Motoristas chapados em maconha testam suas habilidades no volante

Publicado em 19.02.2013

O álcool é responsável por milhares de acidentes de trânsito todos os anos. A maconha, se usada em pequena quantidade, não chega a ser tão perigosa quanto tais bebidas ao volante. Mas, claro, também não é nem um pouco aconselhável e pode causar acidentes graves. Veja o vídeo abaixo e entenda o porquê.

Três pessoas fumaram maconha antes de dirigir para testar suas habilidades chapados. Eles estavam acompanhados por um instrutor de autoescola, para controlar o carro no caso do motorista estar prestes a fazer alguma manobra perigosa. O vídeo tem momentos engraçados, mas na vida real poderia ter um final trágico.

O teste foi feito em Washington, nos Estados Unidos. A erva é permitida para fins recreativos no estado desde o fim do ano passado. A norma legalizou a posse e o uso de até 28 gramas maconha para quem tem mais de 21 anos.

Em alguns momentos no vídeo, quando os participantes estavam mais chapados, o instrutor de autoescola teve que agarrar o volante de um deles para evitar que atropelasse uma pessoa, por exemplo (no caso, o fotógrafo). Com outro motorista chapado, o problema foi que ele estava dirigindo tão devagar que certamente estaria em risco se estivesse em uma estrada movimentada. Um dos participantes, uma usuária pesada de maconha, precisou fumar mais para que dirigisse com menos precaução. No entanto, foi se tornando mais agressiva na direção e chegou a derrubar um cone.

O vídeo está longe de ser científico – se tratam de três pessoas de idades diferentes com hábitos de fumo completamente diversos. Mas não deixa de ser interessante e relevante, não apenas pela nova legislação em Washington, mas também por recentes estudos que analisam a relação entre a direção e motoristas chapados.

Um estudo de 2009, publicado no American Journal of Addiction, concluiu que conduzir chapado é menos perigoso que dirigir bêbado. Entretanto, um estudo publicado no ano passado no British Medical Journal concluiu que dirigir sob os efeitos da maconha está associado a um risco quase duas vezes maior de se envolver em um acidente de carro grave (como o próprio vídeo mostra).

Longe dos carros, a maconha tem trazido avanços para os Estados Unidos. Uma pesquisa feita pelo Institue for the Study of Labor descobriu que a legalização da maconha medicinal no país tem sido associada a diminuição do número de mortes. A controvérsia, no entanto, continua. [io9/G1]

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

1 comentário

Envie um comentário