Mamografia prejudica 10 mulheres a cada uma que salva

Publicado em 24.01.2012

Mamografia prejudica mulheres

Poucas campanhas de saúde no Brasil encontram tanta mobilização quanto a luta contra o câncer de mama, que aconselha todas as mulheres a partir dos 50 anos a fazer mamografias regulares. Já reportamos que os auto-exames de ama podem ser ineficazes mas o procedimento que consiste em tirar um raio-x das mamas usando um mamógrafo com o objetivo de procurar um nódulo, pode prejudicar mais do que auxiliar. É o que afirma o estudo de um instituto de saúde em Copenhague, na Dinamarca.

Mamografia é dispensável?

O médico dinamarquês Peter Gøtzsche apresenta números para sua tese. A cada 2 mil mulheres pesquisadas que se submeteram à mamografia, uma teve um câncer diagnosticado e foi salva, mas outras dez sofreram danos devido à triagem, principalmente porque elas levaram a testes e tratamentos com efeitos colaterais.

Praticamente não há diferença, segundo Gøtzsche, nas taxas de mortalidade por câncer de mama entre os países que fazem o teste e os que não fazem. Seu conselho, portanto, é que as mulheres procurem um médico apenas se elas mesmas perceberem algo errado. [Telegraph]

Leia mais sobre câncer de mama em:

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

34 Comentários

  1. Para está uma que foi salva. A cada 2 mil exames ela vai aprovar a mamografia. Já vi tumores bem pequenos. Já vi tumores invisíveis ao ultra-som. Vale lembrar que a mamografia de 20 anos atrás não se usa mais. Hoje os equipamentos são modernos com menos radiação e muito mais definicao. Tumores bem pequenos são vistos. Poderiam fazer um estudo c/ressonância das mamas na suíça. Mas vale o $ de salvar uma vida feminina para esta sociedade machista? Já vi várias biópsias de próstata negativas…

    Thumb up 2
  2. Excelente comentário, fechando com chave de ouro a discussão, ao meu ver. Considero que todas as mulheres deveriam ter a mesma opinião. Afinal, a dor do parto é indescritível e dificilmente se ouve falar que uma mulher deixaria de ser mãe, em função dessa dor, não concordam?
    Então, por um desconforto, não vale a pena deixar de fazer qualquer exame, especialmente sendo ele preventivo.
    Tenhamos todas coragem, pois pois!

    Thumb up 5
  3. Existe ultrassom de mamas. Sempre fiz pois tenho um histórico de cancer muito grande na família, minha médica disse que a mamografia no meu caso é desnecessária pois tenho excesso de células nas mamas, que dificultam identificar um cancer pela mamografia. Estou com 30 anos, e espero poder continuar usando o diagnóstico por ultrassom até onde puder, pois descobri que em outros países a mamografia foi descontinuada e usam-se outros métodos, provavelmente o do ultrassom creio eu.

    Thumb up 5
    • Olá, grande Isis!

      Considero que não é ideal ser radical a ponto de “deletar” completamente a mamografia, que é sem dúvida, um método de exame de imagem complementar a ultrassonografia. E vice-versa.

      No seu caso, realmente me parece suficiente fazer uso da segunda opção de exame (a ultra). Mas em alguns casos, é muito importante utilizar-se da ferramenta da mamografia como apoio a um disgnóstico mais eficaz para a paciente. Especialmente depois dos 40 anos.

      Veja o que encontrei na internet, e me pareceu bem interessante, pelo perfil do profissional que postou o texto: http://www.medicinadiagnostica.com.br/med/centro_artigos_show.asp?id_artigo=91

      A questão é: busque sempre a opinião do seu médico, pois você terá mais tranquilidade buscando um profissional. E o que vale prá você, nem sempre vale para todos. Então, nada melhor do que consultar um especialista, SEMPRE. Com saúde, realmente, não se brinca.

      Abraços!

      Thumb up 1
    • Excelente comentário da Ana (29/02), fechando com chave de ouro a discussão, ao meu ver. Considero que todas as mulheres deveriam ter a mesma opinião. Afinal, a dor do parto é indescritível e dificilmente se ouve falar que uma mulher deixaria de ser mãe, em função dessa dor, não concordam?
      Então, por um desconforto, não vale a pena deixar de fazer qualquer exame, especialmente sendo ele preventivo.
      Tenhamos todas coragem, pois pois!

