Milionário doou fortuna à caridade e vive com menos de R$ 2,5 mil por mês

Publicado em 21.11.2011

Afinal, dinheiro traz ou não felicidade? O empresário austríaco Karl Rabeder, de 48 anos, era milionário, mas infeliz. Ele ficou famoso no ano passado quando decidiu se desfazer de sua grande fortuna. Agora, ele vive com apenas US$ 1.350 por mês (pouco mais que R$ 2,3 mil).

Ele chocou as pessoas quando anunciou que estava vendendo todas as suas propriedades de luxo e empresas porque descobriu que o dinheiro estava o impedindo de ser feliz. Seu novo objetivo era não ter nada, absolutamente nada.

Rabeder, que veio de uma família pobre em que a regra era trabalhar muito para conseguir coisas materiais, confessou que durante muito tempo acreditou que mais riqueza automaticamente trazia mais felicidade.

Mas depois de um tempo, ele começou a ouvir uma voz que dizia para ele parar com o que estava fazendo e começar a viver de verdade. Ele se sentia como um escravo trabalhando para coisas que ele realmente não queria ou precisava.

A princípio, ele não teve coragem de desistir de toda a riqueza com que ele e sua família já estavam acostumados. A grande decisão surgiu durante férias no Havaí, quando Karl e sua esposa gastaram todo o dinheiro que podiam, mas perceberam que não tinham encontrado uma única pessoa real e sincera durante a estadia.

Eles sentiram que todos a sua volta estavam atuando, sendo amigáveis apenas pelo dinheiro. Rabeder também começou a se sentir culpado quando visitou países na África e na América do Sul, em que pessoas não tinham nem uma mínima parcela de sua riqueza material. Foi aí que ele decidiu largar seu estilo consumista pelo resto da vida.

Rabeder começou a praticar o desapego sorteando sua bela mansão, vendendo 21.999 bilhetes de loteria por cerca de 130 reais cada para pessoas que sempre sonharam em ter uma casa de luxo. Ele vendeu também sua casa de férias, aviões, carros e a empresa de decoração que o ajudou a fazer fortunas. Ele criou uma organização chamada MyMicroCredit que ajuda pessoas em países subdesenvolvidos, transferindo todo o dinheiro de suas contas para ela.

O ex-milionário que jogou tudo para o alto afirma que sua vida melhorou muito desde que ele decidiu levar uma vida simples. Olhando para uma foto dele, tirada no ano passado em frente à sua antiga casa, ele diz que parecia dez anos mais velho, triste e cansado do que agora.

Rabeder admite que o dinheiro é uma coisa maravilhosa no início, porque oferece liberdade. Sua fortuna permitiu que ele prosseguisse sua paixão pelo voo livre e continuasse seus estudos, que seus pais não podiam pagar. No entanto, agora ele percebe que cometeu o erro de pensar que tendo dez vezes mais dinheiro ele seria dez vezes mais feliz também, o que não era verdade.

Karl Rabeder morava em uma casa de 321 metros, mas agora se mudou para uma cabine de 19 metros quadrados de madeira, e vive com menos de R$ 2,5 mil reais por mês. Hoje, ele dá seminários sobre temas como “a felicidade pode ser aprendida” ou “dinheiro suficiente para ser feliz” para as pessoas dispostas a ouvir seus argumentos, e até publicou um livro chamado “Aquele que não tem nada pode dar tudo”.

Rabeder diz que se sente bem com uma carreira que é divertida e boa para ele, e continua doando todos os excessos de dinheiro para a sua organização MyMicroCredit.

Embora ele tenha feito algo que outros empresários pensam ser inacreditável, Karl Rabeder diz que não julga quem decide manter as suas riquezas. “Eu não tenho o direito de dar conselho algum a outra pessoa. Eu apenas ouvi a voz do meu coração e da minha alma”, disse ele. [OddityCentral]

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

34 Comentários

  1. Dinheiro é apenas um tipo de ferramenta como outra qualquer, quem tem muito, obriga pessoas a não poder desenvolver seus projetos, alguns dos quais poderiam até salvar os ricos

    Thumb up 0
  2. Adorei, realmente muitas vezes colocamos nossa felicidade onde jamais estará, a vida simples torna a felicidade mais simples e acessível!!

