luas demasiado pequenas, tênues, então não as encontraremos”, disse Stern.

Com isso em mente, o grupo também determinou a necessidade de uma boa “trajetória segura”, uma órbita que mantenha a New Horizons longe das zonas de perigo mais prováveis.

O melhor caminho seria através da órbita de Caronte, mas no lado oposto do planeta a partir da lua. O grande corpo constantemente limpa os restos de seu caminho, criando uma rota segura para a New Horizons.

Essa estratégia funciona melhor se os destroços permanecerem planos, similares aos anéis de Saturno. Se, no entanto, eles orbitarem Plutão em uma nuvem, o perigo é elevado. Se a New Horizons encontrar sujeira e poeira das luas, isso poderia colocar um fim abrupto para a primeira missão a Plutão.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

13 Comentários

  1. isso é o que vocÊ acha,CHRIST, mas plutão pode ser mais interessante do que parece, não acham?.só por ele ser pequeno, não significa que ele seja despresável,sem nada de interessante.quem sabe que mistérios ele guarda?

    Thumb up 22
    • Verdade, não soubemos quase nada sobre Plutão, além disso, bons exploradores exploram tudo o que encontrarem pela frente, além de mais isso, outros cientistas estão concentrados em estudar as luas de Júpiter…

      Thumb up 4
    • LUCAS…quero dizer que Plutão poderia ficar pra depois, que existem astros neste nosso desconhecido sistema Solar, mais interessantes, bem maiores e bem mais próximos. Compreendeu parceiro?

      Thumb up 0
  2. Gastar milhões de dólares para ir a Plutão, ver o que?Um sub-mundo, um planetoide, e suas pseudo-Luas. Acho que no sistema Solar tem coisas mais interessantes, como Titã, Europa, Encelado, Ganimedes, Io e Ceres.

    Thumb up 8
    • Plutão não é tão desinteressante assim, mas concordo contigo as luas de Júpiter e Saturno são muito mais importantes, e estão mais perto.

      Thumb up 16
    • pode ñ ser tão interessante, mais é com certeza
      muito desafiador!!! boa sorte! a new horizons ela
      vai precisar.

      Thumb up 16
  3. Muito interessante esse Sistema Plutoniano. Tomara que a New Horizons não termine precossemente sua aventura por lá. A idéia de usar a zona limpa de Caronte é a melhor. Plutão e Caronte se comportam mais como um sistem duplo de planetas do que como planeta e seu satélite. Deveriam rever essa classificação.

    Thumb up 12
  4. Hehehe, o único jeito de encaixar a criação do Sistema Solar a 5bi de anos com essa incrível quantidade de Luas ao redor de um planeta tão pequeno é admitindo a existência do processo de captura gravitacional entre um planeta e um cometa passante.

    O problema é que isso invalidaria totalmente as teorias espaciais oficiais!! Que arapuca esses astrônomos se meteram hein??

    Thumb up 17
    • vc acha q eles estao com medo?
      vc fala como sabese tudo, astronomos sao cientistas, cientistas descobrem novas coisas q anulam antigas,
      pode até ser q a teoria da captura seja a verdadeira,
      talvez por isso q eles estao mandando uma nave pra lá

      Thumb up 8
    • Não necessariamente, alguns pode ser de captura com certeza, outras por choque entre eles…
      O esquema da vida é não se prender a um só lado da verdade…

      Thumb up 6
    • Isso é o q vc diz. Vai falar com um astrônomo prá ver como ele vai tentar te enrolar dizendo que isso é impossível!

      Se ocorre uma ou outra vez, e essa explicação é a mais simples, Navalha de Occam! Essa é a forma que o Sistema Solar se desenvolve continuamente: por processos de captura!

      Thumb up 3
    • O planeta pequeno (isso é preconceito!) está bem no meio de um cinturão de asteroides (na verdade, na borda) então é bem provável que essa captura exista…

      Não se preocupem, daqui a alguns anos arrumaremos uma solução para o caso (espero!). Há tantos mistérios e bizarrices entre o céu e a terra, entre a borda do universo e o céu etc.

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
36f48__56986210_jex_1247594_de27-1
Biblioteca Britânica digitaliza jornais dos séculos 18 e 19

Quatro milhões de pá...

Fechar