Meninos com nomes incomuns têm mais chances de cometer crimes

Publicado em 29.01.2009

asdrúbal

Qualquer navegador assíduo da internet já se deparou com aquela popular lista de nomes estranhos. Lá estão as alcunhas mais bizarras registradas em território brasileiro, tais como “Um Dois Três Oliveira Quatro”, “Tropicão de Almeida” e “Rolando Caio da Rocha”.

Risadas à parte, segundo cientistas da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, essa lista pode conter alguns criminosos em potencial. A pesquisa que eles realizaram mostra que meninos que ganham nomes incomuns têm uma maior propensão a cometer crimes.

Obviamente, o fato de um filho ser batizado apenas de “João” não vai isentá-lo da possibilidade de se tornar um bandido. De acordo com os pesquisadores, não é o nome que determina o comportamento irregular e sim o ambiente em que essas pessoas são criadas. Os nomes estranhos estão conectados com outras situações, como um ambiente familiar precário e residência em um lugar com baixo fator socioeconômico.

Além disso, um adolescente com nome estranho pode ter mais dificuldade em se relacionar com outros jovens, já que seria tratado de forma diferente, por causa de seu nome ou condição social. E não é preciso uma grande pesquisa para concluir que uma juventude traumática pode ter efeitos extremamente negativos em uma pessoa.

Segundo os cientistas americanos, essas descobertas podem ajudar oficiais da justiça a identificar mais facilmente indivíduos com propensão a cometer crimes, realizando programas de intervenção.

Agora há mais de uma razão, além da puramente estética, para dar um nome normal ao seu filho. [Live Science, Science Daily, Desciclopédia]

Autor: Eduardo Martins

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

5 Comentários

  1. Oi colega! Gostaria de parabenizar voce pelo seu site! Nao sou mto de ficar fazendo comentarios, mas acho que voce merece um elogio pelo trabalho que vem fazendo! Continue assim!

    Thumb up 3
  2. Isso é coisa de americano q qualquer coisinha já quer matar todo mundo.
    Os adolescentes lá só podem ser muito frágeis psicologicamente ou então o pessoal da escola é muito malvado mesmo, heim?? porq pra ficar matando,se matando… por causa de um apelido ou alguma outra coisa?! eu, heim. pode ser triste, mas tbm tem coisas bem mais importantes na vida do q ser popular né? E antes só do q mal acompanhado, se eu tivesse um nome bem estranho não ia querer ser amigo de quem não merecia não, melhor só.
    Aliás, se essa peskisa tiver certa,aki no brasil a única coisa boa de por um nome estranho no seu filho é q ele pode virar traficante e ganhar mais q todo mundo, nunca vai ser preso. haushaushaus

    Thumb up 2
  3. A definição do caráter de uma pessoa é muito mais que o nome que recebera dos pais.
    Aqui na minha rua mesmo tem um “Radar”, não é apelido. Classe baixa, trabalhador, religioso, amigo de todo mundo…
    Lá em brasília há muitos com nomes comuns, de classe alta… já trabalhadores, religiosos, “honestos”, isso eu já não sei. Mas amigos de todo mundo, podem apostar.
    Será a situação é que faz o criminoso? Talvez sim, talvez não: vai de cada pessoa. Você devolveria uma pasta com 100 mil reais dentro, caso encontrasse uma? Já fez alguma coisa considerada crime, mesmo que pequena? Nunca passou pela sua cabeça matar alguém? Seja bem sincero, tenho certeza que sim… há um criminoso dentro de você esperando só uma situação, ou será que eu tô viajando demais? rsrs..

    Abraços,
    ­ ­ ­ ­Felizberto!

    Thumb up 3
  4. Só não entendi porque utilizaram uma foto do Bill Gates para ilustrar a matéria.

    Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
octuplos-t
Mulher dá luz a óctuplos nos EUA

Em Los Angeles uma a...

Fechar