Mamografias anuais podem significar muitos alarmes falsos

A mamografia nem sempre tem resultados precisos, podendo dar alarmes falsos ocasionalmente. Das mulheres que fazem mamografias anuais, 61% terão pelo menos um resultado falsamente positivo para câncer em mais de uma década, aponta um novo estudo. Motivados por esses alarmes falsos, médicos recomendam biópsias para 7% a 9% das mulheres que na realidade estão saudáveis.

Se as mulheres fazem mamografia apenas uma vez a cada dois anos, o risco de um alarme falso cai para 42% em uma década. Entretanto, esse intervalo prolongado traz um pequeno aumento no risco de obter um diagnóstico de câncer em um estágio mais tardio.

As mulheres devem estar conscientes de que os alarmes falsos são comuns. Assim, elas estarão menos propensas a sofrer de ansiedade quando são chamadas para repetir uma triagem ou para fazer uma biópsia.

Os pesquisadores do estudo recomendam que as mulheres e seus médicos desenvolvam um plano de triagem com base nos fatores de riscos individuais da paciente para o câncer de mama e em sua tolerância para lidar com esses alarmes falsos. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

11 respostas para “Mamografias anuais podem significar muitos alarmes falsos”

  1. Há controvérsias …
    Se aparecer positivo para câncer de mama aí será necessário fazer a contra-prova para ter certeza.
    Cairá na tese de que exames demais não são confiáveis.
    E se a mulher descobrir a doença quando não adiantar mais o tratamento?
    Um período de 2 anos para câncer é tempo demais.
    Esse estudo acrescido da opinião de alguma pessoa “formadora de opinião” fará com as mulheres o que os homnens já fazem por si mesmos há muito tempo: tendência a se tornarem relaxados com a própria saúde.
    Não entendi o comentário acima.
    O exame ativa a multiplicação das células cancerígenas?
    Então o exame é tão eficiente que na mesma hora instala a doença e já dá o resultado como positivo.
    A pessoa chega sem doença.
    Paga pelo exame e ganha uma doença de graça!
    Não precisa pagar mais nada pelo brinde que leva pra casa.
    Isso é incrível!

    • A controvérsia é benvinda, mas a sua colocação não é muito feliz.
      Não é o exame em si que ativa a multiplicação das células cancerígenas.
      O problema é que existe uma propaganda massiva de que deve-se fazer o exame porque ninguém está imune ao câncer e é absolutamente necessário estar sempre alerta, etc….
      Isso cria uma expectativa certamente negativa e terrorista e essa sim é tão prejudicial que pode desencadear um processo de ativação e multiplicação das células cancerígenas, sem contar que o exame é extremamente dolorido.

    • ± Bovidino…
      O sistema de análises ao “imiscuir” no seios, neste caso, possui freqüências condutoras de informação.
      Existe uma particularidade da mente Osvaldo, que penetra na função material modificando os padrões de ressonância das células. Isso acontece de maneira natural com os chamados neuropeptidios, entretanto a matéria, ou espectro eletromagnético, pode penetrar também nessa função celular, como as radiações o fazem, e dessa maneira elas conduzirem a “vontade” humana ao corpo.
      Já seja que a pessoa tenha vontade de amar suas células como também de imprimir medo nelas.
      É mais ou menos por aí. Existem coisas que as palavras não alcançam sua plenitude.

  2. A melhor forma de exame de triagem de mamas é a termografia, bem melhor e mais inócua do que a mamografia.
    É importante:
    Cuidar da alimentação (evitando leite, tomando iogurte no seu lugar e ao invés de comer carne vermelha preferir carne magra); evitar de usar desodorantes, por conter alumínio, ao invés disso lavar bem as axilas com uma bucha vegetal, podendo-se usar leite de rosas, ou alguma essência diluída e evitar sutiãs apertados ou sintéticos, além de cuidar bem do corpo com atividades esportivas e da vida mental com resignificação das relações paternas/marido/filho e maternas/filhas, assim sendo, a incidência do câcer de mama certamente estaria reduzida em mais de 97%!!!!!
    Similarmente se a população carente tivesse respaldo cultural e recursos que seriam obrigações do estado, com certeza a maioria dos hospitais tornariam-se museus e escolas, ao invés de uma indústria de tratamentos sintomáticos…

    • Claro que todos os cuidados com a alimentação e com a higiene são importantes.
      Todavia, os mais importantes são a saúde mental e espiritual.
      Não se deixe influenciar por propagandas. A grande maioria delas são enganosas.
      Pense, raciocine, use a intuição, separe o joio do trigo.
      Não guarde mágoa, rancor, ódio. Essas coisas são na realidade os venenos que provocam as doenças, principalmente câncer.
      As pessoas que eventualmente te magoaram, fizerem isso por pura ignorância.
      Perdoe todas. Perdoe a si mesmo. Seja feliz e saudável.

  3. Um grande amigo médico ao bordo de seus +90 anos, grande investigador e catedrático em seus país, revelou-me os resultados de uma investigação onde depois de inventado a tal mamografia aumentou em 70% o índice de câncer de mamas.
    Não porque aumentou a quantidade de casos detectados e sim porque o exame em si, ativa a multiplicação das células cancerígenas.
    Os conceitos de Dr. Ricky Hamer, Dr. Gerson ou Dr. Simoncini entre outros, continuam sendo mais importantes de que estes exames farmacêuticos.

    • Em relação da mamografia, sempre suspeitei que é prejudicial,também já ví mulheres reclamando que depois que começou a fazer a tal monografia não faltou caroços no seio.
      Só pela a lógica e pelo o bom senso, tudo que é traumatizante é prejudicial. Mas porquê não fizeram o exame de próstata do mesmo estilo da mamografia?????????????????????????? Só pode ter sido inventador por homem de pouca inteligência!!!

    • Pois sim, como dizem, esse “cara é o cara” Bovidino.
      E têm muito mais por detrás da cortina.
      E qual era ou é sua tese meu estimado?

Deixe uma resposta