Microchip implantado no corpo pode monitorar câncer

Publicado em 1.09.2011

Cientistas alemães desenvolveram um sensor de microchip que pode ser implantado perto de um tumor para monitorar o seu crescimento.

O dispositivo controla os níveis de oxigênio nos tecidos próximos para detectar se um tumor está em expansão. Os resultados são então transmitidos sem fio para o médico de um paciente, reduzindo a necessidade de exames hospitalares frequentes.

Os pesquisadores esperam que a novidade leve a tratamentos menos agressivos e mais direcionados. O dispositivo é uma forma de acompanhar e tratar tumores que são difíceis de alcançar, ou que é melhor deixar no lugar.

“Há alguns tumores que são difíceis de remover, por exemplo, perto da espinha. Você corre o risco de cortar um nervo se removê-lo cirurgicamente. Ou o problema pode ser que o tumor está crescendo lentamente, mas o paciente é idoso”, disse o gerente do projeto, Sven Becker. “Nesses casos, é melhor monitorar o tumor, e só tratá-lo se houver uma fase forte de crescimento”.

O sensor é implantado ao lado de um tumor, e mede a concentração de oxigênio dissolvido no líquido dos tecidos próximos. Se o número cai, pode indicar crescimento agressivo, e os médicos são alertados.

“O chip microeletrônico tem um conjunto de eletrodos que detectam saturação de oxigênio. Ele transmite esses dados para uma unidade externa de recebimento, como uma pequena caixa que você carrega no seu bolso”, explica Becker. “De lá, os dados vão para o computador do médico, que pode decidir se a atividade do tumor está piorando”.

No futuro, o projeto incluirá uma bomba de medicação que pode entregar drogas diretamente na área afetada. A bomba de medicação no chip pode liberar drogas quimioterápicas perto de um tumor, se o tratamento for necessário.

Dessa forma, os cuidados se tornam mais eficazes e menos tóxicos para pacientes com câncer. “Na quimioterapia tradicional, as drogas correm por todo o corpo, o que pode ter efeitos secundários terríveis. A bomba no chip pode aplicar quantidades microscópicas diretamente no tumor, tratando mais rapidamente e com menos efeitos colaterais, porque é local”, argumenta Becker.

O desenvolvimento do chip ainda está em estágios iniciais, mas os pesquisadores esperam ter um dispositivo pronto para uso médico em dez anos.[BBC]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

7 Comentários

  1. NADA que seja ruim será apresentado como algo ruim. Será sempre apresentado como uma grande maravilha. Se quiserem colocar uma coleira no seu pescoço, nunca será lhe apresentado como algo ruim, você tem que observar que ela vai te proteger de doenças que ‘surgiram’ do nada, e claro, não vai ser assim de primeira a coleira, antes vão antes te tirar a liberdade, o voto livre, você vai ser manipulado, enganado… Olhe bem esses governantes pelo mundo inteiro e diga se vale a pena fazer as vontades deles e perder a sua liberdade, como querem. Veja se o mundo que eles governam é essa maravilha toda. Ganância de poder e dominação. Já viu isto? Quem quer ser um escravo?

    Thumb up 1
  2. Não vejo essa implantação de microchips em pessoas como algo benefico, mesmo que sua proposta original seja o tratamento.

    Imagine que alem de monitorar as doenças do corpo o microchip tambem monitore suas ações, seria como os filmes de ficção cientifica … Além de um dos direitos basicos do ser humano, o de ir e vir, estaria sendo totalmente pisoteado.

    Thumb up 7
  3. Quando li a chamada do artigo e depois o li, veio-me a lembrança do primeiro video que o GoogleVideos lançou: Zeitgeist. No documentário, ha a citação de que seremos todos “chipados” num futuro proximo e consequentemente, controlados.
    Um comentário que me deixou intrigado neste documentário é: “Que não será necessário obrigar as pessoas a serem “Chipadas”, elas Simplesmente Desejarão isso”.
    Presumo que esteja começando.

    Thumb up 9
    • Eu vou ser o primeiro a ser chipado! Me empolguei depois de jogar Deus Ex… rsrsrs

      Thumb up 0
    • Você precisa de ler um pouquinho de história… se o ser humano puder fazer o que quer, ele faz.

      Thumb up 0
  4. Hoje em dia,tão inventando tudo quanto é tipo de chip p andar com a gnt,na gnt,24hs..pq será isso ?…¬¬
    Hj cada chip tem uma função diferente,mas quem garante q no futuro,esses mesmos,não terão a msm função?!(q pode não ser tão boa assim p gnt)
    Só sei q não sou gado para ser marcado..chip,mt mal no cel,q dá tirar qnd quiser…

    Thumb up 12

Envie um comentário