      Thumb up 1
  4. Repito um comentário de outubro 2011:
    Um grande amigo médico ao bordo de seus +90 anos, grande investigador e catedrático em seus país, revelou-me os resultados de uma investigação onde depois de inventada a tal mamografia aumentou em 70% o índice de câncer de mamas.
    Não porque aumentou a quantidade de casos detectados e sim porque o exame em si, ativa a multiplicação das células cancerígenas.
    Os conceitos de Dr. Ricky Hamer, Dr. Gerson ou Dr. Simoncini entre outros, continuam sendo mais importantes de que estes exames farmacêuticos.
    Desde: http://hypescience.com/mamografias-anuais-podem-significar-muitos-alarmes-falsos

    Thumb up 2
    • O aparelho que detectava o câncer de mama antigamente era semelhante ao aparelhos comuns de rx. Hoje até o número de radiografias e menor. Não e o mesmo exame.

      Thumb up 0
  5. nunca havia feito este exame , devido as dores e sensibilidade que eu sempre tive nos seios, e minha mãe dizia que doia muito , um dia acompanhei-a , e apos o exame ela chorou com dores , o meu medo aumentou. Os anos se passaram, e só a dois meses tive que fazer este exame, e com muito medo FIZ! , tenho 56 anos , e fiz a mamografia pela primeira vez, não deu nada !!! graças a deus!!! , e a dor ?! não SENTI NADA!!! Incrivel! , acho que não tenho mais os nódulos de antigamente, e meus seios são 44 grandes , … mas correu melhor que eu esperava , UFA!.

    Thumb up 2
  6. Desde meus 40 anos, fazia anualmente o exame de mamografia, sempre achei uma agressão terrível. Não me considero uma pessoa frágil para dor, mas confesso que a dor é tão insuportável que eu chorava sem querer. Talvez pelo fato de não ter amamentado e fazer reposição hormonal, sempre foi terrível.
    Hoje fazem 3 anos que deixei de fazer, estou com 57 e creio que não vou morrer por causa disso. É a coisa mais horrível este exame eu abomino.

    Thumb up 8
  7. Acho um tremendo desserviço esse tipo de informação. No mundo inteiro são feitas campanhas para estimular as mulheres a fazerem o tão necessário exame de mamografia, inclusive no Brasil. Este artigo citado é de UM estudo, contra as centenas de outros que existem indicando a necessidade do tal exame. Dói? Dói. Muitas outras coisas doem: depilação, unha encravada, cólica, aplicação de alguns tipos de aparelho para uso estético… A diferença entre fazer ou não o exame está, muitas vezes, diretamente ligada entre viver ou morrer. Ou entre permanecer com as mamas ou ficar mutilada. Agora, quem “acha” que não deve fazer a mamografia vai se sentir amparada por uma bobagem como esse artigo. Sinceramente… essa foi de lascar!

    Thumb up 10
    • Parabéns por suas colocações, Christina.

      Estudos e análises são sempre positivos, mas o problema é que esse estudo em questão pode servir de “desculpa” para algumas pessoas que não acreditam ou tem medo de fazer esse exame (por desconhecimento do procedimento, e isso pode representar a diferença entre a vida e a morte de um paciente).

      E reforço a questão que você muito bem cita: tem outras coisas que doem, e mesmo assim, são feitas. O que me leva a acreditar que as pessoas preferem passar por uma dor por motivo de estética do que de prevenção a sua própria saúde.

      Creio que o médico/cientista em questão teve uma boa intenção, mas infelizmente, sua tese pode “sair pela culatra” em questão de formação do conceito de prevenção a saúde. E nesse caso, concordo com você, esse artigo pode ser prejudicial a informação como conceito científico que leva a mudanças de comportamentos sociais. E isso é uma pena. Colabora para a desinformação. Lástima social.

      Thumb up 1
  8. A mamografia é uma desgraça p\ doer, eu nunca mais faço exame nenhum, o ultimo q fiz a 6 meses doe ate hoje, muita gente pensa q diagnóstico é tratamento, ñ é, aqueles apertões q deixam as mamas roxas e doem p\ inferno só serve p\desenvolver e modificar as células, foi me pedido um ultrasom,até hoje ñ marcaram p\ eu fazer p\ comprovar ou descartar a doença, minha mãe morreu d cancer d mama, eu já tirei 2 nódulos(eu paguei) quando tinha 27 anos hoje tenho 60,se eu tivesse q morrer disso já teria morrido. Os médicos insistem na mamografia , p\ receberem do sus, mas ñ temos como fazer o resto do tratamento e nem os outros exames, de q adianta saber q é portadora se a saude publica tá se lixando p\ doentes, ah, tbm ninguem morre de vespera, e nem fica p\ semente, todo mundo vai morrer um dia, nem esquento mais c\ isso, vou viver do geito q dá, e ve o q acontece.