    Thumb up 1
  3. A verdade é pra poucos. O grau de espiritualidade e consciência do que é ” Ser Humano” foi descoberto por ele.

    Thumb up 3
  4. A VIDA É BELA PORQUE TEMOS A LIBERDADE DE SERMOS O QUE SONHAMOS E O QUE QUEREMOS E DEUS NÃO INTERFERE NAS NOSSAS DECISOES, SEJAM ELAS CERTAS OU ERRADAS.
    SOU ENGENHEIRO CIVIL, JÁ VIREI O MUNDO DE CABEÇA PARA BAIXO, JÁ ENRIQUECI MUITA GENTE E POR IRONIA DO DESTINO, HÁ MUITO TEMPO QUE ESTOU A PROCURA DE UMA “MERRECA” PARA REATIVAR A MINHA CONSTRUTORA E NÃO TEM NO MUNDO QUEM ME EMPRESTE NEM CONFIE, POR MAIOR BOA FÉ QUE TENHAMOS E OS MELHORES PROPÓSITOS POSSIVEIS DE AMAR E AJUDAR AO PRÓXIMO.
    DAÍ ESSE CIDADÃO, CHEIO DA GRANA BEM QUE PODERIA ME DAR UMA MAOZINHA OU QUEM TIVER LENDO ESSA MENSAGEM, E, PODE TER CERTEZA QUE EU FICAREI ETERNAMENTE AGRADECIDO. ENGISAIASSAMPAIO@GMAIL.COM

    Thumb up 0
    • Isaías, não se preocupe, o que for para você virá em suas mãos. Eu trabalhei em construção civil, me aposentei como mestre de obras, e hoje, o que ganho não dá nem pra pagar um plano de saúde para mim e minha esposa, quem o faz é um de meus filhos. Eu tinha vontade de ser engenheiro, mas parei de estudar para que meus filhos o fizessem, digo que não estou arrependido, pois eles me sustentam. Estou satisfeito com a vida. Tenho 86 anos e acredito que dinheiro não traz felicidade.

      Thumb up 1
  5. Aqui está a explicação: “Rabeder diz que se sente bem com uma carreira que é divertida e boa para ele, e CONTINUA DOANDO todos os excessos de dinheiro PARA A SUA organização MyMicroCredit.” é nesse ponto que ele e Edir Macedo se equiparam… Ele também paga o dízimo na IUB…

    Thumb up 0
  6. este cara desmostrou muito mais desapego que a maioria dos religiosos que eu conheço que so querem saber de dinheiro.manda o bispo edir macedo devolver o dinheiro para o povo que ele engana para ver.

    Thumb up 3
  7. Se isso deixou ele mais feliz,é isso que importa.Mas eu acho que a maioria das pessoas não ficaria feliz fazendo isso.E se um dia ele se cansar de ser pobre?

    Thumb up 1
  8. SÓ GOSTARIA DE ENTENDER O PORQUÊ DE UM ASSIM COMO ESTE ENTRAR EM UM SITE RELACIONADO COM CIÊNCIA.eNTRETANTO,NÃO ME FURTARIA DE FAZER UM BREVE COMENTÁRIO:ESTE HOMEM NÃO OUVIU A VOZ DE SUA CONSCIÊNCIA MAS,SIM DE DEUS´PORQUE SOMENTE ELE PODE SE IMPORTAR COM TODA A HUMANIDADE EM SEU TODO.

    Thumb up 2
  9. Vc. q reprovou o q falei, tú é hipócrita igual os outros, fica sem dinheiro pra vê.

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
a39d2d187fd543333b8b8bb336975884
7 dicas para manter sua vida social ativa em um relacionamento à distância

Tem um namoro à dist...

Fechar