    Thumb up 12
  9. Estou com 67 anos. Nunca fiz nenhum exame de mamografia. Sempre preferi e acreditei no uso de Plantas Medicinais com informações etnomedicinais por populares que fazem uso dessa medicina milenar na prevenção de vários tipos de enfermidades; em especial, as cancerígenas (…). E como auxiliar desse tratamento preventivo uso também a alimentação nutracêutica, bem equilibrada, em especial, as ervas aromáticas nos temperos: doces e salgados. E como complementação desse tratamento uso os sucos frescos (clorofilados, de preferência). Sou tão feliz por não usar nenhum tipo de droga farmacêutica que até parece ser uma brincadeira que faço com os meus trabalhos na área da Fitoterapia. Pesquiso este tema desde 1973. Eu costumo brincar com as agentes de saúde que me visitam mensalmente pelo SUS (…)- se, eu ficar sem as minhas plantas medicinais, podem preparar o meu caixão – vou despencar como um robô velho, sem tempo para reposição de peças que nem fabricam mais (…). E baseado nisso, acredito que eu tenha a mesma tendência de construir as mesmas doenças da terceira idade como todas as outras pessoas. Se, eu sentir uma levíssima dor onde quer que esteja, aumento as minhas doses da fitoterapia, e pronto. Assim, que tudo se estabiliza, volto tudo ao normal. Espero que eu esteja fazendo a coisa certa. Tenho tudo nos relatórios de pesquisa. Eu tenho medo da medicina invasiva. Eu prefiro morrer com as doenças degenerativas, de acordo com a natureza das minhas possibilidades sinergéticas metabólicas com os produtos naturais. Ana Lourenço da Rosa/Bióloga/TO/BR

    Thumb up 18
    • Ana,gostei muito do comentário que fizestes, atualmente faço especialização em Biotecnologia e Biologia Molecular e me interesso muito por remédios fitoterápicos.

      Thumb up 4
  10. Eu não faço nunca mais. Fiquei rouca de tanto desespero, aflição e dor. Parece exame da época em que se arrancava dente sem anestesia. Quando inventarem um exame mais de acordo com o século XXI, eu farei.

    Thumb up 12
    • nossa, excelente a tua resposta!

      Thumb up 6
  11. Prezada Maria,testículo é uma coisa bem diferente de próstata.Se você acha que tortura resolve algum problema, esmague suas tetas,para diminuir seus problemas.Mas se lhe serve de consolo,toque retal é algo temido pelos homens.

    Thumb up 2
  12. Bem, exame de próstata nos testículos eu nunca vi. Com relação à mamografia: é preciso entender que a medicina usa dos meios de que dispõe, e quando surgir um exame mais moderno e eficiente, provavelmente substituirá a mamográfia. Quanto à radiação, só é nociva se em excesso, quando a pessoa se submete a exames desse tipo com freqüência. Vale lembrar que nós estamos constantemente sujeitos a radiação natural do próprio corpo (cerca de 5000 decamimentos por segundo).

    Thumb up 3
    • Gil!

      A maravilha da internet tem 2 aspectos: o primeiro é a possibilidade da FARTA informação, e o segundo é a possibilidade de FALTA de informação! Existe aí uma letrinha que separa o abismo do “achismo” ao conhecimento. Sim, o bem e o mal do excesso da informação, pode gerar democracia, onde todos expõem suas opiniões. Mas ao mesmo tempo, existe muita desinformação, opiniões sem bases científicas e sem conhecimento técnico de um determinado assunto.

      E nesse sentido, comentários como o seu e de alguns outros, que tenham base profissional para falar sobre o assunto, são muito importantes em um fórum de discussões.

      Por isso, parabéns por seus comentários, que demonstram conhecimento de causa.

      Thumb up 2
  13. Discordo totalmente! Estou estudando radiologia e o que geralmente acontece com a maioria das mulheres é que o próprio médico tende a descartar a possibilidade de tumor logo após o primeiro exame. Uma mulher que já amamentou pode levar o médico a ter a impressão que um pequeno ponto na mamografia é leite calcificado, por exemplo. A mamografia tem os mesmos riscos que um exame de raio-x de rotina, como de toráx…

    Thumb up 12
  14. Esse assunto não é de hoje que é notado que a mamografia é prejudicial SIM.
    Muitas mulheres já notaram a diferença de antes e do depois que começaram a fazer a mamografia, pois já foi confirmado que está sendo prejudicial para pessoas que submetem o tal exame, além do trauma de amassar as glândulas tem também os malefícios da radiação.
    Ainda tem gente que diz que a medicina está avançada.Não concordo!!
    Deveria ter inventado o exame de próstata igual a mamografia, colocar o testículo numa chapa de metal um de cada vez e achatar com muita força.
    Quem inventou a mamografia precisa estudar muito ainda.
    Já ví várias mulheres se queixando dos malefícios da mamografia. Mas ficam esperando pelo o ministério da saúde e autoridades competentes se pronunciarem.
    Coisa de Brasil, deixa a saúde para o último lugar.

    Thumb up 24
    • Muito boa a idéia da “testículografia”.

      Thumb up 12
    • A próstata não fica nos testículos, dona Maria.
      E procure lembrar-se de que o exame de toque retal também é bastante traumático para nós homens.

      Thumb up 6
    • Guilherme, exame de próstata dói?
      Pergunto isto pois a mamografia dói, e muito! Eu preferiria me sentir um pouco constrangida do que sentir dor, honestamente… rs

      Thumb up 7
    • Meninas, o ponto é o seguinte: mamografia deve mesmo doer e sinto muito por vocês terem que passar por isso.
      Mas por conta disso nós homens deveríamos sofrer também? Somos os homens culpados pela mamografia causar dor?
      Por que vocês mulheres não dão um tempo para nossos testículos e com o tempo livre quem sabe possam inventar um exame que lhes cause menos dor?

      E por que estou perdendo meu tempo tentando argumentar com quem pensa em amassar meu saco numa chapa de metal?

      Adios amigas. Até nunca mais.

      Thumb up 8
    • que falta de senso de humor Gui! Apesar do assunto ser sério, podemos dar um pouco de “cor” nisso tudo…

      Thumb up 4
    • Certamente porque quem deve ter inventado a máquina foi homem.rsrsrsrs brincadeira gente, só para descontrair.

      Thumb up 5
    • Guilherme, o comentário sobre os testículos é porque são tão doloridos como os seios. No futebol, na barreira, os homens protegem os testículos e as mulheres protegem os seios…

      Thumb up 5
    • Desculpem, eu creio que o toque feito para exame de próstata deve ser muito desagradável, mas duvido que seja doloroso como a mamografia.
      Imaginem um seio tamanho 48, ser espremido, até ficar com aproximadamente 2cm. E é espremido nos dois sentidos de frente e na lateral, eu nunca amamentei, meu seio não é um couro, ele é consistente, eu decidi não fazer mais antes desta notícia, pois a última vez que fiz o médico ainda pediu um ultra-som, então porque já não pediu antes. Se só a mamografia não dá diagnóstico, precisa outro exame, eu não faço mais, graças a Deus não deu nada.

      Thumb up 4
    • Estou surpresa com tantos comentários relatando muita dor na realização da mamografia, eu realizei o meu antes do tempo preconizado pelo MS e não senti nenhuma dor apenas um desconforto, depende muito do psicológico da cliente e da técnica do profissional, eu fiz e faria novamente, pois na minha opinião é melhor sentir um desconforto do que sentir e conviver depois com o horror,de um CA, onde o sofrimento é sem comentário

      Thumb up 2
    • Cara Fatynha!

      Concordo com você em dois pontos:
      1) Não dói tanto assim (já fiz uma vez e farei novamente, como precaução)
      2) Estou impressionada com o número de considerações desfavoráveis a mamografia

      A colaboração que deixo: faça o exame = previna-se. Faça a cirurgia se precisar fazer = seja pró-ativo perante o que está lhe acontecendo, não deixe sua sorte ao acaso. Somos uma sequência de decisões que tomamos. Tome a decisão certa.

      Boa sorte a todas.

      Thumb up 2
    • vc está certa…depende mesmo é do profissional que irá realizar este exame…..levei minha mãe ao Hermes Pardine para fazer este exame e ela saiu de lá com um corte debaixo da mama.fiquei horrorizada….e ela não gritou..me mostrou depois que saiu..reclamei,e eles apenas a tranfiriram para outro local para continuar na mesma tarefa…absurdo esta falta de profissionalismo…

      Thumb up 1
    • Também estou surpresa de tantos comentários contra a mamografia. Faço este exame todos os anos e ainda nos ultimos a ultra…já fiz cerca de 10 exames, desde meus 30 anos. Em nenhum deles senti dor, apenas o desconforto. É um exame importante sim, e devido ao histórico de câncer de mama na minha família, nunca deixarei de fazer. Antes de tudo eu me amo.

      Thumb up 3

Envie um comentário